Você está na página 1de 20

Adjetivos

O que é adjetivo?
O adjetivo é uma classe de palavras que atribui
características aos substantivos, ou seja, ele indica suas
qualidades e estados.
Essas palavras variam em gênero (feminino e masculino),
número (singular e plural) e grau (comparativo e
superlativo).

Exemplos de adjetivos:
•garota bonita
•garotas bonitas
•criança obediente
•crianças obedientes
Os tipos de adjetivos
Os adjetivos são classificados em:
1.Adjetivo Simples - apresenta somente um radical. Exemplos: pobre, magro,
triste, lindo, bonito.
2.Adjetivo Composto - apresenta mais de um radical. Exemplos: luso-
brasileiro, superinteressante, rosa-claro, amarelo-ouro.

1.Adjetivo Primitivo - palavra que dá origem a outros adjetivos.


Exemplos: bom, alegre, puro, triste, notável.
2.Adjetivo Derivado - palavras que derivam de substantivos ou verbos.
Exemplos: articulado (verbo articular), visível (verbo ver), formoso
(substantivo formosura), tristonho (substantivo triste).
3.Adjetivo Pátrio (ou adjetivo gentílico) - indica o local de origem ou
nacionalidade de uma pessoa. Exemplos: brasileiro, carioca, paulista,
europeu, espanhol.
O gênero dos adjetivos
Em relação aos gêneros (masculino e feminino), os adjetivos são
divididos em dois tipos:

1.Adjetivos Uniformes - apresentam uma forma para os dois


gêneros (feminino e masculino). Exemplo: menino feliz; menina
feliz
2.Adjetivos Biformes - a forma varia conforme o gênero
(masculino e feminino). Exemplo: homem carinhoso; mulher
carinhosa.
O número dos adjetivos
Os adjetivos podem estar no singular ou no plural, concordando
com o número do substantivo a que se referem. Assim, a sua
formação se assemelha à dos substantivos.

Exemplos:
•Pessoa feliz - pessoas felizes
•Vale formoso - vales formosos
•Casa enorme - casas enormes
•Problema socioeconômico - problemas socioeconômicos
•Menina afro-brasileira - meninas afro-brasileiras
•Estudante mal-educado - estudantes mal-educados
O grau dos adjetivos
Quanto ao grau, os adjetivos são classificados em dois tipos:
1.Comparativo: utilizado para comparar qualidades.
2.Superlativo: utilizado para intensificar qualidades.
1. Grau comparativo
•Comparativo de Igualdade - O professor de matemática
é tão bom quanto o de geografia.
•Comparativo de Superioridade - Marta
é mais habilidosa do que a Patrícia.
•Comparativo de Inferioridade - João
é menos feliz que Pablo.
2. Grau superlativo
•Superlativo Absoluto: refere-se a um substantivo
somente, sendo classificados em:
• Analítico - A moça é extremamente organizada.
• Sintético - Luiz é inteligentíssimo.
•Superlativo Relativo: refere-se a um conjunto, sendo
classificados em:
• Superioridade - A menina é a
mais inteligente da turma.
• Inferioridade - O garoto é o
menos esperto da classe.
A locução adjetiva
A locução adjetiva é o conjunto de duas ou mais palavras
que possuem valor de adjetivo.

Exemplos:
•Amor de mãe - Amor maternal
•Doença de boca - doença bucal
•Pagamento do mês - pagamento mensal
•Férias do ano - férias anual
•Dia de chuva - dia chuvoso
O pronome adjetivo

Os pronomes adjetivos são aqueles em que o pronome


exerce a função de adjetivo. Surgem acompanhados do
substantivo, modificando-os. Exemplos:
•Este livro é muito bom. (acompanha o substantivo
livro)
•Aquela é a empresa onde ele trabalha. (acompanha o
substantivo empresa)
Flexão dos Adjetivos

A Flexão dos Adjetivos pode acontecer de três


formas: em gênero (uniforme e biforme),
em número (singular e plural) e
em grau (comparativo e superlativo).
Flexão de Gênero
Quanto ao gênero, os adjetivos se classificam
em uniformes e biformes.
Uniformes
Os uniformes apresentam a mesma forma tanto para o masculino
como para o feminino.
Exemplos: inteligente, amável, feliz.
Biformes
Os biformes apresentam uma forma diferente para o masculino e
outra para o feminino.
Exemplos: atencioso-atenciosa, engraçado-engraçada, ativo-ativa.
Formação
A flexão de gênero, geralmente, é feita da seguinte forma:
•os adjetivos terminados em -o (masculino) mudam para -a
(feminino).
•os adjetivos terminados em -ês, -or e -u (masculino) mudam para -a
(feminino).
•os adjetivos terminados em -ão (masculino) mudam para -ã ou -oa
(feminino).
•os adjetivos terminados em -eu (masculino) mudam para -eia
(feminino).
•os adjetivos terminados em -éu (masculino) mudam para -oa
(feminino)
Flexão de Número
Quanto ao número, os adjetivos podem assumir a
forma singular ou plural. A sua formação se assemelha a
dos substantivos.

