Você está na página 1de 16

ANELÍDEOS

Características Gerais
• São encontrados:
- No solo: minhocas
- No mar: poliquetos e vermes marinhos
- Ectoparasitas de vertebrados áquaticos:
sanguessugas.
• Termo anelídeo (annelus = anel) indica a
segmentação do corpo (cilíndrico), com
repetições desses segmentos (em forma de
anel).
• São triblásticos, celomados e apresentam
simetria bilateral:

• Celoma: divido por anéis, segmentos ou


metâmeros, e preenchido por líquido, contém
órgãos de produção e os de excreção.
• Epiderme: revestida com cutícula externa, pode
apresentar pequenos pelos duros (cerdas)
compostos de quitina, funcionam como ancoras
(locomoção).
Poliquetos:
Cerdas 
parapódios que
funcionam
como pernas
rudimentares.

- Musculatura sob a epiderme: locomoção.


- Sustentação: líquido do celoma  esqueleto
hidrostático
• Alimentação: detritos vegetais, alguns são
carnívoros, e outros de sangue e líquidos de
outros animais.
• Digestão: Extracelular, tubo digestório
completo, nas minhocas, papo (armazenar),
moela (triturar) o alimento.
• Sistema Circulatório: função de levar
alimento e oxigênio para as células.
- Sistema fechado: 2 vasos em posição longitudinal,
ventral  propulsiona o sangue e um dorsal, ambos
ligados entre si por pares de vasos  corações
laterais, outros vasos laterais ligam os vasos
longitudinais na parte superior do corpo.
- Órgãos possuem capilares  passagem de alimento
e oxigênio para as células  devolvem excretas e gás
carbônico.
• Sistema Respiratório: possuem pigmentos
respiratórios (hemoglobina, mais comum),
encontrada nas minhocas.
- Respiração cutânea (pele úmida) e indireta (gases
levados pelo sangue).
- Poliquetos: Respiração e Circulação parecidos com a
das minhocas, mas as formas maiores possuem
brânquias ricas em vasos sanguíneos, (a maioria das
sanguessugas  resp. cutânea e com brânquias em
algumas espécies).
Excreção: metanefrídeos  par de tubos
abertos em ambas as extremidades, “pequenos
rins”  retiram excretas do celoma 
nefróstoma. Subs. que ainda serão
utilizadas pelo
Extremidade Cílios aspiram organismo voltam para
ciliada em o fluido p/ o sangue, já as tóxicas
forma de dentro do (amônia, uréia) ou em
funil. tubo excesso (água, sais) são
eliminados através do
nefridióporo que se abre
na superfície do corpo
• Sistema Nervoso: 2 cordões nervoso ventrais,
1 par de gânglios por segmento, e dos gânglios
saem nervos para os músculos circulares e
longitudinais.
- Poliquetos: possuem ocelos;
- Minhocas (Oligoquetos): Células espalhas pela
pele que acusam a presença de luz 
procuram ambientes escuros e frescos.
• Sistema Reprodutor:
- Sanguessugas e minhocas: hermafroditas 
fecundação cruzada.
- Minhocas: estrutura glandular  citelo  produz
uma cápsula contendo óvulos (casulo)  desliza
para o receptáculo seminal  espermatozoides 
fecundação externa  ovos desenvolvem-se 
casulo depositado me terra úmida eclodem
indivíduos jovens iguais aos adultos.
- Poliquetos: sexo separado, desenvolvimento
indireto (larva ciliada), e reprodução assexuada
por brotamento.
Classificação dos Anelídeos
• Polychaeta  Poliquetos
- Alguns errantes, outros vivem em túneis, e
outros são poliquetas tubículas (constroem
tubos com calcário ou grão de areia)
Classificação dos Anelídeos
• Olygochaeta  Oligoquetos
- Maioria terrestres, alguns de água doce;
- Em geral medem de 5 a 10 cm.
- Minhocoçu  risco de extinção, pode atingir 2
metros.
Classificação dos Anelídeos
• Hirudidenea ou Hirudinoidea  Hirudineos
- Maioria água doce
- 1 a 30 cm de comprimento.
- Respiração cutânea
- Não possuem cerdas (Aquetas)
- Duas ventosas: posterior (locomoção e fixação),
anterior(ajuda a sugar o sangue dos animais), a maior
parte é parasita  Hirudo medicinallis
- Outras espécies se alimentam de pequenos animais e
restos de matéria orgânica.