Você está na página 1de 57

Enfa.

Patricia valéria
1
Sistema tegumentar é o sistema de
proteção dos corpos dos seres vivos e engloba
a pele, pêlos e unhas. Ele é composto por
camadas como derme e epiderme (parte mais
externa). Reveste todos os órgãos vivos e
constitui barreira de proteção contra a entrada
de micro-organismos no ser vivo.

2
Desenvolver habilidades para a
identificação dos diferentes órgãos e estruturas
do corpo humano quanto à forma, localização e
função do sistema tegumentar.

3
A pele (cútis ou tez), em anatomia, é o
órgão integrante do sistema tegumentar(junto
ao cabelo e pêlos, unhas, glândulas
sudoríparas e sebáceas), que tem por
principais funções a proteção dos tecidos
subjacentes, regulação da temperatura
somática, reserva de nutrientes e ainda conter
terminações nervosas sensitivas.
A pele é o revestimento externo do corpo,
considerado o maior órgão do corpo humano e
o mais pesado. Compõe-se da pele
4 propriamente dita e da tela subcutânea.
5
A pele humana é um órgão complexo
responsável por diversas funções fundamentais
á vida humana; suas funções são:
 Proteger o nosso corpo contra a ação de
agentes físicos, químicos e biológicos;
Responsável pela sensibilidade táctil;
Manutenção da temperatura corporal.

6
O funcionamento da pele é surpreendente;
nela se encontra um dos sentidos que temos mais
desenvolvidos: o tato. A pele é encarregada de
receber os estímulos do exterior através dos
corpúsculos e terminações nervosas que estão
situadas no seu interior e, depois de os traduzir e
interpretar, enviar os seus próprios estímulos ou
respostas..

7
A pele é a primeira responsável quando
sentimos uma carícia e a ela reagimos com
agrado ou desagrado, ou quando notamos o calor
produzido pelo fogo e o nosso cérebro nos ordena
que nos afastemos. Quando as temperaturas são
elevadas ou faz frio, a pele é a primeira a
perceber estas sensações e avisa-nos, fazendo-
nos suar ou tremer de frio.

8
Os estímulos sensoriais chegam á pele e
depois para o cérebro que nos diz como é que
temos de reagir. Ficar vermelho porque alguma
coisa nos envergonhou ou suar porque temos
medo, são duas inumeráveis resposta emocionais
com reflexo na pele.
Nos seres humanos existe uma parte muito
importante do córtex cerebral destinado a
coordenar as funções da pele. Muitos dos nossos
sentimentos são exteriorizados através das
expressões faciais e com a pele sã e cuidada é
muito mais fácil exprimir essas sensações.
9
O nome anatômico internacional é cútis. A
pele é o maior órgão do corpo humano,
constituindo 15% do peso corporal, cobrindo
quase todo o corpo à exceção dos orifícios
genitais e alimentares, olhos e superfícies
mucosas genitais.

10
Área total no adulto- aproximadamente 2m;
Espessura variável de 1 a 4 mm;
A elasticidade da pele diminui com o avanço da
idade;
Possui três camadas- Epiderme ,Derme e
Hipoderme;

11
A pele apresenta três camadas: a epiderme,
a derme e o hipoderme subcutâneo (tecnicamente
externo à pele, mas relacionado funcionalmente).
Há ainda vários órgãos anexos, como folículos
pilosos, glândulas sudoríparas e sebáceas; ou
penas, escamas e cascos.
A pele é praticamente idêntica em todos os
grupos étnicos humanos.

12
Nos indivíduos de pele escura, os
melanócitos produzem mais melanina que
naqueles de pele clara, porém o seu número é
semelhante.]
A pele é responsável pela termorregulação,
pela defesa, pela percepção e pela proteção.Ela
nos protege das doenças, porém não é 100%
eficaz, podendo deixar entrar larvas de
esquistossomos e do ancilóstomo

