Você está na página 1de 21

CRESCIMENTO

MICROBIANO
DIVISÃO BACTERIANA
Determinada pelo número de indivíduos ou células e não, pelo
tamanho da célula.
DIVISÃO BACTERIANA
 Tipo de reprodução bacteriana: fissão binária.

 Contagem aritmética:

- 20
- 21
- 22
-2 (potência ou divisão binária)
- 23
- 24
- Expoente (nº de duplicações ou gerações)
- 25
DIVISÃO BACTERIANA

 Cont. Contagem aritmética:

- 20 .............. 1
- 21 .............. 2
- 22 .............. 4
- 23 .............. 8
- 24 .............. 16
- 25 .............. 32
TEMPO DE GERAÇÃO
Tempo necessário para uma célula se dividir. Pode sofrer variações
entre cada organismo e condições necessárias para o crescimento, como
ambiente, temperatura, nutrientes...

Ex: bactéria E. coli – tempo de duplicação de 20 minutos – em 20


gerações teremos 1.048.575 (um milhão, quarenta e oito mil, quinhentos e
setenta e cinco) células de E. coli.

Escalas Logarítmicas: usa-se para calcular graficamente o crescimento


bacteriano em populações grandes. Ex: log10 9,0 = 1.000.000.000 (hum
bilhão de células) – escala logarítmica na base 10 (log10)
FASES DO CRESCIMENTO
FASE LAG
FASE LOG
FASE ESTACIONÁRIA
FASE DE MORTE CELULAR
 FASE LAG
- período em que ocorre pouca divisão celular, podendo
durar uma hora ou mesmo vários dias. Durante esse tempo
as células se encontram em estado de latência.
 FASE LOG

- início do processo de divisão entrando no período de


crescimento ou aumento logarítmico. Período denominado
de fase log ou exponencial.
FASES DO CRESCIMENTO

 FASE ESTACIONÁRIA
- velocidade de crescimento diminui, o número de
morte celular é igual ao número de células novas e a
população se torna estável. Causas: falta de nutrientes,
mudança no pH, temperatura, etc.

o FASE DE MORTE CELULAR


- o número de células mortas excede o de células novas.
Esta fase é denominada de morte celular ou declínio.
CURVA DE CRESCIMENTO
BACTERIANO
Determinação dos Microrganismos

-Método Direto: Contagem de Colônias, Método


do número mais provável (NMP), Método de
contagem direta ao microscópio.

-Método Indireto: Turbidimetria, Atividade


Metabólica e Peso seco
Método Direto
- Contagem em placas = unidades formadoras de colônias
(UFC);
Método Direto

Vantagens

Desvantagens
 METODOLOGIAS PARA A CONTAGEM DE BACTÉRIAS
EM PLACA

Método Pour Plate: inóculo adicionado diretamente na placa de


Petri, adicionado ágar líquido a 50ºC. Agitação circular.
Solidificação do ágar, incubação na temperatura de crescimento da
bactéria.
Desvantagem: microrganismos sensíveis ao calor podem ser
danificados.

Método de Espalhamento em Placa: inóculo adicionado na placa


contendo o ágar solidificado (meio sólido). Espalhamento
uniforme no meio com bastão de vidro espiral. Bactérias crescem
na superfície do meio.
Vantagens: Elimina as desvantagens do método anterior.
Método Pour Plate X Método de Espalhamento em Placa
MÉTODOS PARA QUANTIFICAR DIRETAMENTE O
CRESCIMENTO MICROBIANO

MÉTODO DO NÚMERO MAIS PROVÁVEL (NMP)

•Estima a densidade de microrganismos viáveis presentes


em uma amostra através da produção de gás produzido
pelas bactérias (fermentação)
•Não permite a contagem "fixa" de células viáveis ou de
unidades formadoras de colônias (UFC), como acontece
com a técnica de contagem em placas.

Recomendada quando: a) É esperado, na amostra em análise,


um baixo número do microrganismo alvo (<100/g ou mL) b)
devido ao processo tecnológico sofrido pela amostra, as células
presentes estejam lesadas, não tendo condições de formar
colônias em meios sólidos seletivos.
 Amostra deverá ser diluída até que a última diluição de 3, 5 ou 10 tubos
apresentem todos os resultados negativos.
 Quanto maior o número esperado do microrganismo pesquisado,
maiores deverão ser as diluições usadas.
 Na leitura final serão consideradas as 3 diluições mais significativas.
MÉTODOS PARA QUANTIFICAR DIRETAMENTE O
CRESCIMENTO MICROBIANO

 MÉTODO DE CONTAGEM DIRETA AO MICROSCÓPIO

- a suspensão bacteriana é colocada numa lâmina de microscópio.

- para calcular o número de bactérias por mililitro de solução o


número encontrado deve ser multiplicado por 100 devido a contagem
ser em 0,01ml da amostra.

- como fazer: no centro da lâmina do microscópio coloca-se uma


grade quadriculada. O volume de 0,01 ml é recoberto com a suspensão
bacteriana. As bactérias podem ser visíveis e ficam nos quadrantes
podendo ser realizado o cálculo.
MÉTODOS PARA QUANTIFICAR
DIRETAMENTE O CRESCIMENTO
MICROBIANO

 VANTAGENS E DESVANTAGENS DO MÉTODO DE


CONTAGEM DIRETA AO MICROSCÓPIO

- Vantagem: método utilizado para resultados imediatos, pois


não necessitam de período de incubação da cultura.

- Desvantagens dificuldade de contagem das bactérias móveis. As


mortas acabam sendo contadas também.
- é necessário um grande número de células para permitir uma
contagem satisfatória, aproximadamente 10 milhões de bactérias por
mL.
MÉTODOS PARA QUANTIFICAR
INDIRETAMENTE O CRESCIMENTO
MICROBIANO

 MÉTODOS INDIRETOS PARA DETERMINAÇÃO DE


BACTÉRIAS

- Turbidimetria: meio líquido túrbido com alta densidade de


células.

- Atividade Metabólica: produção de ácido ou CO2.

- Peso Seco: utilizado para quantificar o peso seco de fungos ou


bactérias, onde o microrganismo é removido do meio de cultura através
da filtração e depois é seco em dessecador para posteriormente ser
pesado.
Método Indireto

Você também pode gostar