Você está na página 1de 56

E 215 LC

ANÁLISES DOS SOLENÓIDES:

1 - Solenóides ON/OFF:( Trabalham Fechadas ou Abertas)


- Alavanca de trava do sistema Piloto (SV-4 - LEVER LOCK)

- Power boost (SV-2)


- Translação 1a. / 2a. Velocidades (SV-3)
- Freio do giro (SV-1)

NOTA: ESTES SOLENÓIDES SÃO ENERGIZADOS ATRAVÉS DA


CENTRALINA COM VÁRIOS VALORES DE TENSÃO.
E 215 LC

2- SOLENÓIDES PROPORCIONAIS

Min. current Min. pressure Max. current Max. pressure


P1-By pass cut 200 mA 0 psi 706 mA (28 bar)413 psi
P2-By pass cut 200 mA 0 psi 706 mA (28 bar)413 psi
PSV-P1 345 mA 87 psi 680 mA (26 bar)380 psi
PSV-P2 346 mA 88 psi 750 mA (30 bar)442 psi
P1 Ind.
Descarga Travel
TRAVEL PSV-F 200 mA 0 psi 665 mA (25 bar)368 psi
P2 Ind.
Descarga Travel
ATT PSV-E 200 mA 0 psi 665 mA (25 bar)368 psi
Travel Straight 340 mA 92 psi 668 mA (26 bar)380 psi
Arm. Regen. 200 mA 0 psi 623 mA (23 bar)339 psi

Pressão piloto: 725 psi @ 5,3 gpm

NOTA: Verifique na próxima página a curva característica


dos solenóides proporcionais e os solenóides ( ON/Off).
E 215 LC

Os solenóides PSV-P1 e PSV-P2 quando tem a corrente em


700 mA, permitem uma pressão de 391,6 psi para a placa

Pressão secundária da válvula solenóide proporcional - Mpa (psi)l


da bomba colocando-a em fluxo máximo de 210 l/min (55
gpm), conforme gráfico abaixo:

Fluxo de entrega da bomba


L/min. (Gal/min.

Corrente de entrada da válvula solenóide proporcional (mA)


E 215 LC

Os solenóides do bloco de válvulas Condições de teste


> Pressão: 50Kg/cm2 1: 700mA
14 ( conforme o diagrama > Taxa do fluxo port. A: 0L/min. 26.8 +20-4.5Kg/cm2
hidráulico) possui a mesma curva
característica conforme gráfico ao

Pressão de pilotagem secundária P (kgf/cm2


>Frequência: 100Hz 28.8
lado: >Amplitude: até 300mA
Limite
ON/OFF Solenóides ON/OFF
máximo
Solenóides Proporcional Solenóides 25.3
Ajuste de pressão na condições
de power boost
1: 400mA
8.8 +0.5 Kgf/cm2
Com magnetísmo
8.8 +1.5 kgf/cm2 Limite
-0.5 mínimo
10.3
Tipo.................8kWE5G-30/G24WR-804B
Pressão calculada no pórtico P: ....0 - 50kgf/cm2
0 - 711 psi 8.3
Pressão auxiliar permissível...........0 - 10kgf/cm2
0 - 140 psi
Válvula solenóide:tensão controlada..20.4 - 30VDC
resistência da bobina 34-40ohm
Válvula proporcional: tensão controlada 20.4 - 30VDC
resistência da bobina 17-25ohm Corrente de entrada na válvula solenóide (mA)
E 215 LC

As medições feitas na tabela em seguida


sempre são realizadas com as seguintes
condições:
- Modo (W) manual
- Máximas revoluções: 2220 rpm
E 215 LC
COMANDO POSITIVO DE VAZÃO DAS BOMBAS
Tipo:
Bomba de vazão variável com vazão controlada eletricamente.
Princípio de funcionamento:
A corrente de comando enviada para a eletroválvula proporcional é enviada
pela centralina, controlando o valor de vazão das bombas.
Funcionamento:
1. Operação de aumento de vazão
( Exemplo: bomba P1)
Quando acionamos uma alavanca ou um joystick, a pressão secundária do
joystick aumenta e este aumento de pressão é transformado em aumento de
tensão na saída correspondente à pressão de entrada do sensor de baixa pressão
A centralina elabora esta variação de tensão e determina a intensidade da
corrente de comando enviada para a eletroválvula proporcional de bomba e,
com ele, a vazão da bomba aumenta.
Este processo denomina-se (Sistema de Comando Positivo).
Com o aumento do valor de intensidade de corrente de comando da bomba,
também aumenta a pressão secundária da eletroválvula proporcional.
E 215 LC

