Você está na página 1de 104

| 


|  
Goções Básicas de Electricidade

Corrente Eléctrica ± ÷  ÷  ÷ 



÷÷    ÷         ÷

 
á     ë   ÷ 
  ÷
         ÷     ÷   
  
÷
Œ  ÷    ÷

÷  
÷     
    
 ÷    
 
  


Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade

Corrente Eléctrica ±
 ÷ 
÷

 
÷ 
   ÷      ÷
 
÷ 
÷   
÷

Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade

Circuito Eléctrico ±    



 ÷  

   ÷  ÷    

    
÷÷      
 
÷         
÷  

 ÷    ÷ ÷!    ÷ 

÷  
÷
        

Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade

Vrandezas Eléctricas
! 
 !  ! G 
   


    
 
   
 
        
    
      

  ÷   
 

     
 ÷ 




!    !  ! 
 
       
  
  !   
     

 
  
     
 
`  `

Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade

Vrandezas Eléctricas
! |    ! | ! 
 
 
   
   !   
" 
    #
      

  $       
 % 
 !  !     
  
" 
 %
      

   
" 
 %        
 #& 
  
÷ 
 ÷
  
  
     
 
 
Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade

Lei de Ohm
 "   '   
  
   !  
&
  
   › 
 

 

(   
  
     

 
    
 

Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade

Lei de Joule
) $        

'  " 
  
  !    
    
" 

  


   " 
 ! 

'     *  

D [   )    !  +
D ,   ) 

       +
D
   )   
 
   
   
%     


Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade

Lei de Joule
[  
     
       


  " 
 !   -    . #&
  
  Joule.
)  
  
       
  /

    
 * ! 

2& 
  
  

2  1 0 0  å 1&1 
" 

&3 


   
 /
  4  ) 4&
Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade

Lei de Joule
A 
÷
  ÷!  
÷
  Œ!
  "

†   



 


Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade


 


Π  
 Œ
 
 


  R R 


 

 



  r 


  p  p

   

   
   

X        


  ÷ ÷
   ÷   ÷

Ô  



|  
Goções Básicas de Electricidade

Ôrequência ±  ±
#  
    ÷ ÷
  
 
÷  
÷

÷
     
÷  


÷  #
 !÷$ ÷

÷ ÷
 
     

÷    
÷ %&   

 
†

3

 #&    " 
   
 
 
   
 5 ' ) 5' &
Ô  



|  
Efeitos da corrente eléctrica

Efeito Térmico ou Calorífico




    
    
     *      
 $

  /
 !      
 
   
  !  
'   



'       
   

             
 
 

Ô  



|  
Efeitos da corrente eléctrica

Efeito Térmico
Ú    
÷ 
÷
   
      
 
÷
  
÷   
÷
  ÷      ÷
 ' 
# ÷  ÷   ÷    
   
$ 
÷    
÷  
       ( 
÷  "
  )! 
*
  + ÷  *
    ÷  *
  ÷ ,

Ô  



|  
Efeitos da corrente eléctrica

Efeito Luminoso
      ÷ ÷   
 
$ ÷   ÷      
      

  -   ÷  ÷


$



÷     . 


 
÷ /    
 
!  
÷     
÷  ÷
÷ 0 

÷
  
÷$  ÷      ÷

 

Ô  



|  
Efeitos da corrente eléctrica

Efeitos Magnético
             
    
! 

/ 
   
      *

 
  
      
 %          
   
      
 5#  !  
  '

     
   !         6
 
 &    !
         
  $ 
  
  
'    
'       
 
   

Ô  



|  
Efeitos da corrente eléctrica

Efeito Químico
 
  6 
   
 
  #   
 
    '        

 
       
     
.
  
 #    '
      
 
  
 " 
      . 

Ô  



|  
Efeitos da corrente eléctrica

Efeito Químico
  o    


 
 
    . 
  Ôenómenos Ôísicos ) ! #  !   ' 
 
  *  
      
  Ôenómenos Químicos ) #  !   
  *
G 
        
  
    
 !  
' '    '    

   

G   
  #     !        
$ #
 7
   
    
   


'          

Ô  



|  
Efeitos da corrente eléctrica

Efeito Químico
    !   /
      
!   
         
 8   .
  

 

'    *     
    

  
 !  

