Você está na página 1de 12

Sociologia, Relações Sociais e Convivência

Humana – Unidade 1

•Identificar o objeto de Estudo da Sociologia;


•Verificar a relação entre os conceitos de Paradigma e de
Novas Tecnologias;
•Descrever o conceito de Instituição.
Definições Iniciais
Sociologia é a ciência que estuda, de
modo metódico e sistemático, as
diversas formas pelas quais se
manifestam as relações sociais que se
sucedem nesses aglomerados humanos
que chamamos de sociedade.

Sociedade: agrupamento de pessoas


cujos modos de ser, de sentir, de pensar
e de reagir refletem formas
relativamente homogêneas de viver.

Esse processo permanente de buscas e


de trocas desenvolvido pelas pessoas
que formam um agrupamento
humano, damos o nome de relação
social.
Conceituando Sociologia Organizacional
É um ramo da Sociologia que trata de investigar padrões de
interrelacionamento nas organizações, ou seja, nas empresas,
fundações, órgãos públicos e congêneres;

Objetiva promover o claro entendimento dos fenômenos em torno


das interrelações sociais dentro do contexto organizacional.
A Convivência Humana

A Sociologia é a ciência que estuda as diversas formas pelas quais


se manifestam as Relações Sociais e suas consequências no dia a
dia da Convivência Humana.

Por conseguinte o objeto de estudos da Sociologia é a Relação


Social.
A Convivência Humana
Conjunto das Relações Sociais que se estabelecem entre os indivíduos visando
suprir suas necessidades. Uma vez supridas, geram modelos de Relações Sociais
que, permanecendo, geram Instituições Sociais.

Instituição Social é um sistema organizado de Relações Sociais relativamente


permanente e que incorpora padrões de comportamentos com a finalidade de
satisfazer e/ ou vir ao encontro das necessidades básicas de uma sociedade.

Objetivos e fins – Valores – Permanência – Homogeneidade.

Modelo de Comportamento – papeis e funções sociais – estabilidade e padrões


sociais – regulação e controle do comportamento.

Paradigma – modelos de relações permanentes e estáveis que facilitam a


sobrevivência dos indivíduos. Permanecem enquanto suprem as necessidades
(Crise Inovação).
Gera o conjunto de relações que se evidenciam entre os
indivíduos e à proporção que essas relações se intensificam mais
complexos elas se tornam..
Relações ou Redes Sociais

Relação é toda e qualquer troca que o indivíduo realiza com o


meio que o cerca, no sentido de suprir suas necessidades.

Necessidad Relação de UM PADRÃO


Satisfação
e troca

Necessidade É tudo aquilo que, de um modo ou de outro,


verdadeira ou falsamente, objetiva ou subjetivamente,
consciente ou inconscientemente, faz falta, não existe,
precisa ser preenchido, completado, suprido. Se uma ação
realizada para suprir uma necessidade provoca o sentimento
de satisfação (N = S), o homem tende a formar um
comportamento padrão para aquela necessidade.

Relação Social: formas e modos de interação comuns a


todos os indivíduos que convivem num mesmo ambiente.
Funções Básicas das Instituições Sociais

Apresentam um modelo de
comportamento apropriado para
cada situação social;

Proporcionam aos membros de uma


sociedade um grande número de
papéis sociais;

Dão estabilidade e consistência ao


todo social (padrões
comportamentais existentes);

Tendem a regular e controlar o


comportamento
Tipos de Instituições Sociais
 Instituições Familiares

 Instituições de Ensino

 Instituições Religiosas

 Instituições Econômicas

 Instituições Políticas

 Instituições de Lazer
Características das Instituições
As Instituições são intencionais objetivo satisfação de necessidades sociais
de mesma natureza;
 
As instituições incorporam valores comuns a todos os seus membros que
constituem códigos de conduta. Esses valores institucionais são escritos na forma
de regras/leis;
 
As instituições tendem a ser permanentes conteúdos, esquemas de
relacionamento, comportamentos e funções de cada instituição são duráveis, mas
estão sujeitas à evolução e mudanças;

Instituições tem estrutura unificada hierarquias, comportamentos e funções


formam um conjunto homogêneo distinto dos outros, mas não separado; uma
mudança ou ruptura em uma instituição social, tende a provocar mudanças em
outras instituições.
Funções Básicas das Instituições Sociais

A Instituição apresenta um modelo de comportamento apropriado para cada


situação social, transmite ao indivíduo o que é certo e o que é errado;
 
As Instituições proporcionam aos membros de uma sociedade um grande número de
papéis sociais, indicando qual é o comportamento apropriado ao exercício de uma
função a ser desempenhada;
 
As Instituições, pelo fato de serem relativamente permanentes, dão estabilidade e
consistência ao todo social; ninguém precisa inventar novos modos de agir, pois os
padrões comportamentais já estão disponíveis;
 
As Instituições, por causa dessas funções citadas, tendem a regular e a controlar o
comportamento; o desvio de algum padrão de comportamento pode representar
uma sanção ou uma punição ao indivíduo, o que o leva, em geral, a submeter-se ao
que já está “prescrito”.

 
Tecnologia e Relação Social
Tecnologia: meios desenvolvidos pelo homem para facilitar e ampliar a
sobrevivência, a convivência e a satisfação das suas necessidades num
determinado contexto social.

(utilização de meios – controle dos processos – obtenção dos resultados)

O fogo, a roda, a fundição, o rádio, os antibióticos, o telefone, a internet...

A introdução de uma nova tecnologia


altera a trajetória do homem,
provoca mudanças na vida das
pessoas e nas relações sociais e na
vida do homem em sociedade.

Diferenças na criação e na utilização


das tecnologias determinam as
diferenças entre as sociedades e
organizações, geram novos
paradigmas para as relações sociais.

Você também pode gostar