Você está na página 1de 19

II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO

TRABALHO ACADÉMICO
Fonte principal:

■Manual de Regras, título III, arts. 8 a 11:


Regas gerais para a pesquisa e redacção do
trabalho académico.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
1- Conceito de pesquisa científica
■O trabalho académico deve ser precedido da colecta e do
estudo pormenorizado de fontes do conhecimento
(bibliografia) relativo ao seu objecto (assunto e objectivos).
■A pesquisa é um processo de construção do conhecimento
que tem como metas principais gerar novo conhecimento
e/ou colaborar ou refutar algum conhecimento pré-
existente. É basicamente um processo de aprendizagem
tanto do indivíduo que a realiza quanto da sociedade, na
qual esta se desenvolve.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
1- Conceito de pesquisa científica
Para poder ser chamada de científica, a pesquisa deve
obedecer a determinados rigores que impõe o método
científico:
■A pesquisa é um trabalho capaz de avançar o
conhecimento;
■Descobrir algo que ainda não foi dito;
■A realização concreta de uma investigação planeada,
desenvolvida e redigida de acordo com as normas da
metodologia consagrada pela ciência.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
2- Objectivos da pesquisa
Como ferramenta para adquirir conhecimentos, a
pesquisa pode ter os seguintes objectivos:
■Resolver problemas específicos;
■Gerar teorias ou;
■Avaliar teorias já existentes.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
3- Porque se faz pesquisa?
Há muitas razões que determinam a realização de uma
pesquisa. Estas podem no entanto, ser classificadas em
dois grandes grupos:
■Razões de ordem intelectual (puras): decorrem do
desejo de conhecer pela própria satisfação de conhecer;
■Razões de ordem prática (aplicadas): decorrem do
desejo de conhecer com vista a fazer algo de maneira
mais eficiente.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO

3- Porque se faz pesquisa?


❑Esses dois tipos de pesquisas não podem ser
tratados como se fossem mutuamente exclusivas,
pois, uma pesquisa sobre problemas práticos pode
conduzir à descoberta de princípios científicos.
❑Da mesma forma, uma pesquisa pura pode
fornecer conhecimentos passíveis de aplicação
prática imediata.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
4- Pesquisa teórica e prática
■Pesquisa teórica é a que se dedicada a reconstruir teoria,
conceitos, ideias, ideologias, polêmicas, tendo em vista,
em termos imediatos, aprimorar fundamentos teóricos.
■A pesquisa teórica não implica imediata intervenção na
realidade, mas ela tem um papel decisivo na criação de
condições para a intervenção.
■O conhecimento teórico adequado acarreta rigor
conceitual, análise acurada, desempenho lógico,
argumentação diversificada, capacidade explicativa.
(Demo, 2000)
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
4- Pesquisa teórica e prática
■Quando o trabalho académico versar sobre aspectos
prático-concretos, a pesquisa teórica deverá preceder a
colecta de dados concretos e a sua análise, podendo ser
renovada posteriormente, para a complementação do
estudo e o esclarecimento de dúvidas.
■A pesquisa prática está ligada à práxis, ou seja, à
prática histórica em termos de conhecimento científico
para fins explícitos de intervenção.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
4- Pesquisa teórica e prática
■A pesquisa prática não esconde a ideologia, mas
também não perde o rigor metodológico.
■Alguns métodos qualitativos seguem esta
direcção, como por exemplo, pesquisa participante,
pesquisa-acção, onde via de regra, o pesquisador
faz a devolução dos dados à comunidade estudada
para as possíveis intervenções (Demo, 2000).
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
5- Fontes da pesquisa teórica
■A pesquisa teórica deve partir de fontes primárias e ser
complementada por fontes secundárias, visando a
máxima exploração das informações e reflexões
existentes sobre o objecto de estudo.
■As fontes primárias são a doutrina, os instrumentos
legislativos, as decisões jurisprudenciais, os documentos
político-administrativos; enquanto as fontes secundárias
são os livros, periódicos, as monografias, as dissertações,
os ensaios e resumos, as teses e os artigos científicos, etc.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
5- Fontes da pesquisa teórica
■Independentemente da classificação feita no ponto
anterior, a colecta de fontes de estudo deve ser feita
mediante criteriosa verificação da prioridade,
antecedência, originalidade, seriedade,
profundidade e qualidade dos trabalhos
consultados, atentando-se sempre para sua origem
(país e entidade), autoria e o ano de produção.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
5- Fontes da pesquisa teórica
■As consultas feitas a portais electrónicos (internet)
devem ser feitas com cautela e prioritariamente
utilizadas como fontes secundárias.
■A consulta ao conteúdo dos instrumentos legislativos
deve privilegiar os meios de publicação oficial, ou seja,
os Boletins da República de Moçambique ou as vias
correspondentes em caso de legislação estrangeira.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO

