Você está na página 1de 48

Introdução

Sintaxe Básica da
Linguagem
JAVA
Sumário
• Revisão
• Estrutura Básica
• Identificadores
• Tipos Primitivos
• Operadores
O que é ?
• Java (em indonésio, javanês e sundanês Jawa) é a
segunda maior e a principal ilha da Indonésia, onde se
situa a capital do país, Jacarta.
• Java é uma linguagem de programação e uma
plataforma de computação lançada pela primeira vez
pela Sun Microsystems em 1995. É a tecnologia que
capacita muitos programas da mais alta qualidade,
como utilitários, jogos e aplicativos corporativos, entre
muitos outros, por exemplo. O Java é executado em
mais de 850 milhões de computadores pessoais e em
bilhões de dispositivos em todo o mundo, inclusive
telefones celulares e dispositivos de televisão.
O que é Programação
Orientada a Objetos ?
• É um paradigma de programação de
computadores onde se usam classes e
objetos, criados a partir de modelos.
Classes
• São estruturas das linguagens de
programação orientadas a objetos para
representar determinado modelo.
• Cada classe deve ter um nome que seja
facilmente associável ao modelo que a
classe representa.
Objetos
• Um objeto ou instância é uma
materialização da classe, e assim pode
ser usado para representar dados e
executar operações.
Principais Características
• Orientada a objetos
– Java é uma linguagem puramente orientada a
objetos.
• Sem Ponteiros
– Java não possui ponteiros, isto é, não permite
a manipulação direta de endereços de
memória.
Principais Características
• Coletor de lixo (Garbage Collector)
– Possui um mecanismo automático de
gerenciamento de memória.

• Permite Multithreading
– Múltiplas rotinas concorrentemente.
Principais Características
• Independente de plataforma
– Programas Java são compilados para uma
forma intermediária (bytecodes).

• Tratamento de exceções
– Permite o tratamento de situações
excepcionais.
– Possui exceções embutidas e permite a
criação de novas exceções.
Principais Características
• Máquina Virtual Java
– Utiliza o conceito de máquina virtual;
– Camada responsável por interpretar os
bytecodes.
Fases de um programa Java
Fases de um programa Java
• Os programas Java normalmente passam
por cinco fases para serem executados:
– Fase 1 (Edição): Consiste em editar um
arquivo com código em Java e salvá-lo com a
extensão .java;

– Fase 2 (Compilação): Comando javac


compila o programa. O compilador Java
traduz (.java => .class);
Fases de um programa Java
– Fase 3 (Carga): Carrega o programa na
memória antes de ser executado. Carregador
de classe, pega o arquivo(s) .class que
contém os bytecodes.

– Fase 4 (Verificação): O verificador assegura


que os bytecodes são válidos e não violam as
restrições de segurança de Java.
Fases de um programa Java
– Fase 5 (Execução): A JVM máquina virtual
Java (Interpretador) interpreta (em tempo de
execução) o programa, realizando assim a
ação especificada pelo programa.
Estrutura Básica
• Quatro elementos básicos:
– Pacotes;
– Classes;
– Métodos;
– Variáveis.
Estrutura Básica
Pacotes
• Classes que compõem o núcleo de
funcionalidades Java.

• Package Java é um mecanismo para


agrupar classes de finalidades afins ou de
uma mesma aplicação.
Estrutura Básica
Pacotes
• Além de facilitar a organização conceitual
das classes, permite localizar cada classe
necessária durante a execução da
aplicação.

• A principal funcionalidade de um pacote


Java é evitar a explosão do espaço de
nome.
Estrutura Básica
Pacotes
• Entre os principais pacotes oferecidos
estão:
– java.lang;
– java.util;
– java.io;
– java.net.
Estrutura Básica
Pacotes
• Package é uma coleção de classes e
interfaces relacionadas fornecendo
proteção de acesso e gerenciamento de
nomes de diretórios.

