Você está na página 1de 16

Distúrbios hídricos - EDEMA

Prof. Dr. Eduardo Fernandes Bondan


EDEMA
• Acúmulo anormal de líquido no interstício
ou no interior de cavidades corporais.

• Denominações especiais:
– Anasarca
– Hidrotórax, Hidropericárdio, Hidroperitônio ou
Ascite
– Transudato e Exsudato
Dinâmica Capilar – Permuta de Fluidos entre o Plasma
Sangüíneo e o Líquido Intersticial
Forças de Starling
 Pressão hidrostática do plasma (pressão capilar - Pc)
 Pressão coloidosmótica do plasma (p)
 Pressão coloidosmótica do líquido intersticial (li)
 Pressão do líquido intersticial (Pli)

Extremidade arteriolar

Pc
p li
Extremidade venular Pli
Extremidade arterial do capilar

Forças para fora Forças para dentro


Pc= 25 mm Hg p= 28 mmHg
Pli= 6,3 mm Hg
li= 5 mm Hg

Total= 36, 3 mm Hg - 28 mm Hg =
8, 3 mm Hg
Meio do capilar
Forças para fora Forças para dentro
Pc= 17 mm Hg p= 28 mmHg
Pli= 6,3 mm Hg
li= 5 mm Hg

Total = 28, 3 mm Hg - 28 mm Hg =
0, 3 mm Hg (Quase
equilíbrio de Starling)
Extremidade venosa do capilar

Forças para fora Forças para dentro


Pc= 10 mm Hg p= 28 mm Hg
Pli= 6,3 mm Hg
li= 5 mm Hg

Total = 21, 3 mm Hg - 28 mm Hg =
- 6,7 mm Hg
Extremidade arteriolar Extremidade venular
0,3 mm Hg
8,3 mm Hg -6,7 mm Hg
Causas de Edema
• Aumento da Pressão Hidrostática
do Plasma (Pressão Capilar – Pc)
– Comprometimento do retorno venoso
• Insuficiência cardíaca congestiva (ICC)
• Bombeamento venoso insuficiente -
imobilização, paralisia muscular ou
insuficiência das valvas venosas ...
• Obstrução ou compressão venosa -
trombose, compressão externa...
INSUFICIÊNCIA
CARDÍACA
↑ pressão
venosa central
↓ débito
cardíaco
↑ pressão
capilar ↓ do volume sangüíneo
arterial efetivo
↑ vasoconstrição ↑ liberação de
renal vasopressina
Ativação do ↓ liberação do
mecanismo peptídio
↑ reabsorção tubular renina- ↑ retenção
de Na + e água natriurético atrial
angiotensina- renal de água
↓ FG aldosterona

↑ retenção de Na+ e água

↑ volume plasmático

EDEMA
– Redução da resistência arteriolar
• Por aquecimento excessivo do corpo
• Insuficiência do SNA simpático
• Drogas vasodilatadoras

– Retenção de sódio e água


• Ingestão excessiva de sal
• Insuficiência renal
• Hiperaldosteronismo
• Diminuição da pressão
coloidosmótica do plasma (p)
– Desnutrição protéica
– Distúbios na digestão protéica e / ou absorção de
aminoácidos na borda em escova
– Hepatopatias
– Glomerulonefropatias (com proteinúria)
– Perda protéica de áreas desnudadas da pele
(queimaduras e ferimentos)
• Distúrbios na drenagem linfática
(linfedema)
– Obstrução linfática - elefantíase (Wuchereria
bancrofti)
– Remoção de linfonodos na cirurgia de ressecção
de tecido canceroso
– Neoplasias linfáticas
• Inflamação
– Agressão Mediadores químicos da inflamação

Vasodilatação e aumento da permeabilidade vascular

Vasodilatação ↑ Pc Transudato inicial

Extravasamento de ↓ p
Exsudato
proteínas
↑ li
Tipos de Edema
• Edema extracelular – por aumento da saída
de líquido plasmático para os espaços
intersticiais ou falha do sistema linfático em
retornar o líquido do interstício para o sangue

• Edema intracelular – por depressão do


sistema metabólico dos tecidos e falta de
nutrição adequada às células