Você está na página 1de 35

CALORIMETRIA

CALORIMETRIA
Calor
Energia Térmica em trânsito devido a
diferença de temperatura entre corpos.
Costuma-se dizer que calor é
ENERGIA TÉRMICA EM MOVIMENTO.

CALOR
A X
CALOR B
50 °C
 EQUILÍBRIO TÉRMICO: 10 °C

 Obs.: O Calor SEMPRE flui espontaneamente do


corpo de MAIOR temperatura para o corpo de
MENOR temperatura.
CALORIMETRIA
Equivalente mecânico do calor
Nesse experimento, idealizado
por Joule, observamos a
energia potencial gravitacional
ser transformada em energia
cinética; esta, por sua vez,
será transformada em energia
térmica.

Em notação moderna:

James P. Joule Esquema do aparato experimental de Joule


CALORIMETRIA
Capacidade Térmica
É a quantidade de calor Exemplo:
necessária para elevar em 1 ºC
46°C
a temperatura de um corpo.
 
∆ = 20 °C
26°C
  𝑸
𝑪=
∆𝜽
 
𝑪=𝒎 ∙ 𝒄
Q = 40 cal

  𝟒𝟎 𝒄𝒂𝒍
Equivale ao quociente entre a Neste caso, temos: 𝑪=
𝟐𝟎 𝒐 𝑪
quantidade de calor recebido
ou cedido pelo corpo e a Logo: 𝑪=𝟐 𝒄𝒂𝒍/𝒐 𝑪
 

correspondente variação de Esse resultado nos indica que, para variar a


temperatura. temperatura desse corpo em 1 °C, precisaremos
fornecer a ele 2 cal.
CALORIMETRIA
Calor Específico
Quantidade de calor necessária para
elevar em 1 ºC a temperatura de uma
unidade de massa de um corpo.

  𝟎 , 𝟓 𝒄𝒂𝒍
Exemplo: Nesse caso, temos: 𝒄=
𝟏𝒈∙𝟏𝒐𝑪
𝒄=𝟎 ,𝟓 𝒄𝒂𝒍 /(𝒈𝒐𝑪)
27°C
 
  Logo:
∆ = 1 °C
26°C
Esse resultado nos indica que, para variar a
temperatura de 1 g do material que compõe esse
corpo em 1 °C, precisaremos fornecer a ele 0,5 cal.
Q = 0,5 cal
CALORIMETRIA
Calor Sensível
Calor que produz variação
de temperatura sem que o
estado físico da matéria
seja alterado.

Q: quantidade de calor (cal); Ex.: Quando colocamos


algo para aquecer no
m: massa do corpo (g);
fogo, estamos
c: calor específico do corpo (cal/g°C) aumentando sua
∆θ: variação de temperatura (°C) temperatura.
CALORIMETRIA
Calor Latente
Calor que produz mudança
de estado físico sem que a
temperatura da matéria
seja alterada.

Q: quantidade de calor (cal); Ex.: O gelo ao mudar de


estado físico não altera
m: massa do corpo (g); a sua temperatura.
L: calor latente (cal/g)
CALORIMETRIA
Curvas de Aquecimento

•representam
Os patamares horizontais
  as transições
de fase da substância. As
temperaturas indicadas por
e representam,
respectivamente, os
pontos de fusão e ebulição

da substância nessa
determinada pressão.
CALORIMETRIA
TROCAS DE CALOR
Num sistema de vários corpos, termicamente isolados do meio externo, a
soma das quantidades de calor por eles trocados é igual a zero.

𝑸 𝒄𝒆𝒅𝒊𝒅𝒐 +𝑸 𝒓𝒆𝒄𝒆𝒃𝒊𝒅𝒐 =𝟎
 

Se o corpo A, da figura ao lado, ceder 100 cal de


energia térmica para o corpo B, dizemos que:
 

  𝐐 𝐀 +𝐐 𝐁=+𝟏𝟎𝟎 𝐜𝐚𝐥 −𝟏𝟎𝟎 𝐜𝐚𝐥 =𝟎  𝜽 𝑨 >𝜽 𝑩


Para um sistema de n corpos, escrevemos: A regra só vale se o
recipiente for
𝑄 1+𝑄 2 +𝑄 3 +⋯ +𝑄 𝑛=0
  adiabático (ideal), tipo
um calorímetro!
eXERCÍCIOS
1) Qual a capacidade térmica de um corpo
 

que recebe de calor para elevar sua


temperatura de para ? Qual o significado
físico do resultado encontrado?

2) Um corpo de massa igual a recebeu , e


 

sua temperatura passou de para .


a) Qual o calor específico desse corpo?
b) Qual é a capacidade térmica desse corpo?
eXERCÍCIOS
3) Qual a quantidade de calor necessária para
 

aquecer uma barra de ferro de de para ?


Dado: .

