Você está na página 1de 8

IV.

   O Evangelho para os Gentios e Mais


Perseguição em Jerusalém (Atos 9: 32–12: 25 )
VISÃO GERAL
I. Introdução: Jesus sobe ao Pai e dá uma missão (1:1-11)

II. A igreja primitiva em Jerusalém (1: 12-6: 7)

III. Perseguição em Jerusalém move a mensagem para a


Judéia e Samaria e uma nova testemunha emerge (6:8-9:31)

IV.   O Evangelho para os Gentios e Mais Perseguição em


Jerusalém (Atos 9: 32–12: 25 )
IV.   O Evangelho para os Gentios e Mais Perseguição
em Jerusalém (Atos 9: 32–12: 25 )

A. Pedro realiza dois milagres em Lida e Jope (9: 32-43)


B. Pedro e Cornélio: O evangelho para os gentios (10: 1–11: 18)
1 - Pedro e Cornélio (10: 1-48)
2 - Pedro se reporta a Jerusalém sobre os gentios (11: 1-18)

C. A igreja em Antioquía: Barnabé, Saulo e Ágabo (11: 19-30)


D. Perseguição em Jerusalém (12: 1–23)
E. Resumo (12: 24–25)
Pedro e Cornélio:
O evangelho para os gentios (10: 1–11: 18)
Em suma, esta passagem confirma a iniciativa divina no alcance dos
gentios (John Stott)

1. A visão divina (11: 4-10)

2. A ordem divina (11: 11-12)

3. A preparação divina (11: 13-14)

4. A ação divina (11: 15-17)


A igreja em Antioquía: Barnabé, Saulo e
Ágabo (11: 19-30)

8
mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis
minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e
Samaria e até aos confins da terra.
Atos 1:8

