Você está na página 1de 29

PRIMEIROS SOCORROS

FERIMENTOS

Agente
traumático,
como faca,
prego ou um
golpe forte entra
em contato com
a pele
causando
rotura.
PRIMEIROS SOCORROS
FERIMENTOS - CONDUTA

O que fazer ?
 Lavar parte atingida com
água e sabão;
 Remover do local
eventuais sujeiras;
 Não usar nenhuma
pomada, nem solução
anti-séptica;
 Cobrir o local com pano
limpo ou gaze esterilizada.
PRIMEIROS SOCORROS
HEMORRAGIA

É a perda de sangue através


de ferimentos e cavidades
naturais.

TIPOS DE HEMORRAGIAS
 Arteriais;
 Femurais, Carótidas,
Braquiais;
 Torácica
PRIMEIROS SOCORROS
O QUE FAZER PARA ESTANCAR UMA HEMORRAGIA?

 MEMBROS
SUPERIORES
 MEMBROS
INFERIORES
 CABEÇA
 TORAX
 INTERNAS
 DIGESTIVAS
PRIMEIROS SOCORROS
QUEIMADURAS

Queimadura é
toda e
qualquer
lesão
ocasionada
pela ação do
calor sobre o
corpo do
trabalhador.
PRIMEIROS SOCORROS
QUEIMADURAS

Elas podem ser originadas por:


 Agentes químicos, térmicos e
elétricos.
 Contatos com metais
incandescentes;
 Contato direto com o fogo;
 Vapores quentes ou líquidos
ferventes;
 Substâncias químicas;
 Por contato elétrico
PRIMEIROS SOCORROS
CLASSIFICAÇÃO DAS QUEIMADURAS

1º GRAU
Quando a lesão é
superficial
provocando
apenas a
vermelhidão da
pele, sem formar
bolhas.
PRIMEIROS SOCORROS
CLASSIFICAÇÃO DAS QUEIMADURAS

2º GRAU
Quando provoca a
formação de
bolhas e
apresenta restos
da pele
queimada solta.
PRIMEIROS SOCORROS
CLASSIFICAÇÃO DAS QUEIMADURAS

3º GRAU
Além da formação de
bolhas, atinge os
músculos, vasos
sanguíneos com
obstrução e hemorragia,
necrose do tecido,
podendo destruir os
ossos, as vísceras ou
mesmo carbonizar
regiões inteiras .
PRIMEIROS SOCORROS
QUEIMADURAS - PROCEDIMENTOS

 Prevenir o estado de  Controlar a dor.


choque.
PRIMEIROS SOCORROS
QUEIMADURAS - PROCEDIMENTOS

 Evitar a contaminação
PRIMEIROS SOCORROS
QUEIMADURAS COM PRODUTOS QUÍMICOS
PROCEDIMENTOS

 Identificar o produto;
 Retirar a roupa do
acidentado;
 Lavar a área queimada
com bastante água fria;
 Não romper bolhas
surgidas durante o
processo de
desenvolvimento da
queimadura.
PRIMEIROS SOCORROS
FRATURAS

Éo
rompimento
total ou
parcial de
qualquer
osso na
estrutura
esquelética
do corpo
humano.
PRIMEIROS SOCORROS
TIPOS DE FRATURAS
 FRATURAS FECHADAS
OU SIMPLES.

Ocorre quando o osso quebrado


não aparece na superfície, isto
é, quando não houve ruptura da
carne, apenas se sente uma dor,
que aumenta com toques ou
movimentos.
Na região atingida ocorre
INCHAÇO, alteração da COR e
pode haver ainda o surgimento
de ANGULAÇÃO ou
CURVATURA ANORMAL DA
REGIÃO AFETADA.
PRIMEIROS SOCORROS
PROCEDIMENTOS AO ACIDENTADO COM FRATURAS
FECHADAS OU SIMPLES

 Colocar a
vítima numa
posição
confortável e
natural sem
forçar a parte
atingida;
 Imobilizar a
região afetada
utilizando
materiais a sua
disposição
PRIMEIROS SOCORROS
TIPOS DE FRATURAS
 FRATURAS EXPOSTAS.

