Você está na página 1de 30

SERVIÇO

DE
BUSCA E
SALVAMENTO
OBJETIVOS

1.CONHECER A HISTÓRIA E
A ORGANIZAÇÃO DO
SERVIÇO DE BUSCA E
SALVAMENTO
2.CONHECER O
DESENVOLVIMENTO DE
UMA MISSÃO DE BUSCA E
RESGATE
OBJETIVOS

2.CONHECER O
DESENVOLVIMENTO DE
UMA MISSÃO DE BUSCA E
RESGATE
OBJETIVOS

3.COMPRENDER AS
NOÇÕES BÁSICAS DE
SOBREVIVÊNCIA
ROTEIRO

1.HISTÓRICO DO SAR
2.ORGANIZAÇÃO DO SAR
AERONÁUTICO
3.DESENCADEAMENTO DAS
MISSÕES SAR

4.SISTEMA COSPAS-SARSAT

5.PADRÕES DE BUSCA

6.MISSÃO DE RESGATE
7. NOÇÕES DE
SOBREVIVÊNCIA

8. CONDUTA PARA O
SALVAMENTO

9.CONCLUSÃO
1. HISTÓRICO DO SAR
SAR – “SEARCH AND RESCUE”
ORIGENS:
A) SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
• RESGATE DE PILOTOS ABATIDOS
NO CANAL DA MANCHA
B) CONVENÇÃO DE CHICAGO (1944)
• CRIAÇÃO DA O.A.C.I.
• NECESSIDADE DE MECANISMOS
E NORMAS P/ A BUSCA E RESGATE
DE AERONAVES SINISTRADAS (ANE-
XO 12 DA OACI)
ORIGENS DO SAR NO BRASIL
•1947- DESAPARECIMENTO DE
UMA AERONAVE CATALINA
•CRIAÇÃO DO SERVIÇO DE BUSCA
E SALVAMENTO DA 1ª ZONA AÉREA
•DOTAÇÃO DE AERONAVE ( CATA-
LINA PBY5-A-6516
•1950 – CRIAÇÃO DO SAR NA FAB
•1951 – ATIVAÇÃO DO CTQ (RECIFE)
COM AERONAVES B-17
•1957 - CRIAÇÃO DO 2º/10º GRUPO
DE AVIAÇÃO
•1963 – CRIAÇÃO DO PARA-SAR

2. ORGANIZAÇÃO DO SAR AERONÁU-


TICO
2. ORGANIZAÇÃO DO SAR
AERONÁUTICO
SISSAR- SISTEMA INTEGRADO DE
BUSCA E SALVAMENTO

OBJETIVO – LOCALIZAR E RETOR-


NAR À SEGURANÇA SOBREVIVEN-
TES DE AERONAVES E EMBARCA-
ÇÕES SINISTRADAS.
O SISSAR ENGLOBA
DIVERSOS SETORES
GOVERNAMENTAIS:
(DEFEAS, TRANSPORTES,
SAÚDE, COMUNICAÇÕES,
ETC) SOB A
COORDENAÇÃO GERAL
DO COMANDO DA
AERONÁUTICA.
COMPONENTES PRINCIPAIS
•ORGÃO NORMATIVO - DEPV.
•ORGÃO OPERATIVO –
COMGAR (II E
V FORÇAS AÉREAS)
•ORGÃOS DE
COORDENAÇÃO – RCC
(SALVAEROS)
RECURSOS SAR
A)PRIMÁRIOS
•RCC/ RSC;
•UNIDADES AÉREAS - SAR;
•EAS;
•COSPAS - SARSAT.
B)SECUNDÁRIOS
•TODO E QUALQUER RECURSO QUE PODE
AUXILIAR EM UMA MISSÃO SAR (UNIDADE
AÉREA NÃO SAR,OUTRAS FORÇAS ARMA-
DAS , FORÇAS AUXILIARES, ANV. CIVIS,
ORGÃOS PÚBLICOS, ETC).
REGIÕES DE BUSCA E SALVAMENTO
3.DESENCADEAMENTO DA MISSÃO
SAR