13
A epiderme é uma camada com profundidade
diferente conforme a região do corpo. Zonas
sujeitas a maior atrito como palmas das mãos e pés
têm uma camada mais grossa (conhecida como
pele glabra por não possuírem pelos), e chegam a
até 2 mm de espessura.
A epiderme é constituída por um epitélio
estratificado pavimentos o queratinizado (células
escamosas em várias camadas). A célula principal
é o queratinócito (ou ceratinócito), que produz a
queratina. A queratina é uma proteína resistente e
14
impermeável responsável pela proteção.
Existem também ninhos de melanócitos
(produtores de melanina, um pigmento castanho
que absorve os raios UV); e células imunitárias,
principalmente células de Langerhans, gigantes e
com prolongamentos membranares. A epiderme não
possui vasos sanguíneos, porque se nela houvesse vasos
ficaria mais sujeita a ser "penetrada" por
microorganismos. Os nutrientes e oxigênio chegam à
epiderme por difusão a partir de vasos sanguíneos da
derme. A epiderme apresenta várias camadas. A
origem da multiplicação celular é a camada basal.

15
Todas as outras são constituídas de células
cada vez mais diferenciadas que, com o
crescimento basal, vão ficando cada vez mais
periféricas, acabando por descamar e cair (uma
origem importante do pó que se acumula nos locais
onde vivem pessoas ou outros seres vivos). Camada
basal, é o mais profundo, em contacto com derme,
constituído por células cúbicas pouco diferenciadas que se
dividem continuamente, dando origem a todas as outras
camadas. Contém muito pouca queratina. Algumas destas
células diferenciam-se e passam para as camadas mais
superficiais, enquanto outras permanecem na camada
basal e continuam a se dividir.

16
A derme é um tecido conjuntivo que
sustenta a epiderme. É constituído por elementos
fibrilares, como o colágeno e a elastina e outros
elementos da matriz extracelular, como proteínas
estruturais, glicosaminoglicanos, íons e água de
solvatação. Os fibroblastos são as células
envolvidas com a produção dos componentes da
matriz extracelular.

17
A derme é subdividida em duas camadas: a
camada papilar em contato com a epiderme,
formada por tecido conjuntivo frouxo, e a camada
reticular, constituída por tecido conjuntivo denso não
modelado, onde predominam as fibras colagenosas.
É na derme que se localizam os vasos sanguíneos e
linfáticos que vascularizam a epiderme e também os
nervos e os órgãos sensoriais a eles associados.
Estes incluem vários tipos de sensores.

18
Corpúsculo de Vater-Pacini, sensíveis á pressão
Corpúsculo de Meissner com função de
detecção de pressões de freqüência diferente.
Corpúsculo de Krauser, sensíveis ao frio (pele
glabra).
Órgão de Ruffini, sensíveis ao calor.
Célula de Merckel, sensíveis a tacto e pressão.
Folículo piloso, com terminações nervosas
associadas.
Terminação nervosa livre, com dendritos livres
sensíveis à dor e temperatura.

19
A hipoderme, já não faz parte da pele. É
constituída por tecido adiposo que protege contra o
frio.
É um tecido conjuntivo frouxo ou adiposo que
faz conexão entre a derme e a fáscia muscular e a
camada de tecido adiposo é variável à pessoa e
localização.
Funções: reservatório energético; isolante
térmico; modela superfície corporal; absorção de
choque e fixação dos órgãos.

20
Sudoríparas- secretam o suor.
Abundantes nas palmas das mão e plantas dos
pés.
Sebáceas- secretam o sebo, cuja a função é
lubrificar a pele e os pelos.

21
Depende da:
Quantidade de pigmentos (melanina e
caroteno);
Vascularização (sangue arterial e venoso);
Espessura dos estratos mais superficiais da
epiderme;

22
23
24
Pele epidérmica: tem superfície lisa, flexível,
lubrificante e umedecida. É aquela onde ocorre
um equilíbrio entre o conteúdo hídrico e o
conteúdo graxo.
Pele graxa: emulsão tipo A/O. Aumento de
secreção sebácea.
Pele alípica: secreção sebácea insuficiente e
secreção hídrica normal.

25
Pele desidratada: caracterizada pela diminuição
hídrica normal e secreção sebácea normal.
Pele hidratada: aumento de teor hídrico.
Hiperidrose
Pele mista: ocorrência de pele graxa na zona
central do rosto e pele alípica nas bochechas

26
A pele é um órgão muito mais complexo do
que aparenta. A sua função principal é a proteção
do organismo das ameaças externas físicas. No
entanto, ela tem também funções imunitárias, é o
principal órgão da regulação do calor, protegendo
contra a desidratação. Tem também funções
nervosas, constituindo o sentido do tacto e
metabólicas, como a produção da vitamina D.

