Você está na página 1de 47

DIREÇÃO DEFENSIVA

1
2
DIREÇÃO DEFENSIVA

O que é direção defensiva?


É dirigir de modo a evitar acidentes, apesar das ações
incorretas dos e outros e da existência de condições
adversas, ou seja, condições desfavoráveis de
luminosidade, tempo, entre outras.
Isso quer dizer, estar sempre atento ao volante, superar
as ações incorretas dos outros condutores de veículos
e pedestres, além de conhecer e evitar situações de
riscos que possam provocar acidentes.
3
DIREÇÃO DEFENSIVA

Principais causas dos acidentes:


Podem ser apontadas como causas da violência no
trânsito:
 A falta de consciência e educação de muitos
condutores e pedestres;
 A impunidade;
 O estresse;
4
DIREÇÃO DEFENSIVA

Principais causas dos acidentes:


1. Grande número de veículos em circulação nas
cidades, rodovias e estradas;
2. Defeitos mecânicos;
3. Atitudes incorretas dos condutores de veículos,
ciclistas e pedestres; e
4. Violência no trânsito.
5
DIREÇÃO DEFENSIVA

Principais causas dos acidentes:


5. A falta de manutenção e da sinalização insuficiente
de boa parte das vias públicas do país;
6. Não basta dirigir bem, é preciso dirigir
defensivamente para diminuir a violência no
trânsito e o número de acidentes;
7. A circulação de veículos pesados em ruas e
avenidas movimentadas;

8. “Falha humana;” 6
DIREÇÃO DEFENSIVA

Principais causas dos acidentes:


9. Defeitos mecânicos ou falha na manutenção ou
ainda, operação incorreta do veículo;
10. Desrespeito às Leis de Trânsito;
Por mais que haja empenho para mudar esse quadro,
somos todos nós, que podemos agir para prevenir
acidentes e melhorar o trânsito.

“DIRIJA DEFENSIVAMENTE”
7
DIREÇÃO DEFENSIVA

MOTORISTA DEFENSIVO

8
DIREÇÃO DEFENSIVA

Para se tornar um motorista defensivo é


necessário:

“MUDAR DE ATITUDE”
“DIRIGIR COM RESPONSABILIDADE”
“A SEGURANÇA DO TRÂNSITO
DEPENDE DE TODOS”
9
DIREÇÃO DEFENSIVA

“AGIR COM TRANQUILIDADE”


“NÃO SER AGRESSIVO”
“NÃO REVIDAR PROVOCAÇÕES NO
TRÂNSITO”

10
DIREÇÃO DEFENSIVA

“RESPEITO ENTRE OS MOTORISTAS”


“RESPEITAR OS PEDESTRES”
“OBSERVAR A LEGISLAÇÃO DE
TRÂNSITO”

11
DIREÇÃO DEFENSIVA

Motorista defensivo:
 Observe sempre os limites de velocidade, a
sinalização das vias, as regras de circulação e
conduta;
 Seja solidário: dê a preferência, facilite a
ultrapassagem, não pare no meio dos
cruzamentos, etc...
 Utiliza seus conhecimentos para evitar situações
de risco, causadas por condições adversas;
12
DIREÇÃO DEFENSIVA

 Algumas situações adversas podem ser evitadas


antes mesmo de se sair com o veículo:
 É importante que o condutor esteja bem
para dirigir;
 Verificação dos itens de segurança e
equipamentos obrigatórios do veículo;
 Planejar o deslocamento, “melhor
caminho”;

13
DIREÇÃO DEFENSIVA

Os DEZ mandamentos do motorista defensivo:


1. Conhecer e respeitar as leis de trânsito;
2. Use sempre o cinto de segurança. Condutor e
passageiros;
3. Conhecer e saber operar o veículo;
4. Manter o veículo em boas condições de
funcionamento;
5. Prever e evitar possibilidades de acidentes, estar
atento;
14
DIREÇÃO DEFENSIVA

6. Decidir o que fazer de maneira rápida e


acertada, nas situações de perigo;
7. Não aceita desafios ou provocações no trânsito;
8. Não dirigir: cansado, com sono, sob efeito de
álcool ou drogas
9. Procure sempre: ver, ser visto, e perceber a
aproximação de outros veículos ou pedestres;
10. Não abuse da auto-confiança, mesmo que você
seja um excelente motorista;
15
DIREÇÃO DEFENSIVA

