Você está na página 1de 14

Modalidades de Pagamentos

•Pagamento Antecipado

•Remessa sem Saque

•Cobrança Documentaria

•Carta de Crédito

•Outros – Consignação, via Cartão de Crédito , pagamento em R$, etc.


1

3
2 4

O importador remete previamente o valor da transação, após o que, o exportador providencia a exportação da
mercadoria e o envio da respectiva documentação. Do ponto de vista cambial, o exportador deve providenciar,
obrigatoriamente, o contrato de câmbio, antes do embarque, junto a um banco, pelo qual receberá reais em
troca da moeda estrangeira, cuja conversão é definida pela taxa de câmbio vigente no dia. Esta modalidade de
pagamento não é muito freqüente, pois coloca o importador na dependência do exportador.
4
2

3
1

O importador recebe diretamente do exportador os documentos de embarque, sem o saque; promove o


desembaraço da mercadoria na alfândega e, posteriormente, providencia a remessa da quantia respectiva
diretamente para o exportador.

Esta modalidade de pagamento é de alto risco para o exportador, uma vez que, em caso de inadimplência, não há
nenhum título de crédito que lhe garanta a possibilidade de protesto e início de ação judicial. No entanto, quando
existir confiança entre o comprador e o vendedor, possui algumas vantagens, entre as quais:

•a agilidade na tramitação de documentos;


•a isenção ou redução de despesas bancárias
Cobrança Documentaria

Ao contrário das duas modalidades anteriores, a cobrança documentária é caracterizada


pelo manuseio de documentos pelos bancos.

Os bancos intervenientes nesse tipo de operação são meros cobradores internacionais de


uma operação de exportação, cuja transação foi fechada diretamente entre o exportador e
o importador, não lhes cabendo a responsabilidade quanto ao resultado da cobrança
documentária.

O exportador embarca a mercadoria e remete os documentos de embarque a um banco,


que os remete para outro banco, na praça do importador, para que sejam apresentados
para pagamento (cobrança à vista) ou para aceite e posterior pagamento (cobrança a
prazo).

Para que o importador possa desembaraçar a mercadoria na alfândega, ele necessita ter
em mãos os documentos apresentados para cobrança. Portanto, após retirar os
documentos do banco, pagando à vista ou aceitando (assina, manifestando concordância)
a cambial para posterior pagamento, o importador estará apto a liberar a mercadoria.
3
4
6 5
2

1 7

1
Carta de Crédito
A carta de crédito, também conhecida por crédito documentário, é a modalidade de
pagamento mais difundida no comércio internacional, pois oferece maiores garantias,
tanto para o exportador como para o importador.

É um instrumento emitido por um banco (o banco emissor), a pedido de um cliente (o


tomador do crédito). De conformidade com instruções deste, o banco compromete-se a
efetuar um pagamento a um terceiro (o beneficiário), contra entrega de documentos
estipulados, desde que os termos e condições do crédito sejam cumpridos.
Por termos e condições do crédito, entende-se a concretização da operação de acordo
com o combinado, especialmente no que diz respeito aos seguintes itens: valor do
crédito, beneficiário e endereço, prazo de validade para embarque da mercadoria, prazo
de validade para negociação do crédito, porto de embarque e de destino, discriminação
da mercadoria, quantidades, embalagens, permissão ou não para embarques parciais e
para transbordo, conhecimento de embarque, faturas, certificados, etc.
A carta de crédito é uma ordem de pagamento condicionada, ou seja, o exportador só
terá direito ao recebimento se atender a todas as exigências por ela convencionadas.
O Pagamento por Carta de Crédito envolve:

• Tomador: o importador que, após as negociações iniciais com o


exportador,solicita a abertura da carta de crédito;

• Banco Emissor: emite a carta de crédito conforme solicitação e instrução do


importador, exigindo garantias;

• Banco Avisador: aquele que apresenta ao beneficiário o texto da carta de


crédito por solicitação do banco emitente;

