Você está na página 1de 30

Certificação

em
Segurança de Alimentos
Para
Fábricas de Ração

Alessandra Calzolari Antonio


Agosto / 2007
SENAI / CIC-CETSAM
• Presta assessoria às indústrias na
Implantação de Normas e
Regulamentos Técnicos

• Desde à produção primária, insumos


até embalagens para alimentos
Atua nos Segmentos
• Embalagens
• Água Mineral
• Bebidas
• Laticínios
• Chocolates
• Biscoitos
• Alimentos à Base de Soja
• Moinhos de Trigo
• Fábricas de Ração
• Cooperativas (milho, soja, farelos...)
Norma e Regulamento

NORMA

ADOÇÃO VOLUNTÁRIA
INDEPENDE DO PAÍS OU GRUPO

REGULAMENTO

ADOÇÃO OBRIGATÓRIA
É VINCULADO AO PAÍS OU AO GRUPO
LEGISLAÇÃO NACIONAL
• Instrução Normativa N°4, de 23 de Fevereiro de
2007 – MAPA

REGULAMENTO TÉCNICO SOBRE AS


CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS E DE
BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO PARA
ESTABELECIMENTOS FABRICANTES DE
PRODUTOS DESTINADOS À ALIMENTAÇÃO
ANIMAL
Controlede
Controle de
Instalações
Instalações Resíduosee
Resíduos
Efluentes
Efluentes
Equipamentosee
Equipamentos Controlede
Controle deMP
MP
Utensílios
Utensílios
eeEmbalagens
Embalagens

Programade
Programa de
treinamento
treinamento Limpeza
Limpeza

Armazenamento
Armazenamento
BPF
BPF HigienePessoal
Higiene Pessoal
EESaúde
Saúde

ControleIntegrado
Controle Integrado Potabilidade
Potabilidade
dePragas
de Pragas daágua
da água

Rastreabilidadeee Manutençãoee
Manutenção
Rastreabilidade Prevençãoda
Prevenção daContaminação
Contaminação
Recolhimento Calibração
Calibração
Recolhimento Cruzada
Cruzada
deProdutos
de Produtos
CERTIFICAÇÕES APLICÁVEIS À
RAÇÃO ANIMAL

PDV
ISO 22.000
GMP13

Codex Alimentarius
CAC/RCP 1/1969, Rev. 4 (2003)

FEED & FOOD SAFETY PAC-PC


ISO 22.000
Sistema de Gestão da Segurança de Alimentos

• Conhecida como “Global Food Safety Management


System”

• Foi emitida em setembro de 2006

• Aplicável a toda cadeia produtiva de alimentos (incluindo


empresas de embalagens, ração, equipamentos e serviços)

• Internacionalmente aceita
VAREJO
Desde a produção primária até o consumo

No gerenciamento de perigos
ISO 22.000
VANTAGENS CLARAS E SIGNIFICATIVAS

•Harmonização Internacional: uma vez que


existem muitas Normas internacionais de
certificação (ex. BRC, Euregap)

•Promoção de um Sistema Integrado de Gestão

•Adaptada a toda a cadeia produtiva (origem até


a distribuição)

•Diminuição de custos (a adoção de diferentes


normas multiplica os referidos custos de
implementação)
APPCC/HACCP
Codex
Alimentarius

ISO 22.000
BPF/GMP ISO 9001
Boas Práticas de Elementos de
Fabricação Gestão

Garantir o fornecimento Garantir a performance


de um produto seguro. da organização.
Por que as Empresas precisam da ISO 22000 ?

Padronização nos relacionamentos


comercias nacionais e internacionais
Harmonização da ISO 22.000 com outras
Normas

DS 3027 Aldi system


FAMI-QS Kraft food system
Nestlé NQS
M&S system
ISO 14001 EFSIS

Eurepgap ISO 9001

BRC-IoP
GMP standard for Corrugated
& Solid Board
IFS
AG
Friesland Coberco FSS Ducth HACCP
9000

BRC-Food SQF GMP GTP


McDonalds system
GMO Irish HACCP
Empresas já certificadas
ISO 22.000

BÉLGICA - Suplementos alimentares


para animais FRANÇA – TRATAMENTO DE SUÍÇA - Chocolate
ÁGUAS E EFLUENTES

ANGULAS AGUINAGA – ESPANHA


Alimentos/peixes São Paulo - Café

BRASIL – xarope de milho

Inglaterra - Embalagens
PDV (the Product Board for Animal Feed)
(abbreviated to PDV in Dutch)

• Controle de Qualidade de Insumos para Alimentação Animal

• PDV : organização européia que representa todas as associações


de comércio envolvidas na produção agrícola e industrial de
ingredientes para alimentação animal.

• GMP13: Quality Control of Feed Materials for Animal Feed


Validade da certificação 03 anos
Feed & Food Safety – Gestão do Alimento Seguro

Programa de certificação do Sindirações objetiva


trazer informações e evidências atualizadas,
padronizadas e em linguagem globalizada

3 opções de certificação:

• Certificação em Boas Práticas de Fabricação (BPF)


• Certificação em Análise de Perigos e Pontos
Críticos de Controle (APPCC)
• Certificação com Equivalência Internacional
OBJETIVO DO PROGRAMA
SENAI / UFPR / ALLTECH

• Auxiliar na implementação do Programa de


Qualidade na Produção de Ração Animal
utilizando critérios técnicos e científicos
estabelecidos pela UFPR/SENAI-PR tendo como
diretriz a Normativa 04/2007 MAPA;

• Certificar empresas clientes ALLTECH dentro


deste programa específico
OBJETIVO DO PROGRAMA
SENAI / UFPR / ALLTECH

Objetivo Geral
• Diminuir crescimento fúngico, reduzindo os
níveis de micotoxinas na produção de alimento
animal;
•Diminuir micotoxicoses em campo e melhorar
performance dos animais;
OBJETIVO DO PROGRAMA
SENAI / UFPR / ALLTECH
Objetivos secundário
• Orientar as empresas na implementação das
BPF e POP’s de acordo com a Normativa
N°04/2007 MAPA;

• Melhorar a qualidade de carne de aves e


suínos para o consumo humano;
PAC-PC

• Prazo Máximo para auditoria final


– 6 meses a partir do início do trabalho;

• Certificação da Fábrica
– Validade de 1 ano com amostragem
trimestral e auditorias semestrais;
CERTIFICADO

Certificamos que a Fábrica de Ração __________________da Empresa


.__________________ encontra-se em conformidade com os requisitas exigidos
pelo Programa de Qualidade de Alimento Animal UFPR/SENAI/ALLTECH.

_____________ __________ _______________


$ Como ser competitivo ? $
CERTIFICAÇÃO
DE
PRODUTOS
E
PROCESSOS
ORGANIZAÇÃO NOVOS
CULTURA MERCADOS

NOVOS
PRODUTOS

FATORES INTERNOS ! FATORES EXTERNOS !


Tornando-se Competitivo
• Rompendo obstáculos gerados por
FATORES INTERNOS

• Rompendo obstáculos gerados por


FATORES EXTERNOS
Fatores Internos
• Cultura e Educação
na Empresa
Fatores Internos

• Cultura e Educação
na Empresa
Fatores Externos
• Exigência
do mercado com consumidores com
maior poder aquisitivo
• Rastreabilidade
• Necessidade de monitorar o processo produtivo
• Força das entidades de representação
• Legislação e fiscalização sanitária e ambiental
• Garantir a oferta de produtos seguros ao
consumidor
Obrigada !

SENAI / CIC - CETSAM


alessandra.antonio@pr.senai.br
(41)3271-7186