Você está na página 1de 28

D.

SEBASTIÃO
«Rei Desejado»
«Rei Encoberto»
«Rei Messias»

Música:
Robert de Visée-Jean-Baptiste Lully,
Abertura La Grotte de Versaille

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
D. Manuel I
Rei: 1495-1521

D. Isabel D. João III


(Casada com Carlos V, rei da Espanha e da
Áustria)
Rei: 1521-1557

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
O rei D. João III teve
nove filhos, mas morreram todos em
crianças ou adolescentes.
E o único neto que teve foi…
D. Sebastião,
o Desejado.

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
OS AVÓS PATERNOS

D. João III, de D. Catarina de Áustria, de


Cristóvão Lopes, c. 1545 António Moro, c. 1552
História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
OS AVÓS MATERNOS

D. Isabel de Portugal, de O imperador Carlos V, de


Ticiano, 1548 Ticiano, c. 1536
História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
OS PAIS

Infante D. João, de D. Joana de Áustria, de


Sánchez Coello, 1554 Sánchez Coello, 1557
História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
O pai de D. Sebastião, o infante D. João,
morreu com 17 anos, pouco tempo antes
de ele nascer.
A mãe, D. Joana, regressou a Espanha,
por imposição de Filipe II, e o filho ficou
entregue ao cuidado dos avós paternos,
que foram enviando sucessivos retratos
a D. Joana.

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
D. Sebastião
com 7 anos,
gravura da época
(1561)

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
D. Catarina
(regente na menoridade
de D. Sebastião)

D. Sebastião com 11 anos, de


Cristóvão de Morais, 1565

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
D. Sebastião nunca
chegou a casar.
No entanto, foram-lhe
destinadas várias
noivas, entre as quais
esta jovem, sua prima,
filha do rei Filipe II de
Espanha.

D. Isabel Clara Eugénia


com 12 anos, de
Sofonisba Anguissola, 1578
História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
D. Sebastião tinha uma grande paixão
pelas artes da guerra.
Boa parte dos seus retratos
mostram-no com armaduras.

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
D. Sebastião
com 17 anos,
pintura de
Cristóvão de Morais,
1571

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
D. Sebastião com
18 anos,
pintura de Sánchez Coello
sobre um original de
Cristóvão de Morais, 1572

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
D. Sebastião
com 18 anos,
pintor anónimo, 1572

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
A paixão guerreira de D. Sebastião
levou-o a conceber o projeto de
formação de um grande império
português no norte de África,
que impedisse o avanço muçulmano
sobre a Europa.

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
Em agosto de 1578,
com um exército de 20 000 homens,
travou no norte de África a batalha de
Alcácer Quibir, contra um poderoso
exército marroquino apoiado
pelos Turcos.

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
Batalha de Alcácer Quibir, em 1578, gravura do século XVII
História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
O exército português foi derrotado em
Alcácer Quibir.
E D. Sebastião, morreu na batalha ou ficou
prisioneiro?

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
?
História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
Túmulo de
D. Sebastião,
Mosteiro dos
Jerónimos, Lisboa
História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
«si vera est fama [hic jacet] Sebastus...»
(«Aqui jaz Sebastião, se for verdade o que dizem…»)
História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
Filipe II de Espanha,
tio de D. Sebastião
e neto de D. Manuel I,
torna-se rei de Portugal
em 1580

Filipe II de Espanha
(I de Portugal), de António Moro, 1566
História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
Mas os Portugueses
ficaram à espera de D. Sebastião.
Ele havia de voltar,
montado num cavalo branco,
numa manhã de nevoeiro…

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
O Desejado
tornava-se
o Encoberto…

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques
Quando tiverem por certo
Perdida toda a esperança
Portugal terá bonança
Na vinda do Encoberto
«Profecia» de Gonçalo Anes,
o Bandarra, século XVI

História oito | 8.º ano | Maria Emília Diniz  Adérito Tavares  Arlindo M. Caldeira  Raquel P. Henriques