Você está na página 1de 13

FUNDAMENTOS DE

USINAGEM PARA CNC

Ferramentas (Padronização e Especificação)


Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
A DIN ISO 513 define a designação e aplicação dos metais duros. Ela classifica os materiais de corte de
acordo com grupos principais, que são divididos pela aplicação.
A norma DIN 6599 complementa as especificações da DIN ISO 513 sobre os materiais a serem
usinados, bem como a suas aplicações sobre as características de tenacidade e valores de desempenho dos
materiais duros empregados no corte.

Ex.: HC - K - 20 - N - M

Adequado para fresar


Letra indicativa
(tabela abaixo) Grupo de
aplicação Letra indicativa para material
N (material não ferroso)
Grupo principal de usinagem H (aços crus e aços tratados)
P(azul) M(amarelo) K(vermelho) S (usinagem difícil)
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
Grupo de material Letra indicativa Componentes Propriedades Aplicação
Grande dureza a quente até pastilhas intercambiáveis
Metal duro sem cobertura de
1000°C, alta resistencia ao para erramentas de furar,
caboneto de tungatenio(WC),
HW também como metal durio de
desgaste, alta resistência a
pressão de corte,
tornear e fresar, tambem
ferramentas de metal
grão fino ( tamanho < 2,5m m).
amortecedor de vibrações. duro inteiriças.
Metal duro sem cobertura de pastilhas intercambiáveis
carboneto de titânio (TiC), Como HW, porém, grande para ferramentas de
HT nitreto de titânio (TiN) ou de estabilidade da aresta de
ambos, tambem conhecido corte, resistência quimica.
tornear e fresar para
acabamento com altas
como CERMET. velocidades.
HW e HT, porém com Aumento da resistência ao substituem cada vez

Metais duros
HC coberturas de carbonitreto de desgaste sem redução da
titânio (TiCN) tenacidade.
mais os metais duros
sem revestimento.
Cerâmica de óxidos, Grande dureza a quente até usinagem de ferro
predominantemente óxido de 1200°C, sensível a
CA aluminio (Al2O3).
alterações bruscas de
fundido, geralmente sem
refrigeração/lubrificação.
temperatura.
Cerâmica a base de óxido de Mais tenaz do que a torneamento fino de aços
cerâmica pura, melhor temperados, usinagem
CM aluminio (Al2O3) e outros
óxidos.
ressistência a alteraçãoes com altas velocidades de
de temperatura. corte.
Cerâmica de óxidos, Grande tenacidade, alta usinagem de ferro fundido
CN predominantemente
de Silicio (Si3N4).
nitreto estabilidade da aresta de
corte.
com maior velocidade de
corte.

