Você está na página 1de 19

Libertação

plena
Lidando com o problema básico do
homem
• Vamos ver os resultados do que
aconteceu no éden, e seguir o
comportamento alienado de adão e
seus descendentes.
• Esses mesmos padrões são
Objetivo: abordar a encontrados no homem hoje,
questão da alienação alguns deles você vai ver em si
em três áreas: o homem mesmo.
separado de Deus, o • No final desse estudo creio que
homem separado do seremos libertos e curados, como
homem e o homem diz a bíblia:
separado de si mesmo. 2 Coríntios 3:18 - ”Mas todos nós,
com rosto descoberto, refletindo
como um espelho a glória do Senhor,
somos transformados de glória em
glória na mesma imagem, como pelo
Espírito do Senhor. ”
No dia que adão transgrediu rompeu a aliança com
Deus e se tornou uma criatura alienada que se
esconde e se encobre:
• 7Os olhos dos dois se abriram, e perceberam
que estavam nus; então juntaram folhas de
figueira para cobri­r-se.
A patologia é • 8Ouvindo o homem e sua mulher os passos do
o resultado da Senhor Deus, que andava pelo jardim quando
soprava a brisa do dia, esconderam-se da
negação ao presença do Senhor Deus entre as árvores do
jardim.
bem que vem • 9Mas o Senhor Deus chamou o ho­mem,
de Deus. perguntando: "Onde está você?"
• 10E ele respondeu: "Ouvi teus passos no jardim
e fiquei com medo, porque estava nu; por isso
me escondi".
CULPA, VERGONHA E
MEDO
• Ainda hoje os homens tentam manter a inocência, negando a própria
responsabilidade e culpando os outros.
• Como isso acontece?
• Entre tantas vejamos três:
1. Minimizar o ato ou ignorar as consequências.
O homem tenta convencer a si mesmo de que seu ato não é tão mal; apesar de
tudo é normal.
2. Rejeita normas que desaprovem seu comportamento.
produz uma nova ordem, que lhe dê mais liberdade.
O suicida quer matar a consciência de sua problemática psíquica pois esta visão
lhe parece prejudicial à imagem arrogante que construiu sobre si próprio.
3. Depois lança a culpa em outro.
O home lida com a culpa negando-a e culpando outros.
A CENSURA E OS
SENTIMENTOS DE CULPA
• O foco da atenção é
colocado sobre os
outros.
• Encontrar pecados em
outros ajuda a aliviar a
própria culpa. Cada
descoberta o faz se
sentir melhor a respeito
de si mesmo. assim
sempre esta procurando
defeitos.
• “Quando Pedro fala de
Paulo Pedro fala mais de
Pedro do que de Paulo”.
• “Toda critica é uma
confissão”.
Aceitar ser responsável
leva o homem a um
processo de comparação.
A culpa é mais que um problema psicológico,
ela tem raízes espirituais profunda.
• Existem dois tipos básicos de
punição ao sentimento de
culpa inconscientizados:
• 1. há aquele que querem se
aliviar descarregando sua
culpa nos outros.
• 2. há aqueles que se punem e
se agridem para aliviar. Ou
criam a ideia do débito; fazer
o bem em quantidade
suficiente para
contrabalancear o mal que
fez – justiça própria.
O dia em que o homem experimentou a morte,
ele também experimentou a entrada do mal.
O que o mal causa a alma do Quando o mal surge ele corrompe
homem? a consciência do homem
• Em primeiro lugar, o • este começa a sentir-se sujo e a ver-
se como impuro.
mal destruí a inocência. “Para as pessoas puras, tudo é puro;
• “seus olhos foram no entanto, para os corrompidos e
descrentes, nada é puro; pelo
abertos”. contrário, tanto a razão quanto a
consciência deles estão
• E experimentou a pervertidas”. (Tt 1.15,).
nudez junto com o . Desenvolve comportamentos
compulsivos, praticas de purificação;
sentimento de roupas longas, muito banhos, lava
vergonha. mãos, limpar a casa
obsessivamente...
Lidando com a nudez
• Ou aceita a nudez como normal ou cobrir-se com religiosidade.
• Como alguém pode reconhecer uma cobertura religiosa? O que
uma simples folha de figueira pode fazer pela nudez do
homem?
• Um intenso compromisso com a religião externa acompanhada
com orgulho espiritual destituído de compaixão pelo pecador.
• Uma justiça que o separa do mundo e se recusa a ouvir o
clamor do pecador.
“Vão aprender o que significa isto: ‘Desejo misericórdia, não
sacrifícios’. Pois eu não vim chamar justos, mas pecadores".

