Você está na página 1de 26

ECONOMIA A

10.º ano
Elsa Silva
Helena Mendes
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

A atividade produtiva e a formação dos rendimentos

Obtenção de bens e serviços


necessários à satisfação das
necessidades humanas
Produção
Remuneração
Gera rendimentos através da
dos fatores de
venda dos bens e dos serviços
produção

Rendimentos primários
Intervenção do Estado
• Subsídios
• Impostos
Rendimentos secundários
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Após a repartição dos rendimentos, os agentes económicos


passam a ter um rendimento.
É com base nesse rendimento que tomam as suas decisões

Consumo Poupança
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Rendimentos e repartição dos rendimentos

Repartição
Os rendimentos gerados pessoal
pela venda da produção
serão repartidos pelos
vários intervenientes no
processo produtivo.
Repartição
funcional
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Repartição funcional

divisão, pelos fatores de produção,


dos rendimentos gerados através da
produção
de acordo com a função
Repartição desempenhada por cada fator de
do produção.
rendimento
Repartição pessoal

divisão dos rendimentos gerados pelas


famílias
independentemente da função que
cada família desempenha no processo
produtivo.
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Repartição funcional dos rendimentos

O salário traduz a parte do rendimento recebida


pelo trabalhador; o trabalhador recebe salário.
Na ótica da repartição
funcional do rendimento A renda é a parte do rendimento recebida pelos
analisa-se a forma como proprietários de imóveis; o proprietário de imóveis
se reparte o rendimento recebe rendas.
pelos fatores de
O juro é a parte do rendimento que cabe ao
produção intervenientes proprietário de capitais monetários; o aforrador
no processo produtivo, de recebe juros.
acordo com a função por
eles desempenhada. O lucro é a parte do rendimento que cabe ao
empresário; o empresário recebe lucros.

Realização da atividade da página 223 do manual.


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Lucro é a remuneração resultante da aplicação


das poupanças no processo produtivo.

O lucro resulta:
da inovação e do espírito de iniciativa;
 do risco e da incerteza.

Funções do lucro

 estimular a inovação;
 incentivar o recurso ao autofinanciamento;
 orientador dos investidores futuros.
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Designações dos salários

Salário bruto
Salário líquido
corresponde ao Salário nominal
corresponde ao
montante montante em moeda
salário bruto menos
contratualizado recebido pelo
os impostos e as
inclui o IRS e as trabalhador
contribuições para
contribuições para a
a Segurança Social
Segurança Social

Salário real
quantidade de bens e
Salário indireto de serviços que é
salário direto, mais Salário direto custo
do trabalhador para possível adquirir com
as transferências do o salário nominal.
Estado a entidade patronal.
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Salário real

O salário real relativo a um dado ano corresponde ao salário


nominal corrigido do IPC registado nesse ano
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

IPC, salário real e salário nominal

A taxa de variação do IPC foi superior à taxa


Redução do poder de compra
de variação do salário nominal.

A taxa de variação do IPC foi inferior à taxa


Aumento do poder de compra
de variação do salário nominal.

A taxa de variação do IPC foi inferior à taxa O salário nominal é igual ao


de variação do salário nominal. salário real

Realização da atividade da página 225 do manual.


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Atualização salarial /processo de negociação salarial

©Dinozzaver/Shutterstock.com

 Capacidade de negociação

 Escassez de trabalhadores

 Evolução do nível médio dos

preços

 Ganhos de produtividade
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Repartição pessoal do rendimento

A repartição pessoal do rendimento é a análise da forma como os


rendimentos se repartem pelos agregados familiares, independentemente
da função que desempenham no processo produtivo.

A análise da repartição pessoal do rendimento permite

detetar as desigualdades na repartição do rendimento entre as Famílias.

As desigualdades na repartição pessoal do rendimento resultam das diferenças


salariais e das diferenças na distribuição da propriedade.

Realização da atividade da página 227 do manual.


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

As desigualdades salariais resultam

das diferenças de qualificação dos trabalhadores;

das diferenças de dimensão das empresas;

do ramo de atividade a que a empresa pertence;


das diferenças de remunerações entre homens e mulheres;

da idade dos trabalhadores;

das diferenças regionais.

Realização da atividade da página 229 do manual.


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Medição das desigualdades da repartição dos


rendimentos

O leque salarial é um dos indicadores


utilizados na medição da desigualdade
salarial.

