Você está na página 1de 30

DIAGNÓSTICO

Pulsologia
Diagnóstico... Uma história de fracasso

 Auxiliar paciente a se reconhecer na sua história


enquadrada no sentido universal e humanista
(aliviar, responsabilizar)

 Observar o caminho de adaptação do paciente


 O que aconteceu?
 Como começou?
 Quando começou?
Diagnóstico...
 Referências e parâmetros que guiam a nossa
percepção

 Reconhecer e identificar (soar alarmes)


 Não julgar! Não condenar! Não etiquetar!
 Seguimos pistas e interpretamos (não há verdades
absolutas...)
Diagnóstico
 Causa (origem) e natureza da enfermidade
 Quantidade e qualidade da energia
 Sensibilizar todos os sistemas de percepção,
intuição e clarividência
 Origem
 Evolução
 Manifestação
 Prognóstico
Diagnóstico
 Ver:
 Cor da tez (origem)
 Atitude corporal (Shen)
 Olhar (Shen)
 Aspecto da língua (Manifestação)

 Escutar:
 Relato (Manifestação, Evolução e prognóstico;
Shen, ancestralidade; atividades dos 5 órgãos)
 Voz

 Palpar:
 Pulso (natureza e prognóstico)
 Exploração do paciente (Ting, Shu e Ben Shen...)
Diagnóstico
 O dito
 Interpretação de vivência interior (manifestação)
 Contaminada... Parasitada... (mentira)

 O Pulso
 Não mente
 Totalidade (estado global: constituição, atividade energética
dos órgãos e suas interações, prognóstico)
 Momento energético = manifestação atual (relação entre Shen e
projeto)
 História = início e evolução
 Prognóstico = possibilidades de mudança (alterar o curso)
Porquê o pulso no pulso?
 9 outros pulsos descritos na tradição
 Ritmo do movimento (batimento... Som) do sangue
 Qi e Xue: circuito de informação dos órgãos e vísceras
 Sinais... Reconhecer harmonia (sinfonia) e desarmonias (alterações)
 Existem outras localizações: cabeça, membros superior e inferior.

ARTÉRIA RADIAL
 Região YANG

 Expansão da atividade dos órgãos


 Manifestação da vida
 Canal de Pulmão
 Emerge em 12RM (Yong Qi), passa pelo pulmão, aflora ao exterior e chega à mão
 Mestre da Energia: maneja alimento celeste... Essencial à vida
 Trajeto acima da artéria radial
Sentido universal do pulso
 Critérios universais (global: localização, qualidade,
quantidade, velocidade, ritmo; por sistema Yin e Yang)
 Ter em conta variações naturais
 Região fria ou inverno ... Pulso aprofunda, contraí, esconde
 Trópicos ou verão ... Pulso amplo, forte, generoso
 Organismo está de acordo com entorno (calor promove subida
do pulso)
 Mulheres ... Natureza Yin
 Homens ... Natureza Yang
 Pessoa grande ... Pulso abundante
 Pessoa pequena ... Pulso pequeno
Sentido universal do pulso
Sul
Calor/Fogo
Verão
Superficial

Leste Oeste
Centro
Vento Secura
Umidade
Primavera Outono
Estio
Intermediári Intermediári
intermediário
o o

Norte
Frio
Inverno
Profundo

*pulso intermediário: na primavera está se superficializando, mas ainda é


O pulso ainda pulsa...
 Pé ou Chi (proximal): 7P (Lie Que,
desfiladeiro Supremo, Tong Xuan,
Jovem misterioso); energias celestes
(yuan, jing e zong qi); Yang
 Barreira ou Guang (apófise estilóide):
8P (Jing Qu, Canal da Transmissão),
energias humanas (shen, SJ e XB)
 Polegar ou Cun (distal): 9P (Tai Yuan,
O Abismo da Mansão Celeste), sintonia
com energias terrestres/YIN (5RMS)
Tomar o pulso
 Posicionar e calibrar
(exercício de
posicionamento)
 Paciente deitado e em
repouso, com braços
nivelados (abdômen)
 Posicionar: médio (8P,
barreira), anelar (7P, pé) e
indicador (9P, polegar)
 Ajustar ao tamanho do
paciente
Tomar o pulso
 Posicionar e calibrar (exercício
de posicionamento)
 Sentir pulsação (polpas dos
dedos... Unhas criam concha
acústica)
 Movimentar em “alavanca”
(profundidade >superficialidade
 Avançar lentamente da sup
(Yang) para prof (Yin) =
tomada de pulso Yang
 Avançar lentamente da prof
(Yin) à sup (Yang) = tomada de
pulso Yin
1) Localização
 Qualidade Qi e Xue