INCIDENTE SAR:
•QUALQUER SITUAÇÃO RELACIONADA
COM A SEGURANÇA DA AERONAVE OU
EMBARCAÇÃO, CUJO DESENVOLVIMEN-
TO CONDUZA À CONFIGURAÇÃO POTEN-
CIAL DE UMA MISSÃO SAR.
INCIDENTE SAR
INCIDENTE
(NOTIF)

ORGÃOS ATS RCC


(COORD
(PRECOM) SAR)
(EXCOM)
INCERTEZA
ALERTA
COA 2
PERIGO
COA 5

ANV ATRASADA
(FIM AUTON.)
UNIDADE
ANV DESAP BUSCA/RESG AÉREA SAR
4. SISTEMA COSPAS/ SARSAT

COSPAS (URSS-RUSSIA)
•“SISTEMA ESPACIAL DE BUSCA DE
EMBARCAÇÕES EM SITUAÇÃO DE
EMERGÊNCIA.”
SARSAT(CANADÁ/EUA)
•“SISTEMA DE BUSCA E SALVAMENTO
POR RASTREAMENTO POR SATÉLITES.”
•DESDE O INÍCIO DE SUA OPERAÇÃO EM
1982 ATÉ DEZ 96 O SISTEMA PARTICIPOU
ATIVAMENTE PARA SALVAR MAIS DE
6.170 PESSOS AS ENVOLVIDAS EM
ACIDENTES AÉREOS OU MARÍTIMOS

COMPONENTES DO SISTEMA:
A)SEGMENTO ESPACIAL
•04 SATÉLITES NO MÍN.
•TEMPO DE ÓRBITA: 105 MINUTOS
(COBERTURA DO BRASIL :02 ÓRBITAS)
•COBERTURA GLOBAL E LOCAL
B)SEGMENTO TERRESTRE
•MCC(CENTRO DE CONTROLE DE MISSÃO)
BRASÍLIA
•LUT (TERMINAL LOCAL DO USUÁRIO)
CACHOEIRA PAULISTA
BRASÍLIA
RECIFE
MANAUS (A SER ATIVADO)
DESCRIÇÃO DO SISTEMA

TLE – 121,5 / 243,0 MHZ (COBERT. LOCAL)


TLE- 406,0 MHZ ( COBERT.LOCAL E GLOBAL)
SATÉLITE

TLE LUT MCC

MISSÃO DE BUSCA RCC


5. PADRÕES DE BUSCA
A) TIPOS DE PADRÕES DE BUSCA
• PENTE
• EM ROTA
• ROTAS PARALELAS
• QUADRADO CRESCENTE
• SETOR
• CONTORNO
B) EXECUÇÃO
• ALTURA X VELOCIDADE
• ESPAÇAMENTO
• COBERTURA DA ÁREA
• ENCERRAMENTO X SUSPENSÃO
Área de
probabilida
Área de de genérica
Probabilidade
Específica

Área de
Máxima
Probabilidade
6. MISSÃO DE RESGATE
• DESENCADEADA A PARTIR DE
ANV DE ASA FIXA OU ROTATIVA OU AINDA
POR EQUIPES TERRESTRES
MODALIDADES :
A)AVIÕES
• LANÇAMENTO PÁRA-QUEDISTAS
DE RESGATE
+ LANÇAMENTO DE FARDOS
B)HELICÓPTEROS ( PLATAFORMA IDEAL)
• RAPEL/” FAST ROPE” (INFILTR. EQ. RESG)
• IÇAMENTO POR GUINCHO(EXFILTR.)
• MACGUIRE (EXFILTR.)
•POUSO (EM ÁREA RESTRITA OU NÃO)
•MACA, CESTA,PUÇÁ, PENETRADOR DE
SELVA

IÇAMENTO DE MACA C/ HI-LINE