 é a relação entre o salário máximo e o salário mínimo


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Medição das desigualdades da repartição dos rendimentos

A Curva de Lorenz relaciona


a percentagem da população de um
país, ordenada por ordem
crescente dos seus rendimentos,
com a percentagem do
rendimento nacional que essa
população recebe.

Quanto mais afastada a curva de Lorenz estiver da reta de equidistribuição, maior


é a desigualdade verificada na repartição dos rendimentos.
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Em 2011, os países A e B, divulgaram a repartição dos rendimentos que consta


da tabela anexa. Exemplo:

País A País B
% da % dos % da % dos
população rendimentos população rendimentos

0 0 0 0

10 2 10 7
20 6 20 13
30 11 30 20
40 18 40 25
50 25 50 32
70 40 70 50

80 50 80 62

90 65 90 76
100 100 100 100
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Medição das desigualdades da repartição dos


rendimentos

O rendimento nacional per capita  O rendimento nacional per capita


indica-nos: é utilizado para efetuar
comparações internacionais ou
 A parcela do rendimento que, em entre regiões de um mesmo país.
média, cada habitante receberia,
se houvesse uma repartição
equitativa.
A utilização do rendimento
nacional per capita apresenta
O processo de cálculo do algumas limitações, pois sendo
rendimento nacional per capita é o uma média, esconde as
de uma média. desigualdades.

Realização da atividade da página 233 do manual.


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Redistribuição dos rendimentos

Objetivos
 corrigir as desigualdades provocadas
A redistribuição dos rendimentos pela repartição primária dos
é o processo através do qual o rendimentos;
Estado e outras instituições  pôr à disposição de toda a
procedem à recolha de população um conjunto de bens e
rendimentos e à sua serviços sociais;
transferência para os cidadãos,  cobrir coletivamente os riscos
individuais.
de forma a possibilitar a correção
de desigualdades provocadas
Políticas de redistribuição
pela repartição primária dos
 de preços;
rendimentos.  social;
 fiscal.

Realização da atividade da página 235 do manual.


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Políticas de redistribuição do Estado

Política fiscal

Medidas

 Consiste em aplicar impostos diretos que operem


a redistribuição do rendimento (por exemplo: impostos
diretos com taxas progressivas);

 Consiste em aplicar impostos indiretos com


taxas diferenciadas consoante o grau de
necessidade desses bens.
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Políticas de redistribuição do Estado


Política de preços

Medidas

 Consiste em subsidiar os produtos


considerados necessários à satisfação de
necessidades primárias;
 Consiste em limitar as margens de lucros
das empresas garantindo preços mais baixos
para os bens destinados à satisfação de
necessidades primárias;
 Consiste em penalizar mais o consumo de
bens considerados supérfluos, através do
pagamento de impostos indiretos.
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Políticas de redistribuição do Estado

Políticas sociais

Medidas

Proporcionar às famílias de menores


rendimentos um conjunto de subsídios e
de apoios sociais, como o rendimento
mínimo garantido.

Colocar à disposição das populações


bens e serviços que satisfazem
necessidades coletivas, como, por
exemplo, a saúde ou a educação.

Realização da atividade da página 237 do manual.


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

O rendimento disponível dos particulares

Rendimento pessoal

 remunerações dos fatores de produção


 mais as transferências internas
 mais as transferências externas

Rendimento disponível dos particulares

 rendimento pessoal
 menos os impostos e as contribuições sociais
ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Componentes do rendimento disponível dos particulares

(+) Remunerações do trabalho Salários

(+) Rendimentos de empresas e propriedade Lucros, rendas e juros

(+) Transferências internas Subsídios, abonos ...

(+) Transferências externas Remessas de emigrantes ...

RENDIMENTO PESSOAL

(-) Impostos diretos IRS, IRC ...

(-) Contribuições sociais Quotas para a segurança social

RENDIMENTO DISPONÍVEL DOS PARTICULARES


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

Rendimento disponível dos particulares


=
Valor do consumo das famílias + Valor da poupança das famílias

Realização da atividade da página 239 do manual.


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

A desigualdade na repartição dos rendimentos em


Portugal e na UE

Realização da atividade da página 241 do manual.


ECONOMIA A
Economia A - 10.º ano Elsa Silva
Unidade Letiva 6 – Rendimentos e repartição Helena Mendes
dos rendimentos

A desigualdade na repartição dos rendimentos em Portugal e na UE

Realização da atividade da página 243 do manual.