O carretel (652) do regulador da bomba é empurrado


para a esquerda através do êmbolo (643) e pára na
posição que equilibra a força da mola de pilotagem
(646) A linha do depósito é unida na câmara de
diâmetro maior do servo-pistão (532), se abre e o
servo-pistão se move para a esquerda como
conseqüência do óleo que a pressão
PSV-P1 PSV-P2 de envio P1 é enviada para a câmara de seção
menor. Com isto resulta num aumento de ângulo de
inclinação (@).
O servo-pistão (532) e a camisa do carretel (652)
estão unidos pela alavanca de reação (611).
Com o movimento do servo-pistão para a esquerda,
o carretel (652) também se deslocará relativamente
para a direita em resposta ao movimento da alavanca
de reação. Com este movimento do carretel, e camisa,
começam a fechar-se gradualmente e o servo-pistão
611 para na posição de fechamento total.

2. Operação de redução de vazão


643 (Exemplo: bomba P1)
Com a redução do valor de intensidade de corrente da
646 centralina se reduz a pressão secundária da eletroválvula
proporcional e o carretel (652) se desloca para a direita
652 pela força da mola de pilotagem (646). O óleo da pressão
de envio P1 chega na câmara de diâmetro mior do
532 servo-pistão (532) através do carretel (652).
E 215 LC SINAIS DE ADVERTÊNCIA MOSTRADOS NA TELA

Como já vimos anteriormente, observe que no painel de controle indica através de símbolos os problemas
detectados pela CENTRALINA aos quais se comunicam por uma linha serial mostrada abaixo:

Considerando-se fios elétricos como o meio de transmissão dos dados, existem três formas de se constituir um barramento CAN,
dependentes diretamente da quantidade de fios utilizada. Existem redes baseadas em 1, 2 e 4 fios. As redes com 2 e 4 fios trabalham
com os sinais de dados CAN_H (CAN High) e CAN_L (CAN Low). No caso dos barramentos com 4 fios, além dos sinais de dados,
um fio com o VCC (alimentação) e outro com o GND (referência) fazem parte do barramento, levando a alimentação às duas
terminações ativas da rede. As redes com apenas 1 fio têm este, o fio de dados, chamado exclusivamente de linha CAN.

Opcional
E 215 LC SINAIS DE ADVERTÊNCIA MOSTRADOS NA TELA

Falha na
centralina Descarga da bateria
Interruptor de dreno
Giro
liberado
Nível de combustível
Opcional
Opcional
Nível de óleo hidráulico

Opcional Opcional
Nível de água

Baixa pressão do óleo motor Nível de óleo do motor


NOTA:O alarme soa quando na
tela do painel aparecem os sinais
de aviso:#2, #6.
Temp, do líquido de arrefecimento Power boost No item #6, o alarme sonoro
não desativa inclusive se apertamos
a tecla de parada de alarme
Nível do líquido de arrefecimento Power lift
sonoro.
No caso #2, o alarme se desativa
Advertência
Troca de óleo do motor automaticamente depois de 5 seg.
E 215 LC

SINAIS DE ADVERTÊNCIA

NOTA: O alarme do painel ativa conjuntamente


com os sinais 2,5,6. 2, 5 , 6, 7, 10 y 28

1- FALHA NO SISTEMA MECATRÔNICO


Falha na
Centralina

Este sinal aparece quando existe problema com a


CENTRALINA I.T.C.S ( Intellgent Total Control System).
Se aparecer este sinal, gire a chave de partida para OFF e
espere ~4seg até que o motor apague completamente. Volte
a chave na posição ON, resetando a CENTRALINA. Se o sinal
ainda persistir, apague o motor e tome as seguintes
providências conforme descrito em seguida:
E 215 LC

Para que possamos deslocar a máquina com a falha no


computador, é necessário liberar o freio de giro e colocar o
sistema hidráulico em (Cancel Mode) (Neste modo, a máquina
terá aproximadamente 85% de eficiênçia).
1- Apague o motor
2- Remova as tampas traseiras atrás do assento do operador
3- Mude o interruptor de liberação do freio de giro para a
posição “Release lock”
4- Mude o interruptor de cancelamento do sistema eletrônico
para a posição “Cancel mode”
5- Funcione o motor
(Veja a colocação dos componentes na próxima página)
E 215 LC

Podemos observar que quando a CENTRALINA tem um problema, sua linha de saída manda positivo
para o solenóide aplicando o freio constantemente, sendo necessário mudar o interruptor para a
posição “Release Lock” para liberar o freio.

