Você está na página 1de 30

Licenciatura em Ensino de Química

1
 O uso de Modelos na escrita das fórmulas químicas na 8ªclasse –
caso particular da Escola Secundária de Natoa, (2018 – 2020)
.

2
 Introdução
 Relevância do estudo
 Objectivos
 Justificação
 Problematização
 Hipóteses
 Aspectos Metodológicos
 Amostra
 Discussão dos resultados
 Conclusões e Sugestões

3
 A presente pesquisa subordina ao tema: uso de modelos na
escrita das fórmulas químicas na 8ªclasse, caso Escola
Secundária de Natoa, 2018/2020. O autor optou por tratar este
tema por simples facto de ter estagiado e ser professor daquela
instituição educacional, ter notado que o ensino da escrita das
fórmulas químicas na 8ªclasse, na escola acima referenciada
constitui um problema por parte dos alunos da 8ª classe daquela
instituição. 
  
4
 Na actualidade, a educação ainda apresenta inúmeras
características de um ensino tradicional, onde o professor é visto
como detentor do saber, enquanto os alunos são considerados
sujeitos passivos no processo de ensino e aprendizagem. Nessa
lógica, com o passar do tempo o aluno perde o interesse pelas aulas
de ciências/biologia, pois muito pouco de diferente é feito para
tornar a aula mais atractiva e que motive o mesmo a aprender e
construir seu próprio conhecimento.

5
 Os recursos utilizados geralmente são quadro e giz e assim a aula
acaba virando rotina, não chamando a atenção dos alunos para os
conteúdos abordados.
 Desta feita, este estudo julga-se relevante não só na melhoria da
qualidade na escrita das fórmulas químicas por parte dos alunos
da 8ªclasse na referida instituição de ensino, mas também por
parte dos professores que lá leccionam, olhando pelos métodos,
meios e conteúdos de ensino.

6
Este estudo é relevante na medida em que acredita-se que o jogo
didáctico no Ensino de química pode constituir-se um
importante recurso para o professor ao desenvolver a habilidade
de resolução de problemas e favorecer a apropriação de
conceitos, além de aumentarem a motivação dos
alunos perante as aulas de Química.

7
 Segundo LIBÂNEO (1994:119) “os objectivos antecipam os
resultados e os processos esperados do trabalho”.
 A definição dos objectivos determina o que o pesquisador quer
atingir com a realização do 'Trabalho de pesquisa. O objectivo é
o sinónimo de meta, fim e pode ser objectivo geral e objectivo
específico, (Lakatos& Marconi apud IVALA, 2007:21).

8
Objectivo Geral
Compreender a importância do uso de modelos na escrita correcta
das fórmulas químicas do aluno da 8ªclasse, na Escola Secundária de
Natoa;

9
Objectivos específicos
- Identificar as causas da dificuldade de escrita das fórmulas
químicas;
- Descrever as causas das dificuldades e propor técnicas que
ajudam na escrita das fórmulas químicas durante o processo de
ensino aprendizagem naquela instituição de ensino;
Propor técnicas que possam minimizar o problema do uso
correcto de modelos na escrita das fórmulas químicas no PEA na
8ª classe

10
O autor do presente trabalho optou por tratar este tema pelo facto de
não só ter estagiado mas também por ser professor daquela
instituição educacional, é neste período de actividades que foi
observado, constatado a questão relacionada com as dificuldades na
escrita das fórmulas químicas na 8ª classe, Escola Secundária de
Natoa em Rapale. Na Escola Secundária de Natoa se verifica que
muitos alunos da 8ª classe têm problemas na escrita de fórmulas
química. 

Monografia Cientfica samsson- 11


 Mediante a constatação tida pelo autor do presente trabalho,
surgiu a necessidade de levar a cabo um estudo para se apurar
as possíveis causas a não escrita correcta das fórmulas
químicas por parte dos alunos daquela instituição, na 8ª
classe. 
 De uma forma geral, para escrever a fórmula de uma
substância composta é necessário saber de que elemento
químico ela se compõe e quantos átomos de um elemento se
relacionam com um determinado número de átomos do outro.

12
Durante a realização da actividade pedagógica, como estudante da
UCM e docente na Escola Secundária de Natoa, o autor verificou
nos alunos grandes dificuldades na escrita correcta das fórmulas
químicas, e o não uso por parte dos professores, dos modelos que

facilitem aos alunos na escrita das fórmulas químicas.