Ô  



|  
Efeitos Ôisiológicos da Corrente Eléctrica

D Geste módulo vamos abordar, de forma simplificada a


acção resultante da passagem da corrente eléctrica
pelo corpo Humano. A passagem de um simples impulso
eléctrico pode provocar um sem número de reacções,
desde uma simples percepção de passagem a fenómenos
de fibrilação.

Ô  



|  
Efeitos Ôisiológicos da Corrente Eléctrica

D Como já verificámos nos módulos anteriores a


passagem da corrente depende, da resistência do
condutor (neste caso corpo humano é o
condutor) à transmissão da energia eléctrica.
D Terminologia dos Acidentes Eléctricos.
± Electrização ± Acidentes que implicam contacto
com a corrente eléctrica, quer originem
acidentes mortais ou não.
± Electrocussão ± Designação para acidente
eléctrico Mortal.

Ô  



|  
Efeitos Ôisiológicos da Corrente Eléctrica

 Efeitos sobre o corpo Humano

99:0;9&< =  !   
  /  
.

99>?0;9&< =  !   
/ o'


9;0;9&< @

      2 

9A0;9&< =  ! 6  o'




;0;9&< =  ! 6    

Ô  



|  
Efeitos Ôisiológicos da Corrente Eléctrica

 Efeitos sobre o corpo Humano

B0;9&< =  ! 6       !   



    
 

 
  



 


 

AA0;9&<  


   
!  ! 9?C
 

/ o'


;90;9&< @

  !  

  


;??0;9&<  


   
! ;99C 


/ 

:90;9&< = 


  
*
 D<
    -  
   
  


Ô  



|  
Efeitos Ôisiológicos da Corrente Eléctrica

 Efeitos sobre o corpo Humano

:?0;9&< @

   
; E   ! #  ! 

 /     
    

<90;9&< = 


  

!  

 


 D?9C  D;?  
 / 
F
 


G90;9&< Ô

!  
H;   E  

A90;9&< Ô

!  
   H;  

:< 

!         5

:9 I

 
   
 

Ô  



|  
Efeitos Ôisiológicos da Corrente Eléctrica

D  
  
      
 
       '
   
" 
    
  ?99 $
D -   *    
    &   
      


Ô  



|  
Efeitos Ôisiológicos da Corrente Eléctrica

D $:

     & % 
*   !  
;:9    
 %  

) 
   ;:9 J;99999 K999;:K;:
 

/       

) 
   ;:9 J;999 K9;:K;:9


    / 

) =   
;999 J?99 K: 
/  
  .! 
  

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D G  .
          
 
 
           

 

D Defeitos Eléctricos )   .



 


   /
      
  
  
 
   



' 

  

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D 
         
  
 
  
          
 

   
           
  


Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D o
÷  ÷  ÷ ÷   
 !      ÷
D 1      
    
  *

trabalho em tensão
D Trabalho em Tensão A
 ÷   
÷!      
÷   
 ÷
 
     
   
÷          
÷ 
  ÷


Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D 3    !         
   
   !      -    
  
               

  ÷
 

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D  ÷ ÷ ÷       



÷
$
  ÷    ÷  ÷
       ÷ ÷ ÷ 

!  ÷     
÷ 
   
  trabalhar sem tensão.
D Trabalhar sem Tensão ± 
     
÷!        
÷
 ÷    ! ÷       
 ÷  

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D G
   
 *
  
  

" 
 *    
   
  
        

  =

          #


± Sobreaquecimento.
± Arco eléctrico.

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D Sobreaquecimento ±
Ú !  
÷        "

  R  
  
÷
  
÷ A
ŒÚ)2 (#3 #Œ(o o o Ú22 #3

    ÷
  ÷ 

÷ ÷ 


÷ 
 ÷  A
2 Œ(Œ34#( o Ú#3 3Ú

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D Sobreintensidade de corrente )  
    
  
ö Sobrecarga ) 8   * 
  
#  
/    " 
   
  
 
    

 
/  
   #&    ÷ 
 



     #*
   
         

    

 7
  
   



Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

ö Curto-Circuito ) 8   
  

       

       
   
 
        /
 

   
13$&
1
3$ $F1
1,
 
           

ö Defeito Isolamento ± 
÷ ÷  
÷  
÷   
÷  
÷   
÷  ÷


÷      ÷

  
 ÷  Œ   ÷   ÷  ÷

÷      
÷  ÷ 

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

Sobrecarga Curto-Circuito

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D |esistência de Contacto ±
Œ    ÷ 
÷ ÷ ÷

