Você está na página 1de 92

Citologia

Everson Chaves
Células
Células
Unidade e funcional básica do
estrutural
organismo.
 Formam os tecidos;

São de variadas formas, têm


diferentes funções e apresentam tamanho
reduzido;

A maioria das células não é visível a olho nu.


Unicelulares são seres
formados por uma única
célula, como as bactérias,
algas e alguns fungos

Pluricelulares são seres


formados por um conjunto
de células, como a
maioria dos animais.
E os Vírus ???
 Os vírus são acelulares, ou seja, não são formados
por células.

 Istofaz com que ainda seja muito discutido se os


vírus possuem vida ou não.

 Basicamente os vírus são constituídos de material


genético e proteínas.

 Eles utilizam uma célula para fazer


sua reprodução.
Do que as células são formadas ?

Semelhanças entre células de


diferentes organismos:

◦ Arquitetura das membranas


◦ Processos metabólicos
 Seres vivos são constituídos de moléculas.

 Todos são constituídos pelos mesmos tipos


de moléculas.

 Em nível molecular todos os


organismos funcionam da mesma forma.
Constituição Molecular de uma
Célula

Pequenas Moléculas

Polímeros

◦ (cópias de uma pequena molécula, unidas


por ligações)
Pequenas Moléculas

Água

 Presente em maior quantidade que outros componentes

 Participa na maioria das reações intracelulares


(Ex hidrólise)

 Nosseres vivos funcionam como regulador térmico (alta


capacidade de vaporização)

 Excelente solvente: hidrófilas (dissolve em


água), hidrófoba (não dissolve em água)
Principais Íons
Lipídeos

• Ácidos graxos, Fosfolipídios, Colesterol

• São insolúveis em água

• Triglicerídeos: gorduras
Fosfolipídios
Polímeros Biológicos
 Carboidratos
◦ Fonte de energia (glicose)
◦ Função estrutural (celulose)
Ácidos Nucléicos
◦ Armazenas as informações genéticas

• DNA – Ácido desoxirribonucléico

• RNA – Ácido Ribonucléico


• mRNA
• tRNA
• rRNA
Diferença entre DNA e RNA

DNA RNA
 Bases Nitrogenadas
◦ Adenina ◦ Adenina
Purinas
◦ Guanina ◦ Guanina
◦ Citosina ◦ Citosina
Pirimidinas
◦ Timina ◦ Uracila

 Açúcar
Desoxirribose Ribose

 Fita dupla  Fita simples


-Grupamento Fosfato
Ácidos nucleicos -Pentose
-Base Nitrogenada

Anéis aromáticos- hidrofóbicos


Desnaturação e Renaturação
Proteínas
◦ São macromoléculas formadas por
unidades menores: os aminoácidos
(Essências/Naturais)

◦ Ex: queratina, colágeno, hemoglobina

◦ Existem 20 tipos de aminoácidos

◦ Formadas por: Grupamento Amino


 Grupamento Carboxila
 Radical
A ligação que une os aminoácidos para
formarem proteínas e denominada
ligação peptídica.
Teoria chave-fechadura
Síntese de Proteínas
(Tradução)
Inicia:
AUG

Término: UAG, UAA


UGA
3 Etapas
Iniciação:Porção menor do
ribossomo se associa ao RNAt e
percorre o RNAm até o códon AUG,
unindo-se a porção maior.

Alongamento:O complexo percorre o


RNAm unindo os aminoácidos no
sítio P.

Terminação: o complexo atinge


o códon de término, liberando o
•Os seres eucariotos, diferente dos procariotos, possuem
núcleo envolto por membrana.
Diferenças entre células procarióticas e
eucarióticas
Procarióticas Eucarióticas
Envoltório Nuclear Ausente Presente

Cromossomos Único Múltiplos


Organelas Poucas ou Núcleo,
nenhuma mitocôndria, ...
Organizaçã Principalmente Principalmente
o celular unicelular multicelular
Citoplasma Sem citoesqueleto Citoesqueleto
constituído
de
filamentos
protéicos
Célula Eucariótica
Célula Procariótica
Para desempenhar suas diversas
funções, as células apresentam uma
estrutura básica formada por
citoplasma, membrana plasmática, e
núcleo.
Membrana Plasmática
 Também chamada de membrana celular, limita as
células, separando o meio interno celular do meio
externo.

