Você está na página 1de 27

Dinâmica externa da

Terra

Rochas sedimentares e
metamórficas
Rochas sedimentares
 As rochas sedimentares formam-se à superfície ou
muito perto dela e dispõem-se geralmente em
estratos.
Rochas sedimentares: sua formação

 As rochas sedimentares consolidadas formam-se a partir de sedimentos soltos.

 Sedimentos: são fragmentos resultantes da desagregação de rochas pré-


existentes, esqueletos, conchas de animais ou restos de matéria orgânica, que se
vão acumulando no fundo dos oceanos, nos mares, nos lagos ou nos pântanos.
Rochas sedimentares: sua formação
A formação das rochas sedimentares implica, geralmente, a ocorrência
dos seguintes processos:

 Meteorização: é o conjunto de processos físicos e químicos que


alteram as características das rochas, devido à acção de agentes
naturais como a água, seres vivos, variações de temperatura e vento.

Meteorização das rochas


pela variação de
temperatura. Quando a água
congela, aumenta de volume,
provocando e aumentando o
volume das fracturas.
Rochas sedimentares: sua formação

Meteorização das rochas pelos seres vivos. As raízes das plantas,


ao penetrarem nas fendas das rochas, favorecem a sua alteração.
Rochas sedimentares: sua formação

 Erosão: remoção dos materiais resultantes da


meteorização. É realizada pelos agentes erosivos
(a água da chuva, o mar, os rios, os glaciares e o
vento).

Erosão das rochas pela água


das chuvas. A água ao escorrer
provoca fendas nas rochas pois
arrasta sedimentos.
Rochas sedimentares: sua formação

Erosão das rochas pelo vento. Formam-se blocos pedunculados


devido ao maior desgaste do vento na base das rochas.
Rochas sedimentares: sua formação

 Transporte: é o
movimento dos materiais
erodidos pelos agentes
de transporte (a água, os
glaciares, a gravidade e
o vento).

Os rios são importantes agentes


de erosão e de transporte.
Rochas sedimentares: sua formação

Em algumas regiões, os glaciares também são agentes de erosão


e de transporte muito activos.
Rochas sedimentares: sua formação
 Sedimentação: é a deposição dos materiais e difere
conforme o tipo de sedimentos e o agente de transporte.
Geralmente, os sedimentos depositam-se formando uma
sucessão de camadas – os estratos.

 Diagénese: os sedimentos depositados sofrem alterações


químicas e estruturais e a acção da pressão e assim os
sedimentos soltos transformam-se em rochas agregadas.
- Compactação: redução do espaço entre os sedimentos,
devido ao peso dos novos sedimentos que se vão
acumulando por cima.
- Cimentação: os sedimentos são unidos por substâncias
designadas cimento.
Rochas sedimentares: sua formação

Fases da diagénese:
Rochas sedimentares: sua formação

Diferentes fases da formação das rochas sedimentares


Tipos de rochas sedimentares
 Rochas sedimentares detríticas
Formam-se por acumulação de partículas sólidas de
diferentes dimensões, resultantes da alteração e
desagregação de rochas pré-existentes.
- Se as partículas se encontram soltas, dizem-se
detríticas não coerentes (ex. cascalho, areia e
argila);
- Se as partículas estão ligadas entre si, dizem-se
detríticas coerentes (ex. conglomerado, arenito e
argilito);
Tipos de rochas sedimentares
 Rochas sedimentares detríticas
Tipos de rochas sedimentares
Formação de materiais detríticos a partir de
um granito

A água infiltra-se na rocha através das Os blocos inicialmente paralelepipédicos,


diáclases, tornando-se num importante tornam-se progressivamente mais
agente de meteorização. arredondados, perdendo as arestas vivas.
Tipos de rochas sedimentares
 Formação de materiais detríticos a partir de um granito
O resultado desta alteração pode ser observado na paisagem sob a
forma de enormes blocos arredondados - caos de blocos.

O granito não alterado (A) é


acinzentado e possui quartzo,
feldspato e mica negra. O granito
alterado (B) apresenta uma cor
amarelada. Possui quartzo não
alterado formando pequenos grãos
- areias graníticas ou quartzozas,
e surgem novos minerais –
minerais de argila, responsáveis
pela turvação da água.
Tipos de rochas sedimentares

 Formação de materiais detríticos a partir de um granito


Tipos de rochas sedimentares
 Rochas sedimentares de origem química
(quimiogénicas)
Resultam de processos que causam a precipitação
de substâncias dissolvidas na água.

- Sal-gema: rocha que se forma por evaporação de


água nas salinas e, por isso, designa-se, evaporito.
- Calcário: rocha pouco dura, de cor variável , mas
geralmente, clara e que faz reacção de
efervescência com ácidos pois é constituída por
calcite.
Tipos de rochas sedimentares
 Rochas sedimentares de origem biológica
(biogénicas)
Resultam da acumulação de materiais provenientes
de seres vivos.

- Calcários conquíferos : forma-se pela acumulação


de conchas de animais marinhos.
- Carvão : constituída por restos de vegetais.
Encontra-se em estrastos alternada com outras
rochas.
Rochas metamórficas
 Formam-se no interior da crosta terrestre a partir de rochas pré-existentes.

Quando uma rocha (magmática, sedimentar ou metamórfica) é sujeita a


condições de pressão e temperatura diferentes das que existiam na sua
formação, sofre adaptações mineralógicas e texturais que ocorrem no
estado sólido, ou seja, sem que haja fusão total da rocha que lhe deu
origem.

 Metamorfismo: é o conjunto de fenómenos que contribui para a


transformação dos minerais e da textura de uma rocha pré-existente numa
rocha metamórfica.
Rochas metamórficas

- Metamorfismo regional ou de profundidade

As rochas formadas em condições de altas pressões e temperaturas, devido


ao afundamento e a deformações da crosta terrestre, sofrem metamorfismo
regional. Este fenómeno atinge grandes extensões, como acontece na
formação de algumas cadeias montanhosas.
Rochas metamórficas
- Metamorfismo de contacto
Rochas metamórficas

- Metamorfismo de contacto
Em regiões mais superficiais também pode ocorrer metamorfismo.
Quando o magma ascende na crosta, provoca alterações nas rochas
anexas à intrusão magmática.
Neste caso, o calor é o principal factor que provoca o metamorfismo,
pois ao passar através das rochas vai provocar alterações nos
minerais em redor da intrusão magmática. O grau de metamorfismo
diminui à medida que aumenta a distância do calor emanado pelo
magma.
Rochas metamórficas

 Factores de metamorfismo: a temperatura e a pressão conduzem a


alterações nas rochas, na disposição e orientação dos minerais e ainda na
sua constituição.

- Se a pressão exercida durante o metamorfismo for orientada, a rocha


resultante apresenta faixas mais ou menos paralelas – foliação. (Ex. gnaisse)
- Se a rochas se parte facilmente segundo superfícies lisas e levemente
onduladas, de aspecto brilhante – xistosidade. (Ex. xisto)
Paisagens metamórficas

Falésia formada por xistos. Estas rochas são frágeis perante a acção
do mar e, portanto, facilmente erodidas.
Paisagens metamórficas

Vale do Douro. O declive acentuado do terreno obrigou os agricultores


a escavar socalcos para o cultivo da vinha.
Distribuição das rochas
metamórficas em Portugal

As rochas metamórficas estendem-se em várias áreas do


território continental, destacando-se por exemplo, a região do
Alto Alentejo.

Você também pode gostar