Você está na página 1de 18

UFCD 8142 CADEIA DE

ABASTECIMENTO – INTRODUÇÃO
Aula 2

Carga horária: 25 horas

Formadora: Lélia do Rosário


2

Formadora: Lélia do Rosário

Pressão para a redução de custos na


indústria
• Nos anos 50 houve um crescimento
económico na sequência do culminar da 2.ª
Guerra Mundial, seguido de uma recessão. Os
períodos de recessão são alturas normalmente
aproveitadas para redução de custos e
aumento da produtividade.
3

Formadora: Lélia do
Rosário

• A área da produção já estudada pelos engenheiros


de produção e pouco havia a fazer. As actividades
de distribuição surgiam como a única
possibilidade de reduzir custos.

Surge o reconhecimento da importância dos


custos logísticos.
4

Formadora: Lélia do
Rosário

Avanços nas tecnologias de informação


• Todas as alterações aumentaram a complexidade do
sistema logístico. Este nível de complexidade só
consegue ser gerido com o auxílio de computadores.
Foi nos anos 50 que o computador se estreou no
mundo dos negócios.

Mais comum a utilização de modelos


matemáticos para apoio à decisão nas empresas .
5

Formadora: Lélia do

Importância das Tecnologias


Rosário

Estas ferramentas permitem:


 lidar com a localização de armazéns;
 afetação de clientes e armazéns;
 controlo de stocks e programação de rotas.

Com o auxílio dos computadores torna-se possível


utilizar estas técnicas, permitindo a obtenção de
economias significativas no sistema logístico.
6

Formadora: Lélia do

Influências da logística militar ( leitura)


Rosário

• Os militares reconheceram a importância da


logística muito tempo antes dos gestores. A
logística militar inclui as atividades de aquisição,
manutenção de stock e transporte. A experiência
das estruturas militares nesta área é significativa.
No final dos anos sessenta, algumas
universidades americanas começaram a lecionar
cursos na área de logística, surgiram livros sobre
o tema, algumas empresas reorganizaram-se
tendo em conta o conceito de logística e surgiram
as primeiras associações profissionais.
7

Formadora: Lélia do
Rosário

Globalização- Década de 1960


Na década de 1960 ( nos EUA), surge uma nova
visão que alterou a percepção anteriormente
dominante sobre a área dos transportes. Entregar
o produto na quantidade certa, no local certo,
na hora certa, incluía mais do que o transporte
em si e tende integrar outras actividades.

8

Formadora: Lélia do

A logística nos anos 70


Rosário

• A logística chega aos anos 70 num estado de


semimaturidade. O conceito estava a ser
disseminado e algumas empresas tinham
aderido à sua implementação. O processo estava a
correr de uma forma lenta, as empresas estavam
mais preocupadas com a expansão dos
mercados e de gerar de lucros do que com o
controlo dos custos.
9

Formadora: Lélia do
Rosário

• Porém, em 1973, com a subida do preço do


petróleo, a taxa de crescimento do mercado
começou a diminuir e a inflação a aumentar.
10

Formadora: Lélia do

Década de 1970-Controlo dos Custos


Rosário

A gestão passou então a orientar-se para o controlo


dos custos, a produtividade e a qualidade dos produtos
fabricados. O preço do petróleo afetou de forma
substancial as atividades logísticas:
Os custos de transporte e do capital aumentavam.
Com o aumento nos custos do capital, devido à
inflação, os custos de manutenção de stock
subiram, passando a ter uma outra
importância.
11

Formadora: Lélia do
Rosário

As técnicas da logística que tinham surgido há já


alguns anos começaram a ser utilizadas com
sucesso em muitas empresas. A logística, que
até aqui se resumia à distribuição física, passa a
integrar outras actividades.
12

Atividades integradas na Logistica


Formadora: Lélia do
Rosário

• Gestão dos stoks;


• Gestão de frota;
• Armazenamento;
• Gestão das compras/ aprovisionamento;
• Gestão da produção.

• A comunicação e informação seria necessária para abastecer


correctamente, ao mínimo custo possível. Em vez da única
variável transporte, a equação do abastecimento necessitava a
introdução de mais variáveis.
13

Formadora: Lélia do
Rosário

A Logística na década de 80
Na década de 80, os mercados apresentam-se cada
vez mais “turbulentos” – as previsões são pouco
fiáveis – e mais controlados pelos consumidores. As
tecnologias de informação atingem um elevado nível
de utilização e as margens dos produtos são muito
reduzidas. Neste cenário, o conceito de logística dá
mais um passo no sentido da logística integrada.
14

Formadora: Lélia do
Rosário

A Logística na Década de 90
• Surge a cadeia logística, que envolve, de uma forma
integrada, os fornecedores, os aprovisionamentos, a
produção, a distribuição física e os clientes. O
serviço ao cliente passa a ser um objetivo da maior
parte das empresas, que são levadas a dedicar
especial atenção ao tempo de ciclo das encomendas
(intervalo de tempo entre o pedido de um produto e
a sua entrega ao cliente/utilizador final).
15

Formadora: Lélia do

A Logística no Final do Século XX


Rosário

• A logística assume uma relevância estratégica que até


então não lhe era atribuída pelos gestores das empresas.
Este desenvolvimento, que redefiniu as fronteiras
conceptuais da logística, fez com que fosse possível
integrar funcionalmente um conjunto de atividades que
dizem respeito ao fluxo físico intraorganizacional,
permitindo que nesta fase de integração funcional a
logística assumisse uma total independência funcional
face a outras áreas da organização
16

Formadora: Lélia do
Rosário

Conjunto de actividades de suporte


O conjunto de atividades que suportam o fluxo
físico, e que aglutinámos em três itens:
• Cadeia de abastecimento;
• suporte à produção;
• distribuição física.
17

Formadora: Lélia do
Rosário

A Logistica passou a partir de então, a ser gerida


de forma integrada, possibilitando sinergias e
assim uma gestão efetiva dos trade-offs. Para
o desenvolvimento desta fase foi muito importante
o papel desempenhado pelas tecnologias de
informação, sem o qual esta integração não teria
sido possível.
18

Formadora: Lélia do
Rosário

Você também pode gostar