13
 Esta situação, leva a que os alunos considerem a disciplina de
Química como sendo “ bicho-de-sete-cabeças” e
consequentemente, verifica-se o fracasso no aproveitamento
pedagógico dos alunos nessa disciplina. Mediante esta situação, o
autor coloca a seguinte questão:
 Quais são as causas de não uso de modelos na escrita das
fórmulas químicas dos professores da 8ª classe da Escola
Secundária de Natoa, 2018/2020.

14
Segundo Trujiilo (1974:132) apud Lakatos (2004:176),
“Hipótese é uma preposição antecipada à comparação de uma
realidade existencial, é uma espécie de suposições que
antecedem a constatação dos factos”. A contratação de
professores sem formação específica no ensino de Química, está
relacionado com a falta de conhecimentos no uso de modelos na
escrita das fórmulas químicas;

15
Método indutivo
(GIL, 1999 p:26) “Pode-se definir método como caminho para
chegar a determinado fim. E método científico como conjunto de
procedimentos intelectuais e técnicos adaptados para atingir o
conhecimento.” Com a natureza do trabalho, para satisfazer os
objectivos da pesquisa, o pesquisador usou o método indutivo, por
este permitir com clareza analisar as questões particulares até
chegar a conclusões generalizadas.

16
Na realização deste estudo, seguiu-se os seguintes passos:
consulta da bibliografia, a Internet e realização de entrevistas
exploratórias aos responsáveis das comunidades, professores, e
os intervenientes do grupo alvo.

17
 Para GIL (1999 p:100), “amostra é o subconjunto do universo ou
da população por meio do qual se estabelece ou se estimam as
características desse universo”.
 Será amostra desta pesquisa 60 pessoas distribuídas da seguinte
forma: 
 6 Professores que leccionam 8ªclasse da Escola Secundária de
Natoa;

18
54 Alunos da 8ª classe da Escola Secundária de Natoa

nº Local da pesquisa Grupo alvo nº de Escolha da


envolvidos amostra
01 Escola secundária de Professores 6 Por
Natoa Professores conveniênci

02 Aluno(a)s 54 aluno(a)s aleatória

19
Esta parte de monografia está reservada a apresentação, análise e
interpretação das respostas obtidas no campo através dos
instrumentos de colecta de dados previamente elaboradas para o
estudo. Nesta parte também são igualmente testadas as hipóteses
levantadas e apresentadas nas conclusões da pesquisa.

20
N Questões colocada Frequência

1 Sr professor(a), os alunos escrevem bem as fórmulas químicas? n % n % n %


1 17 3 50 2 33

2 Sr professor(a), quando lecciona usa qualquer esquema relacionado com 3 50 3 50 - -


as fórmulas químicas?
3 Sr professor(a), quando lecciona usa qualquer esquema relacionado com 1 50 3 50 - -
as fórmulas químicas?
4 Sr professor(a), na aula de escrita das fórmulas químicas tem usado 1 17 3 50 2 33
alguma técnica relacionada com o efeito?
5 Sr professor(a), no acto da escrita das fórmulas químicas tem tido 2 33 3 50 1 17
facilidade de clarificar aos alunos sobre o tema em estudo? 

6 Sr professor(a), no seu ponto de vista, os alunos têm percebido as aulas 1 17 2 33 3 50


de escrita das fórmulas químicas?

7 Sr professor(a), quando dá exercícios os alunos encontram facilidades de - - 2 33 4 67


resolverem?

8 Sr professor(a), os seus alunos apresentam dúvidas durante as suas aulas - - 1 17 5 83


de escrita das fórmulas químicas.

9 Sr professor(a), tem usado os modelos que facilitam na ilustração da 2 33 3 50 1 17


escrita das fórmulas químicas?

10 Sr professor(a), tem tido frequentemente seminários de capacitação da 1 17 5 83


disciplina que lecciona?
21
n Frequência
Sim As vezes Não
n % n % n %
1 Já ouviste falar das fórmulas químicas? 44 82 4 7 6 11

2 Na tua opinião, o teu professor explicou bem as regras de escrita das 7 13 19 35 28 52


fórmulas químicas?

3 Na tua opinião, chegaste de perceber a explicação do teu professor 6 11 16 30 32 59


sobre escrita das fórmulas químicas? 
4 Já ouviu falar de modelos na escrita das fórmulas químicas? 8 15 - - 46 85

5 Na tua opinião, a explicação sobre os modelos foi suficiente - - 4 7 50 93

para perceber a escrita das fórmulas químicas?


