Você está na página 1de 22

Universidade Federal do Espírito Santo

DECOM/CEUNES

Proposta de Instalação de uma


Planta de Amônia no Brasil

Ferreira,A.M.1 ; Ferreira,T.D. 2; Pontin,V.M.3; Salvador,


F.F.4; Xavier,H.B.5

1alexmodenesi@hotmail.com – Engenharia de Produção;


2tatieledf@hotmail.com – Engenharia Química;

3vpontin@hotmail.com – Engenharia de Produção;

4fernanda_salvador@hotmail.com – Engenharia Química;

5hamiltonbxavier@gmail.com – Engenharia Química;


• Introdução;
• Revisão Bibliográfica;
– Análise do Cenário Nacional e Internacional de Produção
de Amônia;
– Matérias-primas usadas;
– Descrição do Processo;
– Fluxograma do Processo;
– Dados da Planta a ser instalada;
– Análise da viabilidade econômica da Planta;
• Justificativa;
• Objetivo;
• Metas Futuras;
• Referências Bibliográficas.
Introdução
Amônia:
– Gás incolor com forte odor;
– Fórmula Molecular: NH3;
– Massa Molecular: 17.0306 g/mol;
– Ponto de Fusão e Ebulição: -77ºC e -33ºC;
– Ótimo solvente;
Introdução (Breve Histórico)
• 1774 - a amônia foi obtida pela primeira vez
por J.B.Priestley;
• 1809 - W.Henry concluiu que a fórmula
química da amônia era NH3.
• 1909 - Fritz Haber e Carl Bosch descobriram o
processo industrialmente usado hoje;
• 1913 - Instalação da 1° planta de amônia na
Alemanha;
• 1917 - Instalação da 2° planta de amônia,
também na Alemanha;
Introdução (Breve Histórico)
• 1ª plantas de amônia usavam N2 proveniente
da destilação fracionada do ar e H2 obtido por
eletrólise da água;
• Melhoramentos:
– H2 obtido a partir do gás natural;
– Uso de catalisadores para aumentar a eficiência
da reação;
– Altas temperaturas (aproximadamente 500°C) e
pressões (aproximadamente 20MPa).
Revisão Bibliográfica
• Análise do Cenário Internacional de Produção
de Amônia:
– Vendas globais de amônia em 2008: US$103,5
bilhões;
– Existem, atualmente, centenas de plantas de
amônia no mundo, espalhadas em mais de 80
países, onde 85% de toda produção é destinada
ao setor do agronegócio (QuantumSphere);
– Previsão de aumento em 1,4% da produção de
fertilizantes no mundo (QuantumSphere).
Revisão Bibliográfica
• Análise do Cenário Nacional de Produção de
Amônia:
Revisão Bibliográfica

• Indústrias que usam amônia em seu processo:


– Indústria química;
– Indústrias do frio, papel e alimentar;
– Indústria metalúrgica;
– Indústria têxtil;
– Indústria petroquímica.
• Indústrias que produzem amônia:
– Fosfértil;
– Petrobras.
Revisão Bibliográfica
• Matérias-primas:
– Gás natural;
– Hidroeletricidade;
– Nafta;
– Óleo combustível;
– Carvão.
– Gás natural apresenta vantagens sobre as demais
– Planta de amônia que processa gás natural
apresenta menor investimento (ESPÍNDULA, 2008).
Revisão Bibliográfica
• Descrição do Processo:
– Gases usados para produção de amônia: H2 e N2;
– Mistura desses dois gases: gás de síntese e precisa
ser processado antes de reagir (SHREVE, 1997)
– Obtenção do gás de síntese:
• Dessulfurização do gás natural;
• Reformador Primário: gás natural (metano ou outro
hidrocarboneto leve) é exposto a vapor de água a altas
temperaturas, originando monóxido de carbono e
hidrogênio:
CxHy (g) + H2O (g) → x CO (g) + (x + 0,5y) H2 (g) ΔH > 0
CH4 (g) + H2O (g) ↔ CO (g) + 3 H2 (g) ΔH = 206 kJ/mol
Revisão Bibliográfica
• Descrição do Processo:
– Obtenção do gás de síntese:
• Reformador Secundário: adição de ar ao processo
(inserção de N2 e combustão do metano residual):
CH4 (g) + ar (g) ↔ CO (g) + 2 H2 (g) + N2 (g)

• Conversor de deslocamento: Shift Converter – obtenção


de H2 adicional:
CO (g) + H2O (g) ↔ CO2 (g) + H2 (g)

