Você está na página 1de 37

Ferro e zinco

Membros do grupo:
◂ Carlos Henrique Guimarães
◂ Gedson
◂ Israel
◂ Josué
Introdução ◂ Julia
O grupo pretende abordar o papel
desempenhado no corpo por esses dois
elementos, bem como os mecanismos
que possibilitam esse funcionamento e
os efeitos provocados pela deficiência
ou excesso deles.

2
Ferro
● Caracteristicas gerais:
- Número atômico: 26
- Massa atômica: 55,85 g mol-
- Sólido em temperatura ambiente
- Na natureza é encontrado agrupado em
minérios (FeO, Fe2O3)
- Possui propriedades magnéticas
- Tom prata Acinzentado
- Mais abundante do Universo
- 4° mais abundante na crosta terrestre

3
Perspectiva Histórica
● Conhecimentos sobre o ferro já existem desde a Idade Moderna
● Já se desconfiava da sua atuação na Anemia nessa época
● Explosão atual dos conhecimentos no século XXI
● Esse Boom ocorre em virtude dos novos mecanismos de obtenção de informação e estudo metabólico
e constitutivo do corpo humano

4
Importância Biológica do Ferro
● Ações catalíticas em reações redox
● Ações decisivas na fisiologia do oxigênio e do metabolismo energético
● Libera radicais livres que provocam estresse oxidativo por superóxidos
● Homens possuem cerca de 3,8g de Ferro em sua constituição e mulheres 2,3g (20g)
● Número de oxidação: Fe+2 (ferroso ou ferro II) e Fe+3 (férrico ou ferro III)
● Constitui o complexo Fe/S e das proteínas relacionadas
● Reciclagem do ferro
● A maior parte do ferro corporal está na forma de Heme

5
Heme
• Composto prostético, constituído por protoporfirina e
Fe 2+
• Essencial para a síntese da Hb, Mb, citocromos, atua
como cofator na síntese de NO e na Guanililciclase

6
Hemoglobina
● Proteína tetrâmera de heme
● Quase esférica
● 64kDa e quase 300 aminoácidos (2 cadeias)
● 55 Angstrom diâmetro
● Compostos tóxicos podem se combinar com o sítio de
ligação do O2 (H2S, CN, NO, CO)

7
Mioglobina
● 154 aminoácidos
● 16,7 kDa
● Transporte e armazenamento de
ferro nos tecidos musculares

8
Mioglobina

9
Citocromo
● Geralmente ligadas à membrana
● Podem ser monoméricas ou constituintes de
complexos enzimáticos

10
Ferritina
◂ 600 kDa
◂ 4000 átomos de Ferro
◂ Produção Hepática
◂ Apoferritina
◂ Encontra-se no Fígado
◂ Cadeia leve e pesada
◂ Ferritina Sérica
◂ Não é a única forma de
armazenamento 11
Hemossiderina
◂ Acúmulo de Ferro nos
tecidos

◂ Excesso de Ferro ◂ Flebotomia


◂ Lesões ◂ Quelantes
◂ Causas Hereditárias

12
Transferrina
◂ Glicoproteína
◂ 80kDa
◂ Quando utilizada, em
normalidade, concentra
cerca de 4mg de ferro
corporal

13
Comparativo
Transferrina x Ferritina

◂ 600kDa
◂ 80 kDa

14
Fontes dietéticas
◂ Fontes heme: fontes animais como
carnes vermelhas, aves e peixe
◂ Fontes não-heme: fontes vegetais como
os vegetais verde-escuros. Exs.:Brócolis,
espinafre e couve. Leguminosas, Tofu e
alguns tempeiros. e grãos
◂ Biodisponibilidade das formas

15
Fontes dietéticas
◂ Fontes heme: fontes animais como
carnes vermelhas, aves e peixe
◂ Fontes não-heme: fontes vegetais como
os vegetais verde-escuros. Exs.:Brócolis,
espinafre e couve. Leguminosas, Tofu e
alguns tempeiros. e grãos
◂ Biodisponibilidade das formas

16
Ingestão recomendada
◂ Adultos Homens
◂ Adultos Mulheres
◂ Crianças e Recém-nascidos
◂ Mulheres grávidas e portadores de
morbidades

17
Metabolismo
do Ferro
● Absorção intestinal de
ferro
● Ciclo da transferina

18
Regulação Intracelular do ferro
Ciclo da Transferrina

19
Transporte Mitocondrial e Ferritina
Sérica

20
Homeostase do Ferro
● Produzido no Fígado
● 84-25 aminoácidos
● ADC ( Doença da Anemia
● Crônica)
Hepcidina
● Regulado por HFE
● Codificada pelo gene
HAMP ● Incentivada por
Inflamações e Infecções
● (Via STAT IL-6)
● Mecanismos pré e pós
transcricionais
● O corpo está sempre uma
loucura por necessidades
locais

