Você está na página 1de 77

A Bíblia

ESBOÇO DO ESTUDO:

• Três Palavras Importantes:


1. Revelação
2. Inspiração
3. Iluminação
• Como sabemos que a Bíblia vem de Deus?

• Como sabemos que temos os livros certos?

• O que significa dizer que a Bíblia é inspirada?


Três palavras
importantes, suas
definições e
implicações:
1. REVELAÇÃO:
Revelação significa que Deus escolheu revelar
sua natureza e sua vontade a nós através da
Bíblia.

Ela foi escrita para que Deus mostrasse com Ele


é e também como Ele quer que nós sejamos.

Uma compreensão sobre Deus vem apenas


através de sua decisão de revelar a si mesmo a
nós.
1. REVELAÇÃO:

“ E assim mostrarei a minha grandeza e a minha


santidade, e me farei conhecido de muitas
nações. Então eles saberão que Eu Sou o
Senhor.” Ezequiel 38.23
2. Inspiração:
Inspiração é o processo através do qual Deus nos
deu a Bíblia.

Deus trabalhou no coração dos escritores


humanos para inspira-los a escrever suas
palavras.

As palavras escritas através dessas pessoas são


perfeitas, infalíveis e dignas de confiança.
2. INSPIRAÇÃO:

“ Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil


para o ensino, para a repreensão, para a correção
e para a instrução na justiça.” 2 Timóteo 3.16
3. ILUMINAÇÃO: :
Iluminação é o trabalho do Espírito Santo de
trazer luz e entendimento para as palavras da
Bíblia enquanto nós as lemos.

Iluminação é o meio através do qual nós


entendemos a Bíblia.
3. ILUMINAÇÃO:

“ então lhes abriu o entendimento, para que


pudessem compreender as Escrituras.” Lucas 24.45
Como Podemos saber que a
Bíblia vem de Deus?

Primeiro:
a Evidencia externa diz
que a Bíblia tem comprovação
histórica
Primeiro:

a Evidencia externa diz


que a Bíblia tem comprovação
histórica

• O número de cópias manuscritas e o curto


espaço de tempo entre os manuscritos
originais e as nossas primeiras cópias do
Novo Testamento
Primeiro:

a Evidencia externa diz


que a Bíblia tem comprovação
histórica

• O extremo cuidado com o qual as


Escrituras foram copiadas pelos antigos
copistas
Primeiro:

a Evidencia externa diz


que a Bíblia tem comprovação
histórica

• Confirmação de Lugares e datas pelas


descobertas arqueológicas
Segundo:

a Evidencia INtrínsica diz


que a Bíblia é um livro único

• A maior parte da Bíblia vem de


Testemunhas oculares.

• A surpreendente concordância e
consistência do começo ao fim da Bíblia
TERCEIRO:

a Evidencia PESSOAL diz


que a Bíblia é um livro pODerosO

• A Bíblia é o livro mais vendido do mundo.


A maioria das pessoas sabe que foi o primeiro
livro a ser Impresso ( a Bíblia de Guttemberg
em 1542). A Bíblia, no seu todo ou em parte,
tem sido traduzida para mais de 1.300
idiomas!
Quarto:

JESUS diz que a Bíblia vem de DEUS!

1. Jesus reconheceu o Espírito Santo como


AUTOR.

MATEUS 22:43-44
Quarto:

JESUS diz que a Bíblia vem de DEUS!

2. Jesus Citou a Bíblia como autoridade.

MATEUS 22:29
LUCAS 11:28
Quarto:

JESUS diz que a Bíblia vem de DEUS!

3. Jesus proclamou sua unicidade.

MATEUS 5:18
JOÃO 10:35
Quarto:

JESUS diz que a Bíblia vem de DEUS!

4. Jesus a chamou de “Palavra de Deus”.

MARCOS 7:13
Quarto:

JESUS diz que a Bíblia vem de DEUS!


