Você está na página 1de 27

AVALIAÇÃO POR

COMPETÊNCIA: ISSO É
POSSÍVEL? E SE É POSSÍVEL,
COMO SE FAZ?
O QUE É AVALIAR?

Procedimento docente que


atribui símbolos a Um ato subsidiário da prática
fenômenos cujas dimensões pedagógica com vistas à
foram medidas, a fim de obtenção de resultados os mais
lhes caracterizar o valor, por satisfatórios possíveis diante do
comparação com padrões caminho de desenvolvimento de
cada educando.
prefixados. ( ROMÃO, 2002). ( LUCKESI, 2003, p. 27)
Trata-se de recolher
informação e de proceder a um Avaliar é mediar o processo
juízo de valor, muitas vezes, ensino/aprendizagem, é
com o sentido de conduzir a oferecer recuperação
uma tomada de decisão. imediata, é promover cada ser
humano, é vibrar junto a cada
(MIRAS; SOLÉ, 1992). aluno em seus lentos ou
rápidos progressos.
( BEVENUTTI, 2002)
A HISTÓRIA
DO RATO
Romão disse a um ratinho que ia passando por perto dele:
− Pare aí. Temos já de ir ao juiz. Quero te acusar.
− Vamos, respondeu o ratinho.
− Tenho consciência de que nada me acusa e saberei defender-me.
− Muito bem, disse o gato.

− Aqui estamos diante do senhor juiz.

− Não o vejo, disse o ratinho.

− O juiz sou eu, disse o gato.


− E o júri? Perguntou o ratinho.

− O júri também sou eu, disse o gato.

− E o promotor? Perguntou o ratinho.

− O promotor também sou eu.


− Então você é tudo? Disse o ratinho.

− Sim, porque eu sou o gato.

− Vou acusar você, julgar você e comer você.

( Extraído do texto Alice na escola. Gabriel de Andrade Junqueira Filho)


AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO
FORMAL INFORMAL

Diagnóstica/prognóstica Observações

Formativa/de controle Comentários

Somativa
Gestos e
somatória/cumulativa/certificativa olhares
De fato, quando o aluno é reprovado pela
nota, no plano formal, ele já tinha sido
antes, reprovado no plano informal, no
nível dos juízos de valor e das
representações do professor – durante o
próprio processo.
(FREITAS, 2002, p. 315 apud VILLAS BOAS, 2009, p. 45)
SABEMOS MESMO O QUE QUEREMOS AVALIAR?
PLANEJAMENTO AVALIAÇÃO
EXECUT
PLANEJO AVALIO PLANEJO
O
AVALIAR POR
COMPETÊNCIA

PLANEJAR POR
E ENSINAR POR
COMPETÊNCIA
O QUE É COMPETÊNCIA?
ATITUDE para
HABILIDADE refletir sobre o
necessária para conhecimento e
CONHECIMENTO COMPETÊNCIA
aplicar o usar as
conhecimento habilidades
adequadamente
A noção de competência é utilizada no sentido da
mobilização e aplicação dos conhecimentos escolares,
entendidos de forma ampla (conceitos,
procedimentos, valores e atitudes). Assim, ser
competente significa ser capaz de, ao se defrontar
com um problema, ativar e utilizar o conhecimento
construído.
HABILIDADE
Competência significa a capacidade de
fazer alguma coisa de modo adequado,
servindo-se, para tanto, de variadas
habilidades ... A posse de uma
HABILIDADE COMPETÊNCIA HABILIDADE
competência, qualidade complexa, exige a
posse de um conjunto de habilidades
simples.
( LUCKESI, 2011, p. 409)
HABILIDADE
Competência define o que ( conteúdos cognitivos,
afetivos e motores) e como ( metodologia) se
ensina e se aprende.
( LUCKESI, 2011, p. 410)

COMPETÊNCIA
( meta
Habilidades complexa)
( passos)
Habilidades
( passos)
Gerenciar recursos tecnológicos de
organizações, incluindo avaliação,
aquisição, instalação, operação, suporte e
manutenção.
( Extraído do PPC de GTI/FADBA)
Avaliar, nesse sentido, implicará em o professor
investigar a qualidade do desempenho alcançado
pelo educando, verificando sua satisfatoriedade
ou não, e reorientar a aprendizagem, caso seja
necessário.
( LUCKESI, 2011)
Acompanhament
o permanente e
sistemático

Planejamento e Controle e
replanejamento regulação
Competências gerais

Competências específicas dos


eixos de formação

Competências específicas do
componente curricular
UMA PROVOCAÇÃO...

• Quem é o responsável pelo


desenvolvimento de competências do
aluno do ensino superior?
(IN)CONCLUINDO...
AVALIAR POR COMPETÊNCIA EXIGE/IMPLICA:
• Sólido e articulado processo de planejamento;
• Ensino com vistas à aprendizagem;
• Momentos de regulação e auto regulação de
aprendizagem;
• Critérios de avaliação transparentes e por todos
conhecidos;
• Instrumentos compatíveis com as habilidades
desenvolvidas;
• Reorientação de aprendizagem;
• Mútuo comprometimento com a aprendizagem.

Você também pode gostar