Você está na página 1de 20

Dito e Feito, 6.

º ano

Funções sintáticas
Dito e Feito, 6.º ano

Nas frases, as palavras estabelecem relações entre si e


relativamente ao núcleo da frase – o núcleo verbal.
Constituintes da frase
desempenham

FUNÇÕES
SINTÁTICAS
Dito e Feito, 6.º ano

SUJEITO

Corresponde ao(s) ser(es) – pessoa(s), coisa(s)… – sobre


quem se declara, isto é, sobre quem se diz alguma coisa.

Sujeito

Ontem, ooFrancisco
Franciscocomprou um disco fantástico.
Grupo nominal

O que se declara ou diz sobre o sujeito?


Ontem… comprou um disco fantástico. [Predicado]
Dito e Feito, 6.º ano

O sujeito pode ser a entidade…

1. … que pratica a ação. A Ana comeu o bolo.

2. … que sofre a ação. O bolo foi comido pela Ana.

3. … à qual se atribui uma característica. A Ana é muito simpática.

4. … que se encontra num dado estado. A Ana está doente.


Dito e Feito, 6.º ano

Tipos de sujeito

Sujeito simples Composto por apenas um grupo nominal.


O recital
Ele tocou defoiforma
magnífico.
impressionante.

Sujeito composto Constituído por dois ou mais grupos nominais.


O Carlos e o tio foram ao futebol.

Sujeito nulo Não está representado por uma palavra.


Hoje, [-] ficamos em casa.
[nós]
Dito e Feito, 6.º ano

PREDICADO

Função sintática desempenhada pelo grupo verbal, cujo


núcleo é o verbo.

Incluem-se no predicado…

1. … o complemento direto. 4. … o c. agente da passiva.

2. … o complemento indireto. 5. … o modificador [do GV].

3. … o complemento oblíquo. 6. … o predicativo do sujeito.


Dito e Feito, 6.º ano

1. Complemento direto

Complemento pedido por um verbo transitivo direto. Pode ser


substituído pelos pronomes pessoais o, a, os, as.

Complemento direto

A música alimenta a aalma.


alma
Predicado

A música alimenta-a.
Dito e Feito, 6.º ano

2. Complemento indireto

Complemento pedido por um verbo transitivo indireto. Pode ser


substituído pelos pronomes pessoais lhe/lhes.

Complemento indireto

O João ligou ààCarla.


Carla
Predicado

O João ligou-lhe.
Dito e Feito, 6.º ano

3. Complemento oblíquo

Complemento pedido por um verbo transitivo indireto. Pode ser


constituído por um grupo adverbial e/ou por um grupo preposicional.
A presença do complemento oblíquo é fundamental para o sentido
da frase, não podendo, por isso, ser retirado.
Dito e Feito, 6.º ano

Predicado

O Luís vive aqui.


aqui

Complemento oblíquo

A Sofia vai aaminha


minhacasa.
casa
Predicado

* Frase agramatical
Dito e Feito, 6.º ano

4. Complemento agente da passiva

Complemento presente numa frase passiva, constituído por um


grupo preposicional (introduzido pela preposição por). Este
complemento corresponde ao sujeito numa frase ativa com o mesmo
significado.
Dito e Feito, 6.º ano

Complemento agente da passiva

Os manifestantes foram apoiados por por


um um
sindicato.
sindicato
Predicado

Verbo apoiar na voz passiva

Frase ativa correspondente: Um sindicato apoiou os manifestantes.


Dito e Feito, 6.º ano

5. Modificador [do GV]

Função sintática desempenhada por elementos que não são


exigidos pelo verbo, sendo a sua presença opcional. Por não serem
essenciais para o sentido da frase, geralmente podem ser retirados.
O modificador do GV pode ser constituído por grupos adverbiais e
preposicionais.
Dito e Feito, 6.º ano

Modificador [do GV]

Eu passei por aqui ontem.


ontem Estivemos a estudar emem
minha casa.
minha casa
Predicado Predicado
Dito e Feito, 6.º ano

6. Predicativo do sujeito

Função sintática que atribui uma propriedade, uma característica ou


uma localização (temporal ou espacial) ao sujeito. O predicativo do
sujeito pode ser constituído por grupos nominais, adjetivais,
adverbiais ou preposicionais.

Ocorre sempre em frases com verbos copulativos:


ser, estar, ficar, permanecer, continuar, parecer…
Dito e Feito, 6.º ano

GN
A Luísa é pintora.
pintora

GAdj

silenciosa
A sala está silenciosa. Predicativo
do sujeito
GAdv

ali
A biblioteca é ali!
GPrep

Esta tarde, ficamos nanaescola.


escola
Dito e Feito, 6.º ano

MODIFICADOR [de frase]

Função sintática desempenhada por elementos que não


são exigidos por nenhum constituinte da frase, sendo, por
isso, opcionais. O modificador de frase pode ser constituído
por um grupo adverbial ou por um grupo preposicional e a
sua presença afeta a totalidade da frase ou oração.
Dito e Feito, 6.º ano

Sinceramente,
Sinceramente espero que tudo corra bem!
Predicado Predicado

Modificador [de frase]

Na
Na verdade,
verdade encontrei o livro, mas não o trouxe.
Predicado Predicado
Dito e Feito, 6.º ano

VOCATIVO

Função sintática utilizada em contextos de chamamento ou


interpelação do interlocutor. Surge frequentemente em frases
imperativas, interrogativas e exclamativas. O vocativo
aparece sempre isolado por vírgula(s).
Dito e Feito, 6.º ano

Ó Manuel,
Manuel não faças isso!

Vocativo

Percebeste, Maria,
Maria o que eu disse?

meu
Já disse o que pensava, meu amigo
amigo!

Você também pode gostar