Você está na página 1de 8

A RELAÇÃO ENTRE

OS
MICRORGANISMOS
E O AMBIENTE
Carlos André Carvalho Pena - 201901176851
Gabriela Caraccini – 201901249671
Thayná Yasmin Silva Porto – 201902145321
Professora: Michelle Christiane Rodrigues Barbo – Microbiologia Aplicada
BIORREMEDIAÇÃO

■ A biorremediação é definida como sendo o uso de processos biológicos para degradar,


transformar ou remover contaminantes de uma matriz ambiental. Utiliza-se
microrganismos anaeróbios para limpar os lagos por exemplo: lagos com óleo ou com
petróleo (eles degradam a matéria poluída do ambiente) com isso produzem substâncias
atóxicas e lançam enzimas no ambiente para degradar essas substâncias tóxicas.
BIORREMEDIAÇÃO
BIOINDICADORES

■ São espécies, grupos de espécies ou comunidades cuja presença, abundância e condições são
indicativos biológicos de uma determinada condição ambiental. São encontrados no solo,
natureza, no ar e na água, apontando os impactos ambientais produzidos por agentes
toxicológicos. Utiliza-se também nessa área o biomonitoramento que é uma avaliação da
qualidade ambiental dentro de uma escala espacial e temporal definida. A abelha o sapo por
exemplo, são importantes para o ecossistema, se eles aparecem perto das nossas casas, é sinal
que ali por perto é um ambiente não poluído, podendo ser favorável para a sobrevivência deles.
■ Na água utiliza-se para bioindicadores: peixes, musgos e crustáceos.
■ No solo utiliza-se para bioindicadores: fungos e bactérias
■ No ar utiliza-se as plantas: couve, choupos, etc.
BIOINDICADORES
AÇÕES DOS MICRORGANISMOS SOBRE OS
XENOBIÓTICOS
■ Xenobióticos são compostos químicos estranhos a um organismo ou sistema biológico, eles são
produzidos pela indústria ou pela natureza, através de vegetais e fungos.
■ Ação dos microrganismos: os xenobióticos podem ser biodegradados por microrganismos que possuam
enzimas capazes de catabolizar moléculas específicas em sua forma aeróbica e anaeróbica. O fermento
por exemplo pode-se utilizar ambas as formas, mas se inicia pelo processo anaeróbio: produz álcool e gás
carbônico, que se prendem ao glúten como uma esponja, dando ao pão por exemplo sua textura macia.
■ O vinho também é outro exemplo que tem crescimento de microrganismos. Também é fermentado porém
utiliza pouco 02 (anaeróbio), para que o fermento consuma açúcar, o vinho também utiliza a bactéria para
transformar o gosto azedo em doce. As bactérias também são muito utilizadas nos queijos, adicionando
renina o leite fica grosso e vira queijo endurecido. Alguns queijos também são fabricados com o mofo.
■ Aplicabilidade de xenobióticos na indústria: eles estão presentes principalmente em agrotóxicos,
pesticidas e componentes agrícolas. Porém, quem possui atenção especial com a alimentação, também
pode sofrer com sua ação, o motivo é que esses compostos fazem parte de subprodutos da indústria, como
plásticos, e até mesmo de cosméticos.
XENOBIÓTICOS
BIBLIOGRAFIA

■ https://www.youtube.com/watch?v=ZW5cdbQ5KJk
■ https://www.youtube.com/watch?v=A0fGhtJuI2A
■ Imagens: Google

Você também pode gostar