SW-4: Interruptor de liberação do freio de giro


13-5
15-22 SV-1: Solenóide do freio de giro

CENTRALINA

Release
lock SV-1

Normal

Solenóide energizado - Freio aplicado


Solenóide desenergizado - Freio Livre
E 215 LC

INTERRUPTOR DE
CANCELAMENTO
DO SISTEMA ELETRÔNICO
INTERRUPTOR DE
LIBERAÇÃO
FREIO DE GIRO
E 215 LC

VÁLVULA DE ALÍVIO PRINCIPAL

Observe que em Power boost,


a pressão muda de 350 para 385 Kgf/cm2
E 215 LC

Pressione a válvula de alívio de pressão do tanque. O


sistema hidráulico está pronto para realização do serviço
necessário.
E 215 LC

Par Trançado Diferencial. Este conceito atenua fortemente os efeitos causados por interferências
eletro-magnéticas, uma vez que qualquer ação sobre um dos fios será sentida também pelo outro,
causando flutuação em ambos os sinais para o mesmo sentido e com a mesma intensidade.

PSV-E: P1
(11bar)SOLENÓIDE
PROPORCIONAL
DE DRENO DO
SISTEMA

PSV-F: P2
SOLENÓIDE
PROPORCIONAL
DE DRENO DO
SISTEMA
E 215 LC CENTRAL ELETRÔNICA

CN-1 CN-2 CN-3 CN-4 CN-5 CN-6 CN-7


E 215 LC

BLOCO DE
DESCARGA
DO SISTEMA

válvulas solenóides proporcionais para


descarga do sistema hidráulico

PRESSÃO “0”NA SAÍDA DE P1 E P2


AS VÁLVULAS DE “DESCARGA”
TRABALHAM SEGUNDO AS
SEGUINTES ESTRATÉGIAS:
0 MA: 1A. POSIÇÃO – REPOUSO
~440MA: 2A. POSIÇÃO -
DRENAGEM
~700MA: 3A. POSIÇÃO - FLUXO
DE ÓLEO PARA O SISTEMA
E 215 LC

0.5w - 703 0.5Br - 10


15 - 23 CN - 35F

SV-2
Power boost

CENTRALINA

0.5Br - E7 0.5W - 542


CN - 42F 14-2

SW-21
Power boost
CENTRALINA
E 215 LC SOLENÓIDE DE TRAVA DO PILOTO

CENTRALINA

SW-11
interruptor alavanca R-20
de trava do piloto Timer
SV-4
Solenóide alavanca
de trava do piloto

14-6
E 215 LC SENSORES

C-2
PAINEL DE INSTRUMENTOS
SE-14
0.5w -13 21-7
Sensor de temperatura 13
do líquido de arrefecimento
1w -600 0.5w -608 21-3 Indicador de
temperatura do
líquido de arrefecimento

13-15
CENTRALINA

1Br -E4 1w -553 Indicador de


nível de combustível
1w -601 0.5w -607 21-4
SE-15

21-2 21-6
16-1
21-1
16-2 A W H/M
21-8
16-3 Display de Cristal
LCD
16-4 Líquido

SE-15
Sensor de nível de combustível
E 215 LC CAIXA DE FUZÍVEIS

Tela metálica conectada à massa


impede que tensões altas ou
interferências atinjam equipamentos
eletônicos sensíveis

Conector de massa
E 215 LC

C-1
CENTRALINA

Tela metálica conectada à massa


impede que tensões altas ou 0.5 Or
interferências atinjam equipamentos
eletônicos sensíveis 0.5 L
0.5R - 580
SE-13 12-20
Sensor de 0.5R - 581
rotação 12-21
do motor SH - 2
( SHIELD ) 12-22
E 215 LC