• Usamos a declaração import para


acessar essas classes.
import java.lang.*;
Estrutura Básica
Pacotes
• Para colocarmos uma classe em um
pacote, deve-se inserir a diretiva package
com o nome do pacote no início da classe.
package br.com.cap.pdf.profiler;
Estrutura Básica
Código Java
• Java possui um formato básico para a
escrita de códigos. Tal formato é
demonstrado abaixo:
Estrutura Básica
Código Java
• linhas 1 e 2: representam comentários.
Pode conter qualquer informação
relevante;

• linha 3: está em branco, pois Java permite


linhas em branco entre os comandos;
Estrutura Básica
Código Java
• linha 4: é a declaração do "nome do
programa", case-sensitive (existe
diferença entre maiúsculas e minúsculas).

• O arquivo deve ser salvo com o nome


(NomeDoPrograma.java).
Estrutura Básica
Código Java
• linhas 5 e 8: a abertura de chave { indica
início de bloco;

• linha 8: essa linha indica à Java Virtual


Machine que o programa será executado.
Os demais programas não conterão o
método main();
"Quando um programa Java é executado, o interpretador da JVM
executa os comandos que estiverem dentro do bloco indicado
pelo método "static public void main(String)".
Estrutura Básica
Código Java
• linha 9: aqui seria escrito o código
propriamente dito;

• linhas 10 e 11: o fechamento de chave }


indica fim de bloco.
Estrutura Básica
Comentários
• Informação entre os caracteres de
comentário será ignorada;
– Linha:
//isto é um comentário e inicia com duas barras.
int valor; // e pode estar no final da linha

– Bloco:
/* Comentário em bloco
Aceita múltiplas linhas
Não utilize comentários aninhados
*/
Estrutura Básica
Comentários
• As regras que tratam dos comentários em
Java são:
– comentários não podem ser aninhados;
– não podem ocorrer dentro de strings ou
literais;
– as notações /* e */ não tem significado dentro
dos comentários //;
– a notação // não tem significado dentro dos
comentários /* e /**.
Estrutura Básica
Comentários
• javadoc:
– É tipo especial de comentário, utilizado para
gerar documentação da API do código Java.
/** isto é um comentário para geração de javadoc */
Estrutura Básica
Identificadores
• São usados para determinar nomes de
variáveis, atributos de classe ou instância,
parâmetros e métodos;

• Os identificadores em Java iniciam com:


– uma letra;
– um sublinhado (_);
– ou um sinal de dólar "$";
Estrutura Básica
Identificadores
• Podem possuir números após o primeiro
caractere da palavra;

• Case-sensitive existe uma diferenciação


entre letras maiúsculas e minúsculas.
– private String Nome;
– private String nome;
Estrutura Básica
Identificadores
• Convenções:
– Constantes com todas as letras em
maiúsculo: CONSTANTE

– Variáveis e métodos começam com letra


minúscula: variável

– Classes e interfaces começam com letra


maiúscula: Classe
Estrutura Básica
Identificadores
• Convenções:
– Se o identificador for um nome composto por
mais de uma palavra, cada nova palavra
começa com letra maiúscula:
variávelComNomeComposto
enderecoResidencial

ClasseComNomeComposto
BancoBrasil
Estrutura Básica
Tipos Primitivos
• Existem 8 tipos primitivos em Java :
– Seis deles são numéricos;
– Os outros dois são caractere e booleano.

• Os tipos Array e String não são tipos


primitivos, são Classes e serão em outra
oportunidade.
Estrutura Básica
Tipos Primitivos
• Tipos Numéricos Inteiros:

Tipo Tamanho Faixa de Valores


int 4 bytes -2.147.483.648 até
2.147.483.647
short 2 bytes -32.768 até 32.767
byte 1 byte -128 até 127
long 8 bytes -9.223.372.036.854.775.808 até
9.223.373.036.854.775.807

– Java é portável, esses valores são os mesmos


para qualquer plataforma de hardware.
Estrutura Básica
Tipos Primitivos
• Tipos Numéricos Flutuantes:
– Valores numéricos com ponto flutuante:

Tipo Tamanho Faixa de Valores


float 4 bytes +/- 3.40282347E+38F
(aproximandamente 7 dígitos
significativos)
double 8 bytes +/- 1.79769313486231570E+308
(15 dígitos significativos)

– números do tipo float aparecem com um sufixo F.