4) Um objeto de massa igual a a e de


 

capacidade térmica igual a reduz sua


temperatura para .
a) Qual a quantidade de calor perdida pelo
objeto?
b) Qual o calor específico do objeto?
eXERCÍCIOS
5) Um corpo de massa é constituído por uma
 

substância de calor específico . Determine:


a) A quantidade de calor que o corpo deve
receber para que sua temperatura varie de
para ?
b) Que quantidade de calor o corpo deve ceder
para que sua temperatura diminua de .
c) A capacidade térmica do corpo.
eXERCÍCIOS

6) A temperatura de de um líquido cujo calor


 

específico é igual a sobe de até . Em quantos


minutos será realizado esse aquecimento com
uma fonte térmica que fornece 50 calorias por
minuto?
eXERCÍCIOS
7) O gráfico representa a variação da temperatura de
 

um corpo sólido, de de massa, em função do tempo,


ao ser aquecido por uma fonte que libera energia a
uma potência constante de . Para o corpo
considerado, determine o seu calor específico, em .
eXERCÍCIOS
 8) O diagrama ao lado
representa a curva de
aquecimento de de uma
substância inicialmente no
estado sólido.

 Pede-se:
a) O calor específico da substância no estado líquido e no
estado gasoso.
b) O calor latente de fusão da substância.
c) A potência da fonte térmica, em , durante a vaporização que
durou
Propagação do calor

Profº Alexandre
Propagação do calor
• O calor se propaga
espontaneamente de um corpo de
maior temperatura para outro, de
menor temperatura.
PROPAGAÇÃO DO CALOR
CONDUÇÃO TÉRMICA
Condutores Isolantes
Térmicos Térmicos
PROPAGAÇÃO DO CALOR
CONDUÇÃO TÉRMICA
É o processo de propagação
de calor, no qual a energia
térmica passa de partícula
para partícula em um meio.

Condução de calor
através de uma barra
de metal.
PROPAGAÇÃO DO CALOR
CONDUÇÃO TÉRMICA
PROPAGAÇÃO DO CALOR
CONVECÇÃO TÉRMICA
É o processo no qual a energia térmica é propagada
mediante o transporte de matéria, havendo
portanto, deslocamento de partículas.
PROPAGAÇÃO DO CALOR
CONVECÇÃO TÉRMICA
PROPAGAÇÃO DO CALOR
IRRADIAÇÃO TÉRMICA
É o processo de propagação de calor
em que a energia térmica se propaga
sob a forma de ondas eletromagnéticas.
A energia chega até o indivíduo, por um
tipo de radiação que se propaga tanto na
matéria, como no vácuo.
PROPAGAÇÃO DO CALOR
IRRADIAÇÃO TÉRMICA
PROPAGAÇÃO DO CALOR
IRRADIAÇÃO TÉRMICA
PROPAGAÇÃO DO CALOR
PROPAGAÇÃO DO CALOR

VASO DE DEWAR

Condução - evitada pelo vácuo entre as paredes duplas e pela tampa


isolante.
Irradiação - evitada pelas paredes espelhadas que refletem as
radiações, tanto de dentro para fora como vice-versa.
Convecção - evitada pelo vácuo entre as paredes duplas.
eXERCÍCIOS
1) Dos processos a seguir, o único onde
praticamente todo o calor se propaga por condução é
quando ele se transfere:
a) Do Sol para a Terra.
b) Da chama de um gás para a superfície livre de um
líquido contido num bule que está sobre ela.
c) Do fundo de um copo de água para um cubo de
gelo que nela flutua.
d) De uma lâmpada acesa para o ar que a cerca
e) De um soldador para o metal que está sendo
soldado.
eXERCÍCIOS
3) Em um experimento foram utilizadas duas
garrafas PET, uma pintada de branco e a outra
de preto, acopladas cada uma a um
termômetro. No ponto médio da distância entre
as garrafas, foi mantida acesa, durante alguns
minutos, uma lâmpada incandescente. Em
seguida a lâmpada foi desligada. Durante o
experimento, foram monitoradas as
temperaturas das garrafas: a) enquanto a
lâmpada permaneceu acesa e b) após a
lâmpada ser desligada e atingirem equilíbrio
térmico com o ambiente.
A taxa de variação da temperatura da garrafa preta, em comparação à da
branca, durante todo experimento, foi
a) igual no aquecimento e igual no resfriamento.
b) maior no aquecimento e igual no resfriamento.
c) menor no aquecimento e igual no resfriamento.
d) maior no aquecimento e menor no resfriamento.
e) maior no aquecimento e maior no resfriamento.
eXERCÍCIOS
2) Durante as noites de inverno usamos um cobertor de lã a
fim de proteger-nos do frio. Fisicamente é correto  afirmar que:

