Você está na página 1de 48

Escatologia

Aulas 3 e 4

Escola de Educação Teológica das Assembleias de Deus - EETAD


Introdução

2
Prof.Sidney Matos 05/17/2021
Entendendo
os aspectos gerais
da
Escatologia Bíblica
É importantíssimo para o conhecimento da Escatologia
saber que a Bíblia trata de 2 (duas) escatologias em
paralelo que são entrelaçadas.
A escatologia para IsraelAestá
escatologia de Israel eno AT e
melhor retratada
a escatologia
tem seu auge no Reinoda Igreja. prometido a Davi,
Messiânico,
IGREJA
ainda a ser estabelecido na terra e diretamente
relacionado
A escatologia à Israel.
da Igreja está melhor retratada no NT e
trata do reino dos céus e está estabelecida em melhores
Devemos evitar espiritualizar a escatologia de Israel
promessas, de acordo com o autor de Hebreus (Hb 8.6).
para tentar encaixá-la na Igreja, pois, tanto Israel
quanto a Igreja são povos de Deus e possuem suas
escatologias próprias, porém, entrelaçadas (vide a
situação atual entre Igreja e Israel em Rm 11.25-28).

Escatologia de Israel Septuagésima Semana de


Escatologia da Igreja Daniel (7 anos) – vide
explicação nos próximos
slides.

ISRAEL
Resumo dos
modelos escatológicos
Modelo amilenista
Este modelo originou-se da influência do pensamento
grego na doutrina cristã, particularmente o uso
alegórico. O reino celestial dentro de nós foi tomado
O principal expoente deste pensamento alegórico do
como alegoria do reino milenial.

Arrebatamento
reino milenial foi Agostinho que influcenciou
Cristo
profundamente a teologia ocidental, por isso a Igreja
aos céus
As principais correntes teológicas do início da Reforma
Católica adota a visão amilenista.
Para ossubstancialmente
não alteraram amilenistas a passagem de Ap 20.1-6
a escatologia está
católica
ocorrendo
adotando, na atual
por isso, era da Igreja.
o amilenismo. Os que reinam
Os reformadores se com
Cristo durante
preocuparam mil com
mais anosasão os cristãos
teologia que morreram e
da salvação.
estão reinando agora no céu. Satanás preso significa o
enfraquecimento deMilênio
seu poder possibilitando a
simbólico
pregação do Evangelho.

Eternidade

05/17/2021 Prof.Sidney Matos


6
Modelo pós-milenista
Este modelo apresenta um período de paz e
desenvolvimento mundial antes da volta de Cristo, a
qual trará o início da eternidade, o juízo final e a
Considera que o atualdos
transformação desenvolvimento
santos. tecnológico e

Arrebatamento
consciência civilizatória das nações são provas deste
período
Cristo milenial na qual as nações estão melhorando,
antes daocorrerá
A cristianização
aos céus volta de cada
Cristo.
vez mais com a pregação
do Evangelho, que produzirá mudança na sociedade
trazendo uma era de paz e justiça.

Milênio

Eternidade

05/17/2021 Prof.Sidney Matos


7
Modelo pós-tribulacional
Este modelo considera o reino milenial um reino a ser
executado aqui na terra envolvendo Israel, portanto,
Considera
faz distinção que Igreja
entre haveráeum período
Israel comode grande
povo tribulação
de Deus. vinda p/Igreja
mundial, antes do milênio, pela qual a Igreja passará vinda p/Israel
antes de ser arrebatada. Vê a deterioração das relações
Cristo
humanas
aos céus e as crises mundiais como sinais da chegada
desse período de tribulação. Juízo Final

Arrebatamento
Milênio

Grande Eternidade
Tribulação

05/17/2021 Prof.Sidney Matos


Modelo meso-tribulacional
Este modelo considera o reino milenial um reino a ser
executado aqui na terra envolvendo Israel, portanto,
faz distinção entre Igreja e Israel como povo de Deus. mas
2ª vinda2ª vinda
Considera que a Igreja passará pela tribulação,
p/Igreja p/Israel
será arrebatada no meio dela (3,5 anos depois de seu
Cristo
início), pois, depois disso haverá uma Grande
aos céus
Tribulação. Juízo Final