Cerâmica como CA, CM e Aumento da resistência ao substituem cada vez


CC CN, porém com cobertura de desgaste sem redução da mais as cerâmicas sem
carbonitreto de titânio (TiCN) tenacidade. revestimento.
Cerâmicas
Nitreto cúbico de boro Dureza muito grande e
acabamento de materiais
policristalino (BN), dureza a quente até 2000°C,
mais duros (HRC>48)
BN desiganção também CBN ou
PKB ou "material de corte de
alta
desgaste,
resistência ao
resistencia
com alta qualidade
superficial.
Nitreto de Boro alta dureza". quimica.
Alta resistência ao
Diamante policristalino, usinagem de metais não
desgaste, muito quebradiço,
designação PKD ou "material ferrosos e ligas de
DP de alta dureza", produzido a
resistência
600°C,
térmica
reage com
até
os
alumínio com alto teor de
partir do carbono. silicio.
Diamante elementos de liga.
para mudança brusca da
Aço rápido de alta força de corte,
Alta tenacidade, alta
performance com teores de processamento de
resistencia a flexão, pouca
HSS tungtênio (W ) e cobalto (Co),
geralmente com coberturas
dureza, resistência térmica
plasticos, para usinagem
de aços carbono
até 600°C
de nitreto de titânio (TiN). macios,ligas de alumínio
Aço Ferramenta e de cobre.
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
Grupos de usinagem principais e grupos de aplicação dos materiais de corte
Cor indicativa dos grupos Sigla Material Processos de usinagem e condições de corte
Aços de cavaco longo e Ferros fundidos
torneamento e furações com altas velocidades de
P01 aço, aço fundido
corte e pequenas seções transversais de cavaco
aço, aço fundido, ferro
tornear, fresar, confeccionar roscas, altas velocidades
P10 fundido, temperado de
de corte com pequenas e médias seções de cavaco
cavaco longo
aço, aço fundido, ferro tornear, tornear em torno copiador, fresar com médias
P20 fundido, temperado de velocidades de corte com pequenas e médias seções
P (AZUL) cavaco longo transversais de cavaco
aço, aço fundido com tornear com baixas velocidades de corte e grandes
P30
rechupe seções transversais de cavacos
aço, aço fundido com processamento sob condições desfavoráveis de
P40
rechupe usinagem, permite grande ângulo de saída de corte
processamento sob condições desfavoráveis de
aço, aço fundido de
usinagem,nas quais é necessário um material de
resistência média com
P50 corte mais tenaz, é possivel grande ângulo de saída
rechupe e incrustrações de
de corte e grande seção transversal de cavaco com
areia
daixa velocidade de corte.
Aços de cavaco curto ou longo, ferros fundidos e metais não ferrosos
aço, aço fundido, ferro
tornear com médias e altas velociades de corte e
M10 fundido, aço fundido ao
pequenas e médias seções transversais de cavacos
manganês
aço, aço fundido, ferro tornear e fresar com médias velociades de corte e
M20
M (AMARELO) fundido, aço austenítico pequenas e médias seções transversais de cavacos
aço, aço fundido, ligas de tornear e fresar com médias velociades de corte e
M30
alta resistênciatérmica pequenas e grandes seções transversais de cavacos
aço para torno automático,
tronear, cortar, especialmente em máquinas
M40 metais pesados, metais
automáticas.
leves.
Aços de cavaco curto , ferros fundidos, metais não ferrosos e materiais não metálicos
aço fundido duro, ligas Al-
K01 tronear, desbaste em torno, fresar, rasquetear
SI, plasticos termorrígidos
aço fundido HB > 220, aço tornear, fresar, furar, tornear interno, rasquetear,
K10
duro, pedras, cerãmicas brochar.
K (VERMELHO) aço fundido HB > 220, tornear , fresar, tornear interno, quando é exigida
K20
metais não ferrosos grande tenacidade do material de corte
aço, aço fundido de baixa tornaer, fresar, fresar rasgos, possivel grandes
K30
dureza ângulos de cavaco
metais não ferrosos,
K40 usinagem com grande ângulo de siada de corte
madeira
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
Designação de pastilhas de metal duro segundo a norma DIN 4987:

Ex.: S - P - E - N - 15 - 04 - ED - T - R - P10

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

1 - Formato básico Formatos


H O P R S T

lados e ângulos iguais

C D E M V W
lados iguais e ângulos diferentes

L A B K
lados iguais, ângulos iguais e A,
B e K com ângulos diferentes
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
A B C D E F G N P O
2 - ÂNGULO DE INCIDENCIA DA PASTILHA
3° 5° 7° 15° 20° 25° 30° 0° 11° MODELO ESPECIAL
Simbolo Tolerancia da ponta (m) Tolerancia do circulo (d) Tolerancia da espessura (s)
A േ0,005 േ0,025 േ0,025
F േ0,005 േ0,013 േ0,025
C േ0,013 േ0,025 േ0,025
H േ0,013 േ0,013 േ0,025
E േ0,025 േ0,025 േ0,025
G േ0,025 േ0,025 േ0,13
3 -CLASSE DE TOLERÂNCIA
J േ0,005 േ0,05 - േ0,15 േ0,025
K* േ0,013 േ0,05 - േ0,15 േ0,025
L* േ0,025 േ0,05 - േ0,15 േ0,025
M* േ0,008 - േ0,018 േ0,05 - േ0,15 േ0,13
N* േ0,008 - േ0,018 േ0,05 - േ0,15 േ0,025
U* േ0,13 - േ0,38 േ0,08 - േ0,025 േ0,13
* = A MARCAÇÃO INDICA QUE A SUPERFICIE DO INSERTO É SINTERIZADA.
N K B

R W H

4 - SUPERFÍCIES DE SAÍDA DO CAVACO F T C


(QUEBRA CAVACO) CARACTERÍSTICAS
DE FIXAÇÃO DA FERRAMENTA
A Q J

M U X MODELO ESPECIAL
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
5 - Tamanho do inserto

Simbolo
Diâmento do
circulo inscrito
(mm)

