Você está na página 1de 20

Macroeconomia

Adaptado por dr. Abú Bacar

Cap. II

Os Dados Macroeconómicos:
Estimação dos principais indicadores
Macroeconómicos (Parte 1)
Chapter Two 1
Revisão: Objectivos da Macroeconomia
Para avaliar o sucesso do desempenho global de uma
economia, os economistas fixam as seguintes metas:

1- Pleno emprego;
2- A estabilidade de preços;
3- Crescimento da produção; e
4- O comércio internacional (Equilíbrio externo).

Neste capítulo, iremos aprender algumas técnicas usadas para


medição da economia, atendendo os primeiros três objectivos.
Chapter Two
2 Os Dados Macroeconómicos
• 2.1 Medição do Desemprego: A Taxa de Desemprego

• 2.2 Medição do Custo de Vida: O Índice de Preços no


Consumidor (IPC)

• 2.3 Medição do Valor da Actividade Económica: Produto


Interno Bruto (PIB)

• 2.4 Conclusão: Dos Dados Numéricos Económicos para


Modelos Económicos

Chapter Two 3
A força de trabalho/pop. activa é definida como a soma dos
empregues e desempregados, e a taxa de desemprego é definida
como a percentagem da força de trabalho que está desempregada.
Assim, a taxa de desemprego mostra a fracção dos trabalhadores
que estão desempregados.
Taxa de Desemprego = Número de Desempregados 100
Força de Trablho
A taxa de participação da força de trabalho é a percentagem da
população adulta que está na força de trabalho.
Taxa de Participação da Força de Trabalho = Força de Trabalho
 100
População Adulta
Chapter Two 4
Empregado:
uma pessoa com mais de 15 anos de idade que
trabalhou a tempo inteiro ou a tempo parcial durante a semana
de referência, ou queestá de férias ou de baixa, mas mantém
um emprego regular;

Desempregado:
uma pessoa com mais de 15 anos de idade que não trabalhou
durante a semana de referência apesar de se ter esforçado
para encontrar emprego durante as últimas quatro semanas.

Não Activo – pessoa com mais de 15 anos de idade que não


trabalhou na semana de referência e não procurou
emprego activamente nas últimas quatro semanas. (estudantes
a tempo inteiro, as domésticas não remuneradas, os reformados, e
as pessoas que não podem trabalhar por deficiência).
Chapter Two 5
The Bureau
Labor
Statistics
Exemplo da Repartição da população em três categorias (Outubro de
Labor Force = 147.4 mill

Unemployment rate = 5.5%


ion

2008, BLS- EUA): Labor Force Participation


Rate = 66.0%

Força de Trabalho (Pop. Activa) = 145,0 + 10,1 = 155,1 milhões

Taxa de Desemprego = (10,1/155,1) x 100 = 6,5%

Taxa de Participação da Força de Trabalho = (155,1/234,6) x 100


= 66,1%

Portanto, cerca de 2/3 da população adulta estava na força de


trabalho, e cerca de 6,5 porcento daqueles na força de trabalho não
tiveram um emprego.

Chapter Two 6
O índice de preços no consumidor (IPC) – Laspeyres

IPC mede o nível geral de preços.

O IPC transforma os preços de muitos bens e serviços num


único índice.

Para tal, escolhe-se um cabaz, a partir do qual faz-se a


comparação dos preços do mesmo, em dois anos diferentes,
tomando um como base .

Portanto, o IPC é o preço deste cabaz de bens em relação ao


preço do mesmo cabaz em algum ano base.
IPC = Custo do cabaz ano t / Custo do cabaz ano 0
Chapter Two 7
Vejamos como o IPC seria calculado na nossa
economia de maçãs e laranjas, sabendo que 2016 é o
ano base o preço em Meticais é respectivamente 8 e 2.

Sabe-se igualmente que neste mesmo ano um consumidor compra 5


maçãs e 2 laranjas todos os meses, compondo assim o seu cabaz de bens.
Contudo, hoje os preços são respectivamente 10 e 4, logo o IPC será
1,32.

IPC = ( 5  10) + (2  4) ; IPCt = 58 ; IPCt = 1,32


( 5  8) + (2  2) 44

O índice diz quanto custa comprar 5 maçãs e 2 laranjas no ano em curso


em relação ao custo do mesmo cabaz de fruta em 2016.

Chapter Two 8
Um índice de preços no consumidor é uma medida do
nível geral de preços.
𝐼𝑃𝐶t =∑(𝑄0×𝑃t) / ∑(𝑄 0×𝑃 0)

Inflação corresponde a um aumento do nível geral dos


preços.