21
Deficiências e sobrecarga de ferro
◂ Afeta 2 Bilhões ◂ Acidose
◂ 38% >5 anos ◂ letargia
◂ 48% entre 5 e 14 anos ◂ Afeta a homeotermia
◂ 42% das mulheres ◂ Infeção respiratória Infantil
◂ Metade da população com ◂ Anemia e hemocromatose
deficiência simples de ferro

22
Deficiencias e sobrecarga de ferro
● Atuação do ferro no ● Estado do ferro e ● Uso de Suplementos
cérebro e no envelhecimento
desenvolvimento

23
Tabela de referenciamento

24
Anemia e hemocromatose
● Doenças causadas respectivamente pela
falta e o excesso de ferro
- Anemia ferropriva
- Hemocromatose

25
ZINCO
- O zinco é um elemento químico do grupo 12
(metais de transição que pertence ao quarto
período da tabela periódica.
- O corpo humano adulto contém 2-3 gramas
de zinco.
- A ingestão indicada é de 12mg/dia para
mulheres, 15mg/dia para homens e entre 7 e
11 mg/d para crianças.
● Excesso e
deficiência de
Zinco

27
Funções do zinco
● Bioquímicas e fisiológicas
● Catalíticas
● Estruturais
● Regulatórias

28
Bioquímicas e Fisiológicas

◂ Os mecanismos bioquímicos Zn-dependentes determinam as


funções fisiológicas,mas têm sido amplamente estudados, as
relações exatas ainda não foram completamente definidas. O
Zn tem distribuição subcelular ubíqua, o que dificulta essa
situação. Portanto, o Zn diferencia-se do Fe, que existe em
componentes celulares definidos e exerce papéis fisiológicos
determinados.

29
Funções catalíticas
◂ O Zn desempenha um papel catalítico em enzimas
pertencentes a seis classes enzimáticas.Mais de 300
metaloenzimas de Zn foram identificadas.
◂ Uma enzima é considerada metaloenzima de Zn se a remoção
desse elemento químico causar perda da atividade sem
alteração irreversível da proteína e se a reconstituição seletiva
com Zn restaurar a atividade.

30
Funções estruturais
◂ A função estrutural do Zn teve sua origem em 1985 com a
identificação do TFIIIA.
◂ Focos ("fingers de Zn") utilizam a cisteína e a histidina para
formar um complexo tetraédrico de coordenação de Zn2+. Eles
possuem a estrutura geral -C-Xi-C-Xn-C-Xi-C-.

31
Funções estruturais
◂ Consideradas como um domínio de ligação do DNA dos
fatores de transcrição, descobriu-se mais tarde que as proteínas
fingers de Zn possuem uma ampla distribuição celular e
também se ligam a moléculas de RNA e outras proteínas
durante interações proteicas.

32
Funções regulatórias
◂ A regulação de genes específicos constitui um papel
bioquímico do Zn. Originalmente identificado como um
componente ativo do mecanismo metalorregulatório para a
regulação do
gene da metalotioneína, acredita-se que o fator de transcrição
(MTF1) ligado ao elemento de resposta ao metal (MRE) gere
responsividade do Zn a muitos gene.

33
Funções regulatórias
◂ O zinco atua como um regulador das vias de sinalização
celular. Isto significa que o Zn2+ possui um papel intracelular
análogo ao do cálcio ( Ca2+).O principal modo de ação é pela
regulação da atividade de quinases e fosforilases.

34
Função regulatórias
◂ O Zn é abundante no sistema nervoso central. Uma
parcela considerável encontra-se na forma de Zn2+
iônico, em concentrações denominadas [Zn2+]i,
que vão desde pico até micromolares, nas vesículas
sinápticas.

35
Conclusão
Ferro e zinco são elementos químicos classificados
como metais. Ambos desempenham papéis essenciais
para o bom funcionamento do organismo .
Eles podem ser adquiridos através da alimentação e é
necessário que seu consumo seja adequado para evitar
doenças como as citadas na apresentação.

36
Referências

● NELSON, David L.; COX, Michael M.. Princípios da bioquímica de


lehninger. 6 ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.
● PEREIRA, Thalita Cremonesi; HESSEL, Gabriel. Deficiência de zinco em
crianças e adolescentes com doenças hepáticas crônicas. Rev. paul. pediatr.,
São Paulo , v. 27, n. 3, p. 322-328, Set. 2009.
● ROSS, A. et al. Nutrição moderna de shils: na saúde e na doença. 11 ed.
Barueri, SP: Manole, 2016
● GROTTO, Helena Z. W.. Fisiologia e metabolismo do ferro. Rev. Bras.
Hematol. Hemoter.,  São Paulo ,  v. 32, supl. 2, p. 08-17,  Jun.  2010.

37

Você também pode gostar