5. Jesus acreditou que as pessoas e lugares na
Bíblia foram reais.
1. Ele acreditou nos profetas (Mt 22:29 e 24:5)
2. Ele acreditou em Noé. (lc 17:6)
3. Ele acreditou em Adão e Eva (Mt 19:4)
4. Ele acreditou em Sodoma e Gomorra (Mt
10:15)
5. Ele Acreditou em Jonas (Mt 12:40)
Como Podemos saber temos
Os Livros Certos?
Pelo Testemunho da Própria
Bíblia
• JESUS RECONHECEU O CANÔN DO ANTIGO TESTAMENTO
A PALAVRA CANÔN SE REFERE A LISTA DOS LIVROS QUE SÃO
ACEITOS COMO ESCRITURA.
LUCAS 24:44
E DISSE-LHES: "FOI ISSO QUE EU LHES FALEI ENQUANTO AINDA
ESTAVA COM VOCÊS: ERA NECESSÁRIO QUE SE CUMPRISSE TUDO
O QUE A MEU RESPEITO ESTAVA ESCRITO NA LEI DE MOISÉS, NOS
PROFETAS E NOS SALMOS".
Pelo Testemunho da Própria
Bíblia
• PEDRO RECONHECEU PARTE DO CANÔN DO
NOVO TESTAMENTO

ELE ESCREVE DA MESMA FORMA EM TODAS AS SUAS CARTAS, FALANDO


NELAS DESTES ASSUNTOS. SUAS CARTAS CONTÊM ALGUMAS COISAS
DIFÍCEIS DE ENTENDER, AS QUAIS OS IGNORANTES E INSTÁVEIS TORCEM,
COMO TAMBÉM O FAZEM COM AS DEMAIS ESCRITURAS, PARA A PRÓPRIA
DESTRUIÇÃO DELES.

2 PEDRO 3:16
Pelo Testemunho da Própria
Bíblia
• PAULO RECONHECEU TANTO A INSPIRAÇÃO DO ANTIGO
QUANTO DO NOVO TESTAMENTO ERA IGUAL NUM ÚNICO VERSO
POIS A ESCRITURA DIZ: "NÃO
AMORDACE O BOI ENQUANTO ESTÁ DEBULHANDO O CEREAL", E
"O TRABALHADOR MERECE O SEU SALÁRIO".

1 TIMÓTEO 5:18

O VERSÍCULO ACIMA É SURPREENDENTE. NELE PAULO CITA


DEUTERONOMIO 25.4 E LUCAS 10.7 E CHAMA AMBOS DE ESCRITURA.
Pela HiSTÓRIA DA IGREJA
OS LIVROS FORAM INCLUÍDOS NO NOVO TESTAMENTO
COM BASE NA:
• AUTORIDADE DE UM APÓSTOLO

O NOVO TESTAMENTO TEM A AUTORIDADE DE


“TESTEMUNHAS OCULARES”. VEJA OS ESCRITORES DOS
EVANGELHOS, POR EXEMPLO MATEUS FOI UM
APÓSTOLO, MARCOS DESCREVEU AS LEMBRANÇAS DE
PEDRO, LUCAS FOI UM AMIGO DE PAULO E PESQUISOU
DETALHADAMENTE OS FATOS QUE REGISTROU, JOÃO
TAMBÉM FOI UM APÓSTOLO.
Pela HiSTÓRIA DA IGREJA
• ENSINAMENTO DA VERDADE

• CONFIRMAÇÃO DA IGREJA

MUITAS PESSOAS PENSAM QUE OS LIVROS DO NOVO


TESTAMENTO FORAM ESCOLHIDOS POR UM CONCÍLIO DE
POUCAS PESSOAS. ISSO NÃO É VERDADE. UM CONCÍLIO
REALMENTE RECONHECEU OS LIVROS DO NOVO TESTAMENTO
(CONCÍLIO DE CARTAGO, 3M 397D.C.), MAS ISSO DEPOIS DE A
IGREJA JÁ ESTAR USANDO OS LIVROS POR MAIS DE 300 ANOS. O
CONCÍLIO APENAS RECONHECEU FORMALMENTE OS LIVROS JÁ
ACEITOS COMO CANÔNICOS, EM RESPOSTA A FALSOS MESTRES
QUE ESTAVAM TENTANDO ACRESCENTAR LIVROS À BÍBLIA.
Pelo poder de DEUS
OS LIVROS FORAM INCLUÍDOS NO NOVO TESTAMENTO
COM BASE NA:
• AUTORIDADE DE UM APÓSTOLO

