Você está na página 1de 25

LIPOGÊNESE

CARACTERÍSTICAS GERAIS
 Pode ocorrer a partir de Carboidratos e Proteínas
 Ocorre principalmente no fígado e em segundo lugar, no tecido
adiposo
 O acetil-CoA é sempre o substrato inicial e termina geralmente
com a formação de ácido palmítico
 O acetil-CoA é proveniente da oxidação do piruvato e do
catabolismo dos esqueletos carbônicos dos aminoácidos e
carboidratos, nas mitocôndrias
 Como a membrana mitocondrial interna é impermeável ao
acetilCoA, um transportador indireto transfere os equivalentes
do grupo acetil através da membrana interna.
 É estimulada pela grande quantidade de acetil-CoA e de ATP
GRANDE INGESTA
DE CHO
SE TEM MUITO ATP!!!!!!

Inibição da
isocitrato
desidrogenase
COMO COMEÇA A SÍNTESE DE
LIPÍDEO???? ACETIL-COA

 Acetil-CoA está dentro da mitocôndria


 Mas a membrana é impermeável ao Acetil CoA

 Então quem passa para o citossol é o citrato

 Forma novamente acetil CoA e oxalacetato no citossol


FORMAÇÃO DO CITRATO NA
MITOCÔNDRIA
O QUE OCORRE COM O OXALACETATO?
Oxalacetato se
transforma em Malato
e depois piruvato
(volta pra
mitocôndria)
forma NADHP que
fornecerá elétrons
FORMAÇÃO DE ÁCIDOS GRAXOS
 ocorre no citosol => transporte pelo ácido cítrico através
da membrana mitocondrial interna às custa de ATP
 os intermediários da síntese de AGs estão ligados de
forma covalente aos grupos sulfidrilo de uma proteína
transportadora de acil (ACP)
 a cadeia dos AGs é alongada pela adição sequencial de
unidades com dois carbonos (cedidos pelo malonil CoA)
- o alongamento do complexo normalmente termina com a
formação do palmitato (C16)
COMO É FORMADO O MALONIL COA????
O QUE OCORRE COM O ACETIL-COA?
 O acetil CoA deve ser convertido a malonil CoA
 Todos os carbonos são provenientes do malonil CoA com
exceção dos 2 carbonos doados pelo acetil CoA no início da
síntese
 Reação é catalisada pela acetil CoA carboxilase, a qual é
inativada pelos produtos, malonil CoA e palmitoil CoA, e
ativada pelo citrato
 Outro mecanismo de regulação é a fosforilação reversível
da enzima, que a torna inativa, devido a presença de
adrenalina/glucagon
- Na presença de glucagon, a enzima é fosforilada e inativa
- Na presença de insulina, a enzima é desfosforilada e ativa
Regulação da biossíntese de ácidos graxos
Glicose
+
Insulina
Citrato
Fosfatase +
Acetil-CoA
 síntese
enzimática
Acetil-CoA Acetil-CoA carboxilase
P induzível por
carboxilase insulina

Malonil-CoA

PKA -
Palmitato
Glucagon

Adrenalina + Palmitoil-CoA
O QUE OCORRE COM O ACETIL-COA?
 Acetil-CoA sofre transformações até formar ácidos graxos
de 16 C
SÍNTESE DE PALMITATO
 VIDEO!
SÍNTESE DE
TRIACILGLICERÍDEOS
SÍNTESE DE TRIALCILGLICERÍDEOS
 Precursores: acetil CoA e L- glicerol-3 fosfato
 Formação do ácido fosfatídico
BIOSSÍNTESE DO ÁCIDO FOSFATÍDICO
 Passo 1
RELEMBRANDO A GLICÓLISE
Biossíntese de TAG
Passo 2: formação de acil Passo 3: formação de TAG
CoA e ácido fosfatídico
DESTINO DE TRIACILGLICEROL
 Destino dos ácidos graxos sintetizados ou da dieta:
a) Armazenados na forma de TAG
b) Serem incorporados nos fosfolipídeos da membrana

o Depende da necessidade momentânea do organismo


Ex. fase de crescimento do organismo
ESTOCAGEM DE TRIACILGLICEROL
 Animais possuem capacidade de estocar grandes quantidades
de TAG
 Glucagon: fígado e músculo: 12 horas

 TAG: tecido adiposo: 12 semanas


AGORA RESPONDA:
 Aonde na célula ocorre?
 Por quê o citrato é formado?

 Qual o efeito da insulina e glucagon na acetil CoA


carboxilase? Por quê?
 Com qual molécula o ciclo começa?

 Quantos carbonos são adicionados por vez? Quem


fornece esses carbonos?
 Descreva em forma de esquema a formação dos TAG.