Formação
O plural dos adjetivos obedece as seguintes regras:
Regras Exemplos
Adjetivos terminados em a, e, o, u, acrescenta-se o -s. bonita-bonitas, leve-leves, comprido-compridos.

Adjetivos oxítonos, plural em -is. azul-azuis, anil-anis, gentil-gentis.


Adjetivos oxítonos terminados em -el, plural em -éis. fiel-fiéis, cruel-cruéis.

Adjetivos não-oxítonos terminados em -el, plural em - incrível-incríveis, invencível-invencíveis, aceitável-


eis. aceitáveis.
Adjetivos não-oxítonos terminados em -il, plural em - fácil-fáceis, difícil-difíceis, útil-úteis.
eis.
Adjetivos terminados em -m, plural em -ns. bom-bons, jovem-jovens, ruim-ruins.

melhor-melhores, cortês-corteses (sem acento no


Adjetivos terminados em r, ês, z, plural em -es. plural), feliz-felizes.

Adjetivos terminados em -al, plural em -ais. leal-leais, rural-rurais, bucal-bucais.


Adjetivos terminados em -ão, plural em -ãos, -ães ou -
ões. cristão-cristãos; alemão-alemães; brigão-brigões.
O plural dos adjetivos compostos é feito da seguinte forma:
1. Apenas o segundo elemento é flexionado, no caso de
adjetivos compostos formados por dois adjetivos.

Exemplos:
•pacto sócio-econômico e causa sócio-econômica (flexão de
gênero)
•escola anglo-americana e escolas anglo-americanas (flexão de
número)
Exceção: meninos surdos-mudos.
2. Os adjetivos compostos em que o segundo elemento é
um substantivo são invariáveis em gênero e número.

Exemplos:
•Vestido verde-alface e Camisa verde-alface (flexão de
gênero)
•Tinta amarelo-ouro e tintas amarelo-ouro (flexão de
número)
Flexão de Grau
Quanto ao grau, os adjetivos se classificam
em comparativos e superlativos.
Comparativos
Com grau comparativo comparam-se as características atribuídas
aos substantivos. Podem ser de:
•Igualdade - quando equivale ao adjetivo com o qual se
compara. Exemplo: Esse filme é tão engraçado quanto aquele.
•Superioridade - quando se intensifica mais um adjetivo do que o
outro com o qual se compara. Exemplo: Esse filme é mais
engraçado do que aquele.
•Inferioridade - quando se intensifica menos um adjetivo do que o
outro com o qual se compara. Exemplo: Esse filme é menos
engraçado do que aquele.
Formação
Geralmente, são obedecidas as seguintes formas:

•Igualdade: tão + adjetivo + quanto, como. Exemplo: Essa


Matéria é tão fácil quanto aquela.

•Superioridade: mais + adjetivo + (do)


que. Exemplo: Essa Matéria é mais fácil do que aquela.

•Inferioridade: menos + adjetivo + (do)


que. Exemplo: Essa Matéria é menos fácil do que aquela.
Superlativos
Reforça as características atribuídas aos substantivos.
Podem ser:

Relativo - expressa-se em relação a outros elementos de


forma superior ou inferior.
Exemplos:
•O menino é o mais atencioso daquele grupo. (superlativo
relativo de superioridade)
•O menino é o menos atencioso daquele grupo.
(superlativo relativo de inferioridade)
Absoluto - não se expressa em relação a outros elementos. Pode
apresentar a forma sintética ou analítica.
Exemplos:
•O menino é muito atencioso. (superlativo absoluto analítico).
•O menino é atenciosíssimo. (superlativo absoluto sintético)

Formação
A flexão do superlativo relativo é sempre feito de forma analítica.
Quanto à flexão do superlativo absoluto:
•Superlativo absoluto analítico - geralmente, é feita com o auxílio
de um advérbio. Exemplo: Esta paisagem é a mais bela.
•Superlativo absoluto sintético - é feita com o auxílio de sufixos,
sendo o mais comum -íssimo. Exemplo: Esta paisagem é belíssima.

Você também pode gostar