Você está na página 1de 24

Formação da diversidade brasileira – Parte 1

Sociologia – 2ª Série – Ensino Médio


Professoras Jenifer Souza e Fabiana Wharton
Habilidade

Sensibilizar-se em relação às tensões que ocorreram na formação da


diversidade brasileira.
Precisamos ter em mente

• Todo ser humano vive em um contexto social e cultural.


Não podemos falar em relações sociais, em interações

©gettyimages
humanas, sem falar sobre cultura e diversidade dos diferentes
grupos sociais.
• O mundo é marcado por diversidades e podemos perceber
essas diferenças em nós mesmos e nos muitos “outros” que
nos rodeiam.
• Nós aprendemos sobre a nossa cultura a partir do processo
de socialização, tudo o que aprendemos desde o nosso
nascimento.
• Hoje em dia, um dos maiores desafios não é a percepção da
grande pluralidade cultural que nos rodeia, e sim a ausência
de inclusão e respeito da diversidade.
Elaborado especialmente para o CMSP.
Relembrando a história

• Para falar de diversidade, não há como fugir do tema da exclusão


nem da tarefa de visibilizar esse amplo “NÓS” do Brasil.
• A identidade indígena, a identidade africana, a identidade

©Pixabay
europeia. Mas é importante se lembrar dos judeus, muçulmanos,
asiáticos, ciganos e tantos outros atores fundamentais que fazem
parte da nossa cultura.
• Para o desenvolvimento de um olhar crítico, é fundamental
produzir conexões históricas que visibilizem as desigualdades e
tensões na formação da cultura brasileira.
• Para compreender a complexidade da cultura brasileira, é
importante entender os discursos históricos que hierarquizam e
privilegiam determinados grupos em relação a outros.
• A DIVERSIDADE é um processo de descoberta e aproximação com
a história.
Elaborado especialmente para o CMSP.
Reflexão

O que é diversidade? O que é diversidade cultural?

©Pixabay
Diversidade

• A definição de diversidade pode ser entendida como o


conjunto de diferenças e valores compartilhados pelos

©gettyimages
seres humanos na vida social.
• Esse conceito está relacionado às ideias de pluralidade,
multiplicidade, diferentes modos de percepção e
abordagem, heterogeneidade e variedade.
• O tema diversidade e a forma complexa pela qual esse
conceito tem se desenvolvido são resultado do contexto
histórico no qual ele se encontra inserido, de mudanças
constantes e da necessidade de uma valorização e percepção
das grandes diferenças – sejam sociais (dos grupos),
políticas (formas de organização do poder), culturais
(formas de se organizar), étnicas (diferentes origens e
histórias dos grupos), entre outras.
Elaborado especialmente para o CMSP.
Socialização

Cultura

Socialização

Indivíduo

Lentes
Imagens: ©gettyimages
Como aprendemos as nossas diferenças?

Por meio da socialização, a cultura se expressa nos indivíduos e em suas interações.


Em todas as fases do desenvolvimento humano, o aprendizado – ato de um indivíduo
apreender o mundo ao seu redor – será algo essencial para aprendermos nossa
cultura e vivermos em sociedade.
Elaborado especialmente para o CMSP.
Naturalização
Nossas memórias são constituídas de formas de naturalizar
(automatizar) nossos comportamentos. Regras são transmitidas
como naturais.
Estranhamento
• É importante, ao longo do processo de socialização, aprender
a estranhar aquilo que naturalizamos.
• O estranhamento é uma condição necessária para
percebermos e respeitarmos as diferenças.
Culturas

Existem muitas maneiras de pensar a cultura!


• Charles Taylor: fazia uma comparação entre as

©gettyimages
culturas a partir do princípio de civilização.
• Franz Boas: cultura é uma construção histórica.
• Ruth Benedict: cultura é a lente através da qual
enxergamos o mundo.
• Clifford Geertz: a cultura é como um texto.
• Lévi-Strauss: a cultura como um sistema.
Elaborado especialmente para o CMSP.
Diversidade

Qual é a importância de entender a diversidade da cultura brasileira?

