Você está na página 1de 29

Ondas Sonoras

Onda sonora
• O som é um exemplo de
uma onda mecânica –
onda sonora.
• Necessita de um meio
material (sólido, líquido ou
gasoso) para se propagar.

Movimentos Ondulatórios
Onda sonora
• É a propagação de uma perturbação ou oscilação, produzida em
determinado meio por uma fonte sonora.
• Tem a mesma frequência da fonte e propaga-se através de
compressões e rarefações do meio (onda de pressão).

Movimentos Ondulatórios
Onda sonora
• As ondas sonoras são ondas longitudinais, pois quando se propagam
no ar, as rarefações e as compressões deste meio ocorrem na direção
da perturbação.

Movimentos Ondulatórios
A nossa voz é produzida pelas cordas Se esticares um fio ou elástico e o
vocais, que estão abaixo da garganta. puseres a vibrar, ouves um som.
Se tocares com os dedos na garganta Este é o princípio de todos os
enquanto falas, sentes uma vibração. instrumentos musicais de cordas.

Movimentos Ondulatórios
Quando batemos com uma caneta numa Um assobio muito forte produz um som
folha de papel sentimos a folha vibrar – intenso e faz tremer os lábios — isso
é este o princípio de todos os acontece porque o ar que estamos a
instrumentos musicais de percussão. expelir da boca está a vibrar. Este é o
princípio dos instrumentos de sopro.

Movimentos Ondulatórios
Produção de som

Por exemplo,

• na conga, o som é produzido pela


vibração da sua membrana;

• no gongo, o som é produzido pela


vibração de todo o instrumento
musical;

• no saxofone, o som é produzido pela


vibração da coluna de ar que existe
no seu interior.

Colocar aqui o nome da UFCD


Produção de som

Se quiseres produzir um som numa guitarra terás de exercer uma força


numa das suas cordas de modo a provocar a sua vibração.

A corda da guitarra irá descrever,


ao longo do tempo, um
movimento oscilatório com uma
determinada amplitude, A,
relativamente à posição de
equilíbrio.

A amplitude de oscilação corresponde ao afastamento máximo da


corda relativamente à sua posição de equilíbrio.

Colocar aqui o nome da UFCD


Produção de som

O gráfico mostra como é que um dado ponto da corda da guitarra se


afasta e aproxima da posição de equilíbrio, à medida que o tempo passa.

O período, T, da fonte sonora é o A frequência, f, da fonte sonora é


intervalo de tempo que a corda demora o número de oscilações que a corda
a efetuar uma oscilação completa. executa por unidade de tempo.

Colocar aqui o nome da UFCD


Frequência da fonte sonora

A frequência da fonte sonora corresponde ao número de vibrações da fonte


por unidade de tempo. No SI, a unidade de tempo é o segundo e a unidade da
frequência é o hertz (Hz). Um hertz corresponde a uma vibração por segundo.

Se a frequência de vibração de uma fonte sonora for 10 Hz, isso significa que
a fonte executa dez vibrações em cada segundo.

A frequência da fonte sonora é o número de vibrações por segundo.


A sua unidade SI é o hertz (Hz).
Produção de som

O período, T, da fonte sonora e a respetiva frequência estão


relacionados pela seguinte expressão:

1
T =
f

Por exemplo, se uma corda oscilar com uma frequência de 500 oscilações por segundo,
o seu período de oscilação será:

1
T = ⇔ T = 0,002 s
500

Assim, o tempo que a corda demora a efetuar uma oscilação completa é 0,002 s.

Colocar aqui o nome da UFCD


Propagação do som

O som é mais do que uma simples vibração. O som não fica parado, desloca-
se de um sítio para outro, por exemplo, pelo ar – dizemos que o som se
propaga.

O som não se propaga no vazio. Precisa de um meio de propagação que pode


ser o ar, a água ou até madeira ou aço, ou seja, pode propagar-se também em
sólidos ou em líquidos. Mas o som propaga-se de forma diferente em cada um
destes meios.

O som precisa de um meio material para se propagar e propaga-se


com a mesma frequência da fonte sonora.
O som transmite-se através de um meio pela propagação da vibração por todo
o espaço: a partir de uma fonte sonora central, o som espalha-se pelo espaço
em regiões esféricas cada vez maiores.