 Regular a entrada e a saída de substâncias;


(Transporte ativo ou passivo- difusão simples ou facilitada,
osmose, etc)

 Proteger as células;

 Participar da química entre as


comunicação células.
HIPERTONICO

HIPOTONICO

ISOTONICO
Processos Celulares Ativos

As células apresentam processos que


lhes permitem capturar moléculas do
meio extracelular para dentro do seu
citoplasma.

Esses processos podem acontecer de


duas maneiras: fagocitose e
pinocitose.
FAGOCITOSE: é o processo em que a célula engloba
partículas grandes em relação ao seu tamanho (ex.:bactérias,
fungos ou protozoários).
PINOCITOSE: Na pinocitose são capturadas
partículas de tamanho menor em comparação com
as da fagocitose e, geralmente, são englobadas
partículas líquidas.
EXOCITOSE: é o processo pelo qual
uma célula libera substâncias para o meio
extracelular.
Citoplasma
É todo o conteúdo entre a membrana plasmática e o
núcleo. O citoplasma é formado pelo citosol e pelas
organelas.

 Citosol – composto por um conjunto de substâncias,


tais como água, proteínas e açúcares, dispersos em
água.

 No citosol ocorrem algumas reações químicas


importantes para a manutenção da célula.
Organelas: estruturas que
desempenham funções específicas no
interior da célula.

 Mitocôndria: participar do processo de


respiração celular, liberando energia para a
célula.

 Lisossomo: participar da digestão celular

 Retículo endoplasmático: Sintetizar e


transportar algumas moléculas – REL
(lipídeos) e RER (proteínas).
Mitocondria
Centríolo: Processo de divisão celular,
movimentos celulares e formação dos cílios
e flagelos.
Complexo golgiense: Secretar substâncias e
armazenar moléculas que serão
posteriormente utilizadas pelo organismo.
Ribossomo:Realizar a síntese de proteínas.

Peroxissomo: oxidar ácidos graxos,


degradação da água oxigenada,
desintoxicação.
Microfilamentos
CÉLULA ANIMAL E CÉLULA
VEGETAL

“Todos os seres vivos são formados


por células, mas elas não são todas
iguais”.

As células animais e vegetais


apresentam algumas diferenças
estruturais:
ALGUMAS DIFERENÇAS:

A célula vegetal é mais rígida e possui forma mais


definida, devido a presença de uma parede celular
externa – além da membrana plasmática.

 Oscentríolos estão presentes APENAS nas células


animais.

 Os cloroplastos e vacúolos estão presentes APENAS


nas células vegetais.

 Ascélulas vegetais possuem Vacúolos que armazenam


substancias como a água
Núcleo
O núcleo contém seu
informações
em interior
funcionamento
necessárias celular. para o

Essas informações estão contidas em uma


molécula chamada
ácido desoxirribonucleico (DNA) e são
encaminhadas ao citoplasma por meio de
uma molécula sintetizada no núcleo
denominada ácido ribonucleico (RNA).
 Envoltórionuclear:Delimita o núcleo, as
separando estruturas nucleares do

citoplasma.
 Nucléolo: Parte dos RNAs presentes
no nucléolo formará os ribossomos.

 Nucleoplasma: Preenche os espaços


do núcleo.

 Cromatina: informações
necessárias para produção
Contém de
moléculas que atuam no
proteínas,
funcionamento celular. Formadora de
Cromossomos Autossomos: são os
22 pares de cromossomos (humanos
por exemplo) não sexuais.

Cromossomos
Heterossomos: determinam a
característica sexual ( 1 par nos
humanos) XX (feminino) XY
(masculino).
Divisão Celular
 Em todas as células do organismo, exceto os
gametas, os cromossomos encontram-se aos
pares.

 Nos gametas, o número de cromossomos


encontra-se pela metade. Os seres humanos,
por exemplo, possuem 23 cromossomos em
seus gametas, tanto nos óvulos quanto nos
espermatozoides.