6 Na sua opinião, as aulas de química são bem dadas? 13 24 18 33 23 43

7 A explicação do teu professor te facilita entender as 15 28 12 22 27 50

matérias de química?
8 Na tua opinião todos os alunos saem satisfeitos da 7 13 14 26 33 61
explicação do teu professor de Química?

9 A reacção do teu professor de Química é boa quando os 4 7 15 28 35 65

alunos apresentam dúvidas?


10 Já viste chatice no teu professor de Química por algum aluno que 35 65 17 31 2 4
22
apresentou uma insistência de dúvida?
Na análise dos dados da tabela 3, nota-se claramente de que não só as causas
de escrita das fórmulas químicas apenas estão relacionadas com o aluno,
como responderam alguns professores entrevistados, mas também os alunos
observam tanto nos professores no cumprimento das regras escolares. 
O que acabamos de afirmar no parágrafo anterior se justifica nos resultados
ilustrados nos números 2,3 e 6 da tabela 3, onde a percentagens dos alunos
notarem as dificuldades apresentados pelo professor oscilam entre 52, 59 a
43% respectivamente; exprimindo assim o aquilo que estes observam da
parte do seu professor da disciplina de Química.  

23
Conclusão
Várias são as causas que estão na origem das dificuldades de escrita das fórmulas químicas na 8ª classe, em particular na Escola Secundária de Natoa, onde o estudo foi realizado. Este trabalho exigiu muito esforço físico, mental e material, contudo, foi muito gratificante, porque ajudou bastante a ter uma visão significativa a respeito da necessidade de que o país tem de possuir profissionais com área específica de formação e colocado cada um
na sua respectiva área de formação, isso em particular os professores, que possam usar as técnicas de ensino apropriados de cada disciplina, como são o caso da disciplina de Química, sobre o uso de modelos que ajudam na compreensão da matéria de leitura e escrita das fórmulas químicas na 8ª classe.

24
No fim da pesquisa, foi possível notar que há muito de fazer, porque
este problema é de longa duração em termos de resolução, pois
envolve custos e tempo necessário para formar e alocar nas escolas
professores com formação específica de cada disciplina, em
particular a disciplina de química.
Tomando como base os resultados obtidos nesta pesquisa, depois de
descritos, analisados e interpretados, conclui-se que as hipóteses
levantadas, no período da elaboração do projecto de pesquisa, e que
apontavam a contratação de professores sem formação específica no
ensino de Química e a falta de capacitação dos professores sem
formação específica, Monografia Cientifica - Samsson 25
como sendo as principais causas de falta de conhecimentos
no uso de modelos na escrita das fórmulas químicas, foram
confirmadas.

Monografia Científica - samsson 26


Para que as situações de dificuldades dos alunos da 8ª
classe na escrita das fórmulas químicas e não passem
para um fracasso escolar; porque acreditamos que a
questão de dificuldades de escrita das fórmulas
químicas dos alunos da 8ª classe, não acontecem
apenas na Escola secundária de Natoa, por onde foi
realizada o trabalho de pesquisa, mas na maioria das
escolas secundárias da Província e do país em geral.
Sendo assim, segue-se as seguintes sugestões:

Monografia Científica - samsson 27


 As direcções dos SEJT devem proporcionar seminários de
capacitação dos professores nos períodos de interrupção das
aulas, no sentido de proporcionar aos professores que
leccionam as disciplinas sem formação específica da disciplina
sobretudo das ciências exactas (Matemática, Física e Química);
 As instituições de ensino devem promover seminários de troca
de experiencias dos docentes que leccionam a disciplina de
Química no sentido de apoio aos docentes que leccionam a
disciplina de química sem formação específica em matérias de
metodologias de ensino da disciplina;
28
 Aos docentes em particular, devem procurar se informar em matérias da
cadeira que lecciona, porque está provado que a falta de uso de modelos
nas aulas de escrita das fórmulas químicas é falta de preocupação ou
seja, falta de investigação;
 Como acontece em muitos casos onde se procura parceiros de
cooperação por parte do Governo, deve-se procurar parceiros que
possam patrocinar a produção de módulos de apoios metodológicos que
ajudem os professores que leccionam a disciplina de Química se a

respectiva formação específica.    


Monografia Cientifica - Samsson 29


Muito obrigado, pela tenção dispensada..!

Monografia Cientifica - Samsson 30

Você também pode gostar