Você está na página 1de 13

A importância da

leitura para o
autoconhecimento.

Nomes: Anna Gabriela,


Emili, Isabel e Olívia.
O ÚLTIMO REINO( Resenha)
Do autor de As crônicas de Artur, o primeiro volume da série Crônicas Saxônicas, O
último reino é o primeiro romance de uma série que conta a história de Alfredo, o
Grande, e seus descendentes. Aqui, Cornwell reconstrói a saga do monarca que livrou
o território britânico da fúria dos vikings. Pelos olhos do órfão Uthred, que aos 9 anos
se tornou escravo dos guerreiros no norte, surge uma história de lealdades divididas,
amor relutante e heroísmo desesperado. Nascido na aristocracia da Nortúmbria no
século IX, Uthred é capturado e adotado por um dinamarquês. Nas gélidas planícies
do norte, ele aprende o modo de vida viking. No entanto, seu destino está
indissoluvelmente ligado a Alfred, rei de Wessex, e às lutas entre ingleses e
dinamarqueses e entre cristãos e pagãos. O último reino não se resume a cenas de
batalhas bem escritas e reviravoltas cheias de ação e suspense. O livro apresenta os
elementos que consagraram Cornwell: história e aventura na dose exata. Uma fábula
sobre guerra e heroísmo que encanta do início ao fim. 
Nessa saga de livros, além de guerra, aventura, drama, romance, nós também
aprendemos sobre a história da unificação da Inglaterra por meio de um personagem
fictício, que é o Uthred. A saga de livros é composta por 12 livros envolvendo as
aventuras Uthred durante a sua vida, que foi bem longa.  
O ÚLTIMO REINO

“ Eu tivera uma infância perfeita, pelo menos


para as ideias de um garoto. Havia sido criado
entre homens, era livre e vivia solto, não era
restringido por nenhuma lei, não era incomodado
por padres e era encorajado a violência”
Importância da
leitura!
01 02
Estimula a
Exercita a memória
criatividade

03 04
Contribue com o Melhora na escrita
crecismento vocabulario
Autores da
literatura
brasileira
Cecília Meireles
Era uma das grandes escritoras da literatura brasileira no século
XX. Seus poemas encantam os leitores de todas as idades. É
considerada uma das principais escritoras da Segunda Fase do
Modernismo brasileiro. Sua principal obra foi Romanceiro da
Inconfidência, publicada em 1953.

Carlos Drummond de Andrade

Carlos Drummond de Andrade foi poeta, contista e cronista


brasileiro do período do modernismo.
Considerado um dos maiores escritores do Brasil, Drummond fez
parte da segunda geração modernista. Foi precursor da chamada
"poesia de 30" com a publicação da obra "Alguma Poesia".
Mário Quintana

Era um poeta, tradutor e jornalista brasileiro. Foi


considerado um dos maiores poetas do século XX. Em
1980 recebeu o Prêmio Machado de Assis da ABL e
em 1981 foi agraciado com o Prêmio Jabuti.

Machado de Assis

É um dos maiores representantes da literatura brasileira.


O grande escritor foi o responsável por inaugurar o
Realismo, que teve como marco inicial a obra "Memórias
Póstumas de Brás Cubas", publicada em 1881. É o
fundador da cadeira n.º 23 da Academia Brasileira de
Letras
Gêneros
Literários
Gênero Lírico

"Trata-se da manifestação de um eu lírico, que expressa


no texto seu mundo interior, suas emoções, sentimentos,
ideias e expressões. É um texto geralmente subjetivo, com
predominância de pronomes e verbos na primeira pessoa
e que explora a musicalidade das palavras".

Gênero Dramático

"Enquanto o gênero épico exalta as realizações humanas e os grandes feitos de heróis,


o gênero dramático expõe o conflito dos homens e seu mundo, as manifestações da
miséria humana. São do gênero dramático os textos escritos para serem encenados.
Nesse tipo de texto, em vez de ser contada por um narrador, a história é mostrada no
palco, ou seja, é representada por atores que fazem o papel das personagens. O texto
se desenrola a partir de diálogos, o que exige uma sequência rigorosa das cenas e das
relações de causa e consequência".
Gênero Épico

"Nas composições desse gênero, há a presença de um narrador, que conta uma


história em versos, em um longo poema que ressalta a figura de um herói, um povo
ou uma nação. Geralmente envolvem aventuras, guerras, viagens e façanhas heroicas
e apresentam um tom de exaltação, isto é, de valorização de heróis e feitos
grandiosos. É um texto narrativo com verbos e pronomes na terceira pessoa e que
pressupõe a presença de um ouvinte ou de uma plateia. Os poemas épicos intitulam-
se epopeias. As principais epopeias da cultura ocidental são a Ilíada e a Odisseia, de
Homero, a Eneida, de Virgílio, Os lusíadas, de Luís de Camões, Paraíso perdido, de
Mílton, Orlando Furioso, de Ariosto. No Brasil, entre os vários poemas épicos
produzidos - a maioria deles conforme o modelo oferecido por Camões - destacam-
se Caramuru, de Santa Rita Durão, e O Uruguai, de Basílio da Gama".
“A leitura é uma fonte
inesgotável de prazer mas por
incrível que pareça, a quase
totalidade, não sente esta
sede.”
Carlos Drummond de Andrade
Alternative Resources