Você está na página 1de 29

SESMA

SERVIÇO ESPECIALIZADO EM SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE


NR 12
 SEGURANÇA NO TRABALHO
EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
...HISTÓRICO DA NR12
NORMA REGULAMENTADORA 12

Em 6 anos (2012 a 2018):


16.455 Mortes
2.743 por ano
229 por mês
Fonte:
http://www.fundacentro.gov.br/noticias/detalhe-da-noticia/2019/4/acoes-regressivas-gestao-de-riscos-e-impacto-dos-acidentes-de-trabalho-foram-t
NORMA REGULAMENTADORA 12

Por ano (2012 a 2018):


88.079 Acidentes com Máquinas e Equipamentos
343 Mortes acidentárias
4.298 Amputações ou enucleações

Fonte: https://mpt.mp.br/pgt/noticias/acidentes-de-trabalho-com-maquinas-custam-r-732-mi-a-previdencia
NORMA REGULAMENTADORA 12
Por que criar uma cultura de segurança?
NORMA REGULAMENTADORA 12

Criada em 8 de junho de 1978 pelo


Ministério do Trabalho e Emprego
(MTE), a Norma Regulamentadora
número 12, ou NR 12, tem como
objetivo garantir que máquinas e
equipamentos sejam seguros para o
uso do trabalhador.
NORMA REGULAMENTADORA 12

OBJETIVOS!

• Segurança do trabalhador.
• Melhorias das condições de trabalho em prensas e similares, injetoras, máquinas
e equipamentos de uso geral, e demais anexos.
• Máquinas e equipamentos intrinsecamente seguros.
NORMA REGULAMENTADORA 12

Conforme descrito no item 12.1.7 da NR 12 é de responsabilidade do


empregador adotar medidas de proteção para o uso seguro de máquinas e
equipamentos. Ou seja, é a empresa que deve garantir a saúde e a
integridade física dos trabalhadores.

Resumidamente, a NR 12 exige que sejam consideradas medidas:

• De proteção coletiva;
• Administrativas ou de organização do trabalho;
• De proteção individual.
NORMA REGULAMENTADORA 12

MEDIDAS DE PROTEÇÃO COLETIVA PREVISTAS PELA NR-12

• São aquelas que envolvem a implantação de proteções físicas fixas nas áreas de
risco, como o enclausuramento de sistemas de transmissão por correias e polias.
Outro exemplo é o circuito de parada de emergência. Cada tipo de máquina ou
sistema de operação possui um tipo de proteção coletiva.
NORMA REGULAMENTADORA 12

MEDIDAS ADMINISTRATIVAS PREVISTAS PELA NR-12

• Para que os sistemas de segurança e medidas de proteção funcionem, os


funcionários devem estar treinados. O treinamento deve ser devidamente
documentado, envolvendo os procedimentos internos e riscos da atividade. A
empresa deve ainda adotar uma política de manutenção preventiva de seus
equipamentos, diminuindo a probabilidade de falhas técnicas que possam causar
acidentes.
NORMA REGULAMENTADORA 12

MEDIDAS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL PREVISTAS PELA NR-12

• Elas devem ser aplicadas durante a jornada de trabalho, com a utilização de


equipamentos de proteção individual (EPIs), prevendo o tempo de exposição a
fatores de riscos. Os itens devem ser definidos no PPRA (Programa Prevenção a
Riscos Ambientais), previsto pela NR 9, e PCMSO (Programa de Controle Médico
de Saúde Ocupacional), determinado pela NR 7.
ARRANJO FÍSICO E INSTALAÇÕES

• As áreas de circulação devem ser mantidas desobstruídas;


• Os materiais em utilização no processo produtivo devem ser alocados em áreas
especificas de armazenamento;
• Os pisos dos locais de trabalho devem ser mantidos limpos e livres de objetos,
ferramentas e quaisquer materiais que ofereçam riscos de acidentes.
INSTALAÇÕES E DISPOSITIVOS ELÉTRICOS

OS QUADROS DE ENERGIA DAS MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS


DEVEM ATENDER AOS SEGUINTES REQUISITOS MÍNIMOS DE
SEGURANÇA:

• Possuir porta de acesso, mantida permanentemente fechada;


• possuir sinalização quanto ao perigo de choque elétrico e restrição de
acesso por pessoas não autorizadas;
• Ser mantidos em bom estado de conservação, limpos e livres de
objetos e ferramentas;
• Possuir proteção e identificação dos circuitos; e
• Atender ao grau de proteção adequado em função do ambiente de
uso.
INSTALAÇÕES E DISPOSITIVOS ELÉTRICOS

AS BATERIAS DEVEM ATENDER AOS SEGUINTES


REQUISITOS MÍNIMOS DE SEGURANÇA:

• Localização de modo que sua manutenção e troca possam ser


realizadas facilmente a partir do solo ou de uma plataforma de
apoio;
• Constituição e fixação de forma a não haver deslocamento
acidental; e
• Proteção do terminal positivo, a fim de prevenir contato
acidental e curto-circuito.
DISPOSITIVOS DE PARTIDA, ACIONAMENTO E PARADA.