02 04 03 03 06 3,97
L3 08 05 04 04 08 4,76
03 09 06 05 05 09 5,56
06 6,00
04 11 07 06 06 11 6,35
05 13 09 08 07 13 7,94
08 8,00
09 06 16 11 09 09 16 9,525
10 10,00
12 12,00
12 08 22 15 12 12 22 12,70
15 10 19 16 15 27 15,875
16 16,00
19 13 23 19 19 33 19,05
20 20,00
27 22 22 38 22,225
25 25,00
25 31 25 25 44 25,4
31 38 32 31 54 31,75
32 32,00
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
6 - Espessura do inserto 7 - Raio da ponta ou (ângulo de ataque ou ângulo de folga no corte plano)

Símbolo Raio da ponta (mm) Símbolo Kr Símbolo a'n


* A espessura é medida do assento do inserto até
o topo da aresta de corte

Simbolo Espessura (mm) 00 Ponta sem raio A 45° A 3°

S1 1.39 V3 0.03 D 60° B 5°

01 1.59 V5 0.05 E 75° C 7°

T0 1.79 01 0.1 F 85° D 15°

02 2.38 02 0.2 P 90° E 20°

T2 2.78 04 0.4 Z outros F 25°

03 3.18 08 0.8 G 30°

T3 3.97 12 1.2 N 0°

04 4.76 16 1.6 P 11°

06 6.35 20 2.0

07 7.94 24 2.4

09 9.52 28 2.8

T9 9.72 32 3.2

00: Polegada
11 11.11 Inserto Redondo
M0: Métrico

12 12.7
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
8 - Aresta de corte 9 - Direção de corte
10 - Classe de usinagem do material e/ou código do quebra
cavaco (padrão do fabricante) abaixo na tabela exemplo
Tipo Aresta de corte Símbolo Símbolo Direção torneamento Mitsubishi

Canto Vivo F R Corte à direita LP MP RP

Arredondado E L Corte à esquerda

Corte à direita e
Chanfrada T N LM MM RM
à esquerda

Chanfrada e
S
arredondada

Chanfro duplo K LK MK RK

Chanfro duplo e
arredondado P
duplo
Classe de
usiangem LS MS RS
do material
(Metal duro,
Cerâmica,
PCBN ou FP LP MP
PCD)

MA SW MW

HZ HX HV
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
Designação de suportes para torneamento:

Ex.: P - W - L - N - R - 25 - 25 - M - 06

1 2 3 4 5 6 7 8 9
1 - Fixação da pastilha
Letra indicativa C D M P S

Tipo de fixação
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
2 - Tipo de pastilha
Letra indicativa A B C D E H K L M O P R

Inserto

Letra indicativa S T V W

Letra indicativa

3 - Formato do suporte
Letra indicativa A B D E M N V G H J R T

90° 75° 45° 60° 50° 63º 72,5° 90° 107,5° 93° 75° 60°

Ângulo de incidencia lateral K r

Modelo da haste RETA INCLINADA

Letra indicativa C F K S U W Y

90° 90° 75° 45° 93° 60° 85° Formato D e S tambem aceitam pastilha
intercambiável redonda no formato básico R
Ângulo de incidencia lateral K r

Modelo da haste RETA INCLINADA


Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)

4 - Ângulo de folga Letra indicativa A B C D E F G N P O


3° 5° 7º 15° 20° 25° 30° 0° 11°
Ângulo de folga an Especial

5 - Modelo do suporte
Letra indicativa R suporte direto L siporte esquerdo N neutro (ambos os lados)

6 - Altura do suporte Altura do suporte deve ser coonsiderada desde a aresta de corte em "mm"
7 - Largura do suporte Largura da haste em "mm"
8 - Comprimento do Letra indicativa A B C D E F G H J K L M
suporte comp. em "mm" 32 40 50 60 70 80 90 100 110 125 140 150
Letra indicativa N P Q R S T U V W X/ Y
500
comp. em "mm" 160 170 180 200 250 300 350 400 450 Comp. Especiais
9 - Tamanho da pastilha Conforme a tabela do slide 7
Ferramentas
Ferramentas(Padronização
(PadronizaçãoeeEspecificação)
Especificação)
Designação de suportes para cones: segundo a norma JIS 6339B e e DIN 69893, cones para
máquinas CNC convencionais são os do tipo BT e SK, exemplo: BT40, BT50, SK40, SK50... Já para
máquinas CNC de altas velocidades os cones recomendados são os do tipo HSK, conforme a norma DIN
69871, com fixação da ferramenta de forma hidráulica ou térmica como segue as especificações abaixo:

BT e SK HSK HSK Térmico

Você também pode gostar