 Superficial: primeira batida sentida; + forte na superficialidade


(YANG) = Qi mais forte que Xue
 Intermediário: transição; equilibrio Qi e Xue
 Profundo: não estrangular!!! + forte em profundidade (YIN) =
Xue mais forte que Qi
 Alteração
 não correspondência com estação... Patologia YIN: de interior, de mais
difícil tratamento, afetando energia nutrícia e essência do Sangue
 Profundo e amplo: Yang consome Yin
1) Localização
 Tratamentos
 Sangria:aflora o sangue; na primavera (para equilibrar);
nos dedos (ting, energia mais superficial)... Em Ba Hui,
Feng Hui e ápice da orelha (baixa pressão, AVC, calor no
Fígado)
 3F e 4IG: harmoniza Qi e Xue
2) Qualidade
 Circunstancial (muda rápido): ritmos circadianos e
sazonais, temperatura, estresse emocional,
alimentação, biotipo
 Indica patologia YANG: aguda, de fácil
tratamento... Ex: invasão de energias perversas
 Energia preponderante no paciente
 Perceber vibração
2) Qualidade
 Água
 Duro: não vibra/propaga (som seco); “gota de água que
cai sobre pedra e se desfaz”
 Concentrado, preciso e compacto
 Como sementes em cada dedo individualmente (por vez)
 Profundo e escondido (próximo ao osso)
 Pulso de inverno
 Energia original (0 a 7/8anos)
 Patologias do YIN, da água, deficiência de Qi
2) Qualidade
 Madeira
 Tenso ou em corda: tem batida, vibra em expansão
(expressão da água); “gota caindo num lago e se
propagando”
 Fléxivel: pode ser duro, amplo ou cheio
 ... Passa nos 3 dedos ao mesmo tempo (como corda de
violão)
 Em transição para superficie
 Pulso de primavera
 Comum na adolescência (de 7/8 a 21/24 anos)
2) Qualidade
 Fogo
 Amplo ou em gancho: vibra generosamente; “onda que
se expande e retorna” (não se ouve a água; Yang supera
Yin)
 Amplo, pleno, cheio, forte, expansivo; chega passa
(ultrapassa o dedo, golpeia em excesso) e desaparece
 3 dedos como uma onda
 Pulso de verão
 Idade adulta (21/24 anos a 28/32 anos)
 Patologias cardíacas e do fogo
2) Qualidade
 Terra
 Resvaladiço/ Escorregadio: “colar de pérolas deslizando nos
dedos”; “baba de um bebê”; “óleo espesso”
 Umidade permite que o Qi se movimente (qualidade do
centro)
 Espesso e coagulado; rugoso (como ramo de bambu passando
pelos dedos); escorregadio e amplo
 3 dedos um de cada vez
 Grávidas; adultos (28/32 anos a 35/40)
 Intermediário
 Pulso de transição (estio)
2)Qualidade
 Metal
 Filiforme ou flutuante: vibra e contraí-se (do amplo
para a recolhimento); “folha seca caindo num lago
calmo”; “rolha que flutua e é pressionada para o fundo”
 Sobe e desce intensamente; rebote subtil
 Se sente nos 3 dedos, com um vazio pelo meio
 Idosos (perda de QI)
 Pulso em transição para profundo
 Pulso de outono (recolhimento)... Aposto à primavera
2) Qualidade
 Tratamento
 Shu Antigos: E. Wei (adaptação ao entorno); tonificar
ressonadores do reino correspondente à estação e
dispersar o reino correspondente à energia invasora; no
estio atuamos nas barreias (favorecer transição)
 Ex: pulso superficial no inverno: dispersar o fogo e tonificar
a água (8C disp. e 10R tonif. ou 5ID disp. e 66B tonif.)
 usar o ponto água no inverno para aprofundar, os pontos fogo
no verão para superficializar, etc.
3)Quantidade
 Deficit vs Excesso
 Verificar quantidade de sangue (profundidade); verificar
quantidade de energia (superfície)
 Geral ou específica (em cada RM)