$  ÷       ÷
 50 6 

÷ ÷  (   
÷ 
÷
 
÷ 

÷ ÷   ÷   + 

         
÷ 
÷

÷       ÷  

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D Arco Eléctrico ± Ú   ÷   


          ÷   "

  Electricidade estática

  Descargas atmosféricas

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D Arco Eléctrico produzido por equipamento


eléctrico ±
÷  ÷÷   ÷   ÷   ÷  
 
         
  ÷ .
÷ ÷    
÷  
 
   ÷ / Ú   ÷  


    ÷     ÷

      ÷ 

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D Arco Eléctrico produzido por Electricidade


Estática ±
÷ 
 

÷  ÷  
   


÷   !
÷        
÷  Ú !
÷
    
÷  "

± Ôugas de Vás

± Ambientes explosivos (petrolíferas), etc

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D o     
  ! *
  .   
 
 
  *
      
  5 
       
    
 

D  #        '   



    #  
!      
 
   
       *    
  
/ 
    #       
     
' 

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D $ 
  
      

     
  

 
     
   
 

D $ 
 
    ! 

± Contactos Directos

± Contactos Indirectos

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D Contactos Directos

÷   
  7 
  

÷
  .
 /  

0 
 
÷ 
÷ ÷   ÷
 ÷  ÷   ÷ 

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D G 
        

!       
 

      6

D G 
          
         
    & 

 
=
  
   

       
*
 
      
  
        
      

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D $    
          #
    

     &       
   

 
   #


' 
  

     * ! 

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D Contactos Indirectos
G       ! 
 
  

     ! 
    
  .        
'   !

     
  
  #   ! *

 !     

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

D G 
             
  
       
   
         

Ô  



|  
Defeitos Eléctricos

Causa do Acidente Ôatal Total


o 
 
! ? L;

  
      ? AG
 6 
 
" 

" 
 :> <?>

          !  
  ;A ;B9
3   
   ! < ;9A
o   
   #
  !  
  ; ;B
  
     
3  ?B A;B

 
  1

   
Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

)            


     
  !  =1 G$  
 
    

  -#   
    
  

) $       ! ! !    



'  !

  
  
   @        

  
  #
          
      !         

'
      /


Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D Definição

)       ! ! 
 

   

   6
 
    

 -# *
 -#     .
  
 
    
   
 

        '   

      *

 
 
   
 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D $    
   
  ! 
o4G3$1 

D o    
-       
   
   


       ! 

D $ 

 
-      
!
 o o  

'
%  
      
    

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

`

D G   
-             
  
 
  

!   )  
  
!   )  
  



D   #
      

 
  ' 
 #
 
 . 
   
 

       
               



      

    / 
                  
  
   
 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D o )        #



      !    
! 
)     .
 
   
     
!  = 
 
 

 
-       #*

 !      
! 
)   !          
 
        " 


Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

)    ! 
   o

›
        
 

 
! 

) 
 !     
  
! 

   
-      
    

 

 
            

 /
 
! 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D  
     !     #

 /
  
      
  Segurança )  
  
      
 
     
   ! 

  |apidez )     
 
  

  Autonomia )          .   


   
    
      
 

! 
! 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

  Insensibilidade A  ÷  ÷ ÷   ÷  



  
÷     ÷  
   
      ! +

  Selectividade A ÷  ÷ ÷      


 ÷    !
 ÷
  ÷ ÷

  

       ÷ 
 0   ÷     ÷  
÷
÷ 
÷ 

  Consumo A   ÷        ÷ 

   
  
  
 
  


Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D Dispositivos de rotecção
A 1  
   Ôusível ÷
 ÷  Ú   
÷÷      $
  $ 
 ÷     
÷ 
 ÷    .÷  ' /
A 
÷÷ $   
— rata e Alumínio A
  ÷ ÷

— Chumbo, Estanho ou liga destes dois A 

÷$  ! ÷

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D
13
5$ ) o    /
          
 ? ?     !  
     =   

 =
             M;99N
  
      
 !  
   
 
 
  *

 
    
 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

G 
  
     -  
  =


D o    /
 *
    
) ÔO  o = 1G$
) 1$@$

  /
 -# !      #   
   
 !    
/ 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D $ /
 
         
   


      ! 
 
 #*

 



Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D   /
 "     
    
     
  
 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D G
   
     &

  
  

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D o
-     

 

 
  & 
  )
 
 
  
 


#   
  

 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D *    #
 
   
-    
       

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D 1 @8
) $       
!     
!     '
 
   
       #
    
     

   
   '   
  ! 