a) a lã retira calor do meio ambiente, fornecendo-o ao nosso


corpo.
b) a lã possui um baixo coeficiente  de condutividade térmica,
diminuindo, portanto o fluxo de calor para o ambiente.
c) a lã possui um alto coeficiente  de condutividade térmica,
diminuindo, portanto o fluxo de calor para o ambiente.
d) a lã possui um baixo coeficiente  de condutividade térmica,
aumentando, portanto o fluxo de calor para o ambiente.
e) a lã possui um alto coeficiente  de condutividade térmica,
aumentando, portanto o fluxo de calor para o ambiente.
eXERCÍCIOS
4) O uso de tecnologias associadas às
energias renováveis tem feito ressurgir, em
Zonas Rurais, técnicas mais eficientes e
adequadas ao manejo de biomassa para
produção de energia. Entre essas
tecnologias, está o uso do fogão a lenha, de
forma sustentável, para o aquecimento de
água residencial. Tal processo é feito por
meio de uma serpentina instalada no fogão e
conectada, através de tubulação, à caixa a) condução causada pela
d’água, conforme o esquema mostrado na diminuição da densidade da água
figura. na serpentina.
Na serpentina, a água aquecida pelo fogão b) convecção causada pelo
aumento da densidade da água na
sobe para a caixa d’água ao mesmo tempo
serpentina.
em que a água fria desce através da
c) convecção causada pela
tubulação em direção à serpentina, onde
diminuição da densidade da água
novamente é realizada a troca de calor. na serpentina.
Considerando o processo de aquecimento d) condução causada pelo aumento
da água contida na caixa d’água, é correto da densidade da água na
afirmar que este se dá, principalmente, serpentina. 
devido ao processo
eXERCÍCIOS
5) A figura abaixo representa um corte transversal numa garrafa térmica
hermeticamente fechada. Ela é constituída por duas paredes. A parede
interna é espelhada em suas duas faces e entre ela e a parede externa
existe uma região com vácuo. Como se explica o fato de que a temperatura
de um fluído no interior da garrafa mantém-se quase que inalterada durante
um longo período de tempo?

a) A temperatura só permanecerá inalterada, se o líquido estiver com uma


baixa temperatura.
b) As faces espelhadas da parede interna impedem totalmente a
propagação do calor por condução.
c) Como a parede interna é duplamente espelhada, ela reflete o calor que
chega por irradiação, e a região de vácuo evita a propagação do calor
através da condução e convecção.
d) Devido à existência de vácuo entre as paredes, o líquido não perde calor
para o ambiente através da irradiação eletromagnética.
e) Qualquer material plástico é um isolante térmico perfeito, impedindo,
portanto, toda e qualquer propagação de calor através dele.
eXERCÍCIOS
6) Calor é uma forma de energia que se transfere de um corpo para outro
em virtude de uma diferença de temperatura entre eles. Há três processos
de propagação de calor: condução, convecção e radiação.
Em relação à transferência de calor, afirma-se que:
I. Em dias frios, os pássaros costumam eriçar suas penas para acumular ar
entre elas. Nesse caso, o ar acumulado constitui-se em um bom isolante
térmico diminuindo as trocas de calor, por condução, com o ambiente.
II. Correntes de convecção na atmosfera costumam ser aproveitadas por
aviões planadores e asas delta para ganharem altura. Tais correntes são
originadas por diferenças de temperaturas entre duas regiões quaisquer da
Terra.
III. As paredes internas das garrafas térmicas são espelhadas com o
objetivo de diminuir as trocas de calor por irradiação.
Está correto o que se afirma em
a) I, II e III.
b) apenas I e II.
c) apenas I e III.
d) apenas II e III.
e) apenas III.
eXERCÍCIOS
7) Os exaustores na foto ao lado são dispositivos usados para retirar o ar
quente do interior de um ambiente, sem qualquer acionamento artificial.
Mesmo assim, as hélices dos exaustores giram.

Uma explicação correta para o movimento das hélices é


a) a passagem do ar quente da parte interna para a externa, através do
exaustor.
b) a passagem do ar quente da parte externa para a interna, através do
exaustor.
c) a passagem do ar frio da parte externa para a interna, através do
exaustor.
d) a propagação do calor por condução da parte interna para o meio
exterior.
e) a propagação do calor por irradiação da parte interna para o meio
eXERCÍCIOS
8) “Os habitantes dos cerritos, com o tempo, foram aprendendo a plantar e a
moldar potes de barro cozido.”

Os índios usavam panelas de barro. Modernamente usamos panelas de


metais, como alumínio e aço inoxidável, com cabos de madeira ou baquelite.
Os metais são ________________ de energia na forma de calor, pois
possuem ___________ condutividade térmica. O material do cabo possui
___________ condutividade térmica.
 
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas.
a) bons condutores – baixa – baixa
b) maus condutores – baixa – alta
c) bons condutores – alta – alta
d) maus condutores – baixa – baixa
e) bons condutores – alta – baixa

Você também pode gostar