CAUSAS DE ACIDENTES

Uma das principais causas de acidentes hoje em dia, é


a distração por utilização de aparelho celular.
Há muito pouco tempo, o celular era utilizado apenas
para conversas.
Hoje, o pequeno aparelho traz uma gama de funções
incluindo: câmera (foto e vídeo), acesso a internet,
GPS, e a febre do momento:

O wat zap
16
DIREÇÃO DEFENSIVA

CAUSAS DE ACIDENTES

Ao desviar o olhar e a atenção do trânsito, muitas


situações de risco podem se apresentar em um
curtíssimo espaço de tempo, pois o veículo continua
em movimento.
E o motorista pode não ter tempo de reagir e evitar o
acidente.
Querem ver?

17
DIREÇÃO DEFENSIVA

CAUSAS DE ACIDETES

https://www.youtube.com/watch?
v=7edsnUQHlls

18
DIREÇÃO DEFENSIVA

CAUSAS DE ACIDENTES

Dirigir o veículo utilizando-se de


telefone celular é infração de natureza
média, artigo 252 do Código de
Transito Brasileiro, punida com quatro
pontos na CNH e R$ 95,76.

19
DIREÇÃO DEFENSIVA

20
DIREÇÃO DEFENSIVA

CAUSAS DE ACIDENTES

Ingestão de bebida alcoólica, drogas


lícitas e ilícitas, também podem
contribuir para que o motorista se
envolva em acidente.
Vejamos essa reportagem exibida no
Globo Reporter.

21
DIREÇÃO DEFENSIVA

22
DIREÇÃO DEFENSIVA

CAUSAS DE ACIDENTES

Dirigir sob influência de álcool, é


infração artigo 165 do Código de
Trânsito Brasileiro, punido com multa
de R$ 1900,00, sete pontos na CNH,
além de prisão em flagrante e suspensão
do direito de dirigir por até 90 dias.

23
DIREÇÃO DEFENSIVA

Atenção:
 Estar sempre atento ao volante;
“Um instante de distração significa, o risco de um
acidente no trânsito.”
 Estar atendo ao fluxo que segue à frente, sem
perder a visão das laterais, da traseira e dos
instrumentos do painel do veículo;
 Usar os espelhos do veículo para controlar o
trânsito à sua volta.
24
DIREÇÃO DEFENSIVA

FALTA DE ATENÇÃO

25
DIREÇÃO DEFENSIVA

LESÕES E TRAUMAS POR ACIDENTES


DE TRÂNSITO

26
DIREÇÃO DEFENSIVA

Ultrapassagem proibida:
Nas estradas e rodovias, essa infração é a causa de
acidentes com consequências graves, uma vez que
os veículos colidem frontalmente, somando-se as
velocidades e causando destruição, lesões e mortes.

27
DIREÇÃO DEFENSIVA

28
DIREÇÃO DEFENSIVA

Colisão Frontal

29
DIREÇÃO DEFENSIVA

Ultrapassagem pelo acostamento

30
DIREÇÃO DEFENSIVA

Habilidade:

“PARA MANEJAR O VEÍCULO E EXECUTAR


TODAS A MANORAS NECESSÁRIAS PARA
PREVINIR E EVITAR ACIDENTES”

31
DIREÇÃO DEFENSIVA

METODO BÁSICO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES


Prever o perigo: significa estar sempre atento para reagir
ao risco antecipadamente;
Descobrir o que fazer: é saber qual ação mais apropriada
para o momento em que a situação de perigo acontecer de
fato;
Agir a tempo: agir imediatamente não esperando o que vai
acontecer. Não esperar que outra pessoa haja para que
algo possa acontecer.