27
A epiderme secreta proteínas e líquidos (a
principal, é a queratina) que protegem contra a
invasão por parasita se a injúria mecânica e o atrito.
Contra esta também é fundamental o tecido
conjuntivo da derme, no qual os fibrócitos
depositam proteínas fibrilares com propriedades de
resistência à tração e elasticidade, como os
colágenos e a elastina.A melanina produzida pelos
seus melanócitos protege contra a radiação,
principalmente UV. Sua quantidade aumentada
produz bronzeamento da pele.
28
Uma das funções vitais da pele é a proteção
contra a desidratação. Os seres humanos são
animais terrestres, e necessitam de proteger os
seus corpos principalmente compostos de água
contra a evaporação excessiva e desidratação e o
subseqüente choque hipovolêmico e morte, que
seriam inevitáveis num meio seco e quente. É
comum vítimas de queimaduras graves entrarem
em choque hipovolêmico (sangue com pouco
volume devido à perda de água) se perderem
superfície cutânea extensamente.
29
A pele protege da desidratação por dois
mecanismos. As junções celulares como tight
junctions e desmossomas dão coesão às células
da epiderme e a sua superfície contínua de
membrana lipídica impede a saída de água (que
não se mistura com líquidos.

30
A pele também é um órgão sensorial,
constituindo o sentido do tacto. Ela apresenta
numerosas terminações nervosas, algumas livres,
outras com comunicação com órgãos sensoriais
especializados, como células de Merckel folículos
pilosos. A pele tem capacidade de detectar sinais
que criam as percepções da temperatura,
movimento, pressão e dor. É um órgão importante
na função sexual.

31
A pele normal produz cerca de 1250 células
por dia para cada centímetro quadrado e essas
células são provenientes de 27000 células; a pele
do doente de psoríase produz 35000 novas
células a cada dia para cada centímetro quadrado
e essas células provêm de 52000 células. A
duração normal do ciclo celular da pele é de 311
horas, mas se reduz para 36 na pele psoriática.

32
Celulite- alteração do tecido subcutâneo e
gorduroso da pele causando irregularidades na
superfície.
A celulite é caracterizada principalmente pelo
aparecimento de ondulações da pele, dando a esta
o aspecto de casca de laranja ou de colchão. É
causada por alterações no tecido gorduroso sob a
pele, em conjunto com alterações na micro
circulação e conseqüente aumento do tecido
fibroso.
33
A celulite aparece principalmente na região
dos glúteos,coxa, abdômen, nuca, e braços.
O aparecimento da celulite depende de
vários fatores:
Predisposição genética familiar
Fatores hormonais
Alimentação
Vida sedentária

34
As queimaduras são lesões na pele,
provocadas geralmente pelo calor ou pelo frio, mas
que podem também ser provocadas pela
eletricidade, por contacto com certos produtos
químicos, por radiações, ou até por fricção.

35
Queimadura de Primeiro Grau - queimadura
superficial, atingindo apenas a primeira camada
da pele – epiderme.
Queimadura de Segundo Grau - queimadura
mais profunda, causa bolhas (" FLICTENAS ") e é
muito dolorosa, porque há a exposição das raízes
nervosas que foram atingidas.
Queimadura de Terceiro Grau - queimadura
esbranquiçada, tão profunda que atinge os
músculos e ossos.
36
Mostraremos a seguir fotos de uma menino de
14 anos que sofreu queimaduras de 2° grau,
através do vapor de uma panela de pressão.

