Você está na página 1de 23

RISCOS MISTOS NA

ATMOSFERA
Classificação dos riscos
RISCOS MISTOS Pág. 93

• Riscos mistos – probabilidade de ocorrência de um fenómeno


potencialmente perigoso, resultante da combinação entre
atividades humanas, desenvolvidas de forma continuada, e a
ocorrência de fenómenos naturais e respetiva estimativa de
danos provocados na população, nos bens e no ambiente.
Sistema Terra
• Para existir vida na Terra, é essencial a conjugação de elementos
naturais:
• físicos,
• químicos e
• biológicos.

• Estes elementos interagem entre si e formam quatro subsistemas


interligados.
Subsistemas terrestres

Atmosfera Hidrosfera

Litosfera Biosfera
Subsistemas terrestres

Image credits: Jennifer Loomis, TERC/Biosphere image provided by ORBIMAGE © Orbital Imaging Corporation. Processing by NASA Goddard Space
Flight Center. Image source: Exploring Earth
Subsistemas terrestres
Atmosfera
Litosfera Camada gasosa que envolve a Terra.
Camada sólida superficial
formada pelas massas
continentais e pelos
fundos marinhos.

Hidrosfera Biosfera
Espaço ocupado por massas de Espaço povoado por
água que incluem oceanos, todos os seres vivos
mares, rios, lagos, águas animais e vegetais na
subterrâneas, neve e gelo. água, na terra e no ar.
RISCOS MISTOS NA ATMOSFERA Pág. 93

Fig. – Degelo, Gronelândia.


Pág. 93 A atmosfera e o balanço térmico da Terra

O que é a atmosfera?

Recorda…

A atmosfera é a camada gasosa


que envolve a Terra e é composta
por partículas e gases retidos por
ação da força da gravidade.

A atmosfera acompanha a Terra


nos seus movimentos de rotação e
translação.
A atmosfera e o balanço térmico da Terra
Pág. 94 A atmosfera e o balanço térmico da Terra

Qual é a composição da atmosfera?

Principais gases constituintes:


Pág. 95 A atmosfera e o balanço térmico da Terra

Quais são as principais funções


da atmosfera?

 Proteger a Terra da radiação solar, principalmente da


ultravioleta.
 Contribuir para o equilíbrio térmico da superfície
terrestre, através do efeito de estufa.
 Proteger a superfície terrestre da queda de
meteoritos.
 Fornecer o oxigénio indispensável para a existência
de vida na Terra.
A ATMOSFERA: ESTRUTURA VERTICAL Pág. 95

ESTRATOSFERA
 É aqui que se encontra a camada do
ozono que absorve a radiação
ultravioleta.
 A temperatura mantém-se até aos 25 km,
aumentando depois.

TROPOSFERA
 É onde ocorrem os fenómenos
meteorológicos.
 A temperatura diminui com a altitude
numa proporção média de menos 5,5°C
por cada 1000 metros de altitude –
gradiente térmico vertical.
Fig. – Estrutura
vertical da atmosfera. Fig. – Atmosfera na Terra.
A ATMOSFERA: PAPEL, COMPOSIÇÃO E ESTRUTURA VERTICAL Pág. 95

TROPOSFERA
 É onde ocorrem os fenómenos
meteorológicos.
 A temperatura diminui com a altitude
numa proporção média de menos 5,5°C
por cada 1000 metros de altitude –
gradiente térmico vertical.

Fig. – Estrutura
vertical da atmosfera. Fig. – Atmosfera na Terra.
A ATMOSFERA: PAPEL, COMPOSIÇÃO E ESTRUTURA VERTICAL Pág. 95

MESOSFERA

 Quase não há absorção da radiação


solar, pelo que a temperatura diminui
com a altitude.

ESTRATOSFERA

 É aqui que se encontra a camada do


ozono que absorve a radiação
ultravioleta.
 A temperatura mantém-se até aos 25 km,
aumentando depois.

Fig. – Estrutura
vertical da atmosfera. Fig. – Atmosfera na Terra.
A ATMOSFERA: PAPEL, COMPOSIÇÃO E ESTRUTURA VERTICAL Pág. 95

EXOSOSFERA
 Temperaturas são muito elevadas.
 É aqui que orbitam os satélites
artificiais.

TERMOSFERA
 Dá-se a absorção de grande parte da
radiação solar.
 A maior parte dos meteoros que atinge a
atmosfera é destruída, formando
«estrelas cadentes».
 É nesta camada que se formam as
auroras boreais e austrais.

Fig. – Estrutura
vertical da atmosfera. Fig. – Atmosfera na Terra.
AÇÃO DA ATMOSFERA SOBRE A RADIAÇÃO SOLAR Pág. 96

A atmosfera torna possível o equilíbrio térmico que permite a


existência de vida na Terra.

Fig. – Balanço térmico – há um equilíbrio entre a energia solar recebida pela superfície terrestre
– radiação solar – e a energia que a Terra emite – radiação terrestre.
AÇÃO DA ATMOSFERA SOBRE A RADIAÇÃO SOLAR Pág. 96

A atmosfera impede que mais de metade da radiação solar atinja a


superfície terrestre, através da:
 reflexão pelas nuvens, gases e partículas sólidas;
 reflexão pela superfície terrestre;
 absorção pelo ozono, vapor de água, poeiras e nuvens que aquece a
atmosfera;
 absorção pela superfície terrestre, que converte a energia solar em
energia calorífica, que é emitida pela Terra – radiação terrestre.

Fig. – 5% da energia solar Fig. – 10% a 15% da energia


recebida é refletida, Tailândia. Fig. recebida
solar – Atmosfera na Terra.
é refletida,
Nova Iorque.
AÇÃO DA ATMOSFERA SOBRE A RADIAÇÃO SOLAR Pág. 97

Existem gases que absorvem a radiação terrestre e a refletem, de novo, para a


superfície – contrarradiação:
 os mais importantes são o vapor de água, o ozono e o dióxido de carbono;
 e outros, como o metano, os óxidos de azoto e os clorofluorcarbonetos (CFC).

Fig. –Fig.
Atmosfera
– Efeitona Terra.
estufa.
A atmosfera e o balanço térmico da Terra

Uma grande parte da reflexão que ocorre na superfície


terrestre regista-se nas regiões cobertas de gelo, onde o albedo
é mais elevado.
Relação entre a quantidade de radiação
refletida pela superfície terrestre e a
Albedo quantidade de luz recebida do Sol, que varia de
acordo com o tipo de
materiais existentes à superfície da Terra (mais
de 80% em regiões cobertas por neve e gelo;
cerca de 10% em superfícies com solo escuro).
A atmosfera e o balanço térmico da Terra

Os principais agentes envolvidos na absorção da


radiação, como o ozono, o vapor de água, o dióxido de
carbono, as nuvens, as poeiras e as partículas em
suspensão na atmosfera, são também responsáveis
pela difusão e dispersão da radiação solar.
Parte desta radiação difusa regressa à superfície
terrestre e a restante é reenviada para o espaço
exterior.
A atmosfera e o balanço térmico da Terra

É assim mantido o equilíbrio térmico da Terra.


AÇÃO DA ATMOSFERA SOBRE A RADIAÇÃO SOLAR Pág. 97

CONCLUSÃO

Você também pode gostar