O NOVO TESTAMENTO TEM A AUTORIDADE DE


“TESTEMUNHAS OCULARES”. VEJA OS ESCRITORES DOS
EVANGELHOS, POR EXEMPLO MATEUS FOI UM
APÓSTOLO, MARCOS DESCREVEU AS LEMBRANÇAS DE
PEDRO, LUCAS FOI UM AMIGO DE PAULO E PESQUISOU
DETALHADAMENTE OS FATOS QUE REGISTROU, JOÃO
TAMBÉM FOI UM APÓSTOLO.
Qual o significado de dizer
que a Bíblia é inspirada?
DEFINIÇÃO

“INSPIRAÇÃO NÃO SIGNIFICA SIMPLESMENTE QUE


O ESCRITOR SENTIU ENTUSIASMO, COMO HANDEL
QUANDO COMPÔS “O MESSIAS”. TAMBÉM
SIGNIFICA QUE OS ESCRITOS SÃO
NECESSARIAMENTE INSPIRATIVOS, COMO UM
POEMA EDIFICANTE. COMO NUM PROCESSO,
INSPIRAÇÃO SE REFERE AO FATO DE OS ESCRITORES
E ESCRITOS APENAS, AOS DOCUMENTOS QUE SÃO
AS MENSAGENS DE DEUS.”
INSPIRAÇÃO SIGNIFICA QUE
DEUS
ESCREVEU
A BÍBLIA ATRAVÉS DE HOMENS
POIS JAMAIS A PROFECIA TEVE ORIGEM NA VONTADE
HUMANA, MAS HOMENS FALARAM DA PARTE DE DEUS,
IMPELIDOS PELO ESPÍRITO SANTO.

2 PEDRO 1:21
INSPIRAÇÃO SIGNIFICA QUE
O ESPIRITO SANTO
É O AUTOR
E DISSE: "IRMÃOS, ERA NECESSÁRIO QUE SE CUMPRISSE A ESCRITURA QUE O
ESPÍRITO SANTO PREDISSE POR BOCA DE DAVI, A RESPEITO DE JUDAS, QUE
SERVIU DE GUIA AOS QUE PRENDERAM JESUS. ATOS 1:16

OS IRMÃOS DALI TINHAM OUVIDO FALAR QUE ESTÁVAMOS CHEGANDO E


FORAM ATÉ A PRAÇA DE ÁPIO E ÀS TRÊS VENDAS PARA NOS ENCONTRAR.
VENDO-OS, PAULO DEU GRAÇAS A DEUS E SENTIU-SE ENCORAJADO. ATOS 28:15

"PORTANTO, Ó NAÇÃO DE ISRAEL, EU OS JULGAREI, A CADA UM DE ACORDO


COM OS SEUS CAMINHOS; PALAVRA DO SOBERANO SENHOR. ARREPENDAM-SE!
DESVIEM-SE DE TODOS OS SEUS MALES, PARA QUE O PECADO NÃO CAUSE A
QUEDA DE VOCÊS. EZEQUIEL 18:30
DUAS PALAVRAS IMPORTANTES
QUE PRECISAMOS COMPREENDER

• INSPIRAÇÃO VERBAL:

DEUS INSPIROU AS PALAVRAS, NÃO APENAS AS


IDÉIAS
( MATEUS 5:18,22.43-44).
NA ÚLTIMA REFERENCIA, JESUS BASEOU SEU
ARGUMENTO APENAS NA PALAVRA
DUAS PALAVRAS IMPORTANTES
QUE PRECISAMOS COMPREENDER

• INSPIRAÇÃO PLENÁRIA:
DEUS INSPIROU O TODA A ESCRITURA, NÃO
APENAS AS PARTES (2 TIM. 3.16)

Se você acredita apenas no que você gosta do


evangelho e rejeita o que você não gosta, não é no
evangelho que você acredita, mas em você mesmo.
Agostinho de Hipona
INSPIRAÇÃO SIGNIFICA QUE
A PALAVRA DE DEUS
DEVE SER NOSSA AUTORIDADE
FINAL

COMO PODE O JOVEM MANTER PURA A SUA CONDUTA? VIVENDO DE


ACORDO COM A TUA PALAVRA. SALMOS 119:9

ESTE É O DEUS CUJO CAMINHO É PERFEITO; A PALAVRA DO SENHOR É


COMPROVADAMENTE GENUÍNA. ELE É UM ESCUDO PARA TODOS OS
QUE NELE SE REFUGIAM. SALMOS 18:30
Entender a Inspiração aumenta
minha CONFIANÇA na Bíblia

