Você está na página 1de 10

Materiais de

Construção Civil
I
Os materiais e suas propriedades
características
As propriedades que caracterizam os
As propriedades
materiais são as respostas que eles
características dos
oferecem quando são estimulados por um materiais dependem
fenômeno físico (ação mecânica, ação muito da sua
térmica, ação elétrica), fenômeno químico microestrutura e do
processo de
(ataque por ácido, radiação, solubilização) fabricação com que
ou outros. Também são propriedades são feitos os objetos
características e próprias dos materiais, desse material.
outras respostas ou aspectos,
independentemente de haver estímulo,
como por exemplo, o seu peso, o seu microestrutura
volume, a sua durabilidade, entre outros. Maneira como os átomos
dos elementos químicos se
agrupam e se organizam para
formar o material.
Propriedades químicas
Os átomos se combinam por meio de ligações químicas a fim de
formar os materiais adotando uma configuração eletrônica estável
compartilhando seus elétrons entre si. A maioria das propriedades dos
materiais depende da geometria dos arranjos atômicos e das
interações existentes entre átomos e moléculas.
As ligações químicas podem ser primárias ou secundárias.
Ligações primárias - são ligações fortes somente rompidas em temperaturas
acima de 750°C. São elas: iônica, covalente e metálica.

Ligações secundárias - mais fracas, são também chamadas de ligações de


Van der Waals, estando sujeitas ao rompimento abaixo da temperatura de 0°C.

As ligações primárias são encontradas nos materiais sólidos. As ligações


secundárias, embora muito mais fracas, também são encontradas em muitos
materiais sólidos, exercendo grande influência no comportamento desses
materiais devido à sua grande quantidade. Para exemplificar, podemos fazer
uma analogia ao fio de cabelo: sozinho é muito fraco, mas em conjunto, na
mecha, tem muita resistência.
Segundo Callister (2002), os materiais sólidos têm sido
agrupados em três classificações básicas mais
notadamente: cerâmicos, poliméricos, metálicos,
compósitos.
Essa classificação ocorre em função da composição química
e do comportamento geral apresentado, embora existam
alguns materiais de comportamento intermediário.
Cerâmicos
Grupo de materiais formados, em sua maioria por ligações
iônicas e covalentes. Apresentam como características
dominantes: alto ponto de fusão e ebulição, elevada
dureza, alta fragilidade, alta densidade e, em geral, são
isolantes térmicos e elétricos. São exemplos: as pedras
(rochas), as areias, o cimento, o vidro, o gesso e os
materiais argilosos (telhas, manilhas, tijolos de barro,
azulejos e peças sanitárias).
Poliméricos
São materiais orgânicos formados por ligações mistas onde
predominam as covalentes entre as moléculas e as ligações
secundárias de Van der Waals intermoleculares. São
materiais em geral dúteis, de baixa temperatura de fusão,
baixa dureza, baixa densidade e fraca resistência mecânica,
sendo isolantes térmicos e elétricos. São exemplos de
poliméricos: os materiais plásticos, as tintas, as fórmicas, o
isopor, a borracha, o asfalto e os adesivos.
Metálicos
Materiais formados por ligações predominantemente
metálicas. São sólidos à temperatura ambiente (exceto o
mercúrio que é líquido) e conduzem a corrente elétrica e o
calor. São dúteis, maleáveis e geralmente de baixa dureza
(exceto o aço e o titânio). Muitos se fundem em altíssimas
temperaturas e outros, em temperaturas relativamente
baixas, porém mais altas que a dos materiais poliméricos.
São exemplos: o cobre, o alumínio, o chumbo e as ligas
metálicas: aço, bronze, latão, duralumínio, etc.
Compósitos
Os materiais compósitos constituem um grupo de materiais
de composição diversificada e de recentes estudos para as
novas tecnologias de aplicação. Eles resultam da
combinação de dois ou mais materiais, cada qual com suas
propriedades características, mas cuja combinação
resultará em um material de características superiores as de
cada componente. São exemplos: o concreto, a argamassa,
o cimento amianto, o papel, os plásticos misturados
com fibra de vidro e fibra de carbono, a madeira natural e
as transformadas (compensado, aglomerado).
Propriedades físicas
Apresentaremos agora, algumas grandezas que caracterizam
numericamente as propriedades dos materiais, porém, é preciso
observar que existem propriedades características de materiais e
propriedades características de peças ou corpos produzidos com
esses materiais.