Você está na página 1de 30

Prof.

Alencah
Em 1972 S. Singer e C. Nicholson da
Universidade da Califórnia propuseram o
modelo do Mosaico Fluido.
Nele, as proteínas ficam mergulhadas nos
lipídios como “icebergs no mar”, podendo se
movimentar lateralmente..
A membrana fica parecendo um mosaico de
proteínas em um meio fluido de lipídios.
O lipídio mais comum de membrana é o
fosfolipídio.
Ele possui:
 Uma região polar, com afinidade pela água
(hidrófila)
 Uma região apolar, com afinidade pelas cadeias de
carbono dos lipídios (hidrófoba ou lipofílica)
Função do colesterol:
 Diminui a interação entre as moléculas de
fosfolipídios, mantendo a fluidez da membrana,
mesmo em baixas temperaturas.
As proteínas podem atuar:
 No transporte de substâncias para dentro ou fora da
célula.
 Como moléculas receptoras que se ligam a
substâncias extracelulares, desencadeando alguma
atividade dentro da célula
Se localizam na face externa da membrana.
Formam os glicocálices.
Podem ser:
 Glicolipídios, ligadas aos lipídios das membranas.
 Glicoproteínas, mais comuns, ligadas às proteínas
das membranas.
Atuam:
 Identificando uma célula do mesmo tecido,
promovendo adesão entre elas.
 Identificando célula estranha, para ataque.
Existe na célula, a chamada Permeabilidade
Seletiva.
Água, gás carbônico, oxigênio, uréia e glicerol
atravessam com facilidade a parte lipídica da
membrana.
Glicose, aminoácidos, nucleotídios e sais
minerais atravessam pelas proteínas.
Esse transporte se dá por:
 Transporte passivo
 Transporte ativo
Transporte por difusão que ocorre através da
membrana plasmática, da região de maior para
a de menor concentração.
Exemplo: troca gasosa de O2 e CO2.
Difusão simples: Aquela que ocorre sem gasto
de energia, de um lado para outro da
membrana, através da região lipídica.
Difusão facilitada: Aquela que ocorre sem
gasto de energia, de um lado para outro da
membrana, através das proteínas.
Passagem de água de uma região de menor
concentração para uma de maior concentração.
Diferença entre difusão e osmose:
 Na difusão: o soluto passa da região mais concentrada
para a menos concentrada.
 Na osmose: o solvente (água) passa da região mais
concentrada para a menos concentrada.
A pressão que rege o fenômeno da osmose é a
Pressão Osmótica.
 Mais alta: Solução Hipertônica
 Mais baixa: Solução Hipotônica
 Igual: Solução isotônica.
Célula em um meio hipotônico:
 Passagem de água para dentro da célula
Célula em um meio isotônico:
 Nada ocorre.
Célula em um meio hipertônico:
 Passagem de água para fora da célula.
Só está presente entre os vegetais.
É formada principalmente pela celulose.
Endurecem e protegem as células vegetais.
Entre uma parede celular e outra, existem os
plasmodesmos – que facilitam a passagem de
uma célula para outra.
Passagem de substâncias de um meio menos
concentrado para um mais concentrado.
Para isso, deve haver gasto de energia
(proveniente das moléculas de ATP)
Exemplo importante: bomba de sódio e potássio
(Na, K, ATPase).
Sódio sai: 3 moléculas.
Potássio entra: 2 moléculas.
Função: manter o gradiente elétrico da célula
(negativo dentro e positivo fora), importante para
o metabolismo da célula.
Quando os íons sódio entram de volta na
célula, arrastam consigo moléculas de glicose
ou aminoácidos, fazendo-os mover contra o
gradiente de concentração.
Aí, a energia para a entrada da glicose deve-se
à diferença de concentração do íon obtida pelo
transporte ativo do mesmo íon.
Endocitose
 Fagocitose: a célula emite pseudópodos (falsos pés)
que envolvem uma partícula grande e o colocam em
uma cavidade no interior da célula. É usada como
alimentação de seres menos evoluídos e como defesa
contra corpos estranhos de seres mais evoluídos.
 Pinocitose: Captura de macromoléculas dissolvidas
em água através de invaginações na membrana.
Exocitose
 Corresponde a um evento inverso da endocitose,
onde a célula joga fora os resíduos de seu
metabolismo.
Junções intercelulares
 Desmossomo:
 Ajudam na sustentação das células e na adesão entre
elas, unindo-as.
 Zônulas Oclusivas:
 Impedem a passagem de produtos entre as células
 Nexos ou junções comunicantes:
 Junções entre proteínas de duas membranas, formando
canais, realizando troca de alimentos e substâncias.
Aumentam a área de contato da superfície da
célula com a luz.
Encontrada no intestino, onde a área pode
chegar a até 30m2.
Aumenta a superfície de contato entre o
alimento e o intestino.