A Inspiração garante que posso


confiar em sua Palavra independentemente
de meus sentimentos, valores, opiniões e
cultura
Sempre que houver um conflito
entre o que a Bíblia diz e a
maneira como eu sinto, ou como
fui ensinado, ou a opinião de
outros, ou o que parece razoável
para mim – sempre que houver
diferença de opinião com a bíblia
por qualquer razão, a Bíblia estará
sempre com a razão.
Algumas comprovações arqueológicas que
confirmam as escritas, eventos e personagens da
Bíblia
Um selo de argila de 2.700 anos de idade de Jerusalém pode estar ligado ao
profeta, tornando-se a primeira referência a ele fora da Bíblia.
O Profeta Isaías
O selo possui escrita hebraica antiga com menção a Yesha'yah [u] (o nome
hebraico de Isaías), seguido do termo “nvy”.
Esta bulla de argila com o selo do rei Ezequiel foi encontrada na mesma área de
escavação, a apenas 10 metros de onde o “selo de Isaías” foi encontrado.
Cerca de 14 mil tábuas de argila
foram encontradas no norte da
Síria, em 1974. Datadas de 2.300
a 2.000 a.C., elas remontam à
época dos patriarcas. Os tabletes
descrevem a cultura, nomes de
cidades e pessoas (como Adão,
Eva, Miguel, Israel, Noé) e o
modo de vida similar ao dos
patriarcas descrito principalmente
entre os capítulos 12 e 50 do livro
de Gênesis, indicando sua
Tabletes de Ebla:
historicidade.
É uma oração sacerdotal
escrita por um
egípcio chamado Ipuwer,
onde questiona o deus Horus
sobre as desgraças que
ocorrem no Egito. As pragas
mencionadas são: O rio Nilo
se torna sangue; escuridão
cobrindo a terra; animais
morrendo no pasto; entre
outras, que parecem fazer
referência às pragas relatadas
Papiro de Ipuwer: 
no livro de Êxodo.
Placa comemorativa sobre
conquista militar da Síria
sobre a região de Dã. A
inscrição traz de modo bem
legível a expressão “casa de
Davi”, que pode ser uma
referência ao templo ou à
família real. O mais
importante, todavia, é que
menciona, pela primeira vez
fora da Bíblia, o nome de
Davi, indicando que este foi
um personagem real.
Estela de Tel Dan:
Estes artefatos mostram
duas derrotas militares
de Israel. O primeiro traz
o desenho do rei Jeú
prostrado diante de
Salmaneser III
oferecendo tributo a ele.
O segundo descreve o
cerco de Senaqueribe a
Jerusalém, citando
textualmente o
confinamento do rei
Ezequias..
Obelisco Negro e a Prima de Taylor:
Fragmentos de escrita
aramaica encontrados
em Tell Deir Allá, que
relatam um episódio da
vida de “Balaão filho de
Beor” e descrevem uma
de suas visões – indícios
de que Balaão existiu e
viveu em Canaã, como
afirma a Bíblia no livro
de Números 22 a 24.

Textos de Balaão:
O livro de Daniel foi por
muito tempo contestado pois
os críticos diziam que o livro
não tinha nenhum
embasamento histórico. Que a
Babilônia nunca tinha
existido e nem mesmo um rei
chamado Nabucodonosor.
Mas esse achado
arqueológico traz a seguinte
inscrição em cuneiforme: “(eu
sou) Nabucodonosor, Rei de
Babilônia. Provedor (do
templo) de Ezagil e Ezida;
filho primogênito de
Nabopolassar”.
Tijolo babilônico de Nabucodonosor: 
O profeta Jeremias durante os
últimos anos do reino de Judá,
profetizou o exílio e o retorno dos
judeus, eles teriam que aceitar o
jugo de Babilônia e não resistir. Ele
foi encarcerado, ameaçado de morte
e posto como falso profeta e traidor.
Jeremias, nomeou Baruque, o filho
de Nérias, seu escriturário. Foram
encontrados em uma loja de
antiguidades em Jerusalém alguns
pedaços de barro marcados com um
selo. Dentro desta coleção há duas
peças que acredita-se ter pertencido
a Baruque. Em exibição no Museu
de Israel em Jerusalém, nas três
linhas lê-se: Berekhyauhuh, o filho
de Neriyauhuh, o escriturário.
O Selo de Baruque:

A descoberta que provou a existência do


secretário e confidente do profeta Jeremias.
Talvez o maior achado arqueológico de
todos os tempos. Casualmente
descobertos por um grupo de pastores de
cabras. Na sua maioria, escritos antes da
era cristã e guardados em rolos, dentro de
vasilhas de barro. Os
manuscritos formam uma coleção de
cerca de 930 documentos descobertos
entre 1947 e 1956 em 11 cavernas
próximo de Qumran, uma fortaleza a
noroeste do Mar Morto, em Israel (em
tempos históricos uma parte da Judéia).
Estes documentos foram escritos entre
o século III a.C. e o primeiro século
depois de Cristo em Hebraico,
Aramaico e grego. A maior parte deles
consiste em pergaminhos, sendo uma
pequena parcela de papiros e um deles
gravado em cobre.

Os Manuscritos do Mar Morto:


Papiro 52 encontrado no Egito
em 1920, redescoberto (1934)
por C. H. Roberts na Biblioteca
John Rylands (1801-1888) em
Manchester, Inglaterra.
Conhecido como o mais antigo
texto escrito do Novo
Testamento (125 d.C). Também
conhecido como o fragmento de
João. Contêm partes do
Evangelho de João 18 31-33, no
grego, e no verso contêm linhas
dos versos 37-38.
O Papiro de John Rylands.
1 - A pedra de Pônico Pilatos

No ano de 1961, o teatro construído por Herodes,


o Grandes, em Cesareia, em Israel, um grupo de
arqueólogos descobriu uma pedra que possuía
uma inscrição na lateral que dizia o seguinte:
"Pôncio Pilatos, prefeito da Judeia, a dedica."
Para quem não sabe, essa foi a primeira
evidência física da existência do personagem
bíblico.
2 - A parede do rei Salomão

No antigo testamento, segundo o primeiro livro


dos reis, existe um relato que diz que o rei
Salomão mandou construir uma grande muralha
em Jerusalém, e no ano de 2010, essa tal
construção foi encontrada durante uma
escavação da Universidade Hebraica de
Jerusalém. Eles não encontraram a muralha
inteira, mas boa parte dela, com 70 metros de
comprimento e 6 metros de altura, além de uma
guarida de segurança e uma torre.
3 - O reservatório de Siloé

Segundo o livro de João na Bíblia, após curar um cego


de nascença, Jesus lava os olhos do mesmo com as
águas do Reservatório de Siloé. A comunidade
acadêmica acreditava que João não fazia referência a
um lugar de verdade, ele estava apenas usando um
conceito religioso para ilustrar uma paisagem. A notícia
boa é que no ano de 2005, alguns encanadores
encontraram a tal reserva de água na Cidade Velha de
Jerusalém.
4 - Dilúvio Universal

Durante uma escavação na antiga cidade de Ur


(atual Iraque), um arqueólogo britânico
chamado Leonard Woolley encontrou
sedimentos que indicam uma inundação
devastadora que aconteceu entre 4.000 A.C. e
3.500 a.C., época que combina como Dilúvio
Universal relatado no Antigo Testamento.
Embora não seja comprovado que tenha sido de
fato universal, sabe-se que ele se deu na região
referida a passagem bíblica.
5 - Abraão se apossa de uma serva de Sara

Realizada ainda em 1920, uma escavação moderna no


Iraque encontrou tabuinhas de Nuzi. Esses escritos
cuneiformes revelam algumas histórias de personagens
bíblicos como Labão e Jacó. Elas também revelam
informações sobre costumes da época, como o de uma
mulher estéril que permitia que seu marido se apossasse
de uma serva para conceber um filho (o qual ela
adotava). Isso confirma a passagem bíblica onde Abraão
e sua mulher Sara tem coerência com os
comportamentos da época.
6 - Cidade da Primavera

Depois de 20 anos escavando a Cidade de Davi (o


principal sítio arqueológico de Jerusalém) foi
encontrada a fortaleza da "Cidade da
Primavera". "A cidadela foi construída para
salvar e proteger a água da Fonte do Giom dos
inimigos que queriam conquistar as cidades, bem
como proteger as pessoas que queriam beber
água e voltar para a cidade", declara Oriya
Dasberg, o diretor de desenvolvimento da Cidade
de Davi.
7 - A Genealogia de Abraão