PROCEDIMENTO DE MONTAGEM DO SENSOR DE VELOCIDADE DO MOTOR

Sensor de
velocidade do
motor P/N
73187350

Quando necessário efetuar a substituição do sensor de velocidade do motor,


deve-se proceder da seguinte maneira:
1-Desapertar o sensor até que o mesmo se solte.
2-Descartar o sensor removido.
3-Instalar o novo sensor original NH PN 73187350 apertando-o até o encosto final.
4-Após o aperto até o final, voltar (soltar) apenas uma volta e meia (540º).
E 215 LC
Interruptor de temperatura
do líquido de arrefecimento do
motor térmico

KSB
E 215 LC BUZINA

BUZINA
R-5
RELÊ DA BUZINA

1Br - E6
CN-47F CN-35F
0.5W - 5A 0.5W - SC COM
CN-5W 1W - 83

0.5W - 5B 0.5W - 84A 2 0.5Br - E33


CN-42F

SW-10
INTERRUPTOR
DA BUZINA
E 215 LC

MOTOR DE PASSO
E 215 LC

MOTOR HIDRÁULICO DE TRANSLAÇÃO


E 215 LC DISTRIBUIDOR HIDRÁULICO
E 215 LC
E 215 LC
E 215 LC

SW-25
INTERRUPTOR DE NÍVEL
DO ÓLEO HIDRÁULICO
E 215 LC

RESERVATÓRIO DE
ÁGUA DO LIMPADOR
DO PARABRISAS
E 215 LC
CONVERSOR DE 24/12V
PARA O RÁDIO
E 215 LC

TAMPA
DO RADIADOR

VÁLVULA DE PRESSURIZAÇÃO
DO TANQUE DE ESPANSÃO
E 215 LC ALTERNADOR
E 215 LC

MOTOR DE PARTIDA
E 215 LC

Filtro de combustível
E 215 LC

SENSORES DE TEMPERTURA DO LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO DO MOTOR

SE - 14
Coolant thermo sensor
Envia sinal para o monitor SW-6 (ON-OFF)
mostrador analógico
E 215 LC PINO DE EMENDA

Esteira reforçada
para trabalhos
pesados com
pino de emenda
E 215 LC

POWER BOOST
O interruptor do Power boost está localizado no Joystick do
lado direito do operador.
Tem como finalidade aumentar a calibragem da válvula de
alívio de pressão principal quando se pressiona o interruptor
nas operações: Levantamento da lança,Fechamento
da caçamba e Fechamento do braço de escavação.

NOTA : A função permanece sempre


inserida, enquanto estiver
acionando o interruptor.
E 215 LC
Válvula de proteção
do fechamento da escavação

PAb PORTA PIL.


LEVANTAMENTO
DA LANÇA

PBc PORTA PIL.


FECHAMENTO DA
Boom confluxo CAÇAMBA

PBs
GIRO A ESQUERDA

Dra Dreno
GIRO LADO DIREITO

CRb

VÁLVULA DE CONTROLE
DA PRESSÃO PRINCIPAL
E 215 LC

VÁLVULA DE CONTROLE
CRb
DE PRESSÃO PRINCIPAL
350 BAR/
E 215 LC

*Controle Regenerativo de Arm

LANÇA

Dra DRENO
ARM COMFLUENCE
?

GIRO ESQUERDO

*C R a
E 215 LC

C R b(Anti-queda
Controle Regenerativo de Boom)
E 215 LC
E 215 LC

Aa Saída para alimentação


do braço de escavação
Lado base

Ba Saída para alimentação


do braço de escavação
Lado Haste
E 215 LC
E 215 LC
E 215 LC
E 215 LC
E 215 LC

OPCIONAL

VÁLVULA DE
DESCARGA
E 215 LC

OPC A3 Para o filtro Alimentação


OPC
de pilotagem da bomba P1

Alimentação
da bomba P2
ASPIRAÇÃO DA
BOMBA PILOTO

ASPIRAÇÃO DAS
DRENO BOMBAS P1 - P2
E 215 LC

GRUPO DAS BOMBAS

BACK-UP FUNÇÃO
REGULAGEM DA VAZÃO
MÁXIMA DA BOMBA P1

REGULAGEM DA VAZÃO
MÍNIMA DA BOMBA P2

PSV-P1

ALIMENTAÇÃO DA LINHA REGULAGEM DA CURVA


DO FILTRO PILOTO P.Q DA BOMBA P2
PSV-P2
E 215 LC
E 215 LC

DESCARGA PARA TANQUE DO


DISTRIBUIDOR

NESTA VÁLVULA, PODEMOS BAIXAR


A LANÇA EM CASO DE EMERGÊNCIA

Você também pode gostar