37
38
Pêlos são finos bastões de queratina
produzidos pela compactação de restos de células
epidérmicas mortas. O que crescem no couro
cabeludo são chamados de cabelo. Um pêlo se
forma no interior de um tubo de células
epidérmicas que se aprofunda derme a dentro, o
folículo piloso. No fundo de folículo ocorre a
produção de células que sintetizam queratina,
morrem e se compactam na base do pêlo, levando
ao seu crescimento. Cada folículo piloso esta
ligado a um pequeno músculo eretor, que permite
a movimentação do pelo, e a uma ou mais
39
glândulas sebáceas, que o lubrificam.
Cutícula – é uma delicada camada de escamas
achatadas e transparentes, imbricadas uma nas
outras, formadas por restos de células mortas e
queratinizadas
Córtex – localizado abaixo da cutícula firmemente
preso a ela, é formado por restos de células
alongadas, repletos de fibras de queratina dispostas.
Esse conjunto de fibras, que percorre o pelo desde a
base até a extremidade livre é responsavel por sua
forma, elasticidade e resistência.

40
Medula – como é chamada a porção central do
pelo, é constituída por restos de células repletos
de grânulos de eleidina, uma substancia
semelhante a queratina, e por pequenos espaços
cheios de ar.

Os pelos estão presentes em todo corpo


humano, com exceção da palma das mãos, da
planta dos pés, e de certas partes dos órgãos
genitais. Uma pessoa tem em média, 5 milhões
de folículos pilosos no corpo, sendo que entre 10
mil e 150 mil ficam na cabeça.

41
Os folículos pilosos alternam fases de
produção do pelo com fases de repouso. A
duração dessas fases variam nas diferentes partes
do corpo e determina o comprimento final que um
pelo pode atingir.
Exemplo: no couro cabeludo, cada folículo
tem, em media, fases de atividade ininterrupta de 3
a 5 anos, durante as quais produz um fio de cabelo
a razão de 0,4 milímetros por dia, intercaladas com
fases de inatividade de cerca de 4 meses.

42
Imagine-se usando um casaco lá fora, em um
dia ensolarado de janeiro. À medida que você
caminha, seu corpo esquenta rapidamente. Depois
de 30 minutos cozinhando dentro do casaco, você
abre o zíper e sente o ar frio tocando sua pele. Se
tivéssemos o pelo grosso como os dos chimpanzés,
nos sentiríamos presos dentro de um casaco
permanente, especialmente quando a temperatura
subisse.

43
Os mamíferos têm um mecanismo interno
chamado termorregulação, que permite que o
cérebro ajuste a temperatura dentro de seus
corpos. Mas há limites para essa variação e, para
os humanos, essa variação é mais limitada na
ponta mais quente da escala. Se sua temperatura
interna aumentar mais que uma dúzia ou mais de
graus, você provavelmente morrerá. Para evitar
que seu corpo superaqueça, você transpira. Mas
para que a transpiração faça seu trabalho,
resfriando o corpo pela evaporação, não pode
haver muito pelo grosso no caminho.
44
As diferenças nas fases de crescimento, no
tamanho dos folículos pilosos e da densidade das
hastes capilares também definem os diferentes tipos
de pelos do corpo humano. No útero, os fetos são
cobertos por cabelos minúsculos chamados lanugo.
Logo após o nascimento, os bebês têm uma
penugem, ou melhor, pelos sem pigmento, pelo
corpo. Quando a puberdade chega, as penugens
dão lugar para os pelos finais grossos em lugares
como axilas e genitais. Os pelos mais longos e finos
da cabeça, sobrancelhas e cílios também são finais.

45
Cuidar dos pelos do seu corpo pode ser
como aparar a grama no verão. Você dedica uma
tarde para a tarefa, e quando vê, a grama cresceu
e você está carregando o cortador de grama para
fora novamente.  Quando você está cuidando da
aparência de seu corpo, há sobrancelhas para
acertar, bigodes para aparar e penteados para
preparar diariamente. O homem comum gasta
mais de um mês de sua vida barbeando-se.
Mulheres depilam suas pernas por centenas de
horas para, meticulosamente, tirar milhares de
46pelos indesejados.
Embora os pelos que vemos do lado de fora
de nossos corpos possam parecer estar crescendo
ativamente, a ação real se passa abaixo da
superfície da nossa pela, ou epiderme. As células
dentro dos folículos pilosos se dividem e se
multiplicam, e à medida que o espaço dentro do
folículo é preenchido, ele empurra células mortas
para fora. Depois que essas células velhas
endurecem e deixam o folículo, elas formam a haste
capilar. A haste é composta, em sua maioria, por
tecido morto e uma proteína chamada queratina

47
Mas os pelos do corpo humano não
crescem indefinidamente - se esse fosse o caso,
você provavelmente se pareceria com o Coisa,
do seriado "Família Adams". Em vez disso, cada
pelo passa pelas fases ativo e descanso. O
processo da divisão celular que aumenta o
comprimento da haste do cabelo é a fase ativa,
ou ciclo anágeno. Dependendo do tipo do pelo, o
ciclo anágeno continua por período de 3 a 6
anos, e em seguida diminui para a fase de
descanso, ou ciclo telógeno.