Em uma cidade localizada na Síria, chamada Mari, foi


encontrada restos arqueológicos de um palácio que
escondia um arquivo autêntico em forma de pequenas
tábuas, que nelas foram encontrados os nomes do profeta
Abraão, chefe de sua tribo, e de seus descendentes.
Embora isso não prove a existência da árvore
genealógica narrada pela Bíblia, pode servir para
mostrar que os nomes da passagem correspondem aos
utilizados naquela época e região.
Algumas Curiosidades sobre a Bíblia
1 – A Bíblia foi o primeiro livro impresso do
mundo,
é o mais traduzido e o mais vendido
Em 1460, o alemão Johannes Gutenberg finalizou um trabalho que demorou 5
anos. A invenção da prensa com tipos móveis revolucionou o mundo. O primeiro
livro impresso dessa maneira foi a Bíblia e isso foi fundamental para a Reforma
Protestante.

Continua sendo o livro mais vendido do mundo desde então. Segundo as


estatísticas mais recentes, ela já foi traduzida em cerca de 3000 línguas e
dialetos. E estimasse que mais de 5 bilhões de cópias já tenham sido vendidas.

Em 2014, somente as Sociedades Bíblicas Unidas (SBU) distribuíram 34 milhões


de exemplares em todo o mundo. Considerando somente o Brasil, foram 7,6
milhões de volumes impressos pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), que
publica as versões evangélicas. São mais cerca de 3,4 das católicas, totalizando
11 milhões.
A Bíblia também é o livro mais roubado no mundo
2 – Capítulos e Versículos
A Bíblia só foi dividida em capítulos no ano de 1250, segundo organização do cardeal Hugo
Caro. Em 1550, Robert Stevens dividiu os capítulos em versículos. Ela possui 1189 capítulos
(929 no AT e 260 no NT). Dependendo da versão, cerca de 31.100 versículos.

3 - Algumas pessoas têm o hábito de abrir a Bíblia em uma página aleatória, ler
algum trecho e usar o que leu como uma espécie de conselho divino. Esse hábito é
chamado Bibliomancia;

4 – “Deus” não está em todos os lugares


Apesar de o Senhor ser o centro da revelação, a palavra “Deus” não aparece nos livros de Ester e
de Cantares (ou Cântico dos Cânticos).

5 – O meio da Bíblia
O Salmo 118 é o capítulo que está no ‘meio’ da Bíblia. Há 594 capítulos antes e depois dele. O
versículo que se encontra bem no centro da Bíblia é o versículo 8 deste Salmo.
6 – O maior e o menor capítulo
Nos originais, o Salmo 119 é o capítulo mais longo da Bíblia, é um acróstico (poesia). Os 176
versículos são divididos em 22 seções de oito versos cada uma, correspondendo a cada uma das
letras do alfabeto hebraico. O menor é o Salmo 117, com apenas dois versículos.

7 – O maior e o menor versículo


O maior versículo é Ester 8:9 (possui 415 caracteres no original) e o menor é Êxodo 20-13 (com
10 letras)

8 – Uma ‘Bíblia’ dentro da Bíblia?


O Livro de Isaías assemelha-se a uma pequena Bíblia. São 66 capítulos, mesmo número de livros
das Escrituras. Os primeiros 39 falam da história passada, e os 27 restantes apresentam promessas
do futuro.

9 – Livros da Bíblia que tem apenas 1 capítulo


Obadias, Filemom, II João, III João e Judas são os livros bíblicos que possuem apenas um
capítulo. II João é o menor deles, possuindo somente 13 versículos.

10 – Formação do Novo Testamento


Tiago foi o primeiro livro do Novo Testamento a ser escrito. Segundos os estudiosos, entre 45 e
48 d.C. Os Evangelhos foram escritos pelo menos 10 anos depois de Tiago. O último livro do
Novo Testamento foi também o último a ser escrito, o Apocalipse (do apóstolo João) só foi escrito
entre 95 e 100 d.c
A
BÍBLIA
Objetivo para mudança de vida:

Obter confiança profunda e duradoura na capacidade que Deus lhe deu de

entender a Bíblia.
Três palavras
importantes, suas
definições e
implicações:
• A revelação da Bíblia já está concluída (Hb 1.1-2).

