Você está na página 1de 9

Gil Vicente

Texto dramático
Texto dramático

O texto dramático
 Apresenta uma estrutura dialogal, através da qual progride a intriga ou
ação dramática.

 Destina-se, prioritariamente, à representação.

Mãe Toda tu estás aquela…


Choram-te os filhos por pão?
Inês Prouvesse a Deos! Que já é rezão
de eu não estar tão singela. Estrutura dialogal
Mãe Olhade lá o mao pesar…
Como queres tu casar
com fama de preguiçosa?
Texto dramático

Elementos que caracterizam o texto dramático

Texto principal
 Turnos de fala das personagens.

 Acontecimentos, situações ou ações experienciados


pelas personagens.

 Localização num determinado espaço e num determinado


tempo.
Texto dramático

O texto principal desenvolve-se fundamentalmente em


diálogo, podendo também surgir o monólogo ou os apartes.

Diálogo Interação estabelecida pelas personagens intervenientes.

Monólogo Expressões associadas à exteriorização de reflexões ou


pensamentos da personagem.

Apartes Interação direta entre a personagem e o


leitor/espetador.
Texto dramático

O texto secundário corresponde ao conjunto de didascálias.

Parte do texto marcada graficamente por


outro tipo de letra ou por parênteses.

Inês E ela vem-se benzendo...

[entra Lianor Vaz]


Didascália
Lia. Jesu! que me eu encomendo!
Quanta cousa que se faz!
Texto dramático

As didascálias representam as indicações cénicas


fornecidas pelo dramaturgo, nas quais se encontram
informações imprescindíveis à representação do texto
principal.

Entra logo Inês Pereira, e finge que está


lavrando só em casa, e canta esta cantiga:
Didascálias

Canta Inês:
Quien con veros pena y muere
que hará cuando no os viere?
Texto dramático

As didascálias integram também informações dirigidas às personagens, ao


encenador, aos técnicos e aos figurinistas, por exemplo:

 Identificação das personagens.


 Caracterização física e psicológica dos interlocutores.
 Indicações sobre o modo como as falas devem ser proferidas.
 Registo de aspetos paraverbais (movimentação, expressões corporais e faciais,
tom de voz, os gestos).

 Caracterização do espaço e do tempo, da intensidade e focalização da iluminação,


da disposição dos objetos em cena, vários aspetos a contemplar na

representação.
Texto dramático

Estrutura tradicional do texto dramático

Associa-se à mudança de cenário ou momentos


ATO cruciais do desenvolvimento da ação dramática.

CENA Corresponde à entrada ou saída de personagens.


Texto dramático

Vem um Ermitão a pedir


Entrada de uma nova esmola, que em moço lhe
personagem
quis bem, e diz:
Mudança de cena

Señores, por caridad


dad limosna al dolorido,
ermitaño de Cupido
para siempre en soledad.