 Existem dois tipos de divisão celular: a mitose


e a meiose.
Mitose
É um tipo de divisão celular no qual uma
célula-mãe divide-se, originando duas
células somáticas idênticas a ela.

Esse tipo de divisão celular garante a


manutenção e o desenvolvimento dos tecidos
e dos órgãos do corpo humano, além de
substituir as células mortas.
Fases da Mitose
Prófase
 1 cromossomo = 2 cromátides-irmãs
 Compactação cromossômica: filamentos finos à
microscopia ótica
 Formação dos cinetócoros (final da prófase)
 Início formação do fuso mitótico:
 Microtúbulos irradiam-se a partir dos centrossomos à
medida que estes migram para os pólos da célula.

Prometáfase
 Movimentação do fuso mitótico
 Fragmentação do envoltório nuclear
 Ligação de microtúbulos aos cinetócoros
 Início da migração dos cromossomos em direção ao
plano equatorial da célula
Metáfase
 Compactação máxima dos cromossomos
 Alinhamento no plano equatorial

Anáfase
 Divisão longitudinal dos centrômeros: liberação das
cromátides irmãs
 Migração dos cromossomos-filhos para pólos opostos
da célula

Telófase
 Cromossomos filhos presentes nos pólos da célula
 Início da descompactação cromossômica
 Desmontagem do fuso mitótico
 Reforma dos envoltórios nucleares ao redor
dos cromossomos filhos
 Ao final da Telófase: Citocinese (divisão
citoplasmática)
Célula em
divisão
Telófase
Meiose
É um tipo de divisão celular na
qual uma célula-mãe origina
quatro células-filhas diferentes da
célula-mãe e entre si.


Cada célula-filha possui a
metade da quantidade de
cromossomos da célula-mãe.
CROSSING OVER
Fases da Meiose
Sim, tem uma segunda fase...
Leptóteno: aumenta o grau de compactação da cromatina.
 Nucléolo vai desaparecendo.
 Cromossomos formados por 2 cromátides-irmãs (2 moléculas de
 DNA idênticas).

Zigóteno: Pareamento preciso dos homólogos (cromossomos


 materno e paterno do par)= SINAPSE.
 Formação de 23 BIVALENTES (cada bivalente = 2 cromossomos
 homólogos com 2 cromátides cada = tétrade = 4 cromátides).
 Os cromossomos X e Y não são homólogos, mas possuem regiões
 homólogas entre si, onde pareiam-se.

Paquíteno:cromátides em posição para permitir o CROSSING-


OVER -
 troca de segmentos homólogos entre cromátides não-irmãs de
1 par
 de cromossomos homólogos.
 Para que o crossing-over ocorra é essencial que os homólogos
se
 mantenham unidos, não em toda sua extensão, pelo
COMPLEXO
Diplóteno:
 Repulsão dos cromossomos homólogos (quiasmas
deslizam
 para as extremidades). Centrômeros intactos. Ligados
pelos quiasmas.

Diacinese:
 separação dos homólogos, compactação da
cromatina

Fases da Meiose II

• Prófase II: microtúbulos ligados aos cinetócoros


 • Metáfase II: 23 cromossomos (2 cromátides cada) na
placa metafásica
 • Anáfase II: separação centromérica e migração para
os pólos
 • Telófase II: Cariocinese e Citocinese
Início Meiose: 1 cromossomo = 2
moléculas de DNA idênticas, de dupla
hélice (2 cromátides-irmãs), unidas pelo
centrômero: 46 cromossomos (4C –
2n)

FinalMeiose I: 1 cromossomo = 2
cromátides-irmãs: 23 cromossomos
(2C
– n)

FinalMeiose II: 1 cromossomo = 1


cromátide (1 molécula de DNA):
23 cromossomos ® C – n
G
A

E
T

Ê
Espermatozóide  n

Óvulo  n

Zigoto  2n
VARIAÇÃO GENÉTICA

Pares de cromossomos
homólogos distribuíssem
independentemente
durante a Meiose I. O
número de diferentes
combinações possíveis é
2n, onde n = ao número de
cromossomos
homólogos.
Fim........Por enquanto !!!

QUANDO A MATEMÁTICA ENCONTRA A BIOLOGIA

Você também pode gostar