Você está na página 1de 3

Ficha

informativa
nº 2
Ficha Informativa nº 2

A angústia existencial

“Uma alma em luta consigo mesmo”

«É que o geral da gente não sabe que as tempestades da


imaginação são as mais duras de passar! Não há dores tão agudas
como as dores imaginárias. Não há problemas mais difíceis do que
os problemas do pensamento, nem crises mais dolorosas do que as
crises do sentimento.»
Oliveira Martins, <Prefácio> in Antero de Quental, Sonetos, 3ª ed., Lisboa, Ulmeiro, 1994
Ficha Informativa nº 2

 O clima prevalecente na globalidade dos


“Uma lúcida consciência Sonetos é o de uma progressiva falência da
da imperfeição humana” vontade humana e do seu poder.

 Pendor visionário mas também uma espécie de


tristeza congénita, motivada por uma lúcida
consciência da imperfeição humana.

 Noção de que os factos da vida terrena não nos


reservam qualquer alegria.

 O triunfo dos males, do sofrimento e o fim da


esperança, que culmina na morte.