) $         -       


    

   '  
-    

     
   

 

) 
         
         
 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D


!   1      
/

  
  
± Electromagnéticos )  
    
'!
 7   

           
  
± Térmicos )  
  
   
  4   
 -     
         
   

  
!        
      
± Ôerrodinâmicos
Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

± Electrodinâmicos ) 
    
  

 !            

 '      

! 
± Indução )
± Tempo A  ÷  
÷     ÷
 ÷ 
0  
   ÷ ÷   

÷   
   ÷   
    ÷  ÷
  
        


   8
 !÷  
± Electrónicos A  


÷ !  

 $  ÷
÷   

÷   
 ÷ 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D


!   1     %   '   
± |elé de Intensidade ou Amperimétrico ±    
          &

 

± |elé de Tensão ou Voltimétrico ±       #*



 /
  !    -    !    
*  
     

          G    
 

#
   *

            

± |elé Diferencial ±  ÷ ÷   !   




÷
 
  ÷  
$ 
÷   
   $    
  ÷!   
       ÷ ÷   ÷
 $   ÷ $
÷ ÷   ÷ 
÷   

÷
   ÷
    
  ÷
   

÷ $  
÷      ÷   
÷ 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D o4G3$1 & $ 
-    !  
  
 

 
   !  $ 
 
 !   
 
) ` 
) ` 
D  

  !              &


 
D Disjuntores diferenciais ±  ÷  
÷   
 ÷ $ 
÷   ÷!  ÷ 
÷ 
÷   
 $   
D  

!       
    7  
.       
  
   
  
    =   
       *

 
 *   

'! 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

rotecção contra contactos directos


A 
 ÷  ÷    ÷
   ÷ 
 
÷       ÷  

÷ ÷  ÷  ÷  ÷    ÷ 

Medidas de rotecção Total


  Isolamento das partes activas ±  ÷  
÷
   ÷         ÷  ÷
 8
   ÷  ÷  ÷        ÷
÷ 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

  Emprego de barreiras ou Blindagens ±


A   ÷   ÷ ÷   

÷$         
  
 
 


A    


÷  
  .   !

      ÷ /
 ÷   ÷ $   $   
! ÷   
 
 ÷      $
   ÷  8÷ 
A Ú ÷  !

    
 

÷   

  ÷  ÷

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

Medidas de protecção arciais ou |estritivas

± Afastamento dos condutores  ÷    

     
  ÷ $
   ÷ 
 ÷  ÷

÷       ÷


÷


÷ 
        
± Emprego de obstáculos       
 $  
÷  ÷  ÷  3! 
     ÷!

÷ 
÷ ÷
 
÷    

÷ ! ÷


Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D  
6 
     
 
#  !    
 
  
— † cm, se a tensão nominal é inferior ou
igual a 5 V

— 2 cm, se a tensão nominal é superior a


5 V e inferior a † V

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

Medidas de rotecção contra Contactos


Indirectos

A +   ÷ $     ÷  ÷ ÷ 



÷$ A + o(o Œ  ŒŒ(R Œ A

A +   ÷ $  ÷  ÷ ÷ 



÷$ A + o(o Œ 3(R Œ A

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D Medidas assivas
) [ 
 
      )
D   
    +
D          
! +
) [ 
      
 
 )
D     !  '
    +
D =  !   
  
  

  
 !

  %  +
D  !   

 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

Medidas que impeçam qualquer


contacto
   ÷    !        ÷
  
÷ ÷     
÷  ÷  ÷ 
   ÷ ?  ww   
÷
÷÷ 
   0     ÷ $
÷
÷ ÷ 
 ÷ 

Œ
 2Œ(1     ÷$  

 ÷  .  ÷


      
  
%&&R  
÷ ÷
   9%& R  
÷
÷
/
  ÷       
÷ 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D Classes de Isolamento ±

—   Ú
—   Ú
—  
—
  ! Ú         
            
          
     
—
 

Os outros isolamentos serão abordados no módulo seguinte.