• Beneficiário: o exportador.
A Carta de Crédito deve explicitar as formas de pagamento, que poderão ser:

• à vista: se a documentação estiver em ordem, o exportador recebe o pagamento


de imediato;

• por aceite de letra de câmbio: o banco sacado dará o aceite e devolverá a letra
de câmbio ao exportador, que poderá negociar o seu desconto na rede bancária;

• por diferimento: pagamento efetuado na data designada na carta de crédito;

• Irrevogável: um crédito irrevogável constitui um compromisso firme do banco emitente,


desde que os documentos estipulados sejam apresentados e os termos e condições do crédito
sejam cumpridos. O seu cancelamento ou sua modificação serão permitidos apenas com a
prévia anuência do exportador.

• Transferível: o exportador (beneficiário) poderá transferir o valor ou parte do crédito para


outros beneficiários. Para tanto, a carta de crédito deve ser declarada “transferível” de modo
expresso.

• Confirmada: a confirmação constitui um compromisso pessoal complementar dado ao


beneficiário por um banqueiro de outro banco além do banco emitente. Isto significará um
seguro adicional de que será pago o valor correspondente.
Carta de Crédito
Condições para cumprimento:

- Prazo para embarque: pode prescrever

- Documentos: basicamente a fatura, o conhecimento de embarque (B/L) e apólice de


seguro.

- Valor e quantidade

- Portos de origem e destino

- Prazo para negociação


2
3 1
5 6 7

4
8

4
Modalidades de Pagamentos
MODALIDADE AGENTES VANTAGENS DESVANTAGENS
• Isenção dos custos de • Assume o risco de
cobrança, do risco de variação cambial;
insolvência do • Variação do custo de
importador; matérias primas
Exportador • Recursos a custo mais importadas;
baixo; • Risco de gravames
• Isenção de despesas tributários.
com garantia para
PAGAMENTO captação de ACC.
ANTECIPADO • Transferência do risco • Desencaixe de capital
de variação do preço do de giro
bem ao exportador; antecipadamente ao
• Garantia de um embarque do bem;
Importador fornecedor cativo. • Assume os riscos
políticos/comerciais;
• Atrasos por
contigenciamento da
exportação do produto.
Modalidades de Pagamentos
MODALIDADE AGENTES VANTAGENS DESVANTAGENS

• Isenção/redução de • Assume o risco de


despesas bancárias; inadimplência do
• Maior agilidade na importador.
Exportador
tramitação de
documentos.

• Isenção de despesas • Risco de extravio


REMESSA SEM bancárias; de documentação.
SAQUE • Recebimento de
mercadoria sem
aceite/pagamento da
Importador
cambial;
• Maior agilidade na
tramitação de
documentos.
Modalidades de Pagamentos
MODALIDADE AGENTES VANTAGENS DESVANTAGENS
• Garantia de que a • Assume o custo
mercadoria só será bancário da
entregue ao importador, operação;
Exportador
após este aceitar ou • Assume o risco de
pagar o saque. inadimplência do
COBRANÇA
importador.
DOCUMENTÁRIA • Intermediação da • Liberação da
operação/tramitação de mercadoria somente
documentos, via banco, após o
Importador
reduzindo-se o risco de pagamento/aceite do
extravio. saque.
Modalidades de Pagamentos
MODALIDADE AGENTES VANTAGENS DESVANTAGENS

• Garantia do • Qualquer
recebimento do valor da discrepância da carta
exportação, ao cumprir de crédito, mesmo
os termos e condições que irrelevante,
Exportador
da carta de crédito. inviabiliza o
recebimento das
divisas da
exportação.
CARTA DE
CRÉDITO • Pagamento da • Assume o custo
operação somente real da carta de
quando cumpridos os crédito;
termos e condições da • Pagamento da
Importador carta de crédito. importação, apenas
contra os
documentos em boa
ordem da operação
comercial.

Você também pode gostar