30
Por dois anos, permaneceu Paulo na sua própria casa, que alugara, onde
recebia todos que o procuravam, 31pregando o reino de Deus, e, com toda a
intrepidez, sem impedimento algum, ensinava as coisas referentes ao
Senhor Jesus Cristo.
Atos 28:30-31
A igreja em Antioquía: Barnabé, Saulo e
Ágabo
Alguns dos crentes dispersos (11:
vão apenas para os19-30)
judeus enquanto outros ministram
Atambém parada
expansão os gregos.
igreja Ecomo
a palavra agora seda
resultado espalhou para além
perseguição de Samaria
(11: 19-21) para a
Fenícia, Chipre e Antioquia. Esses locais tinham importantes comunidades judaicas.
19
Então, osé que
Antioquia foramigreja-chave
a segunda dispersosque porLucas
causa da tribulação
descreve, que sobreveio
apenas Alexandria e Romaa
Estêvão
eramse espalharam
maiores. Antioquia atéeraà considerada
Fenícia, Chiprecomo “ae Antioquia, não anunciando
morada dos deuses”, era uma a
ninguém a palavra,
cidade cheia senão
de atividade somente
religiosa. aoscontexto
Neste judeus.a igreja
20
Alguns deles,
crescia porém,
em sua missão que
eramSeu de ministério
Chipre e de se torna
Cireneumeponto de foco até
que foram paraAntioquia,
Atos. A igreja, com sua também
falavam prática e aos
gregos,doutrina, representavaoum
anunciando-lhes modo de vida
evangelho distintamente
do Senhor Jesus.contra
21 cultural.
A mão do Senhor
Esta é uma missão independente de Jerusalém e mostra a vibração da igreja em
estava com eles, e muitos, crendo, se converteram ao Senhor.
Antioquia. A missão se encontra com sucesso porque “a mão do Senhor estava com
eles” A "mão" de Deus refere-se ao seu poder. A capacitação vem de Deus. Atos Os11:19-21
helenistas
O próximo viram
tópico e acreditam;
de Lucas 11:21 da
é a expansão é o igreja
único como
verso resultado
que usa osdadois verbos para
perseguição, que se
resumir
preparaumapararesposta de fé. Assim,
a reintrodução a féeimplica
de Paulo se voltar
o trabalho de uma para o Senhor
grande igrejaJesus. No
fora de
contextoagrego,
Jerusalém, o título de
comunidade “Senhor” faz sentido
Antioquia. Antioquiacomo o conceito-chave
refletia um casamento para
dase associar
vida oriental
e helenísticacomcomJesus,
gregos, por razões
sírios, de autoridade
fenícios, que 10:36
judeus, árabes, deixou
persas, claro. e índios que
egípcios
compunham a população.
A igreja em Antioquía: Barnabé, Saulo e
Quando a igreja em Jerusalém ouve sobre o crescimento em Antioquia, envia Barnabé
para investigar. Eles nutrem algumas preocupações sobre a expansão dos gentios em
Ágabo (11: 19-30)
11: 1-18 que não são completamente resolvidos até Atos 15. No entanto, em cada caso,
a expansão é bem-vinda. Aqui o emissário não é um apóstolo, mas alguém em quem
Barnabé é enviado para investigar a nova igreja e os crentes são
Jerusalém confia. Barnabé era de Chipre, ele era etnicamente adequado para a tarefa
chamados
nessa área. Barnabé deu seuspelabens
primeira vezade
para ajudar cristãos
igreja (11: 22-26)
de Jerusalém em Atos 4: 36–37
e apoiou Saulo em 9:27. Agora ele encoraja os novos santos em Antioquia (4:36
22
A notícia
chama-o a respeito
de “filho deles chegou
do encorajamento”). aos ouvidos
A igreja precisa de dapessoas
igrejacomo
que estava
ele, umaem vez
Jerusalém;
que e enviaram
muitas vezes podem fazerBarnabé
trabalhosaté Antioquia.
delicados
23
Tendo ele
de reconciliação. chegado e,
As descrições de
vendo a graça
Barnabé de Deus,
por Lucas alegrou-se
sustentam o retratoe exortava
dele como umaa todos a que,
pessoa com firmeza
de maturidade,
promovendo
de coração,a permanecessem
maturidade nos outros e a unidade
no Senhor. 24 na igreja. Barnabé observa a “graça
Porque era homem bom, cheio
dedo Deus” e se alegra.
Espírito Santo Elee incentiva a comunidade
de fé. E muita gente aseser firmes
uniu ao no propósito
Senhor. 25 de coração
E partiu
e permanecer no Senhor. Agora Barnabé procura 26 ajuda para edificar a igreja.
Barnabé para Tarso à procura de Saulo; tendo-o encontrado, levou-o
Ele traz de volta Saulo de Tarso, onde Saul foi em Atos 9:30. Então, isso
para aAntioquia.
resume E, por
vertente Paulina datodo umdeano,
história se Barnabé
Lucas. reuniram naquela
e Saulo igreja em
permanecem e
ensinaram
Antioquia pornumerosa
um ano para multidão.
ensinar estaEm Antioquia,
igreja. foramo os
Em Antioquia, discípulos,
testemunho pela
de Jesus
como o Cristo é tão forteprimeira vez, chamados
que os membros cristãos.
da comunidade são chamados cristãos pela
primeira vez. Atos 11:22-26
A igreja em Antioquía: Barnabé, Saulo e
O envio de Barnabé não é o único contato que Jerusalém desenvolve com Antioquia. Os
profetas também vêm e vão. Um incidente particularmente significativo refere-se a
Ágabo (11: 19-30)
Ágabo. Ele mostra outra característica de um profeta: ele é capaz de prever o que está
por vir, a predição frequentemente associada à atividade profética, como a do AT. Ágabo
Deus demonstra o seu cuidado à comunidade de Jerusalém por meio do
prevê que uma extensa fome afetará o império, que é provavelmente o que a referência
profeta
ao mundo inteiro no Ágabo
versículoeimplica
dos crentes
e ajuda em Antioquia.
a aliviar a pressão (11:
dessa22-26)
fome liderando a
igreja
27 em Antioquia
Naqueles para ajudaralguns
dias, desceram as pessoas em Jerusalém.
profetas O alívio da
de Jerusalém fomeAntioquia,
para indica uma
completa reconciliação conforme as necessidades são satisfeitas através das fronteiras
28
e, apresentando-se um deles, chamado Ágabo, dava a entender, pelo
geográficas e étnicas. O relevo retrata a unidade e o cuidado da comunidade, como
Espírito,em
aconteceu que estava
Atos para vir grande
4 em Jerusalém, fomeeram
onde os bens porcompartilhados.
todo o mundo,Harmonia
a qual
sobreveio nos dias
racial e carinho são de Cláudio.
possíveis. 29
Osédiscípulos,
A igreja uma apesar de cada um
estar emconforme as suas
locais diferentes.
posses,
Em suma, resolveram enviar socorro
vemos o surgimento de outraaos irmãos importante,
comunidade que moravam na Judeia;
engajada na missão,30
o
queinstrução,
eles, comdiscipulado e cuidado
efeito, fizeram, de outras comunidades
enviando-o carentes.
aos presbíteros porPalavra e ação de
intermédio
novamente estão lado a lado. OBarnabé
resumo dificilmente
e de Saulo. poderia fazer um trabalho melhor
de mostrar uma igreja vibrante no trabalho, realizando as tarefas essenciais de uma
comunidade tão visivelmente que os estrangeiros observam quem são seus membros.
Atos 11:27-30
OsComo sempre,
judeus é a capacidade
trouxeram a salvaçãode resposta
aos gentios,àedireção e visão
os gentios divinas que
retribuíram leva a apoio
trazendo esse
ministério
material aos eficaz.
judeus.