48
Como seu cabelo é feito de matéria morta,
ele cai durante a fase telógena. Essas durações
variáveis de crescimento explicam por que os pelos
de sua cabeça crescem mais do que os dos seus
braços. A fase ativa dos pelos do corpo geralmente
dura apenas uns poucos meses, enquanto a fase
ativa do seu escalpo dura alguns anos.
A maioria dos adultos têm cerca de 5 milhões
de pelos pelo corpo. Isso é um número excessivo,
mas o tamanho curto do pelo, e a estrutura fina
facilitam nossa reação transpirar-resfriar. Essa
capacidade de suportar o aquecimento possibilitou
aos humanos migrar, 1,7 milhão de anos atrás, das
áreas cobertas por árvores para as savanas
49
abertas na África.
A unha é uma estrutura composta por
queratina presente na ponta dos dedos da maioria
dos vertebrados terrestres. É produzida por
glândulas em sua base que secretam grossas
camadas de queratina, que. Nos humanos e em
muitos primatas, as unhas são reduzidas e
arredondadas, o que favorece a precisão na
manipulação de objetos com a ponta dos dedos,
além de facilitar a ação de segurar galhos ou
objetos com as mãos e pés.e mantêm aderidas à
50 pele até a sua extremidade.
A unha, uma modificação da pele que se
compõe de matriz e de lâmina, tem como função
primordial a proteção dos dedos. A função principal
das unhas é a de aumentar a resistência das pontas
de nossos dedos ao mesmo tempo garante alguma
proteção à zona de nosso corpo que tem mais
chance de receber traumatismos. O crescimento
das lâminas ungueais dos pododáctilos é,
aproximadamente, 1mm por mês.

51
Causas das alterações das unhas dos pés
tem causas tais como: congênitas, corte
incorreto, uso de calçado de forma estreita e as
chamadas onicopatias que são doenças nas
lâminas ungueais originadas por outras doenças
sistêmicas como onicomicose (micose causada
por fungos), doenças cardíacas (as lâminas
curvam-se para baixo), doenças renais, tireóides
e diabetes onde as lâminas apresentam
onicosclerose (espessamento das lâminas) e
anemia (tomam formato de telha).

52
As unhas são feitas de uma proteína rígida
chamada queratina e são uma forma modificada
dos cabelos , são compostas por:
A margem livre é a parte da unha que se estende
além do dedo. Não há terminações nervosas nessa
região, logo não sentimos dor ao cortá-la.
A matriz ungueal ou raiz da unha - é a porção
proximal da unha que cresce. Está embaixo da
pele.
Eponiquio ou cutícula- que é uma dobra de pele
na porção proximal da unha.
Paroniquina que é a dobra de pele nos lados da
53
unha.
Hiponiquio - que é um fixação entre a pele do
dedo e a porção distal da unha.
Lânima ungueal- que é a parte que nós pensamos
quando dizemos unha, a porção rígida e
translúcida, composta de queratina.
Leito ungueal- que é o tecido conjuntivo aderente
que está fortemente aderido à lâmina ungueal.
Possui uma grande quantidade de terminações
nervosas.
Lúnula -que é a parte branca convexa do leito da
unha.
Prega ungueal- uma prega da pele dura sobreposta
como de base de uma unha.
54
 1- Lâmina ungueal: o
que se convenciona
chamar de unha; porção
rígida e translúcida,
composta de queratina.
2- Paroníquia: a dobra
de pele nos lados da
unha.
3- Lúnula: a parte
branca convexa do leito
da unha.
4-Eponíquio: a região
entre a finalização da
pele do dedo na face
superior da unha e a
porção proximal da
55 unha.
56
57

Você também pode gostar