©gettyimages
Relembrando a história

• O Brasil é um país com grande diversidade étnico-cultural.


• De fato, a formação étnica do povo brasileiro ocorreu,

©gettyimages
inicialmente, com a miscigenação entre povos originários
(diferentes etnias), os europeus (principalmente os
portugueses) e os africanos (e a sua diversidade étnica).
• Ao longo do tempo, desde o início da história do Brasil, o país
recebeu imigrantes italianos, japoneses, alemães e de
outros países sul-americanos.
• Isso somente atesta que, tomando-se o significado de
cultura por uma concepção geral que envolve os hábitos, os
costumes, a culinária, as crenças e o modo de vida geral de um
povo, o Brasil é realmente diverso.
• Essa diversidade carrega importantes tensões históricas.
Elaborado especialmente para o CMSP.
Diferença cultural é um produto da História

Toda diferença cultural é produzida por diferentes trajetórias das nossas


histórias.

Imagens: ©gettyimages
Pintura de Johann Moritz Rugendas retratando o interior de um navio negreiro, 1830. Museu Itaú Cultural. Domínio Público. Wikimedia
Commons. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Navio_negreiro_-_Rugendas_1830.jpg>. Acesso em: 24 fev. 2021.
Vídeo

Apresentação do vídeo sobre diversidade e etnia


https://www.youtube.com/watch?v=_S7BGkp2cSw

Rede Anísio Teixeira, Diversidades – Diversidade Étnico-racial, 2018. Licença Creative Commons.
Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?reload=9&v=_S7BGkp2cSw>. Acesso em: 24 fev. 2021.
Uma construção histórica e social

Vivemos em sociedades social e historicamente


construídas!

©Pixabay
Historicamente, pois elas vão se modificar ou se
perpetuar ao longo dos anos.
Socialmente, já que são fruto das nossas
interações sociais e compartilhadas por todos nós.
Nossa construção social também é cultural.

Elaborado especialmente para o CMSP.


Tensão: diversidade e exclusão
Elaborado especialmente para o CMSP.

• Comumente existe uma tendência social de tomar a diferença como uma


inadequação dos valores estabelecidos por um grupo social ou uma
cultura gerando uma série comportamentos que são prejudiciais para o
desenvolvimento e o relacionamento entre os indivíduos: o preconceito, a
discriminação e a intolerância.
• Esses comportamentos ainda são encontrados
continuamente na sociedade, como um reflexo mais
profundo da violência e da exclusão social.
Um dos exemplos clássicos da exclusão pela diferença é
o colonialismo e a escravidão.
Na próxima aula, continuaremos a falar sobre as tensões
da formação da diversidade brasileira.
Diversidade e inclusão

Enquanto a diversidade se refere a todo o


espectro das diferenças humanas visíveis (idade,

©gettyimages
sexo, etnia, deficiência) e não visíveis (status
econômico, civil, sexualidade), a inclusão está
relacionada a um sentimento cultural e
ambiental de pertencimento.

Elaborado especialmente para o CMSP.


Culturas

©gettyimages
Culturas

©gettyimages
Culturas

©gettyimages
Culturas

©gettyimages
Atividade

Em quais situações vocês viram alguma exclusão por questões de


diversidade cultural (por exemplo, comidas, música, sotaque...)?

2 min
Avalie

E aí, como foi a aula?


Lembrando que, como nosso tempo aqui é curto, leve suas dúvidas
e seus debates para além deste espaço!
Obrigada por participar! ;D
Até a próxima!
Conte para gente o que achou
da aula que acabou de assistir :)
Olha que legal, agora você pode dizer o que achou
das suas aulas!
Você pode usar esse QR Code ou entrar pelo link no
final de cada aula e deixar sua avaliação e seus
comentários.

https://bit.ly/3fVYJWs

O que você acha? Vamos começar agora mesmo?