As fraturas expostas são


determinadas pelo
aparecimento de
fragmentos ósseos que
rompem a carne, causando
hemorragia abundante,
conforme o local, criando
assim, um quadro de
possível contaminação
devido a exposição.
PRIMEIROS SOCORROS
PROCEDIMENTOS AO ACIDENTADO COM
FRATURAS EXPOSTAS

 Antes de
imobilizar a
vítima com
fratura exposta,
a principal
providência deve
ser estancar a
hemorragia e
evitar o estado
de choque;
PRIMEIROS SOCORROS
FRATURA DE CRÂNIO

O diagnóstico da fratura
de crânio pode ser feito
por intermédio da
análise de indicadores
tais como: o s la c r im a le

 Ferimento na cabeça;
 Sangramento do ouvido
ou nariz;
 Dilatação da pupila.
PRIMEIROS SOCORROS
FRATURA NA COLUNA VERTEBRAL
A lesão na coluna
vertebral poderá ser
detectada pela perda
da sensibilidade nas
pernas e a capacidade
de movê-las.
Os cuidados com o
acidentado deve ser o
mesmo dado a fraturas.
A vítima deverá ser
cuidadosamente
deitada em uma
superfície dura,
evitando-se encurvar
sua coluna.
PRIMEIROS SOCORROS
LUXAÇÃO

São movimentos
exagerados dos
membros e/ou certas
contusões a nível da
articulação.
 SINAIS TÍPICOS DE
LUXAÇÕES
 Dor;
 Deformação ao nível da
articulação;
 Impotência funcional;
 Derrames de sangue
PRIMEIROS SOCORROS
RESPIRAÇÃO CARDIO PULMONAR

SINAIS E SINTOMAS
 Coloração azulada da
Chamamos de parada face;
respiratória o
cessamento total da  Lábios e extremidade
respiração devido a arroxeadas;
falta de oxigênio,  Peles frias e pegajosa;
excesso de gás
carbônico no sangue.  Falta de
movimentação do
tórax.
PRIMEIROS SOCORROS
RESPIRAÇÃO CARDIO PULMONAR
O QUE FAZER?
PRIMEIROS SOCORROS
RESPIRAÇÃO CARDIO PULMONAR
O QUE FAZER?
 Agir com rapidez;
 Afrouxe as roupas da
vítima;
 Retire da boca da
vítima qualquer corpo
estranho;
 Levante a nuca da
vítima com uma das
mãos e com a outra
incline a cabeça para
trás ao máximo, para
facilitar a penetração
de ar no pulmão;
PRIMEIROS SOCORROS
RESPIRAÇÃO CARDIO PULMONAR
O QUE FAZER?

 Encha bem os
pulmões e coloque
sua boca sobre a
boca da vítima,
sem deixar
nenhuma abertura,
e assoprar com
força até perceber
que o tórax da
vitima estar-se
elevando.
PRIMEIROS SOCORROS
RESPIRAÇÃO CARDIO PULMONAR
O QUE FAZER?

 Afaste a boca e
destampe as
narinas da vítima,
deixando que os
pulmões se
esvaziem
naturalmente,
enquanto isso
expirar novamente.
PRIMEIROS SOCORROS
RESPIRAÇÃO CARDIO PULMONAR
O QUE FAZER?

 Inicie
novamente
esta operação
repetindo-a 12
vezes por
minuto
uniformemente
sem
interrupção
PRIMEIROS SOCORROS
PARADA CARDIACA

É a interrupção do SINAIS E SINTOMAS


funcionamento do  Palidez
coração que pode  Ausência de pulsação
ser constatada
 Dilatação da pupila
quando não se
percebe os  Inconsciência

batimentos do  Aparência de estar


mesmo. morto
PRIMEIROS SOCORROS
PARADA CARDIACA
O QUE FAZER?

 Coloque a vítima
deitada de costa sobre
uma superfície dura;
 Observe os sinais vitais;
 Apoiar a metade inferior
da palma de uma mão e
colocar outra mão por
cima da primeira;
PRIMEIROS SOCORROS
PARADA CARDIACA
O QUE FAZER?

 Esticar o braço e
comprimir verticalmente
o tórax da vítima;
 Fazer regulamente com
pressões curtas e forte,
cerca de 60 por minuto;
 Continuar a massagem
cardíaca até que a
vítima chegue a
presença de um
Médico.

Você também pode gostar