32
DIREÇÃO DEFENSIVA

DISTÂNCIA DE SEGUIMENTO
CONCEITO: É a distância entre o seu veículo,
e o que vai imediatamente à sua frente. É
fundamental manter uma distância segura para
evitar colisões em caso de freadas bruscas ou
paradas inesperadas. Dois fatores considerados
nesta questão: TEMPO e ESPAÇO.
33
DIREÇÃO DEFENSIVA

DISTÂNCIA DE SEGUIMENTO
COMO SABER QUAL A DISTÂNCIA DE SEGUIMENTO
CORRETA?
Observe o veículo que vai à sua frente e marque um ponto de
referência (fixo) na via. Quando o veículo da frente passar pelo
ponto, conte quatro segundos, dizendo pausadamente:
cinqüenta e um, cinqüenta e dois, cinqüenta e três e cinqüenta e
quatro. Se você passar antes pelo ponto de referência, significa
que a distância não é segura, reduza a velocidade e aumente a
distância entre os veículos.
34
DIREÇÃO DEFENSIVA

FREADA BRUSCA
https://www.youtube.com/watch?v=W8Zs2FLgJuE

35
DIREÇÃO DEFENSIVA

COLISÃO TRASEIRA

https://www.youtube.com/watch?v=UT1oOGSyFDA

36
DIREÇÃO DEFENSIVA

CONDIÇÕES ADVERSAS
CONCEITO: situações desfavoráveis que podem causar
acidentes de trânsito.
Podem ser:

 Luz;  Do motorista;
 Tempo;  Da carga; ou
 Das vias;  Dos passageiros.
 Do veículo;
37
DIREÇÃO DEFENSIVA

38
DIREÇÃO DEFENSIVA

CONDIÇÕES ADVERSAS
Luz: Intensidade da luz natural ou artificial, quando é demais
ou de menos;
Períodos: Nessas horas acontecem
• Por do sol; 1/3 dos acidentes de
trânsito, apesar de apenas
• Entrar ou sair de túneis;
1/5 dos veículos estar
• Durante a noite; e trafegando.
• Ao amanhecer.
Podem acontecer ofuscamento ou penumbra.
39
DIREÇÃO DEFENSIVA

CONDIÇÕES ADVERSAS
Tempo:
• Chuva: nos minutos iniciais de chuva, a pista fica
escorregadia, e a distância para frear tem que ser maior,
portanto é necessário aumentar a distância de seguimento;
• Ligue o limpador de para-brisa;
• Diminua a velocidade;
• Evite frear bruscamente;
• NÃO ULTRAPASSE;
40
DIREÇÃO DEFENSIVA

CONDIÇÕES ADVERSAS
DAS VIAS
 Traçado;
 Construção;
 Pavimentação;
 Manutenção; e
 Sinalização.

41
DIREÇÃO DEFENSIVA

CONDIÇÕES ADVERSAS
DAS VIAS
 Dirija sempre de acordo com as condições das vias;
 Use o freio antes de entrar nas curvas, nunca durante.
 Ao entrar na curva, pise levemente no acelerador, isso
melhora a aderência;
 Nunca faça curva com o carro desengrenado (ponto morto);
 Em curvas para a direita, mantenha-se mais à direita sem
invadir o acostamento;
42
DIREÇÃO DEFENSIVA

CONDIÇÕES ADVERSAS
DAS VIAS
 Nas curvas para a esquerda, mantenha-se mais para o centro
da pista, sem invadir a faixa da esquerda;
 A força centrífuga tende a fazer com que o veículo siga em
linha reta;

43
DIREÇÃO DEFENSIVA

CONDIÇÕES ADVERSAS
DAS VIAS
Nas estradas:
 Redobre a atenção;
 Reduza a velocidade; (60 km/h)
 Em situação de poeira, haja como se fosse sob neblina;
 Nas curvas: redobre a atenção, trafegue em baixa
velocidade, buzine antes de entrar na curva;

44
DIREÇÃO DEFENSIVA

CONDIÇÕES ADVERSAS
DAS VIAS
Nas estradas:
 Mantenha os pneus nas partes mais altas da via;
 Com lama fina, use a 1ª ou 2ª marchas, dirigindo devagar;
 Em caso de atoleiro: pegue embalo, utilizando a inércia para
transpor o obstáculo.

45
DIREÇÃO DEFENSIVA

USE O CINTO DE SEGURANÇA, ELE PODE


SEGURAR O SEU ESPÍRITO

46
POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL

https://www.youtube.com/watch?v=GImvkaJb8M0

191

47

Você também pode gostar