• Remoção de CO2: com solução aquosa absorvedora de


carbonato de potássio ou MEA (BAKEMEIER et al, 1994,
apud GEROSA, 2007).
Revisão Bibliográfica
• Descrição do Processo:
– Obtenção do gás de síntese:
• Purificação final: remoção de compostos oxigenados e
evitar o congelamento da corrente gasosa:

– Metanação:
CO (g)+ 3 H2 (g) ↔ CH4 (g) + H2O (g)
CO2 + 4 H2 (g) ↔ CH4 (g) + 4 H2O (g)

– Limpeza (Liquid Nitrogen Wash): remoção de impurezas


(restos de CO, argônio e CH4) e ajuste da razão
estequiométrica da reação de síntese de amônia (1 N2 : 3 H2).
Revisão Bibliográfica
• Descrição do Processo:
– Processo Haber-Bosch:
• Compressão do gás de síntese;
• Reação no conversor de síntese:

N2 (g) + 3H2 (g) ↔ 2NH3 (g)

• Condensação da amônia (produto) e separação da


mesma dos componentes que não reagiram;
• Estocagem da amônia em tanques;
• Reciclo do N2 e H2 que não reagiram.
Revisão Bibliográfica
• Descrição do Processo:
– Considerações do Processo
• Catalisador: processo mais rápido;
• Conversão: 15% em volume (em média) em um só
passe e 98% fazendo reciclo;
• Temperatura: mais branda favorece a síntese. Está
entre 400 - 450°C;
• Pressão: quanto maior, melhor é a conversão. Limitada
pela resistência dos equipamentos.
Fluxograma do Processo
Ar

H 2S CO2
Compressor
Shift
converter

Gás
natural

MEA

Eliminador Reformador Reformador Conversor de Absorvedor Metanador


de enxofre primário secundário deslocamento de CO2

H2 + N2 CO, Argônio e CH4

Compressor

Amônia

Separador Conversor da Separador


síntese

Tanque de
produto
Revisão Bibliográfica
• Dados da Planta a ser instalada:
– Capacidade de processamento da planta:
980.000m3 de gás natural por dia;
– Capacidade de produção de amônia: 1.250t/dia;
– Investimento inicial: R$700.000.000,00;
– Localização: Município de Linhares – ES
Revisão Bibliográfica
• Análise da viabilidade econômica da Planta:

Retorno entre 4 e 5 anos.

Conforme tabela 2, vê-se que no período 6 o


projeto teria recuperado o investimento inicial,
remuneraria o investidor se aplicado à uma TMA
de 8,75% a.a. e sobraria, um valor superior a
R$14,2 milhões (excesso de caixa).
Revisão Bibliográfica
• Análise da viabilidade econômica da Planta:

Sistema Francês para prestações de R$96.500.000,00 quando captado


capital no mercado a uma taxa de 8,75% a.a. ~SELIC
Justificativa
• Amônia é a principal matéria-prima para
produção de fertilizantes;
• Segundo o Ministro da Agricultura Reinhold
Stephanes, o Brasil importa 71% de toda amônia
que consome;
• Em relação a localização (Linhares): possui
ofertantes de gás natural e um grande mercado
consumidor potencial;
• Projeto economicamente viável (VPL > 0,
payback = 5 e baixa taxa de mercado).
Objetivo
• Elaborar uma proposta de instalação de uma
nova indústria produtora de amônia no Brasil,
baseada em dados nacionais reais de
produção cujo insumo seja o gás natural.
Metas Futuras
• Desenvolvimento de um fluxograma de
engenharia que apresente detalhes químicos
e energéticos do processo;
• Descrição dos balanços de massa e energia do
processo;
• Dimensionamento dos equipamentos e
estimação dos custos relacionados a eles;
• Apresentação de uma maquete .
Referências Bibliográficas
1- GEROSA, T. M. O estudo da utilização do gás natural como insumo para a
indústria química e petroquímica: modelagem de uma planta gás-química.
2007. Dissertação (Mestrado em energia) - Programa Interunidades de Pós-
graduação em Energia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
2- SHREVE, R. N., BRINK Jr, J. A. Indústrias de processos químicos. 4. ed. Rio de
Janeiro: McGraw-Hill, 1997.
3- Welcome to QuantumSphere, Inc. Advanced Catalysts for Low Pressure
Ammonia Synthesis. Disponível em:
<http://www.qsinano.com/apps_ammonia.php>. Acesso em: 30 abr. 2010.
4- ESPÍNDULA, M. O. G. Estudo da viabilidade técnica e econômica do
aproveitamento da energia vertida turbinável da Usina Hidrelétrica de
Itaipu para a síntese de amônia. Dissertação (Mestrado em Planejamento
de Sistemas Energéticos) - Pós Graduação da Faculdade de Engenharia
Mecânica, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

Você também pode gostar