Quando uma fonte sonora projeta o som «para a frente», como uma cantora ou
uma coluna num concerto, conseguimos ouvir o som mesmo que estejamos
atras da fonte sonora. No entanto ouvimos com menos intensidade.
Normalmente, o som chega até nós através do ar.
As vibrações do som provocam a compressão do ar em certas zonas – o ar
fica mais denso, com maior pressão.
Noutras zonas as vibrações do som provocam a rarefação – o ar fica menos
denso, com menor pressão.

Essas zonas de rarefação e compressão vão-se deslocando pelo espaço e é


assim que o som se propaga!
Velocidade do som
A que velocidade se propaga o som? A primeira conclusão que podemos tirar,
analisando o que se passa à nossa volta, é que essa velocidade não é
infinita.
Muitas vezes vemos um avião no
céu antes de o ouvirmos, porque o
som que ele emite demora algum
tempo a chegar ate nós.

Se a velocidade do som fosse


infinita, ouviríamos o avião logo que
o víssemos.
Velocidade de propagação do som

O valor da velocidade do som, vsom , num determinado meio, calcula-se


dividindo a distância, d, percorrida pelo som nesse meio, pelo intervalo de
tempo, Δt, que o som demora a percorrer essa distância.

d
vsom =
Δt

A unidade de velocidade no Sistema Internacional, SI, é o metro por segundo,


cujo símbolo é m/s.

Colocar aqui o nome da UFCD


Propagação do som em meios diferentes
A tabela mostra os valores da velocidade do som em diversos meios.
Fatores de que depende a velocidade de propagação do som

A velocidade de propagação do som depende de vários fatores, tais como:

• a temperatura;

• a densidade;

• as propriedades elásticas do meio material,


como, por exemplo, a compressibilidade.

Colocar aqui o nome da UFCD


Temperatura e velocidade de propagação do som

Na tabela podes comparar o valor da velocidade de propagação do


som no ar, a três temperaturas diferentes.

Colocar aqui o nome da UFCD


Densidade e velocidade de propagação do som

Na tabela podes comparar o valor da velocidade de propagação do som em


três meios gasosos diferentes, à temperatura ambiente e pressão normal.

Colocar aqui o nome da UFCD


Compressibilidade e velocidade de propagação do som

Na tabela podes comparar o valor da velocidade de propagação do som em


três meios de compressibilidade diferente, à temperatura ambiente e
pressão normal.

Colocar aqui o nome da UFCD


Velocidade de propagação do som em sólidos,
líquidos e gases

Gases Líquidos Sólidos

Aumento da velocidade de propagação do som


A conclusão geral é que:

vsom(sólido) > vsom(líquido) > vsom(gás)

Nos sólidos, as partículas que constituem os corpos estão mais


próximas entre si do que nos líquidos; nos líquidos as partículas estão
mais próximas do que nos gases.

Como o som se propaga pela vibração destas partículas, a propagação


e mais fácil nos sólidos do que nos líquidos e mais fácil nos líquidos do
que nos gases. Logo, a velocidade do som tende a aumentar com a
densidade.
Atributos do som

O facto de conseguirmos distinguir diferentes sons


está relacionado com os atributos do som:

• Altura

• Intensidade

• Timbre

Colocar aqui o nome da UFCD 24


Altura

 A altura de um som permite distinguir um som agudo ou alto de um


som grave ou baixo.

Som agudo
ou alto
permite
Altura distinguir

Som grave
ou baixo

Colocar aqui o nome da UFCD 25


Altura

 A altura de um som está relacionada com a frequência da fonte sonora:

• Quanto maior for a frequência


da fonte sonora, mais agudo
ou alto é o som.
 

• Quanto menor for a


frequência da fonte sonora,
mais grave ou baixo é o som.

Colocar aqui o nome da UFCD 26


Intensidade

A intensidade de um som e o nível de intensidade sonora, apesar de


serem grandezas diferentes, permitem distinguir um som fraco de um
som forte.

Som forte
permite
Intensidade distinguir

Som fraco

Colocar aqui o nome da UFCD 27


Intensidade de som

A intensidade de um som está relacionada com a energia transferida


pela onda sonora:

• Quanto maior for a intensidade


de um som, mais forte é o som.

• Quanto menor for a intensidade


de um som, mais fraco é o som.

Colocar aqui o nome da UFCD 28


Nível de intensidade sonora ou nível sonoro

O nível de intensidade sonora ou nível sonoro é uma grandeza


que permite quantificar a sensação auditiva que ondas sonoras
de diferentes intensidades provocam nos ouvidos.

O nível de intensidade sonora ou nível


sonoro mede-se com um sonómetro.

O seu valor é expresso em decibéis, dB.

Colocar aqui o nome da UFCD 29