Arrebatamento
Milênio

Grande Eternidade
Tribulação

05/17/2021 Prof.Sidney Matos


9
Modelo pré-tribulacional
Este modelo considera o reino milenial um reino a ser
executado aqui na terra envolvendo Israel, portanto,
Considera
faz distinção que Igreja
entre haveráeum período
Israel comode grande
povo tribulação
de Deus.
2ª vinda
2ª vinda
mundial, antes do milênio, mas que a Igreja não
p/Igreja
p/Israel
passará por ela. Nesta visão, a Grande Tribulação é
Cristo
aos todo
céusAoduração
período da
de Grande Tribulação
7 anos que como
se iniciará apóssendo
o de sete
anos é devido à Septuagésima
arrebatamento Semana falada a Daniel
da Igreja. Juízo Final
pelo anjo, cujos detalhes estão nesta apresentação. A

Arrebatamento
Igreja não passará por esta fase como diz em: Ap 3.10;
I Ts 1.10, 5.9; Lc 21.36
Milênio

Atenção! Para efeitos deste módulo de Grande


Tribulação
Eternidade

Escatologia, será adotado o modelo pré-


tribulacional.
05/17/2021 Prof.Sidney Matos
1
0
Lição 3
Após o arrebatamento da Igreja
A preparação do mundo para a vinda do
Anticristo
Apostasia e Indiferentismo Espiritual
2ª vinda
De igual forma o Diabo prepara o 2ª vinda
p/Israel
mundo para a vinda do p/Igreja
Cristo
Anticristo: indiferença espiritual,
aos céus feitiçaria, apostasia
Juízo Final
I Tm 4.1-3

Arrebatamento
II Tm 3.1-5, 4.3-4
Ap 3.14-20.
Milênio

Grande Eternidade

Tribulação

Deus preparou o mundo para a


vinda de Cristo
Gl 4.4 05/17/2021 Prof.Sidney Matos
1
3
O início do retorno dos judeus à terra de Israel
na época contemporânea
A situação dos judeus até o século XIX
DIÁSPORA

a) Os judeus ficam dispersos


pelos quatro cantos do mundo.
b) Criação do movimento Sionista
– Theodor Herzl Ashkenazim

Sefaradim

Os três grandes grupos judaicos no século XIX: Os ashkenazim


 judeus da europa oriental; Os sefaradim  judeus da
Árabes
península ibérica, principalmente Espanha (com influência no
norte da África); os judeus da Rússia.
Theodor Herzl
1860 - 1904

É considerado o Pai do Sionismo


O RETORNO – ALIYAH

As principais imigrações de retorno


para a Terra de Israel

1ª imigração 1882
-1903 (35.000)
O RETORNO – ALIYAH

As principais imigrações de retorno


para a Terra de Israel

1ª imigração 1882
-1903 (35.000)

2ª imigração 1904 -1914


(40.000) – criação de
kibbutz
O RETORNO – ALIYAH

As principais imigrações de retorno


para a Terra de Israel

1ª imigração 1882
-1903 (35.000)

2ª imigração 1904 -1914


(40.000) – criação de
kibbutz

3ª imigração 1919
-1923 (40.000)
O RETORNO – ALIYAH

As principais imigrações de retorno


para a Terra de Israel

1ª imigração 1882
-1903 (35.000)

2ª imigração 1904 -1914


(40.000) – criação de
kibbutz

3ª imigração 1919
-1923 (40.000)

4ª imigração 1924
-1929 (82.000)
O RETORNO – ALIYAH

As principais imigrações de retorno


para a Terra de Israel

1ª imigração 1882
-1903 (35.000)

2ª imigração 1904 -1914


(40.000) – criação de
kibbutz

3ª imigração 1919
-1923 (40.000)