A taxa de inflação (𝛱) é a taxa de variação do nível geral


de preços e calcula-se do seguinte modo:

𝛱t,0 = [(IPCt – IPC0) / IPC0] x 100


Interpretação:
Entre o ano 0 e ano t o nível geral de preços aumentou/
diminuiu em tantos porcentos.

Chapter Two 9
Taxi Produto Interno Bruto (PIB) é o valor em
meticais (ou em qualquer outra moeda
nacional) de todos os bens finais e serviços
produzidos dentro de uma economia num
dado período de tempo.

Cinema

Chapter Two 10
Rendimento, Despesa
e o Fluxo Circular
Duas maneiras Rendimento total de toda a gente na
de ver o PIB economia;
Despesa total no consumo de bens e
serviços da economia.
Rendimento (Mts)

Trabalho
Famílias Empresas
Bens

Despesa (Mts)
Para a economia como um todo, o rendimento deve ser igual à
11
despesa. Assim, o PIB mede o fluxo de Mts na economia.
Chapter Two
1) Para calcular o valor total de diferentes bens e serviços, as contas
nacionais usam os preços do mercado. Assim, se:

2) Os bens usados não são incluidos no cálculo do PIB.

3) O tratamento de inventários depende de se os bens estão armazenados


ou se se estragam. Se os bens estiverem armazenados, o seu valor
é incluido no PIB.

4) Os bens importados são excluídos.

5) Os bens intermediários não são contados no PIB – somente o valor


dos bens finais é contado. Razão: o valor dos bens intermediários já
está incluido no preço do mercado.
Chapter Two 12
O valor final de bens e serviços medido a preços correntes chama-se
PIB nominal.
Mt 10.0 Mt
2.0
PIB2016 = (Preço de maçãs  Quantidade de maçãs)
+ (Preço de laranjas  Quantidade de laranjas)
= (Mts10  4) + (Mts2  3)
PIB = Mts 46

PIB Real é o valor de bens e serviços medido a preços constantes.


Fixa-se um ano como referência, com a finalidade de captar apenas o
crescimento da produção, sem interferência dos preços.
PIB2020 = (Preço de maçãs  Quantidade de maçãs)
+ (Preço de laranjas  Quantidade de laranjas)
= (Mts10  6) + (Mts2  4) 13
Chapter Two
PIB = Mts 68
No cálculo do
PIB real pretende-se saber o
nível real da variação da
produção.

Logo, os preços não alteram.


Enquanto no cálculo do IPC
Pretende-se saber o
Nível de variação dos preçcos,
Ou seja, o custo de vida.

Logo, as quantidades não


alterem.
Chapter Two 14
O DEFLACTOR DE PREÇOS IMPLÍCITOS NO PIB

Deflactor do PIB = PIB Nominal


PIB Real

O deflactor do PIB, ou deflactor de preços implícitos no PIB, mede o


preço da produção em relação ao seu preço no ano base. Reflecte o que
está a acontecer com o nível geral de preços na economia.

É igualmente usado para o cálculo da taxa de inflação.


Indice de Paasche

𝛱 = [(Dpibt – Dpib0) / Dpib0] x 100


Chapter Two 15
O deflactor do PIB mede os preços de todos os bens produzidos,
enquanto o IPC mede somente os preços de bens e serviços comprados
pelos consumidores. Assim, um aumento somente do preço de bens
comprados pelas empresas ou pelo governo aparecerá no deflactor do
PIB, mas não no IPC.

A outra diferença é que o deflactor do PIB inclui somente aqueles bens


e serviços produzidos no país. Os bens importados não são uma parte
do PIB e, portanto, não aparecem no deflactor do PIB.

A diferença final é a forma como os dois agregam os preços na


economia. O IPC atribui pesos fixos aos preços de diferentes bens,
enquanto o deflactor do PIB atribui pesos variados.
Chapter Two 16
Taxa de Crescimento do Produto
• Pib per capita = PIB real / N

• Taxa de crescimento do Pib Nominal e Real

Chapter Two 17
Equivalência entre a TCN, TCR e
𝛱

Chapter Two 18
2.4 Conclusão: Dos Dados Numéricos
Económicos para Modelos Económicos
• As três estatísticas discutidas neste tema (PIB, IPC e a
taxa de desemprego) quantificam o desempenho da
economia.
• Os tomadores de decisões públicos e privados usam
estas estatísticas para monitorar mudanças na economia
e formular políticas apropriadas.
• Por sua vez, os economistas usam estas estatísticas para
desenvolver e testar teorias sobre como a economia
funciona. Isto é, eles constroem modelos que explicam
como estas variáveis são determinadas, e como a
política económica afecta as mesmas.
• N.B.: Todas as estatistícas são imperfeitas!
Chapter Two 19
OBRIGADO
THANKS FIM
KHANIMAMBO Da Parte 1
Do Cap. II

Chapter Two 20