Você está na página 1de 26

GERENCIAMENTO

DO LIXO

HÊNELLA JUNQUEIRA
SÔNIA APARECIDA DE MATOS
LIXO
• Lixo é todo e qualquer resíduo
proveniente das atividades humanas ou
gerado pela natureza em aglomerações
urbanas.

• É definido como aquilo que ninguém


quer.
ORIGEM
• Domiciliar;
• Comercial;
• Indústrial;
• Público;
• Serviços de saúde e hospitalar;
• Agrícola; e
• Entulho
PERFIL DO LIXO NO BRASIL
• 39%: papel e papelão;
• 16%: metais ferrosos;
• 15%: vidro;
• 8%: rejeito;
• 7%: plástico filme;
• 2%: embalagens longa vida;
• 1%: alumínio.
COLETA DO LIXO
• Deve ser feita pelo Poder Público,
cabendo a cada morador colocá-los na
calçada, devidamente acondicionados.

• Uma vez coletados, há que encontrar uma


destinação ou providenciar sua disposição
final.
LIXÃO
• Caracteriza-se pela simples descarga
sobre o solo sem medidas de proteção ao
meio ambiente ou à saúde pública;

• Problemas à saúde pública - proliferação


de vetores de doenças, geração de maus
odores e poluição do solo e das águas
superficiais e subterrâneas através do
chorume.
...
• Total descontrole quanto aos tipos de
resíduos recebidos, verificando-se, até
mesmo, a disposição de dejetos
originados dos serviços de saúde e das
indústrias;

• Criação de porcos e a existência de


catadores.
PERIGOS
• Crianças e adolescentes que trabalham
no lixo estão expostos a uma série de
doenças.

 Doenças – dengue, tétano, febre tifóide,


tuberculose, doenças gástricas e
leptospirose.
DESTINO FINAL
• Reciclagem;

• Aterros Sanitários;

• Incineração;

• Compostagem.
RECICLAGEM

• É um processo industrial que converte o


lixo descartado em produto semelhante ao
inicial ou outro;

• Economiza energia, poupa recursos


naturais e traz de volta ao ciclo produtivo
o que é jogado fora.
BENEFÍCIOS
• Contribui para diminuir a poluição do ar,
água e solo;
• Prolonga a vida útil de aterros sanitários;
• Gera empregos para a população não
qualificada;
• Gera receita com a comercialização dos
recicláveis;
...
• Estimula a concorrência;

• Contribui para a valorização da limpeza


pública e para formar uma consciência
ecológica;

• Melhora a limpeza da cidade e a


qualidade de vida da população.
COMPARATIVO DA
RECICLAGEM
• Vidro - 5% das embalagens;
• Papel/papelão - 36%; 
• Plástico (sacolas) - 15%;
• Garrafas PET -15%;
• Óleo - 18%; 
• Latas de aço - 35%;
• Pneus - 10%;
• Embalagens Longa Vida - não há dados.
ATERROS SANITÁRIOS
• Locais onde o lixo é depositado permitindo
mantê-lo confinado sem causar maiores
danos ao meio ambiente;

• Confinar despejos em uma área, reduzi-


los a um volume mínimo e cobri-los com
uma capa de terra diariamente ou em
períodos mais freqüentes.
INCINERAÇÃO
• Queima do lixo a altas temperaturas em
instalações chamadas "incineradores”;

• É um método de alto custo devido a


utilização de equipamentos especiais;

• redução a cerca de 3% do volume original.


• O problema mais grave deste método é o
da poluição do ar pelos gases da
combustão e pôr partículas não retidas
nos filtros e precipitadores;

• Anidrido carbônico (CO2); anidrido


sulfuroso (SO2); nitrogênio (N2); oxigênio
(O2); água (H2O) e cinzas.
COMPOSTAGEM
• Processo biológico de decomposição da
matéria orgânica contida em restos de
origem animal ou vegetal;

• Composto orgânico - que pode ser


aplicado ao solo para melhorar suas
características, sem ocasionar riscos ao
meio ambiente.
...

• Muito usado no meio rural;

• De grande importância pra o contexto


brasileiro - 50% do lixo municipal é
composto por matéria orgânica.
SOLUÇÕES
• Adotar a reciclagem como prática
produtiva;
• Reduzir a quantidade de lixo produzido;
• Aproveitar tudo o que puder dos
alimentos;
• Pensar bem antes de jogar fora os restos
dos alimentos;
• Reutilizar produtos antes de jogá-los fora;
...
• Doar o que ainda serve para outras
pessoas e instituições de caridade;

• Repensar os hábitos de consumo e de


desperdício;

• Não jogar papéis, latinhas e bitucas de


cigarro nas ruas;
Obrigada pela atenção!

FIM

Você também pode gostar