4ª imigração 1924
-1929 (82.000)

5ª imigração 1929 -1939


(250.000) – profissionais
liberais
O RETORNO – ALIYAH

As principais imigrações de retorno


para a Terra de Israel

1ª imigração 1882
-1903 (35.000)

2ª imigração 1904 -1914


(40.000) – criação de
kibbutz

3ª imigração 1919
-1923 (40.000)

4ª imigração 1924
-1929 (82.000)

5ª imigração 1929 -1939


Imigração clandestina 1933
(250.000) – profissionais
-1948 (75.000) - II GM
liberais
O templo judaico durante a Grande Tribulação
As duas testemunhas
aparecerão e depois de 3
anos e meio morrerão em
Jerusalém e subirão ao céu
Ap 11

Haverá um novoDurante o domínio


templo em dos inimigos sobre Jerusalém, as
Jerusalém. Lembrando duas testemunhas
que hoje os serão atuantes, mas não conseguirão
judeus não possuem templo, matá-lasmas
até que acabem os 1260 dias Ap 11
sinagogas espalhadas pelo mundo. 25
Mt 24.15
Prof.Sidney Matos 05/17/2021
Atenção! Os judeus já estão construindo os
utensílios deste futuro templo. Os utensílios
estão sendo armazenados no Instituto do
Templo, em Jerusalém, situado próximo ao Muro
das Lamentações.

Lá também se pode
ver o projeto de
construção do futuro
templo (3º Templo)
Utensílios já feitos para serem usados
no novo templo a ser construído a
qualquer momento
(Instituto do Templo em Jerusalém)

27
A atuação da confederação de nações
Os quatro
últimos
Império Romano do Ocidente

impérios
mundiais
A profecia do capítulo
2 de Daniel trata de
uma revelação divina
através do sonho de
Nabucodonosor

Império Romano do Oriente


Divisão do império romano entre o Ocidente e o Oriente

Deu origem a Igreja Ortodoxa


Grega cuja cidade principal era
Constantinopla

Deu origem a Igreja Católica


Romana com sede em Roma 30
Prof.Sidney Matos 05/17/2021
O início da
União Européia
Destruição da nações do norte e seus satélites
Ez 38.5,6
“Persas, Etíopes e os de
Pute com eles, todos com Magogue, Meseque e
escudo e capacete” Tubal ocupavam as
Pérsia é o atual Irã, que regiões que eram dos
passou a ter esse nome a citas e tártaros
partir de 1935. Pute é a
atual Líbia

Nações profetizadas em Ezequiel


Serão derrotados por intervenção
2º Conflito - Batalha do
direta de Deus (as nações listadas
Armagedom Zc 14. – Dois terços
em Ez 38 e 39)
dos judeus serão destruídos
(Zc13.8-9), Jerusalém será 3º Conflito - Gogue e
invadida, o Messias descerá do Magogue ao final do
1º Conflito
céu e salvará- oGogue e (o vazio
restante milênio
Magogue
deixado da
pela Grande
derrota no 1º Ap 20.7-10
Tribulação (todas as nações)
conflito deixou o caminho aberto
Obs. Gogue e Magogue é
Ez 38 oe 39
para Anticristo) termo referenciado aos
(razão: riquezas e inimigos de Israel. Não são
posição estratégica) os mesmos de Ez 38 e 39

Grande Tribulação Milênio


O diabo envolverá toda a
Terra, mas será destruído e
Um fogo do céu destruirá os lançado no lago de fogo onde
exércitos conduzidos pelo já estará o Anticristo e o Falso
diabo (Ap 20.7-10). Profeta

Grande Tribulação Milênio


A conversão dos Judeus ao final da Grande
Tribulação
A intervenção de Cristo
resultará na conversão dos
Judeus. DosZc 12.8-11,144.000 judeus
13.6,9; Is 44.3; Rm
11.25-26escolhidos sairão aqueles que
vão testemunhar do Messias. Is
66.18-19; Mt 24.14; Ap 7. 3-8
Lição 4