OS DISPOSITIVOS DE PARTIDA, ACIONAMENTO E


PARADA DAS MÁQUINAS DEVEM SER PROJETADOS,
SELECIONADOS E INSTALADOS DE MODO QUE:

• Não se localizem em suas zonas perigosas;


possam ser acionados ou desligados em caso de
emergência por outra pessoa que não seja o operador;
• Impeçam acionamento ou desligamento involuntário pelo
operador ou por qualquer outra forma acidental;
• Não acarretem riscos adicionais; e não possam ser
burlados.
SISTEMAS DE SEGURANÇA

AS ZONAS DE PERIGO DAS MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS DEVEM POSSUIR SISTEMAS DE


SEGURANÇA, CARACTERIZADOS POR PROTEÇÕES FIXAS, PROTEÇÕES MÓVEIS E DISPOSITIVOS
DE SEGURANÇA INTERLIGADOS, QUE GARANTAM PROTEÇÃO À SAÚDE E À INTEGRIDADE FÍSICA
DOS TRABALHADORES.

Proteção é o elemento especificamente utilizado para prover


segurança por meio de barreira física, podendo ser:

• Proteção fixa, que deve ser mantida em sua posição de maneira permanente ou por
meio de elementos de fixação que só permitam sua remoção ou abertura com o uso
de ferramentas;
• Proteção móvel, que pode ser aberta sem o uso de ferramentas, geralmente ligada
por elementos mecânicos à estrutura da máquina ou a um elemento fixo próximo, e
deve se associar a dispositivos de intertravamento.
PROTEÇÕES

FIXA DISPOSITIVO
MÓVEL
INTERTRAVAMENT
O
DISPOSITIVO DE PARADA DE EMERGÊNCIA

• As máquinas devem ser equipadas com um ou mais dispositivos de parada de emergência,


por meio dos quais possam ser evitadas situações de perigo.
• Os dispositivos de parada de emergência não devem ser utilizados como dispositivos de
partida ou de acionamento.
• Depois que um comando de parada tiver sido iniciado pelo sistema de segurança, a condição
de parada deve ser mantida até que existam condições seguras para o rearme.
BLOQUEIO DE FONTES DE ENERGIAS PERIGOSAS

A MANUTENÇÃO, INSPEÇÃO, REPAROS, LIMPEZA, AJUSTE E OUTRAS INTERVENÇÕES QUE


SE FIZEREM NECESSÁRIAS DEVEM SER EXECUTADAS POR PROFISSIONAIS CAPACITADOS,
QUALIFICADOS OU LEGALMENTE HABILITADOS, COM AS MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
PARADOS E ADOÇÃO PROCEDIMENTOS:

• Isolamento e descarga de todas as fontes de energia;


• Bloqueio mecânico e sinalização com etiqueta de bloqueio;
• Checagem para garantir que não exista possibilidade de gerar risco de acidentes;
• Medidas de segurança, para manutenção de máquinas sustentados por sistemas hidráulicos e
pneumáticos;
• Retenção com trava mecânica, para evitar o movimento de retorno acidental de partes basculadas
ou articuladas.
Necessidades de intervenções - modo on

PARA SITUAÇÕES ESPECIAIS DE REGULAGEM, AJUSTE, LIMPEZA, PESQUISA DE


DEFEITOS, EM QUE NÃO SEJA POSSÍVEL REALIZAR COM O EQUIPAMENTO
BLOQUEADO, DEVE SER UTILIZADO O DISPOSITIVO DE ACIONAMENTO DE AÇÃO
CONTINUADA.
SINALIZAÇÃO

AS MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS, DEVEM POSSUIR SINALIZAÇÃO DE


SEGURANÇA PARA ADVERTIR OS TRABALHADORES E TERCEIROS SOBRE OS RISCOS A
QUE ESTÃO EXPOSTOS, E OUTRAS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA GARANTIR A
INTEGRIDADE FÍSICA E A SAÚDE DOS TRABALHADORES.
O QUE FAZER QUANDO UMA PROTEÇÃO FOR
DANIFICADA OU PERDEU SUA FUNÇÃO?

• Jamais elimine os dispositivos de segurança;


• Jamais retire anteparos de proteção.
• Nunca opere as máquinas sem as proteções
ou danificada e/ou sem função.
• Ao notar qualquer irregularidade no
equipamento, informe ao gestor
imediatamente.
• Não coloque suas mãos dentro da máquina
em funcionamento. As mãos nunca devem
ser colocadas onde você não possa vê-las.
• Utilize sempre o procedimento de bloqueio.
Jamais, faça limpeza e/ou manutenção com
a máquina ligada.
OBRIGAÇÕES DO TRABALHADOR
(ITEM 12.1.9 DA NORMA REGULAMENTADORA Nº 12)

• Cumprir todas as orientações relativas aos procedimentos


seguros de operação, alimentação, abastecimento, limpeza,
manutenção, inspeção, transporte, desativação, desmonte e
descarte das máquinas e equipamentos;
• Não realizar qualquer tipo de alteração nas proteções
mecânicas ou dispositivos de segurança de máquinas e
equipamentos, de maneira que possa colocar em risco a sua
saúde e integridade física ou de terceiros;
• Comunicar seu superior imediato se uma proteção ou
dispositivo de segurança foi removido, danificado ou se perdeu
sua função;
• Participar dos treinamentos fornecidos pelo empregador para
atender às exigências/requisitos descritos nesta Norma;
• Colaborar com o empregador na implementação das
disposições contidas nesta Norma.
NORMA REGULAMENTADORA 12

Fonte: https://mpt.mp.br/pgt/noticias/acidentes-de-trabalho-com-maquinas-custam-r-732-mi-a-previdencia
NORMA REGULAMENTADORA 12

Fonte: http://www.tst.jus.br/radio-destaques/-/asset_publisher/2bsB/content/direito-garantido-detalhes-sobre-direito-de-recusa?inheritRedirect=false
Obrigado(a)!