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D Ú     ww      


÷
÷ "
A    
÷ 
 
÷  
÷÷   
0 
   ÷ 
÷
÷
 ÷   ÷ 
 $   
 $     ÷  
÷  ÷    
÷  $  ÷  "
A 
A   
÷ 
A   
0  ÷  ÷ 
÷
÷

 
   
÷     ÷   ÷
A   !
$    
÷ 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D Medidas Activas
Ú ÷  ÷ ÷       ÷

÷ ÷
   
÷÷        Ú ÷ 
  
     ÷

÷ ÷  ÷
÷ 

$  
 
 ÷
 

Ú  ÷  $  ÷  ÷


÷ ÷ "
— Œ ÷ 33 
— Œ ÷ (3
— Œ ÷ 3#

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D          
    
 
"   
    
 
)  

  
 

  
!     ! %
 
— 3 ) @
!     %  
—  )  *
" 
  
!   %    
! 
    
 6 
 %  
)       
 
'  
!   

! 
— 3 ) @
!           

 
        
— G ) @
!     

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

D Ligações à terra
$  ÷  ÷   
$ "
± rotecção A     ÷  ÷   
÷ 
÷       
÷   ÷ $    
± Ôuncionamento A
 ÷     ÷   ÷ 
 ÷
  ÷ 1   
 ÷ 
 ÷  
!      
   ÷ 
± Execução de trabalhos A   $   0 Œ
 
÷  
÷         !

÷  

÷  

÷ ! ÷
.

 /    ÷ 
÷  ÷    $ 

Ô  



|  
rotecção das essoas, instalações e ligações à Terra.

Ô  



|  
rimeiros Socorros

D G           
  
'    
 
   
  
)      
 P Q            
 . 
 !       *#& 
    

  
'   ! 
    
 
  
)    
     #     !    * 
/
+
)   #
          
 
#        
   '      
               

  / 
     !  
 .    
/
          % /
      
 
       

Ô  



|  
rimeiros Socorros

|   
 
 ÷  
  ÷

      ÷   

  ÷
   ÷
 ÷!

  
  ÷!

  ÷
    "

   
  ÷ #  ÷ ÷ ÷ 

  
÷
÷ 
Ô  



|  
rimeiros Socorros

      


 
.       /
     
 

 
      
         

   

 
3  .   J



   
 
! 


  
! /

;
 L?C
:
  L9C
<
  G?C
>
  ?9C
?
  :?C
B
  ;C
A
  9?C
Ô  



|  
rimeiros Socorros

#   
÷$

`% ` ÷   
 
&%  ÷
 
% 
  

Ô  



 ÷ %   '
|  
rimeiros Socorros

`$`&`o``` `
  o`   ' o'o
o ` ` `&`
o` ` ` `

&$`
``
D &`  ``
D `o``
$ '  `

Ô  



|  
rimeiros Socorros

R     

&  
  

Ô  



|  
rimeiros Socorros

F & = 

  
!
* 6 

« 
« $

«  


(  

Ô  



|  
rimeiros Socorros


 

Ô:
 
   

Ô  



|  
rimeiros Socorros

& = 
 

(  

Ô  



|  
rimeiros Socorros

    
«[     
   
 *
  ?  ?       
 ;9  
 

« 1 
  
  ; 


Ô  



|  
rimeiros Socorros

 !    
« 

      #


Ô  



|  
rimeiros Socorros

÷


÷  

    
  o  
` ÷  o 
` 
` 
o'  ÷
÷

" 
÷ ÷
 

 ÷
 )
 


 ( 
 ÷




' ) *` '``o`


(  'o`
`o`
+,`*
Ô  



|  
rimeiros Socorros


  ) 

( 


    ,
  -    
÷
 , ÷

 ÷
 
*
  - 
Ô  



|  
rimeiros Socorros

'  `


*./
,

`````o
o' X ``
Ô  



|  
rimeiros Socorros

    


 | 
o
 ! #
& 1 
«o  ÷  
  

÷ +    
÷     ! 

«   -   
   + # ÷
   

       

÷        
"  ÷

«    ÷     
  !
÷
Ô  



|  
rimeiros Socorros

o      


« G   

 " 
 *
.
   
    

  !  /         

  
 
«    !            .*
    
 | 
« $            
*  #
   
   
« $        & 
    
  
*   /

« $     
*  >  ?  /  
Ô  



|  
rimeiros Socorros



``)
`
'o '`
`oX`o ``& `

'

` `
'`o ` 
&
o``` `

Ô  



|  
rimeiros Socorros

 `o``
&``
o`o`X`o$
'`&`&`o``

'``` o`
&`oo` 

Ô  



|  
rimeiros Socorros

D 
 F 
   #

D o
   
   
    
  7   #
 

Ô