• A inspiração dos escritores bíblicos também está concluída


(1 Pe 1.10-12).

•A iluminação (capacidade de entendimento) é algo que está


ocorrendo agora com o leitor da Bíblia.
• Tu, Senhor, manténs acesa a minha lâmpada; o meu Deus transforma
em luz as minhas trevas.
Salmos 18.28

• A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia
o meu caminho.
Salmos 119.105
1. ILUMINAÇÃO

A iluminação é a influência sobrenatural ou o ministério do Espírito Santo


sobre todos os que crêem em Cristo, capacitando-os a entender as Escrituras.

Veja isso desta forma:

pela sua revelação e inspiração, Deus enviou a “luz” de sua Palavra ao


mundo.

Por meio da iluminação, as vendas são tiradas dos olhos de quem crê e lê;
então, estes podem ver a luz que já está ali.
Quatro bases são necessárias para que a iluminação
aconteça na vida do crente:

1. AMAR PROFUNDAMENTE A PALAVRA DE


DEUS.
Como eu amo a tua lei! Medito nela o dia inteiro.
Salmo 119.97

Eu amo os teus mandamentos mais do que o ouro, mais do que o


ouro puro.
Salmo 119.127

... peça sabedoria e grite pedindo entendimento. Procure essas coisas, como se
procurasse prata ou um tesouro escondido. Se você fizer isso, saberá o que quer
dizer temer o SENHOR, e aprenderá a conhecê-lo. É o SENHOR quem dá
sabedoria; a sabedoria e o entendimento vêm dele.
Provérbios 2.3-6 (NTLH)
COMO A BÍBLIA ILUSTRA O SEU POTENCIAL
PARA TRANSFORMAR NOSSAS VIDAS?

1. __SEMENTE___
Vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por
meio da palavra de Deus, viva e permanente.
1 Pedro 1.23

2.. ESPADA .
Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.
Efésios 6.17

Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de
dois gumes; ela penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas,
e julga os pensamentos e intenções do coração.
Hebreus 4.12

Em Efésios, a Espada está em nossa mão, nos defendendo contra o inimigo.


Em Hebreus, a Espada está nas mãos de Deus, penetrando em nossas vidas
e impactando-a profundamente.
COMO A BÍBLIA ILUSTRA O SEU POTENCIAL
PARA TRANSFORMAR NOSSAS VIDAS?

3. ALIMENTO
Quando as tuas palavras foram encontradas, eu as comi; elas são a minha
alegria e o meu júbilo, pois pertenço a ti, Senhor Deus dos Exércitos.
Jeremias 15.16

Jesus respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda
palavra que procede da boca de Deus.
Mateus 4.4

Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro,


para que por meio dele cresçam para a salvação.
1 Pedro 2.2
COMO A BÍBLIA ILUSTRA O SEU POTENCIAL
PARA TRANSFORMAR NOSSAS VIDAS?

4. ____FOGO____ e ____MARTELO_______
Não é a minha palavra como o fogo, pergunta o SENHOR, e como um
martelo que despedaça a rocha?
Jeremias 23.29

5. ESPELHO
Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um
homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesmo,
sai e logo esquece a sua aparência. Mas o homem que observa atentamente
a lei perfeita, que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não
esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer.
Tiago 1.23-25
Quatro bases são necessárias para que a iluminação
aconteça na vida do crente:

2. ENTENDER ESPIRITUALMENTE A PALAVRA


DE DEUS.
Duas verdades sobre todos os crentes em Cristo:

1. O Espírito Santo nos torna _CAPAZES_ de entender a Bíblia.


Nós, porém, não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito
procedente de Deus, para que entendamos as coisas que Deus nos tem dado gratuitamente. Delas
também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas
pelo Espírito, interpretando verdades espirituais para os que são espirituais. Quem não tem o
Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe é loucura; e não é capaz de
entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente. Mas quem é espiritual discerne todas
as coisas, e ele mesmo por ninguém é discernido... 1 Coríntios 2.12-15

Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade. Não falará de si mesmo;
falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que está por vir. João 16.13
Quatro bases são necessárias para que a iluminação
aconteça na vida do crente:

2. ENTENDER ESPIRITUALMENTE A PALAVRA


DE DEUS.
Duas verdades sobre todos os crentes em Cristo:

2. O Espírito Santo nos torna RESPONSÁVEIS a fim de que


entendamos a Bíblia.