(2.04F).
Estrutura Básica
Tipos Primitivos
• Tipos Numéricos de Ponto Flutuante:

Tipo Tamanho Faixa de Valores


float 4 bytes +/- 3.40282347E+38F
(aproximandamente 7 dígitos
significativos)
double 8 bytes +/- 1.79769313486231570E+308
(15 dígitos significativos)
– números do tipo float aparecem com um sufixo F.
(2.04F).
Estrutura Básica
Tipos Primitivos
• Tipo caractere:
– Representa apenas uma letra ou número;

Tipo Tamanho Faixa de Valores


char 2 bytes 0 até 65536

– Esse tipo serve para representar caracteres


usando a tabela Unicode;
Estrutura Básica
Tipos Primitivos
• Tipo caractere:
– Dessa tabela faz parte a tabela ASCII e mais
alguns caracteres especiais;

– O tipo char é sempre representado por aspas


simples („h‟);

– Caracteres representados por aspas duplas


(“h”) na verdade são Strings.
Estrutura Básica
Tipos Primitivos
• Tipo booleano:
– Possui apenas dois valores, true ou false;

– É usado apenas para testes lógicos.

Tipo Tamanho Faixa de Valores


Boolean 1 bit true ou false
Estrutura Básica
Tipos Primitivos
• Valores Padrão:

Tipo Valor
byte 0
short 0
int 0
long 0
float 0.0
double 0.0
boolean false
char \u0000
Estrutura Básica
Operadores
• Atribuição:
– Feita através do operador “=”:
<identificador> = <valor>;
– Declaração da variável:
float umFloat = 0.5;
char caracter = „i‟;
– Após declaração da variável:
idade = 18;
existe = true;
Estrutura Básica
Operadores
• Aritméticos:
– Efetuam operações aritméticas em um ou
mais tipos primitivos.

Operador Nome Exemplo


+ Adição 7+10
- Subtração 8-2
* Multiplicação 0.27*3
/ Divisão 100/40
% Módulo 57%5
Estrutura Básica
Operadores
• Relacionais:
– Testes e condições de entrada em um fluxo
do programa.

Operador Nome Exemplo


== Igual 10==10
!= Diferente 8!=2
< Menor 4<6
> Maior 10>9
<= Menor ou Igual 3<=3
>= Maior ou Igual 5>=3
Estrutura Básica
Operadores
• Lógicos:
– Testes e condições de entrada em um fluxo
do programa.

Operador Nome Exemplo


&& AND (0 < 2) && ( 10 > 5)
|| OR ( 10 >11 ) || (10 < 12 )
! NOT !( 1= = 4 )
^ XOR ( 1!= 0) ^ ( 3< 2 )
?: Condicional 3>2? (comando):
(comando)
Estrutura Básica
Operadores
• Atribuição Composta:
– Formada com operadores aritméticos ou
lógicos;

a += b; // Equivalente a: a = a + b;
a *= 3; // Equivalente a: a = a * 3;
Estrutura Básica
Operadores
• Incremento e Decremento:
– Incremento é dado pelo operador ++ e o
decremento pelo operador --;

– Pode ser feito antes ou depois da utilização


da variável;
Estrutura Básica
Operadores
• Incremento e Decremento:
– Colocando–se antes (++var ou --var), será
realizado o incremento ou decremento e
depois o valor da variável será utilizado;

– Depois (var++ ou var--), faz com que o valor


da variável seja utilizado primeiro e o
incremento ou decremento seja feito depois.
Estrutura Básica
Operadores
• Precedência:
– Operadores em ordem decrescente de
precedência, isto é, o que está mais acima
ocorre antes:
++ - - !
*/%
+-
<> <= >=
== !=
^
&&
||
= *= /= %= += -=

Você também pode gostar