A Grande Tribulação
O surgimento do Anticristo
As bestas que sobem do mar
e da terra
Anticristo, o
animal que sobe
do mar

O Falso Profeta, Apesar da linguagem figurada, o


animal que sobe da Anticristo é um homem que aparecerá
terra no futuro – II Ts 2.3-6 (homem41
do
pecado)
Prof.Sidney Matos 05/17/2021
A adoração ao Anticristo
Ele exercerá autoridade e fascínio sobre
as massas

O Anticristo
apresentar-se-á
como um Deus

42
Prof.Sidney Matos 05/17/2021
Arrebatamento O Anticristo virá personificando o Diabo, porém,
apresentando-se como Deus.

Surge o anticristo
no cenário da
Grande Tribulação

Satanás dá do seu
poder ao
Anticristo
Ap 13.3
740 a.C  Isaías
Os três grupos das 70 semanas (Dn 9.24-27)
e a Septuagésima Semana de Daniel
606 a.C 

Cativeiro na Babilônia
539 a.C  3º Grupo
536 a.C 
Ciro 2º Grupo
530 a.C 

Arrebatamento da Igreja
Ressurreição de Jesus
Cambises 1º Grupo
522 a.C 

Dario I

486 a.C 
Xerxes (Assuero)
465 a.C 

Artaxerxes

396 a.C 
457 a.C 
445 a.C 

33 d.C 
62 semanas
7 semanas

1 semana
Período da Igreja

Neemias vai para Jerusalém para construir os muros.


Neste ano começa a contagem das semanas de anos
(Dn 9.25)
740 a.C  Isaías

606 a.C 

Cativeiro na Babilônia
539 a.C 
536 a.C 
Ciro
530 a.C 
Cambises
522 a.C 

Dario I
templo profetizada em Daniel

486 a.C 
Xerxes (Assuero)
465 a.C 
A abominação desoladora colocada no

Artaxerxes

7 semanas
396 a.C 

62 semanas

175 a.C 

33 d.C 
Ressurreição de Jesus

Arrebatamento da Igreja
Período da Igreja

1 semana
A abominação desoladora colocada no
templo profetizada em Daniel

O Anticristo cairá na
Xerxes (Assuero)

Arrebatamento da Igreja
idolatria e quererá ser

Ressurreição de Jesus
Artaxerxes

adorado (abominação da
Cambises

desolação) no templo
Dario I

como se Esta
fosseprofecia
Deus de Daniel
IIfoi
Ts citada
2.4 por Jesus no 3 anos e meio
sermão profético – Mt
24.15. “Quando pois
virdes a abominação da
desolação....”
396 a.C 

175 a.C 
486 a.C 

465 a.C 

33 d.C 
522 a.C 

62 semanas
7 semanas

1 semana
Templo a ser
construído em
Após o Anticristo se colocar no Jerusalém na
templo
Período para ser adorado, haverá
da Igreja época da
três anos e meio e então chegará Septuagésima
Atenção! O termo “abominação” se
o fim da septuagésima semana Semana
refere a ídolos e idolatria. Ex. Ap 17.4.
de Daniel - Dn 12.11
740 a.C  Isaías

606 a.C 

Cativeiro na Babilônia
539 a.C 
536 a.C 
Ciro
530 a.C 
Cambises
522 a.C 

Dario I

486 a.C 
Xerxes (Assuero)
465 a.C 

Artaxerxes

7 semanas
396 a.C 

62 semanas

33 d.C 
A destruição do Anticristo no final da 70ª semana

Ressurreição de Jesus

Arrebatamento da Igreja
Período da Igreja
(Anticristo)

1 semana
A Septuagésima Semana

judeus e destruir a Besta


em glória para socorrer os
terminará com a vinda de Jesus
A Babilônia mística
Esta mulher representa o
sistema religioso falso,
chamado de Babilônia
que o Anticristo irá fazer
É chamado Babilônia
pois é contra Deus e
cheia de espiritismo em
suas manifestações
FIM

Você também pode gostar