Você está na página 1de 9

POLIARAMIDA

Alunos:

Fernando Moreira
Luciano Jorge
Jeferson Gabriel
Mauricio Leandro
HISTÓRICO E DESCOBERTA
As poliamidas aromáticas, poli-aramidas ou cicloalifáticas eram até 1960 mera curiosidade.

Em 1964, antecipando a escassez da gasolina, o laboratório de pesquisa da empresa DuPont


começou a procurar uma fibra leve e forte para ser usada em pneus.

Esse tipo de solução, normalmente, era jogada fora, mas Stephanie uma química
dentre a equipe de pesquisadores da DuPont persuadiu seu técnico, Charles
Smullen, a passar a substância por um spinneret (uma espécie de fiandeira) para
testar a solução.

Ela ficou maravilhada em descobrir que a nova fibra não se quebrava, como
normalmente o nylon faria.

O Diretor do laboratório logo percebeu o significado da descoberta e a área de química de polímeros o consolidou.

Então efetivamente em 1971, A DuPont inicia a comercialização do Kevlar no mercado de polímeros.


PROCESSO DE POLIMERIZAÇÃO
O Kevlar é uma fibra sintética preparada pelo processo de POLICONDENSAÇÃO onde suas unidades de repetição
são formadas por grupos funcionais amida e anéis aromáticos de onde provem o nome POLI-AR-AMIDA:

P-BENZODIAMINA ÁCIDO TEREFTÁLICO

POLIARAMIDA

CARBONO
OXIGÊNIO

NITROGÊNIO
HIDROGÊNIO

n
H2 O H2O
PROCESSAMENTO
O processo de produção das fibras de aramidas é relativamente complexo.

Semelhante a poliamida nylon o kevlar é uma poliamida aromática ou poli-ar-amida fabricada pelos processos de:

EXTRUSÃO PULTRUSÃO
PROCESSAMENTO

MATRIZ PARA TECIDO E FIBRAS.


ESTUDO DE CASO
Se proteger de uma ameaça pode ...e a morte em situações de
ser a diferença entre a vida... combate.

O segredo da proteção tática e ostensiva dos coletes está na incorporação


de camadas de fibra de aramida renomada como Kevlar.
ESTUDO DE CASO
Fibras de Kevlar fornecem proteção balística e contra traumas.
A simulação a seguir foi baseada em pesquisas e mostra que a fibra de Kevlar para as balas dentro das primeiras três camadas de
um colete, ajudando a reduzir o trauma no corpo.
APLICAÇÕES
Kevlar 49 é utilizado na indústria aeronáutica, aeroespacial, automobilística e marítima.
APLICAÇÕES
Kevlar 29 é utilizado em vestes balísticas sendo mais rígido que o 49 e 5 vezes mais resistente a impactos que o aço.

Não se funde e pode ser usado sem degradação em temperaturas por nós insuportáveis do tipo 1.000°C.