Você está na página 1de 26

UNIVERSIDADE ROVUMA

LICENCIATURA EM DE EDUCAÇÃO VISUAL


2ºano

TEORIA DA COR
(Educação e Comunicação Visual I)
Estudante: Enoe De Felizardo Correia

Universidade Rovuma
Nampula
2019
Introdução
O presente trabalho tem o propósito de
conhecer a teoria da cor quanto o seu
historial, não só também a sua aplicação e
seus tipos. Tendo em conta que as cores
primarias são a base para a existência das
outras.
Objectivos
Objectivo Geral
• Analisar a Teoria das Cores.

Objectivos Específicos
• Conhecer o historial da cor;
• Definir a Cor;
• Identificar os tipos de cores;
• Relacionar as cores do pigmentos e as da luz;
Metodologia
O presente trabalho teve como metodologia
Leitura dirigida.
UNIDADE I: TEORIA DA COR
1.1Breve Historial da Teoria da Cor
1.1.1. Precursor da Idade média
O estudo de cores sempre foi influenciado por
aspectos psicológicos e culturais. Onde O
Aristóteles Concluiu que as cores eram uma
propriedade dos objectos. Como peso, material,
textura. E também ele disse que é pautado pela
magia de seis números, o vermelho, o verde,
azul, amarelo, branco e preto.
Cont…

1.1.2. Precursores da Renascença


Leon Battista Alberti ele disse que seriam quatro
cores mais importantes, o vermelho, verde, azul
e o cinza.
Leonardo da Vinci ele opunha-se a Aristóteles ao
afirmar que a cor não era uma propriedade dos
objectos, mas da luz. Afirma ainda que o
branco e o preto não são cores mas extremos
da luz.
Cont…
Isaac Newton fez importantes experiências
sobre a decomposição da luz com prismas
e acreditou que as cores eram devidas ao
tamanho da partícula de luz.
Le Blon ele testou diversos pigmentos até
chegar aos três básicos para impressão: o
vermelho, amarelo e azul.
Cont…

Goethe a principal objecção de Goethe era


de que a luz branca não podia ser
constituída por cores, cada uma delas
mais escura que o branco.
Defende a ideia das cores serem o resultado
da interacção da luz ou com a escuridão.
1.2. Teoria das Cores
1.2.1. Teoria das Cores: são os estudos e
experimentos relacionados com a
associação entre a luz a natureza das cores,
realizados por Leonardo Da Vinci, Isaac
Newton, Goethe, entre outros.
Cont…
Isaac Newton, estudou a influência da luz do sol na
formação das cores. O fenómeno consistia na
decomposição da luz solar em várias cores quando
atravessava um prisma, e denominou o conjunto de
cores como espectro.
O espectro é formado pela cor
vermelho, laranja, amarelo, verde,
azul, anil e violeta. As sete cores que
compõem a luz do sol e que formam o
arco-íris.
Figura 1: Espectro
Cont…
O Branco e o Preto são apenas resultado
da presença ou ausência de luz.
A cor branca é a luz pura (Reflexão total
das 7 cores);
A cor preta é ausência total de luz (Não
se refletem, mas são absorvidas).
1.3. Definição da Cor
Cor é a impressão que a luz refletida ou absorvida
pelos corpos produz nos olhos. A cor branca representa
as sete cores do espectro. A cor preta é a ausência de
luz.

Figura 2: Lápis de Cores


1.4. Cores Primárias
Cores primárias são as cores puras, que não podem ser criadas
combinando outras cores.
As cores primárias são: o amarelo, o vermelho e o azul.

Figura 3 : Cores Primarias


Cont…
1.4.1. Cores Primárias da Luz

Cores primárias da luz (sistema aditivo) são


o vermelho, o verde e o azul.
Este conjunto de cores é comumente conhecido
por RGB (Red, Green e Blue) e, quando
combinadas, são capazes de produzir a sensação
visual de outras cores.
1.5. Cores Secundárias
Cores secundárias são as cores formadas a partir da
combinação de duas cores primárias.
As cores secundárias são: laranja, roxo e verde.

Figura 4: Cores Secundárias


1.6. Cores Terciárias
Cores terciárias são formadas a partir da combinação de uma
cor primária com uma cor secundária. De acordo com a Teoria
das Cores e o sistema RYB (Red, Yellow e Blue), as principais
cores terciárias são:
Vermelho arroxeado (vermelho + roxo)
Amarelo-esverdeado (amarelo + verde)
Amarelo-alaranjado (amarelo + laranja)
Vermelho-alaranjado (vermelho + laranja)
Azul-esverdeado (azul + verde)
Azul-arroxeado (azul + roxo)

Figura 5: Cores Terciárias


1.7. Cores Complementares
Cores complementares não apresentam
vestígios de pigmentos em comum entre
ambas. No círculo cromático estão de lados
opostos do círculo.

A mistura de cores
complementares pode gerar
cores neutras.

Figura 6 : Cores Complementares


1.8. Cores Análogas

1.8.1. Cores Analogas posicionam lado a lado,


conforme as imagens abaixo:

Imagem 7: Cores Análogas


1.9 Cores Neutras
As cores neutras são o branco, o preto, e as
diferentes tonalidades do cinza.
No entanto, também podem ser todos os demais subtons das
outras cores depois de misturar-se com preto ou branco.

Figura 9: As cores neutras


1.10. Significado das Cores
As cores possuem diferentes significados que
variam entre diferentes culturas. Na cultura
ocidental, as cores estão relacionadas com as
emoções do ser humano.
Na decoração dos ambientes, o efeito
estimulante das cores não é negligenciado, nem
o efeito energético, que, através da cromoterapia,
influencia na saúde das pessoas.
1.10.1. Psicologia das Cores
Psicologia das Cores consiste em um
estudo aprofundado sobre como o
cérebro humano identifica as cores
existentes e as transforma em
sensações ou emoções.
1.10.2 Psicologia das Cores: quais as
características?
Existem algumas características importantes na hora da
utilização das cores, que são:
Dimensão: (afectar a percepção da dimensão do
ambiente).
Peso: (influenciar na sensação de peso que determinado
objecto).
Iluminação: (existem diferentes variações na absorção
de luz, ambiente ou o objecto escuro ou iluminado).
Temperatura: (transmitir a sensação de ambiente mais
quente ou mais frio).
1.10.3. Cores na Psicologia
Vermelho: está ligada ao dinamismo (capacidade de
estimular o corpo humano).
Amarelo: transmite a sensação de dinamismo e
estímulo. (cor do otimismo e da energia).
Laranja:(transmite a ideia de movimento, excitação e
desejo de ação).
Roxo: actua diretamente na área cerebral destinada a
criatividade, calmaria e tranquilidade, (ligada a temas
espirituais e fé)
Azul: (calma, serenidade e tranquilidade) também ligada
ao profissionalismo, estabilidade e segurança.
Verde: (saúde, a vitalidade, a natureza e fertilidade).
1.10.4. Cores quentes e frias

Cores quentes e frias são cores que transmitem


a sensação de calor ou de frio.
Exemplos de cores quentes são o vermelho e
laranja e de cores frias o azul e o verde.
Conclusão
A cor é a impressão da luz reflectida ou absorvida
pelos olhos. Esta é importante nosso dia a dia
como não só na atribuição de características nas
coisa pelas cores que possuem, bem com na
sensação que elas produzem em nos mesmos na
psicologia das cores. Contudo os estudiosos que
se dedicaram no estudo deste fenómenos da cor
ligado a luz ou pigmento, deram um grande
contributo para o seu uso até os dias de hoje.
Obrigado Pela Atenção!