Você está na página 1de 12

ARQUIDIOCESE DE NATAL

MINISTÉRIO DIOCESANO DE PREGAÇÃO

O PREGADOR
O terceiro capitulo dessa formação está dividido nos
seguintes tópicos:

1. Chamado por amor para ser filho no filho

2. Chamado para estar com Jesus

3. Chamado para ser sacerdote, profeta e rei

4. Chamado para anunciar a verdade

5. Chamado para pregar a palavra


INTRODUÇÃO
O primeiro traço do perfil do pregador é a consciência
de ter sido escolhido, de ter sido chamado para a missão
de pregar a Palavra de Deus
Depois, subiu ao monte e chamou os que ele quis. E
foram a ele . Designou doze dentre eles para ficar em
sua companhia. Jesus os enviaria a pregar, com o poder
de expulsar os demônios.
( Mc 3, 13-15 )

Assim como fez com os apóstolos, o Senhor faz conosco hoje. Ele chama
os que ele quer. Portanto, ser chamado não é algo que se adquire por
méritos próprios mas para que seja manifesto que é por graça de Deus
que alguém se torna pregador e não por merecimento. Esta consciência é
fundamental para que se entenda que o exercício do ministério de pregar
a Palavra de Deus é uma missão, um projeto de vida ao qual se deve dar
um’’ sim ‘’ incondicional.
1.CHAMADO POR AMOR PARA SER
FILHO NO FILHO
 O nosso primeiro chamado vem do amor de Deus
Pai. Ele nos ama e nos escolhe para sermos filhos no
seu Unigênito Filho, Jesus Cristo.

 Mas, quando chegou a plenitude do tempo, Deus


enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo
da Lei, a fim de redimir os que estavam sob a Lei,
para que recebêssemos a adoção de filhos. E, porque
vocês são filhos, Deus enviou o Espírito de seu Filho
ao coração de vocês, e ele clama: "Aba, Pai“, (Gálatas
4, 4-6)
1.CHAMADO POR AMOR PARA
SER FILHO NO FILHO
 Assim nos ensina o Catecismo da Igreja Católica: Há um duplo
aspecto no Ministério Pascal: Por Sua morte Jesus nos liberta do
pecado, por sua Ressurreição Ele abre as portas de uma nova
vida. E é assim que se realiza a adoção filial, pois os homens se
tornam irmãos. Irmãos não por natureza, mas por dom da graça.

 Saber-se amado e escolhido por Deus e sustentado por sua


graça deve nortear a vida do pregador.

 A sublime e grandiosa missão de proclamar a Boa Nova, de


pregar a salvação , somente pode ser levada a bom termo por
aqueles que estiverem lutando para refletir em seu rosto, em
suas palavras, em suas ações , o perfil do Filho Unigênito, o
Pregador de Nazaré.
2. CHAMADO PARA ESTAR COM
JESUS
Depois, subiu ao monte e chamou os que Ele quis.
E foram a ele. ( Mc 3,13). Assim como fez com os doze
apóstolos, Jesus continua a fazer hoje, Ele escolhe os
que Ele quer.
É um chamamento livre da parte do Senhor, aos que
Ele mesmo quer e não algo que a pessoa adquiriu
graças a sua preparação ou méritos próprios.
Os discípulos ‘’foram a Ele’’, assim também nós
somos chamados para estar com Jesus.
As palavras de Jesus devem estar escritas em nosso
coração primeiro, para depois serem proclamadas
pela boca.
2. CHAMADO PARA ESTAR COM
JESUS
 Jesusé o primeiro evangelizador. Em qualquer forma de
evangelização, o primado é sempre de Deus, somos meros
cooperadores da sua obra impelidos pela força do seu Espirito.

 O pregador que está aos pés de Jesus tem clareza sobre si


mesmo, sobre quem o enviou, sobre quem o unge e também sobre
sua missão.

 É também no seu relacionamento com Deus e na palavra que o


pregador recebe a visão de Deus, a visão da esperança, da
salvação.

 O pregador deve sempre estar cheio de esperança para pregar a


esperança, para anunciar a Boa Nova como notícia de amor,
reanimar , assim , os espíritos abatidos.
3. CHAMADO PARA SER
SACERDOTE, PROFETA E REI
A missão de Cristo - Sacerdote , Profeta e Rei- é chamada
de ‘’tríplice múnus’’ e dela participam todos os que foram
batizados. ‘’Participar do múnus sacerdotal de Jesus, pelo
qual Ele oferece a si mesmo sobre a cruz e continua a
oferecer-se na Celebração da Eucaristia, é fazer de nossa
própria vida uma oferta.

A participação do múnus profético de Cristo, que pelo


testemunho de vida e pela força da palavra, proclamou o
Reino do Pai, habilitando-nos a empenha- nos a aceitar na
fé, o evangelho e anuncia-lo com a palavra e com as obras,
sem medo de denunciar e fazer brilhar a novidade e a força
do Evangelho na nossa vida quotidiana, familiar e social.
Ao pertencermos a Cristo Senhor e Rei do Universo,
participamos do múnus real de Cristo e somos chamados para o
serviço do Reino de Deus. Vivemos a realeza cristã, sobretudo
no combate espiritual.
4. CHAMADO PARA ANUNCIAR A
VERDADE
O evangelho, cujo encargo nos foi confiado, é também
palavra da verdade. Uma verdade que nos torna livres e que
é a única que dá a paz no coração, é aquilo que as pessoas
vêm procurar quando nós lhes anunciamos a Boa Nova;

O pregador do Evangelho terá de ser, portanto, alguém


que , mesmo à custa da renúncia pessoal e do sofrimento,
procura sempre a verdade que há de transmitir aos outros.
Ele não há de evitar a verdade e não há de deixar que ela
se obscureça pela preguiça de a procurar, por comodidade
ou por medo; não negligenciará o estudo da palavra;

Ele jamais poderá trair ou dissimular a verdade; nem com a


preocupação de agradar aos homens.
5. CHAMADO PARA PREGAR A
PALAVRA

Jesus que declarava ‘’ É necessário que eu anuncie a Boa


Nova do reino de Deus.( Lc4,43) é o mesmo Jesus que
ordenou aos seus discípulos ‘’Ide por todo o mundo, pregai o
Evangelho’’.
O Senhor nos distinguiu , nos escolheu para sermos
pregadores da sua palavra. Ele nos chamou pelo nome, assim
como chamou cada um dos apóstolos.
O evangelho vivo e pessoal, Jesus Cristo em pessoa , é a
notícia nova e portadora de alegria que devemos cada dia
anunciar e testemunhar a todos os homens. Por nosso meio a
igreja de Cristo torna-se presente nos mais diversos setores do
mundo, como sinal e fonte de esperança e amor.
A evangelização não é difícil, trata-se apenas do amor a Jesus
Cristo em nossos corações. E anuncia-lo aos outros
Temos que acreditar que ao apresentar a palavra de Deus
às pessoas nos estamos dando a elas vida eterna.
Temos que presumir que o mundo esteja cansado de suas
mentiras e de suas trevas e precise da verdade, precise das
palavras de vida eterna que só Jesus, o Verbo de Deus, pode
dar.
Tenhamos fé de que quando anunciamos o evangelho
coisas boas vão acontecer, os corações serão mudados, as
pessoas serão transformadas e a nossa recompensa será
grande no céu. ( Lc 10,20)

Você também pode gostar