Você está na página 1de 17

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL

A EDUCAÇÃO POMBALINA E A
VINDA DA FAMÍLIA REAL
A EDUCAÇÃO POMBALINA
PERÍODO POMBALINO: UMA
BREVE INTRODUÇÃO
• O Período Pombalino corresponde aos anos que o Marquês
de Pombal exerceu o cargo de primeiro-ministro português
(1750-1777) durante o reinado de D. José I.

• Buscou reformas em várias áreas da sociedade portuguesa,


inclusive atingindo a Educação Brasileira.
PERÍODO POMBALINO (1750 –
1777)
• Despotismo Esclarecido;
• Esforço para recuperar a economia através da
concentração do poder real;
• Poder Público Estatal – agente responsável pela
definição de rumos no campo educacional:
oficialização do ensino.
EXPULSÃO DO JESUÍTAS – 1759

• Motivos apontados: empecilho na


conservação da unidade cristã e da
sociedade civil, educava o cristão para a
Companhia e não para os interesses do
país;
• Instituição do Estado Laico.
EDUCAÇÃO POMBALINA

• Criação da Mesa Censória, encarregada dos negócios


da Educação – 1768;
• Criação das Escolas Menores – 1772;
• Cobrança do “Subsídio literário” (taxas sobre a
carne, o sal, a aguardente, o vinagre e outros), criado
em 1772 e extinto em 1835 - imposto único destinado
à manutenção do ensino primário e secundário.
• Nomeação dos primeiros professores régios – 1760:
um para o Grão Pará, dois para Pernambuco;
• Alvará de novembro de 1772 – autoriza o
funcionamento de 15 aulas de gramática latina, 3 de
línguas gregas, 6 de retórica e 3 de filosofia racional
(Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais,
Pernambuco, Maranhão).
• Entre 1778 -1780 - indicação de mais doze professores (Rio de Janeiro,
São Paulo, Minas Gerais, Olinda e Pará);
• Aulas Régias: pedagogicamente representaram um retrocesso;
• Criação de dois colégios: Seminário de Olinda (1798), em Pernambuco
e o Colégio do Caraça (1820), dos padres lazaristas, em Minas Gerais.
TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA
REAL
• Devido aos atritos entre a Coroa Portuguesa e
Napoleão a Família Real se muda para Colônia,
em 1808;
• O Rio de Janeiro precisou se adaptar rapidamente;
• O Brasil passou por modificações consideráveis:
Abertura dos portos, Imprensa, Museu,
Biblioteca, Academias.
• Modificação dos interesses em relação ao Brasil que
passa a se constituir como prioridade na agenda
cultural portuguesa;
• Criação da Imprensa Régia (1818);
• Jardim Botânico (1810);
• Museu Nacional (1818);
• Passam a circular os primeiros jornais e revistas
MUDANÇAS NO QUADRO DAS
INSTITUIÇÕES EDUCACIONAIS

• Criação dos Cursos Superiores


• Academia Real de Marinha – 1808
• Academia Real Militar – 1810
• Cursos de Cirurgia na Bahia e no Rio de Janeiro –1808
• Implantação do Ensino Superior Técnico – 1812
• Criação da Faculdade de Direito (São Paulo e Recife) - 1820
• Curso de Anatomia no Rio de Janeiro
• Curso de Medicina no Rio
• Cursos de Economia (1808), de
Agricultura (1814), de Botânica (1817);
• Curso de Química, abrangendo química
industrial e mineralogia (1818);
• Curso de Desenho Técnico.
• Aproximavam da estrutura de aulas
(cadeiras);
• Tendências: organização isolada,
preocupação profissionalizante;
• ○ Escola de Serralheiros, Oficiais e
Espingardeiros, em Minas Gerais – 1812.