“Mas vocês têm uma unção que procede do Santo, e todos vocês têm
conhecimento... Quanto a vocês, a unção que receberam dele permanece em vocês, e não precisam
que alguém os ensine; mas, como a45
unção dele recebida, que é verdadeira e não falsa, os ensina acerca de
todas as coisas, permaneçam nele como ele os ensinou.” 1 João 2.20, 27
2. LIDAR CUIDADOSAMENTE COM A PALAVRA DE DEUS.

Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que
se envergonhar e que maneja corretamente a palavra da verdade.
2 Timóteo 2.15
3. SETE REGRAS PARA O ESTUDO BÍBLICO.

Regra 1: A fé e o Espírito Santo são necessários para interpretarmos


adequadamente a Escritura.

Regra 2: A Bíblia interpreta a si mesma. Aplicação: Aprenda a fazer


estudos de referência cruzada.

Regra 3: Entenda o Antigo Testamento à luz do _NOVO TESTAMENTO


Exemplo: A lei mosaica do Antigo Testamento.

Regra 4: Entenda as passagens que não são muito claras à luz daquelas que são
perfeitamente compreensíveis.
Exemplo: Se não há ressurreição, que farão aqueles que se batizam pelos mortos?... 1
Coríntios 15.29

Regra 5: Entenda palavras e versículos dentro de seus respectivos


CONTEXTOS.
Exemplo: ... Descanse, coma, beba e alegre-se. Lucas 12.19
3. SETE REGRAS PARA O ESTUDO BÍBLICO.

Regra 6: Entenda as passagens históricas à luz de passagens de


caráter DOUTRINÁRIAS.
Exemplos: Ele não deverá tomar para si muitas mulheres; se o
fizer, desviará o seu coração. Também não deverá acumular muita
prata e muito ouro. Deuteronômio 17.17

De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus levantou-se,


saiu de casa e foi para um lugar deserto, onde ficou orando.
Marcos 1.35

Regra 7: Entenda sua experiência pessoal à luz da Escritura, e não a


Escritura à luz de sua experiência pessoal.

Exemplo: Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns


pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem cumprido a
Lei. Romanos 13.8
Quatro bases são necessárias para que a iluminação
aconteça na vida do crente:

ESTUDAR A PALAVRA DE DEUS COM DILIGÊNCIA

Como decidir estudar a Palavra de Deus como um compromisso para a vida


toda?

1. Faça um voto de fé diante do Senhor e comprometa-se com a


verdade expressa em sua Palavra.
Seja diligente nessas coisas; dedique-se inteiramente a elas, para que todos
vejam o seu progresso. Atente bem para a sua própria vida e para a doutrina,
perseverando nesses deveres, pois, agindo assim, você salvará tanto a si mesmo
quanto aos que o ouvem.
1 Timóteo 4.15-16

2. Cultive interesse pelo exame da Palavra de Deus, a fim de encontrar respostas.


Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a
mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as
Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo.
Atos 17.11
Quatro bases são necessárias para que a iluminação
aconteça na vida do crente:

ESTUDAR A PALAVRA DE DEUS COM DILIGÊNCIA

Como decidir estudar a Palavra de Deus como um compromisso para a vida


toda?

2. Cultive interesse pelo exame da Palavra de Deus, a fim de encontrar respostas.


Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a
mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para
ver se tudo era assim mesmo.
Atos 17.11
Quatro bases são necessárias para que a iluminação
aconteça na vida do crente:

ESTUDAR A PALAVRA DE DEUS COM DILIGÊNCIA

Como decidir estudar a Palavra de Deus como um compromisso para a vida


toda?

3. Conte aos outros o que está aprendendo da Palavra de Deus.


Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns
aos outros com toda a sabedoria.
Colossenses 3.16
Quatro bases são necessárias para que a iluminação
aconteça na vida do crente:

ESTUDAR A PALAVRA DE DEUS COM DILIGÊNCIA

Como decidir estudar a Palavra de Deus como um compromisso para a vida


toda?

4. Pratique aquilo que aprende quando estuda a Bíblia.

Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos.


Tiago 1.22

Termine o trabalho com o cartão de memorização 1:

“A verdade sobre a Bíblia”


Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão,
para a correção e para a instrução na justiça.
2 Timóteo 3.16

Você também pode gostar