6- Qualidades pessoais do pesquisador


O êxito de uma pesquisa depende de certas
qualidades intelectuais e sociais do pesquisador,
dentre as quais estão: conhecimento do assunto,
curiosidade, criatividade, integridade intelectual,
atitude auto-correctiva, sensibilidade social,
imaginação disciplinada, perseverança e paciência,
postura ética e confiança na experiência (Gil,
1999).
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
7- Procedimentos didácticos e metodológicos: leitura
Na elaboração da pesquisa, é necessário ter em
consideração os seguintes procedimentos:
■A leitura e sua importância: tipos de leitura (de lazer e
analítica; é a porta para o conhecimento).
■O que se deve ler? O título, a data da publicação, o
índice, a introdução, a bibliografia...
■Como se deve ler? Com atenção, intenção, reflexão,
espírito crítico, análise, síntese e velocidade adequada ao
texto e à pessoa.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
7- Procedimentos didácticos e metodológicos: leitura
Para que a leitura se torne proveitosa, para além do que
falamos antes, é preciso evitar os seguintes defeitos:
■Dispersão do espírito;
■Inconstância;
■Passividade;
■Excessivo espírito crítico;
■Preguiça e;
■Deslealdade.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
7- Procedimentos didácticos e metodológicos: redacção
■O trabalho académico escrito deve ser redigido em
português, excluídas as expressões coloquiais e usos
populares, respeitada a objectividade do texto, respeitadas
também as regras gramaticais e com adequação sintáctica e
semântica própria, e num nível de língua cuidada.
■Tudo isto garante que o texto produzido seja impessoal,
claro, preciso e completo, capaz de comunicar de modo
eficiente e científico o resultado da pesquisa realizada.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
7- Procedimentos didácticos e metodológicos:
redacção
■O trabalho académico do fim do curso deve ter:
■a) Licenciatura (monografia), um minímo de 35 e
máximo 50 páginas;
■b) Mestrado (Dissertação), um minímo de 50 e
máximo 70 páginas;
■c) Doutoramento um minímo de 250 e máximo 500
páginas.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
7- Procedimentos didácticos e metodológicos: redacção
■Em qualquer hipótese, a utilização de frases de autoria de
terceiros deve, obrigatoriamente, ser indicada sob a forma
de citação bibliográfica, sendo esta acompanhada da
respectiva referência.
■Por isso, registe sempre as páginas donde retira a
informação, registe também todos dados bibliográficos da
obra e o local onde se encontra a obra, para efeitos de
consulta posterior, pois necessitará da informação para a
referências bibliográficas.
II- A PESQUISA E A REDACÇÃO DO
TRABALHO ACADÉMICO
7- Procedimentos didácticos e metodológicos: redacção
■O incumprimento disto caracteriza a prática de plágio.
■Plágio é o uso do trabalho, palavras e ideias de outras
pessoas sem o devido reconhecimento ou permissão.
■O Plágio é uma prática antiética e punível na
academia.
■Mais sobre plágio, ler: Christofoletti, R. Ética e
Autoria. Artigo obrigatório para leitura e avaliação.

Você também pode gostar