Mateus 9:13
A culpa dirigirá um homem ao
fanatismo
• Aí sim, a sua luz irromperá como • O sentimento não tratado
a alvorada, e prontamente se disfarça de
surgirá a sua cura; a sua retidão
irá adiante de você, e a glória do religiosidade com uma
Senhor estará na sua retaguarda. carga apontando dedo
Aí sim, você clamará ao Senhor, e critico para todo mundo.
ele responderá; você gritará por
socorro, e ele dirá: Aqui estou. • Ele se torna hipócrita,
"Se você eliminar do seu assim, a maior parte da
meio o jugo opressor, o dedo religiões cai em descredito
acusador e a falsidade do e o mundo questiona.
falar;
• “Misericórdia quero, e
Isaías 58:8,9 não sacrifício” (Mt 9.13,).
Livre da culpa
• Ate que Deus limpe sua • Deus não remove
consciência, o homem não apenas o pecado, mas
pode ser liberto da culpa. também a sujeira dele.
• quanto mais, então, o
sangue de Cristo, que pelo
• Ate que não haja um
Espírito eterno se ofereceu reconhecimento do
de forma imaculada a pecado, a culpa
Deus, purificará a nossa permanecerá. Trazer o
consciência de atos que pecado a consciência é
levam à morte, de modo anda na luz.
que sirvamos ao Deus vivo!
Hb 9:14 • (1Jo 1.7, Ef5.8,)
Segunda ministração – hostilidade
vimos o homem separado de Deus no primeiro estagio,
separado e fugitivo de Deus. Agora veremos o homem
separado do homem.

• Por que o homem é hostil para com seu semelhante?


• Encontramos a hostilidade na primeira família. O conflito
entre dois irmãos resultou em morte. Vamos aprender
algumas lições valiosas sobre alienação coma historia da
primeira família.
• “Abel, por sua vez, trouxe as partes gordas das primeiras
crias do seu rebanho. O Senhor aceitou com agrado Abel
e sua oferta, mas não aceitou Caim e sua oferta. Por isso
Caim se enfureceu e o seu rosto se transtornou”
Gênesis 4:4,5.
Nesse ponto podemos ver a alienação agindo por meio da hostilidade,
homem contra homem. Após a queda conflito, cólera e ódio descrevem
o comportamento do homem.
Por que o homem não consegue viver em paz e rejeita a fraternidade?

Sem paz Rejeitando a fraternidade


• O homem ver seu irmão como • O dic. Webster define o ódio como
um competidor, a eliminação se uma grande antipatia ou forte
torna o alvo – Caim via seu irmão aversão.
como um rival. • O medo não permite que confie em
ninguém. Acuado pelo medo ataca
• A cólera é uma recusa em aceitar como um animal feroz.
a responsabilidade. A culpa
considera outra pessoa • “o meu inferno são os outros”
responsável.
O homem vive em conflito desde
então:
• Por que as obras da • Esse ser humano invejoso, invertido e com mania
de grandeza tornou-se decadente e destrutivo,
supervalorizando elementos secundários contrario
carne são manifestas: ao bem comum.
• Três fases que ao se fixar definem a vida adulta do
• “Prostituição, impureza, homem caído:

lascívia, idolatria, • A fase Oral de 0 a 2 anos – tudo que a criança pega


coloca na boca. Adulto fixo nessa faze tem fixação
feitiçarias, inimizades, pela alimentação, bebidas alcoólicas, cigarro,
drogas, é sempre uma pessoa dependente e
porfias, emulações, iras, falante. (Adão)
• A fase anal de 02 a 04 anos – a criança concentra
pelejas, dissensões, sua atenção no intestino, dando muito atenção ao
excremento. Uma característica comum dos
heresias”(Gl 5.19-20,). adultos fixados nessa fase é a agressividade, o
materialismo exacerbado, o apego ao dinheiro e a
• A alienação separou o raiva continua (Caim)
• A fase genital de 04 a 06 anos – a criança descobre
homem do homem. que há diferença entre os sexos. Quando adultos
dão muita importância ao corpo, a aparência e a
sexualidade. (Eva)
Um chamado para o amor e
unidade
O chamado para o amor é o
chamado para a vida Em Deus não há divisão
AMARGURA E FALTA DE
PERDÃO
A DOR REPRIMIDA IRROMPERÁ DE
VARIAS FORMAS DESTRUTIVAS.
• DOR • AMARGURA
CONSEQUENCIAS DA (Is 38.15-17, Lc 4.19, Hb
DOR REPRIMIDA. 12.12-15,)

Você também pode gostar