 Ter em conta altura, peso, género, gestação,


alimentação, idade
 Qi essencial, nutritivo ou invasão de energia perversa
 Energia dos órgãos ou entranhas
3)Quantidade
 Vazio: reino em deficiência; mal uso da energia
essencial; invasões (vazio conduz a invasão e
invasão consome energia – deficiência por
plenitude)
 Fraco, Normal e Cheio: normal
 Pleno: excesso; invasão de energia perversa
(plenitude por deficiência); inicio do dia (vai
perdendo energia)
3)Quantidade
 Tratamento
 deficiência ou plenitude simples – regular sangue e energia
 plenitude de sangue: sangria nos pontos Ting
 deficiência de Qi, tonificar 17RM – mar do qi; 12RM – ajuda na absorção da
energia yong; 6 RM – Qi Hai – mar do Qi
 Se há plenitude de Qi: dispersar 20TM

 muito déficit ou muita plenitude – tonificar ou dispersar


 muita deficiência de sangue, tonificar sangue: 4BP – mar do sangue (Chong mai);
10BP – mar do sangue (xue hai); 17B – shu de diafragma; 11B – mestre do sangue

 Plenitude por deficiência – regular e tonificar


 Idoso, língua vermelha sem saburra e pulso pleno = calor por deficiência de Yin...
Regular Yang (20TM ou 4IG) e tonificar Yin (6BP)
3)Quantidade
 Tratamento
 RM em plenitude: dispersar entranha – Ex: fogo em
plenitude: dispersa ID
 RM em deficiência: tonificar órgão – Ex: água em
deficiência: tonificar R
 Órgão em deficiência ou plenitude em oposição à
entranha, utiliza-se a técnica LO/Yuan – Ex: Pulmão
deficiente e IG plenitude – puntura em 7P e 4IG
4)Velocidade
 BPR (número de batidas num ciclo respiratório)
 Muito rápido ou rápido: + de 7BPR; patologias
Yang
 Normal: 5BPR
 Lento ou muito lento: - de 4BPR; patologia Yin
(estancamento ou deficiência)
5)Ritmo
 Stop – pausa nas batidas; deficiência na energia de
um órgão ou da essência
 Pulso de órgão em excesso ou deficiência; língua
pálida, murcha/envelhecida ou fina
 Revitalizar em Iu/Mo
 Arritmia – descompasso no ritmo (afecção de RM;
desarmonia entre RMs); vinculada a energia do
Coração e Pulmão
 7C, 9P e 6MC (triangulo da vitalidade)
6) Sistemas: JIAO Órgãos (YIN:prof) e entranhas
(YANG:sup)

Relação Direito (YIN) Esquerdo (YANG)


com ciclo Contração expansão
estacional
Localização Sup. Prof. Sup. Prof.
(entranhas) (órgãos) (entranhas) (órgãos)
Pé ou Chi SJ (Rdto... XB B R esq
(JIAO INF.) Porta
vitalidade)
Barreira ou E BP VB F
Guang
(JIAO
MÉDIO)
Polegar ou IG P ID C
Cun
(JIAO SUP.)
6) Sistemas
 Nos homens pulso esquerdo tende a ser mais forte e nas
mulheres o direito... Proximal tende a ser mais suave que
intermediário e distal...
 Tratamento
 Se órgão e entranha afetados no mesmo grau alteração é no
JIAO
 Deficiência:
22B (shu SJ) MX + PT Jiao correspondente (6RM,
12RM ou 17RM); 5RM (MO SJ)
 Se órgão ou entranha afetados em graus diferentes: atuar no
RM, órgão ou entranha
 Tonificardeficiência
 Dispersar plenitude
bibliografia
 Seminário “Pulso Sinos da Alma e Ecos do Espírito”
 Seminário curso de massagem “Diagnóstico”
 Revista 34, pag 19. Tratamento dinamico-essencial
segun el diagnostico pulsologico.
 Maccioccia. Os Fundamentos da Medicina
Tradicional Chinesa.
 Padilla. Fundamentos da Medicina Tradicional
Oriental.
 Anotações de seminários de pulsologia.

Você também pode gostar