Você está na página 1de 18

A interferência cultural na

educação
Nomes
Aleluia Ana Paula Jaime
Custódio Gabriel Massicame
Selma Carimo
Objectivo

 Analisar de que forma as culturas moçambicanas influenciam o


processo educacional.
Introdução

 Ter tradição significa mais do que viver ordenamente certas regra


plenamente estabelecidas. Significa isso sim, vivenciar as regras de
modo consciente (e responsável), colocando – as dentro de uma
forma qualquer de temporalidade.
 Se essas regras vivem o grupo, então o grupo também vive as
regras.
A questão de educação intercultural na ordem do dia

Cultura
 É um sistema simbólico entrelaçado de significados, definições,
sentidos utilizados pelos nativos e que precisam ser interpretados
pelo antropólogo (Clifford Geetz.
Diversidade cultural em Moçambique, seus reflexos no
sistema de educação

 Segundo Eduard Said (1993, p. 25), ‘’em parte devido ao


imperialismo, todas as culturas estão envolvidas umas com outras.
Nenhuma cultura e única, pura, todas são híbridas, heterogéneas
extraordenamente diferenciadas e não monolíticas’’.
 Assim a diferença só pode se notar entre moçambicanos com outros
povos, e entre os moçambicanos não existe diferença nenhuma.
Diversidade cultural em Moçambique, seus reflexos no
sistema de educação(CONT)

 Deste modo, a assimilação dum povo a um indivíduo é de ordem


metafórica.
 De que modo no pós – independência se reflectiram no campo
educacional as concepções que o poder politico possui sobre a
diversidade cultural?
 Carlos Machili (1993, p. 14), sustenta que a experiencia
moçambicana é rica, mas a qualidade dos conteúdos de ensino não
reflectem devidamente outros valores.
Diversidade cultural em Moçambique, seus reflexos no
sistema de educação(CONT)

 Segundo ele, “os conteúdos do ensino estão excessivamente


integrados no patriotismo (ibid, p. 15). Em fim a escola é um local
privilegiado para mostrar as crianças, aos adolescentes todos os
grupos que compõem a população moçambicana, ensinando – os a
tolerar as diferenças e a aprender com elas, bem como a lutar pelos
direitos humanos.
Cultura acústica e literalmente em
Moçambique
 Multicultural: é um termo estático que pode muito bem na realidade
quotidiana.
 O multiculturalismo traduz – se pela simples justaposição de
culturas múltiplas no interior de uma sociedade sem comunicação
entre elas, cada uma permanecendo fechada o mais que lhe for
possível, enquanto o intercultural ao contrário é movimento e
reciprocidade.
 O termo multicultural é puramente descritivo, isto é, descreve a
realidade das sociedades dos quais coexistem diferentes culturas.
Cultura acústica e literalmente em Moçambique(CONT)

 O traço fundamental duma pedagogia intercultural consiste no seu


direccionamento para a alteridade, sua abertura para o outro, e o
outro também como eu, é um sujeito activo e responsável, dotado de
uma cultura própria.
 Apesar do conhecimento da igualdade de povos da mesma nação,
persiste o pensamento de que certa cultura é mais importante em
relação a outra.
Cultura acústica e literalmente em Moçambique(CONT)

 Aqui estará a razão para um brutal conflito que no passado recente opôs os
moçambicanos contra moçambicanos, embora o conflito tenha sido
instrumentalizado pelo apartheid mas de outro lado encontrou um terreno fértil
para que ele se tivesse desenvolvido.
 Os moçambicanos submetidos durante séculos a uma violenta opressão colonial a
toda sorte de divisionismo, não conseguiram libertar – se deste passado violento,
bastando alguns erros de governação (minoria sulista que se apropria do poder,
desprezo pela autoridade tradicional, enceramento de igrejas e transformadas em
escolas, rejeição de línguas moçambicanas nos discursos, etc.) forçou ao
desencadeamento de uma guerra civil que durante 16 anos fustigou os
moçambicanos.
Cultura acústica e literalmente em Moçambique(CONT)

 Adorno (1995) nos chama a atenção para a necessidade de aquisição


de capacidade para reconhecimento dos mecanismos que levam as
pessoas a cometerem actos bárbaros, assim a educação só fará
sentido se estiver direccionada a uma auto reflexão crítica, porque
todo o carácter inclusive o daqueles que mais tarde praticam crimes
forma – se na infância, a educação não deve apenas preparar o
homem para viver o mundo, mas para que saiba resistir e controlar
as mudanças que ocorrem na sociedade.
Cultura acústica e literalmente em Moçambique(CONT)

 O objectivo central da educação deverá ser o de desbarbartizar as


pessoas individualmente para que se possa desbarbartizar a
humanidade, não só mas também seria preciso tratar criticamente o
conceito da Razão do Estado, na medida em que colocamos o direito
de Estado acima de seus integrantes.
 A educação deve promover uma compreensão racional do conflito, das
tensões e dos processos envolvidos, estimular uma consciência crítica
das integrações culturais, e fornecer uma base para a analise dos
conceitos que impeçam a aceitação de explicações obscurantistas e
irracionais.
Cultura acústica e literalmente em Moçambique(CONT)

 A escola é um lugar do conhecimento racional; sua função é


informar, explicar e analisar problemas, submetendo – a a crítica.
 Para que os jovens provenientes de várias culturas moçambicanas
possam se situar no mundo, necessitam compreender a função da
cultura no geral.
 Tendo isso em mente, eles precisam ser ajudados para saberem de
que nenhuma cultura pode pretender invalidar outra na medida em
que se trata de um processo e em certo sentido uma linguagem ou
comunicação.
Cultura acústica e literalmente em Moçambique(CONT)

 O objectivo do pluralismo é de preparar a criança para uma vida


responsável em uma sociedade livre, dentro de um espírito de
compreensão, paz, tolerância, igualdade entre os sexos e amizade
entre todos povos e grupos étnicos.
Cultura acústica e literalmente em Moçambique(CONT)

 A educação deve nesse sentido, fortalecer o respeito pelo pluralismo


cultural, no qual a tolerância cultural não se baseia apenas na aceitação
passiva dos direitos de outros grupos culturais em que deve aceitar,
incluindo a minoria, mas implica, além disso um conhecimento activo e
empatia das culturas, conduzindo ao respeito e a compreensão mútua; por
exemplo, ao falar – se de projectos de desenvolvimento é necessário que a
educação prepare os intervenientes para perceber que os pobres em
particular os das zonas rurais devem participar activamente, os projectos
devem ser socialmente pertinentes e culturalmente apropriados e por isso,
é preciso fazer participar de modo significativo os seus beneficiários
directos.
Cultura acústica e literalmente em Moçambique(CONT)

 Nos últimos tempos vivemos um ciclo de convencimentos, de


criação de consensos ou aceitação. A crise da educação parece
referir – se aos seus fundamentos morais, a relação com a liberdade
dos indivíduos e o papel do estado.
Conclusão

 O grupo depois de uma leitura rigorosa, concluiu que as diferenças


culturais não podem ser vistas como uma penalização, pelo
contrário deve tornarem – se em um enriquecimento mútuo desde
que se trabalhe com elas em vez de tentar erradica – lás.
 A educação tem um papel preponderante na unificação do povo,
pois ela deve preparar o indivíduo para as mudanças sociais, tendo
como base o respeito pelo outro, a convivência pacífica, a
tolerância, a humildade, em suma uma convivência ética.
Obrigado pela antenção